História Psicopata Fora De Controle - JungKook - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Namjoon Jin Psicopata, Suga, Yoongi
Visualizações 173
Palavras 2.089
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


PESSOAL QUE ACOMPANHA A FIC, PEÇO DESCULPAS PELA DEMORA A POSTAR UM NOVO CAPÍTULO. EU JÁ ESTAVA COM AS IDEIAS MONTADAS E SÓ FALTAVA FAZER, MAS MEU COMPUTADOR DEU UM PROBLEMA E NÃO CONSEGUI TERMINAR O CAPÍTULO QUE TINHA COMEÇADO. :/ FELIZMENTE, HOJE ELE VOLTOU A VIDA E EU CONSEGUI TERMINAR, TANTO O CAPÍTULO QUANDO A IMAGEM. OBRIGADO A TODOS QUE COMENTAM PEDINDO A CONTINUAÇÃO E FALANDO O QUE ESTÃO GOSTANDO NA FIC. SE QUISEREM DEIXAR SUGESTÕES, QUERO QUE SINTAM-SE A VONTADE. SE DER, POSTO MAIS UM CAPÍTULO HOJE ^.^

Capítulo 13 - Confronto Sentimental


Fanfic / Fanfiction Psicopata Fora De Controle - JungKook - Capítulo 13 - Confronto Sentimental

Alice On*

Tentar convencer Kylie é difícil. Eu também não queria tocar no assunto sobre Jungkook, por enquanto. Ela estava bem extravasada esses dias. Bebendo mais sangue do que devia. Mas eu fui conferir, e ela só estava matando pessoas de má índole.

Ela tentou procurar emprego, mas eu disse que não precisava. Ela insistiu, mas eu a repreendi. Não seria bom para ela ter uma vida normal agora.

Percebi Jungkook rondando mais por aqui esses dias. O que não é uma boa ideia. Kylie não pode vê-lo. Mas, mesmo com os avisos, ele continua vindo frequentemente.

Neste momento, ela está em seu quarto, se alimentando de uma garota que ela trouxe da balada. Já está tarde da noite. Mesmo assim, ela não se importa.

Alice Off*

Kylie On*

Bebo todo o sangue da garota que tentou me roubar na balada. Me da prazer mata-la de forma bruta e ver o medo em seus olhos. Eu nunca pensei que me tornaria uma pessoa tão cruel, mas acho que ainda resta um pouco de humanidade em mim. Um pouco. Que guardo só para os mais íntimos. No caso, quase ninguém.

Sinto a presença de alguém. Estou me sentindo observada desde que trouxe a garota para dentro da casa, mas não reconheço o cheiro da pessoa. Depois que ela está morta e estirada no chão, vou até a janela e procuro meu espião.

Para o meu azar, vejo quem eu não via à algum tempo. Jungkook. Ele está me observando. Cravo minhas mãos cheias de sangue na janela, para que ele possa ver o que fiz com a garota. Eu a matei. Jungkook deve ter medo de mim, mas sua expressão não muda. Não sei se conseguiria perceber a mudança, por causa da máscara que ele usa. Passo meus olhos uma ultima vez por ele e depois vou limpar o quarto.

~Outro Dia~

Não descansei a noite inteira. “Descansei”, essa palavra já se torna normal para mim, já que vampiros não dormem. Eles descansam.

Os pensamentos sobre Jungkook não saíram da minha cabeça, não me permitindo descansar. Alice me disse que ele precisa de mim, que eu sou a única pessoa que pode controlar ele, e que meu dom ajuda. Mas eu nem conheço Jungkook direito. Devo começar a me perguntar o que sinto por ele e se quero ajudá-lo?

Tomo um banho, me visto com um short preto, uma blusa de mesma cor e uma jaqueta preta de couro. Faço uma maquiagem marcada, como gosto, e pego meus óculos por causa da minha visão sensível ao Sol.

Desço as escadas e quando chego a cozinha, sou avisada que Alice saiu para fazer algumas coisas. Não sei do que se trata, mas também não quero me intrometer na vida dela como uma curiosa. Dispenso o café, já havia tomado uma bolsa de sangue, do estoque que Alice deixou em meu closet. Sei que e necessário comer, para que meus órgãos não parem, mas só um dia não faz mal.

Saio andando pela rua e sinto que estou sendo seguida, de novo. Aish! Malditos sentidos!

Embora a rua esteja deserta, sinto os sentimentos de alguém bem próximo. Seria Jungkook? O medo que meu palpite esteja certo, me percorre. Meu corpo se arrepia só de pensar que ele está me observando. Continuo a andar, até que sinto uma mão em meu ombro, seguida de uma voz conhecida.

Jungkook: Kylie!-ele diz e tira sua mão rapidamente do meu ombro, se afastando um pouco. Mantendo uma distancia que considero, respeitosa, entre nós.

Kylie: Jungkook?-sinto os sentimentos dele e posso dizer que estão bem confusos. Ele parece nervoso, estressado e ao mesmo tempo, triste. –por que está me seguindo?

Jungkook: você percebeu?-perguntou admirado.

Kylie: não foi difícil de perceber...-disse o fitando por cima dos óculos.

Jungkook: você está muito bonita!-disse passando seus olhos por mim. Isso me deixou um pouco incomodada, mas torci para ele não ver que corei. –parece que Alice te ajudou muito!

Kylie: sim, ela foi muito gentil! Coisa que você não foi!-disse e lhe lancei meu olhar intimidador. Ele não se intimidou, mas pude sentir uma pequena tristeza surgir.

Jungkook: desculpe Kylie, pelo jeito que agi com você de inicio, mas eu não sabia o que fazer! Essa coisa de que você é vampira, mexeu com a minha cabeça e eu não sabia o que fazer!-ele pausa e suspira. –me desculpe!

Jungkook não parece alguém que é acostumado a pedir desculpas. Não parece combinar com ele. Ele parece mais rígido, frio e quieto.

Kylie: tudo bem...

Jungkook: você pode voltar para casa agora?-ele tenta tocar meu braço, mas eu puxo de uma vez.

Kylie: casa?-dou um sorriso sarcástico. –sua casa você quer dizer, né? O que faz você pensar que eu voltaria para lá? Para a casa de um psicopata!

Minhas palavras parecem atingi-lo em cheio, seus olhos parecem se arregalar quando eu falo a palavrinha mágica, psicopata. Sua tristeza aumenta e ele baixa a cabeça. Parece que ele vai chorar. Por um momento vejo seus olhos ficarem marejados, mas não me deixo levar.

Ele está brincando comigo! Ele quer que eu caia em seu jogo, mas não existe a mínima possibilidade dele estar chorando!

Ele é um psicopata e não possui sentimentos.

Mesmo assim, parece que a palavra o afetou muito. Ele deve ter ouvido muito isso em sua infância, as pessoas o acusando de ser um psicopata e fazendo bullying, outras até com medo dele. Ele deve ter sofrido muito com isso. E eu o machuquei, mais ainda. Por que será que sinto que a palavra vinda da minha boca o afetou mais?

Jungkook permanece em silêncio.

Kylie: me desculpe, Jungkook! Eu só...-tento dizer algo, mas não sai.

Jungkook: você tem razão!-ele diz ainda de cabeça baixa e eu arregalo meus olhos. –quem iria querer voltar para a casa de um psicopata? Não é mesmo? Ninguém seria louco. Quem amaria um psicopata?-dessa vez sinto o ódio dele.

Ele se vira para sair, mas eu sou mais rápida e mais forte, que ele, e o seguro.

Kylie: Jungkook! Não foi isso que eu quis dizer! Eu só...não estou pronta para voltar para sua casa agora. –consigo dizer e ele encara o chão. Ele não consegue me olhar nos olhos.

Sinto seu pulso tremer em minhas mãos. Seu coração está acelerando. Ele está nervoso? Ele está com ódio de mim? Com raiva? Ele vai me machucar? Me matar? Eu estou com medo? Medo do Jungkook?

Jungkook: é melhor você me soltar, Kylie!-ele diz com a voz tremula.

Sinto um arrepio e solto seu pulso. Ele sai andando e nem se vira para trás. O que eu fiz? Eu magoei o Jungkook? Ou conquistei a ira dele?

Volto para casa desolada, sem saber o que fazer, e me jogo em minha cama. Não sei o que fazer, ou o que pensar. Eu não o conheço tão bem quanto os outros, quanto seus amigos.

Kylie Off*

Alice On*

Estava sem saber o que fazer. Precisava pensar, e o melhor jeito que encontro de pensar é ir correr na floresta. Corri, mas não fiquei cansada, nunca fico.

Continuei correndo até sentir uma presença conhecida. Senti seu cheiro e caminhei até o campo. Afastei um pouco as plantas e fiquei perante a divisa da floresta e do campo. Olhei pelo campo, procurando o dono do cheiro, que eu conhecia bem. Até que ele me vê e vejo seu rosto corar. Ele está com vergonha porque estou vestida com roupa de dormir? Não tive tempo de me trocar e quis correr a vontade, qual o problema nisso?

Mesmo assim, se ele estiver tão incomodado, posso buscar minhas roupas, que estão aqui perto.

Alice Off*

Jimin On*

Estava em casa, perturbado com meus pensamentos que não me deixavam em paz. Não conseguia tirá-la da cabeça. Ela estava em tudo, onde eu ia e o que fazia, sempre me lembravam ela. Até coisas muito nada a ver com ela, me lembravam ela.

Matar? Não adiantava. Já havia matado tantas pessoas, que me encomendaram, adiantado, que Namjoon chamou minha atenção, pedindo para que eu me controlasse para o bem do BTS.

Estou sentado perto da janela, com roupas de ficar em casa e soltando vários suspiros consecutivos.

Não aguento mais ficar dentro dessa casa! Se eu continuar aqui, vou continuar pensando nela! Melhor eu sair um pouco.

Diante do meu pensamento, vou trocar minhas roupas de casa, por algo mais comum. Vesti apenas um short marrom, uma camiseta branca e um casaco fino por cima.

Saio de casa, sem dizer nada as empregadas e pego meu carro, dirigindo para qualquer lugar silencioso.

Dirijo até ver o campo, que fica perto da floresta próxima a casa de Jungkook. Paro o carro e desço começando a caminhar pelo campo. Me sento um pouco cansado, no chão. Sinto o sol tocar minha pele e ir esquentando ela. É uma sensação gostosa. Deito minha cabeça sob os braços, virando de barriga para baixo.

Permaneço um tempo do jeito em que estou, até sentir alguém me observando. Sou muito ligado nisso, desconfiado demais, então geralmente estou certo. Quando me levanto para procurar a pessoa que me observa, vejo Alice parada na divisa da floresta e do campo. Coro ao vê-la com um vestido colado, que parece de dormir. Coisa que tento disfarçar, mas acho que ela percebeu.

Seus olhos azuis estão parados em mim, ela parece concentrada em minha reações. As poucos ela se aproxima de mim, em movimentos precisos que parece até flutuar no ar. Seus cabelos voam, a medida que ela se meche. Em segundos ela chega perto de mim. Parando à minha frente, com o rosto próximo ao meu. Diria até que posso sentir sua respiração fraca. Ela me encara firmemente. Droga! Maldita! Por que ela tem que ser tão bonita?

Jimin Off*

Alice On*

Jimin não sabe que leio pensamentos, então estou me divertindo as suas custas. Ver como ele fica nervoso a cada movimento meu, é bem interessante. Seu jeito de admirar minha beleza, é peculiar. Nunca vi alguém me descrever em tantos, e bons, detalhes.

Meus olhos estão fixos nos seus. Sua respiração é acelerada, e em sua mente, ele questiona minha fraca respiração. Seria possível que, Jimin, o psicopata pegador que eu conheci na clinica, agora esteja se apaixonando por uma pobre vampira? Isso seria muito irônico. Espero que seja apenas algo passageiro.

Ele abre a boca várias vezes, formulando o que dizer e tentando não gaguejar. Finalmente ele consegue, mas ainda gagueja.

Jimin: O-o que f-faz aqui?-pergunta com seus olhos ainda nos meus.

Alice: estava apenas correndo, e você?-respondo calmamente e suave, o que o faz ficar ainda mais nervoso.

Jimin: o quê? Por que aqui? Justo agora?

Alice: já faz um tempo que estou aqui!-lhe lanço um sorriso simpático, mas ele não consegue retribuir. Seus pensamentos o atrapalham.

Jimin: c-como está a Kylie? Jungkook sente muita falta dela!-suspiro. O assunto é delicado.

Alice: ela está indo bem! Jungkook deve ter paciência...

Jimin: ele a quer para ele!

Alice: ela não é um objeto!-protesto.

Jimin: claro que é! Ela é só um brinquedinho novo para o Jungkook!-disse sorrindo. Esse sorriso...

Alice: brinquedinho? Ela é uma vampira! Deveria avisar ao Jungkook que se ele a quer como “brinquedinho”, escolheu algo muito perigoso!

Jimin: perigoso?-ele riu debochando.

Alice: sim!-me aproximei mais dele, fazendo-o prender sua respiração. –um vampiro é muito mais perigoso que um psicopata. –disse olhando em seus olhos e sentindo as reações de seu corpo. Ele se arrepiava constantemente. –nós não possuímos mais um coração. Possuímos apenas uma maquina para bombear o sangue. Nossos sentidos e sentimentos são alterados, mas isso não significa que somos subordinados a eles!-me aproximo do ouvido de Jimin, sentido seu corpo tremer, assim que minha boca encosta nele. –nós matamos sem ressentimentos. –sussurro.

Ele ainda permanece com os olhos arregalados em minha direção. Provavelmente sem conseguir formular uma resposta para tudo o que disse.

Jimin: está dizendo que é perigosa?...-podia sentir o cheiro do seu medo. E confesso que é excitante.

Me afastei de seu ouvido e voltei a olhar em seus olhos. Nossos rostos estavam perto demais. Eu sabia que efeitos aquilo causava nele. Seus pensamentos eram intensos e por mais que eu quisesse, não poderia acreditar neles.

Alice: o que você acha?-perguntei com uma voz intimidadora e sexy ao mesmo tempo.

Me separei dele, fazendo-o sair do transe.

Alice: vou buscar minhas roupas, que estão aqui perto! Quer vir? Podemos dar uma volta pela cidade depois!-disse firme e com um meio sorriso.

Jimin: claro, por que não?

Alice: vamos!

CONTINUA...


Notas Finais


OBRIGADA PELO APOIO! :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...