1. Spirit Fanfics >
  2. Psycho (Urridalgo-Sabinoah) >
  3. Não há inocência mais doce do que nosso suave pecado

História Psycho (Urridalgo-Sabinoah) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


boa leituraaa

Capítulo 4 - Não há inocência mais doce do que nosso suave pecado


 

Me segurei para não expulsá-la de casa, jantamos todos juntos e logo de cara percebi que ela não é como eu imaginava, assim que ela vai embora, eu e Josh nos sentamos no sofá e começamos a conversar

- O que achou dela? – perguntou Josh

- Ah, ela é legal e bonita – Respondo sorrindo – Você já conheceu os pais dela?

- Ainda não, só a mãe no caso – Disse pegando um pirulito – O pai dela está viajando, ela fica sozinha em casa

***

- Você não sabe ser discreto, não é? – Digo quando percebo que Noah estava por perto – Sua filha é muito linda, sabia? Uma bela nora – entro no meu carro

- Seu irmão é idêntico a sua mãe, se eu não estivesse apaixonado em você, juro que pegaria ele – Confessou entrando no MEU carro!

- Por que você está entrando no MEU carro?! – pergunto lhe encarando

- Porque eu quero conversar com você – Disse calmo, pego a chave do carro e o ligo – Sabina, eu gosto muito de você, mas não me faça te odiar!

- Como eu lhe faria me odiar? – Viro para ele

- Minha filha comentou que você no meio do jantar recebeu uma ligação da polícia – Engulo em seco – Se eu descobrir que você me denunciou...Eu acabo com a sua vida – Disse sério e logo depois sorriu

- Olha...- Me aproximo de seu ouvido – Eu não tenho medo de você, você pode até acabar com a minha vida só que antes eu acabo com sua – Rio em seu ouvido, logo saio de perto

- Você não tem medo do perigo que está correndo, não é? – Pergunto chegando perto dos meus lábios

- Eu rio na cara do perigo e bom, meio que eu gosto dele! Para de me enrolar e me beija logo – Puxo a gola de sua blusa e o beijo.

Mãe...Me desculpa por provar desse pecado, desculpa por me deixar levar pelo pecado...Perdoe-me por gostar tanto de pecar com aquele que lhe tirou a vida e a chance de criar seus filhos. Me perdoe por ser uma pecadora

“There is no sweeter innocence

Than our gentle sin”

***

Dias depois...

Chego em casa e me deito no sofá, fico pensando no que aconteceu...Minha cabeça está a milhão, meus olhos se enchem de lágrimas ao lembra de minha mãe e a promessa que fiz a mim mesma, eu sequer percebi que estava me apaixonando por ele. Culpa, é algo corrosivo e eu estou odiando isso. Sinto meu estômago revirar e a vontade de vomitar subiu a garganta.

- Josh, sai do banheiro!! – Bato na porta desesperadamente

- O que foi? – Abriu a porta com a toalha na cintura, entro no banheiro correndo e abro a tampa do vaso e ponho tudo para fora – Você tá bem?

- O que você acha?! – Abraço o vaso

- Eu vou na farmácia comprar o que você precisa! – Disse enquanto se trocava

- Compra um epocler ou sei lá – opino

- É outra coisa que eu vou comprar – disse descendo as escadas

- O QUE? – Grito

- TESTE DE GRAVIDEZ

***

- Vai dar negativo, eu tenho certeza – digo esperando o teste ficar pronto

- Vai dar positivo – Falou sorridente 


Notas Finais


Vai dar positivo ou negativo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...