História Psycho(M.M) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Halloween
Personagens Personagens Originais
Tags Halloween
Visualizações 5
Palavras 1.404
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Spending time together


Fanfic / Fanfiction Psycho(M.M) - Capítulo 4 - Spending time together

(Na escola)  ~passou uma semana~


Eu estava correndo pra chegar na escola, pois, eu fiz a grande esperteza de ter me esquecido de colocar o despertador, e em compensação eu tô mais atrasada do que nunca.

Eu corro no máximo que as minhas pernas curtas derem, e consigo chegar na sala, mas por azar, a professora estava na sala, droga. Eu pensei.

Eu tentei passar sorrateiramente tentando chegar na minha mesinha, mas não deu certo, a Srª Milton, me percebeu.-Chegando atrasada de novo, S/n?-ela pergunta sem ném se dá o trabalho de vira pra me olha, ainda escrevendo seu conteúdo na lousa.


Credo a muier tem olhos atrás da cabeça, eu pensei.-Desculpa por isso, esqueci de ter colocado o despertador pra tocar.-digo a verdade.-ok, vá se senta no seu lugar então, mas não abuse, da próxima vez tenha certeza que pôs seu despertador pra tocar, senhorita S/n!-ela diz meio seca e só oque faço é dá um aceno de cabeça concordando.

-veia chata..-murmuro bem baixinho, tão baixo que seria bem difícil de outras pessoas ouvir.


Vou pra o meu lugar que por sinal era perto do meu melhor amigo, Michael, quando eu chego no meu lugar eu dou um grande sorriso feliz por ver Michael hoje e ele sorri da mesma forma de volta, mas também me entregar um papelzinho drobado escrito.-"UFF, por um momento pensei que você não vinha e eu teria que ficar sozinho aqui, a propósito, a prof mandou a gente fazer um trabalho cuja o tema é sobre DSTs... Você quer fazer comigo?"-enquanto eu lia o papel não fiquei tão surpresa sobre o tema, já que essa matéria que a professora trata é ciências e é comum falar sobre isso, eu sorrio minimamente e respondo o papelzinho o entregando.-"claro, na minha casa ou na sua?"-logo não demora pra ele responder de volta.-"na sua, por conta da minha irmã idiota..-é, eu discofiava dessa, e logo volto a responder.-"ok, então depois falamos do horário."


E assim nosso mini papo se incerra, dando início a presta atenção na aula. Eu termino meu exercício e logo bate o sinal, eu olho pra Michael.-você vem?-eu pergunto se ele me acompanharia e só oque ele faz é dá um aceno de cabeça dizendo que sim e saímos pra cantina.

Procuramos uma mesa, e quando achamos nós sentamos na mesma, e ambos pegamos nossos lanches que tínhamos trazido e começamos a comer jogando conversar.-você acharia uma boa vim hoje depois da escola? Daria pra ir? Ou você tá ocupado?-pergunto sendo direta.-sim, daria. Não tenho nada pra fazer.-ele afirma e eu sorrio feliz.-ok, eu vou estar te esperando então.-ele sorri.


~O sinal toca~


Nós voltamos pra sala depois dessa conversa agradável e o resto da aula se prossegue e termina.

Eu recolho meu material e espero Michael recolher o dele também e quando ele o faz, nós vamos embora juntos, como sempre fizemos, eu amo passar tempo com ele, ele é umas das poucas pessoas que não é chata que eu não chegue a Ódia e que eu possa ser eu de verdade com ele, e isso é muito bom.

Chegando perto de nossas casas, cada um vai pra sua, quando eu estou na minha casa eu corro subindo as escadas com pressa e chego no meu quarto eu coloco minha mochila no criado-mudo e vou pro banheiro tomar banho, eu tiro minhas roupas e começo a me banha, quando termino eu me enrolo em uma toalha e saio do banheiro e coloco a roupa mais bonita que eu encontro.(a da capa acima) e penteio meus cabelos os deixando solto, coloco meu perfume floral e tô pronta... Eu ouso a campainha e vou atender.


Tenho pra mim que seja Michael, quando atendo não me surpreendo, de fato é ele, ele estava como sempre, com seus lindos cabelos loiros soltos, uma blusa do kiss, agora com sua mochila em mãos, eu o convido pra entra e ele o faz, a gente vamos pra o meu quarto fazer o trabalho, eu sei que o trabalho é daqui a alguns dias, mas nunca que cedo demais pra fazer alguma coisa e é bom fazer logo, pois assim a gente se livrar logo.

Ele se senta na minha cama e eu pego o laptop sem rodeios e iniciamos a nossas pesquisas sobre o assunto do trabalho, a gente tavamos tão focados no que fazia mais tão focados que num instante nós terminamos, não foi tão difícil.-ei, já que acabamos oque você quer fazer ?-michael pergunta.-uh, que tal uma volta no parque?-eu faço a sugestão.-tá.-ele concorda meio contra gosto.

Nós deixamos nossas coisas no meu quarto e vamos a caminho ao parque, chegando lá nós sentamos em um banco qualquer e conversávamos alegremente com o outro e jogávamos brincadeiras, até que ouvimos uma conversa de alguém se aproximando-você viu ele veio com aquele papinho? De eu não vou briga com você! Depois que ele tava todo machão antes.-eu e Michael olhamos em direção a voz e vimos Wesley, o garoto problema, eu nunca falei com ele, porque ele não me interessa ném um pouco, e agora ele tá vindo em minha direção junto a seu fiel escudeiro amigo.-Vamos jogar ovo na casa dele, eu sei onde é.-o amigo sugerir.-não deixa el...-antes que ele termine a frase, ele ver Michael junto comigo sentado no bando e ele se aproxima mais ainda, chegando a ficar já próximo.-eae, pirralho! Que surpresa te encontrar aqui, namoradinha sua?-ele fala como se eu não estivesse aqui e isso me irrita, Michael não diz nada.-eu aposto 1 dólar que ela daria pra mim, ela é uma gracinha, mandou bem ein, Michael!-ele descaradamente fala uma coisa é dessas coisas sem medo algum.

Meu sangue ferve tanto que meu rosto fica vermelho de tanta raiva que eu tô agora com as palavras imundas desse idiota.-aposta é? Se eu fosse você não ficaria jogando dinheiro pelo ralo assim, sendo que vai perdê-lo, porque eu nunca aceitaria ter nada com você.-afirmo firme secamente.-pow, boneca! Assim você me quebrar!-wesley fingir está magoado.-Vai se ferra!-isso é a única coisa que Michael fala a Wesley, depois de um bom tempo calado.-oque o pirralho falou? Ficou todo valente só porque tá com a namoradinha é ?-ele pergunta ameaçando e pra cima de Michael e eu olho friamente pra Wesley já odiando essa palhaçada, eu fico em pé na frente do Michael o impedindo.-ei, escuta aqui! Já que você se acha tão 'sensacional' se quer briga com alguém por criancice, ném vem querer briga com meu AMIGO não! Ele é meu amigo, e se você ou seu amigo ou qualquer outro demônio de gente que for que quiser ofender ele seje verbal ou não, terá que passar por cima de mim pra fazer isso, como vai ser cai dentro?-pergunto já bem próxima a Wesley e o mesmo tava chocado- eu não bato em mulheres.- oh, fico feliz com seu cavalheirismo, mas temo que talvez ele não continue aí por muito tempo, pois se eu chegar a ver você fazendo seja a merda que for com Michael, eu vou quebrar tua cara.-assumo-ele pareci indignado pelo oque eu disse-quebra é?-ele pergunta e o amigo dele o cutuca.- Wesley, vamos embora, deixe ela ai, não seria bom bater em uma garota aqui, poderia dá ruim.-o amigo tenta convencê-lo.-tá bom, dessa vez passa, até uma próxima, pirralhos.-eles saem.

Eu volto a mim senta no banco e olho pra Michael que me olha preocupado.-você não precisava fazer isso, mas obrigado, devo avisar que Wesley não é como o garoto que você bateu naquele dia, ele é bem pior, ele podia ter te machucado e ainda tinha o comparsa dele com ele.-ele diz.- não tenho medo até dá morte se é pra proteger algo precioso, você é o melhor amigo que já tive, bom, pra ser sincera você é o único amigo que já tive, com você eu posso ser eu mesma, e eu não me sinto desconfortável, mesmo que você não fale tanto, até porque eu também sou assim, então fica dois calados juntos.-rio-eu realmente gosto de você...-admito em um fôlego só e ele não parecia que estava esperando por aquilo, era engraçado vê-lo de boca aberta e meio parecendo emocionado.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...