1. Spirit Fanfics >
  2. Psycological >
  3. Som da solidão

História Psycological - Capítulo 37


Escrita por: MangakaPudim

Notas do Autor


Olaaaa como vão? Mais um cap para vce e olha só, mais um cap para vcs e de Komahina, vamos ver no que deu
P.s- A música aqui é Tick Tock do Kyle Pearce

Capítulo 37 - Som da solidão


Fanfic / Fanfiction Psycological - Capítulo 37 - Som da solidão

Em uma noite calma em um mansão em um outro bairro, um "casal" dormia em uma cama, porém, um deles não estava tendo uma boa noite; Hajime estava se mechendo muito e suando enquanto dormia, coisa que era além frequente para ele já que nunca conseguia dormir direito por conta de suas lembranças resgatadas do passado mais profundo de seu subconsciente.

Acordou no pulo olhando para suas próprias mãos de maneira assustada e depois colocou seus dedos orecionando a tempora de maneira cansada e de canto olhou para o relógio que marcava uma hora e dezoito da manhã e pensou; "Argh... meu pai de novo... por que... por que você fica voltando e atazanar meus sonhos? Você quer me torturar de outra maneira não que pai?... Merda..."

O garoto olhou para o albino dormindo do seu lado tranquilamente, sem conseguir arrumar sono se levantou da cama e sem fazer barulho saiu porta a fora depois a fechando novamente, porém, o garoto acorda novamente e olhou para seu canto vazio e olha para as cobertas e o travesseiro sem a pessoa de seus pensamentos; "... Hajime".

Com passos de pluma Nagito sai de sua cama e veste seu roupão, a noite estava muito fria para andar pela casa penas de pijama e, mesmo que Hinata seja muito teimoso e tenha resistência a temperatura, Komaeda levou o roupão dele por mais teimoso que fosse. Desceu as escadas da sua mansão a procura do seu psicopata mas não estava em lugar nenhum até que o achou sentado na varanda com uma espécie de guitarra, mas quando olhou melhor não acreditou; era a guitarra que Hajime havia o dado de presente de aniversário de quinze anos. Não a tocava desde a morte de Chiaki, mas aí, ouvi-se sua voz e a música que ele tocava, se escondeu atrás da porta para ouvir ele cantar:

 [Hajime]

I fell in a water

It was colder

Than I ever fell before

You say: I don't want ya

But I want ya

I need something to hold

I don't know why I went wrong

I just wanna get alone

I don't know why people say

That you

Are better off without me

Tick tock, tick tock

Waiting all my life for you

To feel my, feel my

My situation, baby

Tick tock, tick tock

Waiting all my life for you

To feel my, feel my

My situation, baby

- Ah Haji...

Nagiro segura o lado esquerdo de sua roupa e começa a cantar olhando para o teto pensando em seu companheiro e em seus momentos bons:

[Nagito]

You think that you're invincible

You wanna

Stay on your own

Love is really powerfull, oh

It will tear the bone

I don't know why I went wrong

I just wanna get alone

I know why people say

That me

Are better off without you

Tick tock, tick tock

Waiting all my life for you

To feel my, feel my

My situation, baby

[Hajime]

Tick tock, tick tock

Waiting all my life for you

To feel my, feel my

My situation, baby

Nagito com coragem abre a porta para a varanda e começa a cantar com Hajime que se imprecisa já que o mesmo estava sorrindo e andando em sua direção:

[Hajime e Nagito]

I don't know if I can make it on my own

So call me on my phone and we talk about it all

I don't know if I can make it on my own

So call me on my phone and we talk about it all

I don't know if I can make it on my own

So call me on my phone and we talk about it all

I don't know if I can make it on my own

So call me on my phone and we talk about it all

- Nagito?

- Hajime...- ele segura o rosto do moreno e colam suas testas- So aproveira o momento... baka

[Nagito]

Tick tock, tick tock

Waiting all my life for you

To feel my, feel my

My situation, baby

[Hajime]

Tick tock, tick tock

Waiting all my life for you

To feel my, feel my

My situation, baby

[Hajime e Nagito]

Tick tock, Tick tock

O vento gelado soprou na noite fria e os dois ainda encostaram suas testas, Hinata parecia surpreso enquanto Nagito permanecia de rosto tranquilo e diz:

- Eu estive pensando... você não teve culpa de ser um assassino é ter matado tantas pessoas, mesmo sendo errado e você sabendo disso você estava cego, além do mais, era só uma criança... não precisa ter medo de seu pai mais... ele nao está aqui.

- C-como voce...

- Você fala enquanto dorme... no fim das contas você ainda é uma criança, assim como Makoto.

- Era... para você me odiar para ser sincero.

- Você pode ter matado a Chiaki e mesmo não sabendo o motivo você me deixou viver por uma razão não foi?- Ele se coloca de frente para ele  olhou no findo dos olhos bicolor e disse de maneira firme- Por que me deixou viver? Por que me trouxe para sua vida outra vez?

"Ele cresceu mesmo aprendendo a cuidar de mim... Dá para ver a determinação arder em seus olhos e a sua determinação e esperança estão mais altos que quando me viu de primeira, talvez ele poça virar esse jogo". Hinata largou a guitarra e o abraçou sussurra do em seu ouvido;

- Nagito... eu não posso falar o que houve em Hope Speak por mais que eu queira.

- Por que está sussurrando?

- Me escuta... eu, Shuichi, Kaede, Makoto e todos vocês morreriamos se contassemos sobre o que aconteceu lá?

- P-por que?

- Temos um chip bomba localizado em alguma parte de nosso corpo, se abrirmos a boca, nos explodidos e vocês dao executados como parte do plano deles.

- Deles quem?

- Não sei se posso contar mas todos somos marionetes dessas pessoas que colocaram Chip na gente... não quero perder mais ninguém Komaeda... entende?

- ... sim... entendo...

Eles se abraçam novamente na noite fria e Nagito xoloca o roupão em Hajime que estava com sua pele gelada mas enquanto tô conversavam não viu nenhum traço de mentira ou deboche... mas será verdade? Quem são essas pessoas? Pensava ele


Notas Finais


E vamos ficar por aqui pensando também
Até a próxima pessoal
Até laaaa😘😚😘😚😘😚😘😚😘😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...