1. Spirit Fanfics >
  2. Punchline >
  3. Capítulo Único: eu não sou uma piada.

História Punchline - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Pus todo meu coração nessa história, baseada na música Punchline, do Aidan Martin.
Fiz algo novo, já que é um grupo que não gosto e um casal que eu nem conheço, e como sei que vocês gostam de um drama, nada melhor que um término <3
Eu ia fazer uma história longa, mas achei que uma carta escrita por uma das partes, curta e direto no coração, fosse melhor <3

Capítulo 1 - Capítulo Único: eu não sou uma piada.


Querida Tiffany.

 

Eu fico feliz de dizer que eu acordei mais uma manhã, e dessa vez o travesseiro estava seco e meus olhos não estavam vermelhos.

Talvez você não queira saber disso, mas mesmo assim eu irei te contar.

O mais difícil foi a primeira noite em que você havia partido. Quando eu me deitei em minha cama e você não estava lá, foi como o inferno para mim. Eu finalmente percebi que estava sozinha na multidão, e você era, em boa parte, culpada por isso.

Eu não sabia o que fazer, então me encolhi naquelas cobertas, que ainda tinham o seu cheiro, e chorei.

Eu não conseguia entender como o fato de você ter ido embora do dormitório significava que iria me ignorar para sempre, que iria me repelir como se eu fosse um membro amputado que não era mais necessário.

Tiffany, eu cantei todas as canções para você, e só para você. Cantei, e você conhecia toda a letra, mas não cantou junto. Você só me olhava sem mexer os lábios, e eu não percebi antes.

Não importava o quanto eu tentasse, todas as noites eu apagava as luzes e estava sozinha na cama. No fim eu fiquei sozinha. E todos sabiam e estavam me observando cair.

O que eles não sabiam é que, desde a primeira noite, eu lutava. Eu era apenas mais uma garota apaixonada, tentando manter seu amor por mim vivo em meu coração.

Mas nunca houve seu amor por mim. E eu não percebi isso.

Tudo era apenas em mim.

E você provou isso quando, depois dos primeiros dias, o assumiu para o mundo.

Eu não precisava ver o jeito que ele te olhava, ou como você apoiava sua cabeça no ombro dele, ou como ele segurava sua cintura, que um dia já fora marcada por mim.

Eu merecia a verdade, mas você mentiu. Mentiu quando disse que eu estava vendo coisas, ou quando me garantiu que minhas mãos eram as únicas que passeavam pela curva de seu pescoço. Você sempre mente.

Eu queria lhe lembrar, Tiffany, que você não precisava ter rido da minha dor. E sei que riu, eu não precisei de câmeras para ver.

Eu não precisava de nada além de você ali comigo. Mas acho que não me expressei bem, pois meu coração nunca aprendeu a encontrar o uso correto das palavras.

Se eu houvesse me expressado bem, você estaria aqui todas as noites. Mas você não estava aqui quando doeu, e eu não sei porque eu fiquei e ainda estou surpresa com isso.

Não sei sequer porque eu tentei tanto.

Porque, para você, eu fui só uma piada, esperando pelo próximo golpe.

Mas, apesar de tudo, fico feliz em dizer que eu não te odeio. E que eu acordei mais um dia.

E, dessa vez, eu não senti seu cheiro, e isso não doeu.

Porque eu não sou mais uma piada, esperando pelo seu próximo golpe.

 

Com amor, sua (ex) Taeyeon.

 


Notas Finais


O que acharam?
Espero que tenham gostado.
Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...