História Puppies - Capítulo 1


Escrita por: e aquatic

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Seokjin (Jin), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtanboys, Bts, Jimin, Jin, Jinharemweek1_app, Jinmin, Seokjin
Visualizações 95
Palavras 985
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem os erros.

Capítulo 1 - Filhotinhos fofos


Seokjin está estressado por causa do estágio que faz em uma empresa de comunicação (estava no último período da faculdade), pois seu chefe diariamente fica de minuto em minuto espreitando por trás de sua cadeira para poder ver o que está fazendo.

O rapaz se questiona quanto tempo livre o homem tem na empresa para ficar lhe fiscalizando a todo o tempo e porque foca em praticamente só nele quando divide uma sala com mais seis pessoas. Se seu chefe duvida tanto de sua capacidade porque o contratou para inicio de conversa? Por que não o demite? São perguntas que ele não sabe a resposta, mas não deixam de estressá-lo.

A única coisa que deseja atualmente é poder ir logo para casa para então finalmente descansar tendo como companhia Jimin.

Sentado em sua mesa, após retornar do banheiro, revisava um material na tela do computador, Seokjin ouve um celular apitar, mas não consegue achar o seu em lugar nenhum na mesa, cogitando então ser o de algum de seus dois colegas que ainda restavam na sala, mas o celular continuava fazendo barulho.

Revirou toda a mesa até lembrar-se de sua mochila, que se encontrava no chão ao seu lado, abrindo-a rapidamente e pegando o aparelho ao finalmente encontrá-lo.

Seokjin segurou a própria vontade de bater com a cabeça na mesa ao finalmente pegar o celular, tendo tempo suficiente apenas para ver que possuía mensagens e ligações perdidas de Jimin antes da tela do aparelho começar a lentamente se apagar, não voltando a acender quando apertava o botão.

Pegou a mochila novamente, vendo que sim, aquele dia não podia ficar melhor ao ver que não trouxera seu carregador, tudo porque acabou acordando mais tarde que o normal para poder sair de casa aquele dia. Pensou em pedir emprestado para um de dois colegas que ainda restavam ali, mas já via os mesmos se levantarem para poder ir embora. Suspirou pela centésima vez nos últimos minutos enquanto voltava a colocar o celular na bolsa.

Jimin precisaria esperar que ele voltasse para casa.

+

Seokjin apenas não ficou de joelhos ao chegar à calçada da rua quando finalmente saiu do grande prédio, porque aquilo o enrolaria e tudo o que queria era poder chegar em casa o mais rápido possível.

O moreno não havia nem entrado no corredor direito ainda, mas já ouvia muito barulho vindo da mesma. Só faltava essa, Jimin ter dado a doida e resolvido fazer uma festa numa quinta feira, pensou nisso mesmo não ouvindo barulho de música alguma, na realidade nem conseguia identificar o que era exatamente, mas fazia barulho.

Quando Seokjin abriu a porta, não conseguia acreditar no que via. Sua pequena sala sempre arrumada, se encontrava uma bagunça cheia de objetos esparramados pelo chão, enquanto cinco criaturinhas peludas corriam sem parar por todo lado.

Seokjin encarou Jimin incrédulo, o mesmo estando sentado lá no meio de tudo no chão, enquanto balançava algo em sua mão.

 

— Olá, amor. Como foi seu dia? — Jimin disse dando seu sorriso característico. — Será que você pode fechar a porta? — Seokjin não conseguia acreditar no quanto àquela criatura era cara de pau.

— O que é isso aqui? — Disse ao trancar a porta e se aproximar, logo tendo aquelas criaturinhas aos seus pés enquanto balançavam os rabinhos.

— Hm, meus novos bebês?

— Como você simplesmente trás cinco cachorros para casa?

— Eu te avisei, mesmo que você não tenha respondido, eu achei que estava bem, então... — Então Seokjin recordou do celular descarregado, e das ligações e das mensagens que não conseguiu olhar.

— Não tem como a gente criar isso tudo, Min. — Alguém tinha que ter a voz da razão ali (pelo menos as vezes) e este era Seokjin no momento.

— A gente dá um jeitinho vai. — Mas a razão já estava para ir embora ao ver o mais novo falando manhosinho.

— Não tem como dar um jeitinho para criar isso tudo quando a gente ainda tá na faculdade, sem nem emprego fixo direito.

 

Seokjin não ouviu mais nada vindo de Jimin além de um suspiro pesado. Jogou sua mochila sobre a mesa assim como sua blusa de frio, sentando-se no sofá, enquanto observava Jimin ainda brincando com os filhotes.

O moreno parou para observar os bichinhos, vendo-os correndo e tentando pegar os brinquedinhos que Jimin jogava. Parou seu olhar em um desengonçadinho de pelagem marronzinha e peludinho que ainda parecia cambaleante ao andar.

 

— Esse marronzinho é meio bonitinho, sabe.

 

Seokjin viu Jimin sorrindo antes de dizer:

 

— Então a gente vai poder ficar com eles? — Dizia já esperançoso.

— Eu não disse isso. Mas afinal, como é que você os achou?

— Quando eu tava voltando da faculdade uma moça me parou e perguntou se eu não queria algum deles, porque ela não tinha condições de ficar. Então eu fui e peguei todos. — Jimin tinha uma feição realmente orgulhosa enquanto contava o que ocorreu.

 

Seokjin não deu uma resposta, mas eles possivelmente ficariam, porque apenas de ficar olhando as bolinhas de pêlo brincando com um Jimin feliz talvez tenha amolecido seu coração mais um pouquinho.

E porque um Jimin feliz também faz um Seokjin feliz.

+

No final das contas, eles não ficaram com todos os filhotinhos, mas apenas com dois, o moreninho desengonçado do Seokjin (que realmente parecia ter gostado dele) e uma pequeninha de pelagem colorida*, que foi a primeira que Jimin pegou.

O destino dos outros cachorrinhos, apesar de querer ficar com todos, deixou Jimin feliz, ele havia conseguido convencer seus amigos a ficarem com cada um deles, e com isso conseguiria visitar todos na hora que quisesse.

Se perguntarem a Seokjin se ele se arrependeu em algum momento de sua decisão a resposta seria sim. Foi no momento em que chegou em casa do trabalho e ao entrar no quarto encontrou roupas espalhadas pelo chão e um cheiro forte (roupas estas que eram sua e haviam sido jogadas ali ao acordar atrasado) pois os cachorros fizeram suas necessidades ali.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Apreciem jinmin.
View em EPIPHANY.

Até ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...