1. Spirit Fanfics >
  2. Pure Love - Joshua Hong fanfic. >
  3. Neighbor

História Pure Love - Joshua Hong fanfic. - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei com mais um capítulo aaaa.
Eu não me planejei tanto para escrever ele (eu nunca me planejo muito;-;), mas acho que ele ficou até que bom... Escrevi ele ouvindo Ateez, então, tava bem animada kkkkkk.

Eu não tenho muito o que falar, então, apenas... Desculpa por postar capítulos tão tarde, é que de dia tem o EAD né, ai tem que passar lição a limpo e tudo mais... Enfim, chega!

Boa leitura, espero que gostem.

Capítulo 2 - Neighbor


Fanfic / Fanfiction Pure Love - Joshua Hong fanfic. - Capítulo 2 - Neighbor

⋮   ⋮   ⋮   ⋮   ⋮ Soon Yeol Sun❃

 

Eu tinha saído tão rapidamente por conta da vergonha que nem havia me lembrado de pegar o número dele também, para caso ele esqueça ou algo assim.

Droga, eu não sabia que Jeonghan flertava nesse nível, ainda mais tão descaradamente. — Penso e lembro-me da piscadela que o garoto havia me mandado a minutos atrás, me fazendo corar mais uma vez. — Calma Yeol Sun, ele faz isso com a maioria das garotas, é como um hobby... — Suspiro me acalmando, percebendo que estava nos portões de saída da escola.

Paro por um momento, reparando no céu que estava em um tom azul claro com algumas nuvens puramente brancas, logo em seguida, o sol forte, que doía os olhos só de tentar ver.

Acho que tenho uma sombrinha na bolsa... — Penso, torcendo para que a sombrinha estivesse realmente ali e fosse minha salvação.

Tiro a mochila das costas, me ajoelhando e colocando a mesma no chão à minha frente. Abro o zíper, olhando para dentro da bolsa recém-aberta, vendo alguns livros didáticos e meu caderno. Logo acho a sombrinha, suspirando aliviada.

Me levanto com a sombrinha nas mãos abrindo a mesma e me preparando para fechar a bolsa, porém sou impedida ao sentir uma mão no meu ombro.

Por favor, que não seja Jeonghan... — Penso fechando os olhos e prendendo a respiração.

Me viro lentamente, podendo respirar aliviada ao ver Joshua.

— Joshua... Oi. — Rio fraco, vendo o sorriso gentil do garoto.  — Quer falar algo para mim?

— Na verdade não... — Ele coça a nuca, rindo sem graça.  — É que vi você ainda aqui fora e pensei que seria legal ir embora com uma companhia... — O mesmo parecia envergonhado, por isso não estava me olhando nos olhos.

Fiquei quieta por um instante, pensando.

— Claro, vai ser bom ter alguém para conversar.  — Sorrio minimamente, me sentindo um pouco nervosa.

Acho que é normal se sentir assim ao lado de um dos meninos mais bonitos do terceiro ano, e provavelmente, da escola também. Joshua era gentil, bonito e inteligente, o tipo ideal de muitas garotas.

 Muito provavelmente o meu também, mas isso não vem ao caso agora. — Discuto comigo mentalmente.

— Acho que seria melhor você tirasse essa blusa de lã, está muito calor... —O mesmo diz aparentemente preocupado.

— Ah, sim...  Pode segurar isso por um instante? — Pergunto estendendo a sombrinha para o mesmo, que apenas sorriu gentilmente e segurou.

Seguro a barra da minha blusa com as duas mãos, começando a subi-la. Travo quando Joshua segura a barra da minha camiseta que estava por baixo da blusa.

— É apenas para a camiseta não subir... — Ele explica, desviando o olhar, provavelmente tão envergonhado quanto eu.

Aish, calma Yeol Sun, ele é um gentleman, lembra? Ele faria isso com qualquer uma... — Penso, sentindo meus batimentos cardíacos acelerados.

Trato de tirar minha blusa rapidamente, deixando a mostra minha camiseta preta do ACDC.

Dobro rapidamente a blusa, guardando dentro da mochila e fechando a mesma, colocando nas costas em seguida. Pego a sombrinha da mão do garoto mais alto e logo começamos a andar.

[***]

Estava andando com Joshua a uns dez minutos e percebi que o mesmo estava tomando sol, deixando seu rosto um tanto vermelho.

— Aish... — Reclamo baixo, segurando a mão do menino e puxando para debaixo da sombrinha, deixando nossos corpos próximos. —Desculpa, é que está me incomodando ver você tomando sol assim, você está muito vermelho... — Explico, fazendo o garoto rir. — O que foi?

— Nada, nada, obrigado. — Ele diz, segurando a risada.

— Aigoo, fale logo! —Cutuco seu braço com meu cotovelo, ainda andando.

— É que você está mais vermelha que eu e ainda está toda preocupada. — O mesmo diz então eu olho meu reflexo no vidro de um carro, vendo que estava realmente vermelha.

Paro de andar de repente, fazendo o garoto parar também e me olhar curioso.

— Vamos tomar um sorvete, vem! — Digo fechando a sombrinha e entrando na sorveteria que tinha a nossa direita.

 Ao entrar sinto um ar fresco me atingir, isso por conta do ar condicionado que se encontrava em uma das paredes do local. Sorrio fraco e me sento, observando Joshua se sentar meio hesitante.

— Pode pedir o que quiser, eu pago. — Sorrio gentilmente, tentando deixar o garoto mais a vontade.

— Ah? Não precisa pagar... Eu pago. — Ele diz rapidamente.

— Não se preocupe, eu vou pagar.

— Vamos ao menos dividir, não vou me sentir confortável se só você pagar... — O garoto insiste.

Nego novamente, negando todos outros pedidos de pagar do garoto.

Logo somos atendidos por um garoto alto e atraente. Fizemos nossos pedidos e ele logo sai com tudo anotado.

Meu celular apita então eu logo pego para checar. Era uma mensagem da minha vó, falando o endereço da nova casa, o que me fez sorrir minimamente.

— Algo bom aconteceu Soon...  — Ele iria ser formal, mas logo parou. — Yeol Sun? — Disse informalmente, me arrancando um pequeno riso.

— Minha vó mandou o endereço da nova casa, isso me anima um pouco já que só morei na mesma casa desde que nasci. — Digo, soltando um suspiro.

— Eu já mudei muitas vezes de casa... — Ele disse, porém não estava tão feliz ao lembrar de suas mudanças.

Nossos pedidos chegaram, o meu era um milk-shake de oreo e o de Joshua era uma casquinha grande de sorvete de abacaxi ao vinho, creme e limão. Eu estranhei um pouco pelo fato de ter sabores que não combinavam, porém, não me pronunciei.

Ao sentir o milk-shake doce e gelado descer pela minha garganta, um sorriso de satisfação surgiu em meus lábios. O mesmo aconteceu com Joshua, quando ele colocou um pouquinho de cada sabor na boca, degustando lentamente.

 Como ele pode ser tão... sexy? — Penso, mas logo nego, afastando pensamentos assim.

— Tem algo no meu rosto? — Ele pergunta e então percebo que estava encarando fixamente o mesmo.

— Ah? Não, não! — Digo corada, então vejo ele segurar um risinho.

Provavelmente ele já sabia que eu estava admirando o mesmo, já que isso acontece frequentemente com o mesmo.

— Quer provar? — Ele me estende sua colherzinha com um pouco dos três sabores de sorvete.

Assinto, então quando ia pegar a colher ele a afasta, negando. O mesmo aproxima novamente, agora em direção aos meus lábios, me fazendo abrir a boca e puxar aquele sorvete da colher com os lábios.

Meu coração acelera, me fazendo corar fortemente.

Isso me lembrava de todas as cenas fofas de casais que eu li em webtoons, ou até mesmo das que vi em dramas. A cena era exatamente assim, em uma sorveteria, com um casal tímido.

 Não se iluda Yeol Sun, lembre-se: ele é gentil com todo mundo e vocês não são um desses casais!  —Digo, saindo dos meus devaneios que estavam indo longe.

— Isso aqui é bom! — Digo sorrindo, tentando ignorar as batidas aceleradas do meu coração.

— Alguém pelo menos concorda comigo! — Ele sorri vitorioso, se mostrando animado.

— Quer provar o meu? — Pergunto empurrando para ele o copo de vidro que se encontrava o milk-shake.

O garoto assentiu e então segurou com as duas mãos o vidro, levando o canudo até a boca e sugando lentamente, sentindo em poucos segundos o liquido. Um sorriso satisfeito saiu do garoto, me devolvendo o copo.

— Não sei por que nunca pedi esse milk-shake! —Ele diz aflito, então eu rio.

[***]

Eu estava andando sozinha na rua agora por que Joshua recebeu um telefonema de sua vó e teve que ir às pressas. O mesmo então deixou seu numero comigo e foi para casa.

Enquanto estava andando, comecei a pensar sobre o curto tempo que passei com Joshua. Eu nunca me senti tão confortável falando sobre assuntos diversos com um garoto, ainda mais com um muito bonito como Joshua. Nós rimos e conversamos como bons amigos... Quem sabe isso pode se tornar uma boa amizade algum dia.

Não pense tão alto, lembre-se que ele é bem popular e você... É só você. — Penso logo sentindo minha insegurança me invadir.

Ignoro esses pensamentos e paro na frente de casa, da minha tão esperada nova casa...

Sorrio animada, então entro na mesma sem hesitar vendo algumas mobílias bagunçadas e algumas caixas com coisas dentro.

— Yeol Sun? — Vovó me chama. — Eu estou na sala, vem aqui! — Ela fala então eu franzo o cenho por não saber onde fica a sala.

Apenas ando pelo local, logo achando a sala.

— Você que organizou tudo isso? — Pergunto surpresa por que grande parte das coisas estavam organizadas.

— Eu fiz amizade com a senhorinha que mora aqui do lado. — Ela me olha sorrindo. — Ela me ajudou de manhã e foi embora agora pouco, marcamos um jantar para hoje, ela vai vir com seus netos e com um pouco de carne. — Vovó explica.

— Okay, então... Vou deixar a bolsa no meu quarto e vou te ajudar a terminar. — Falo, então ando até as escadas.

—O seu quarto tem uma estrela na porta. — Vovó diz e me faz sorrir, lembrando-me do meu amor por estrelas.

Subo os degraus, indo até a porta que ela disse, respirando fundo em seguida. Abro e entro, vendo as mobílias do meu antigo quarto ali. Guardo minha bolsa dentro do guarda roupas, aproveitando e colocando uma roupa mais fresca e casual.

[***]

Estava à noite e eu tinha acabado de sair do banho, enrolada em uma toalha. Abro meu guarda roupa, então escolho um short preto que ia até a metade da coxa e uma camiseta cinza que ficava três dedos acima do short. Visto uma lingerie preta, colocando a roupa escolhida em seguida.

Seco meu cabelo com o secador, penteando e ajeitando o mesmo.

— Querida — Ouço a voz de vovó após três batidas. — Não demore, os vizinhos já estão lá embaixo. — Ela diz, então ouço seus passos se afastando.

Olho-me no espelho, decidindo passar apenas um batom rosa na minha boca. Ele deixava apenas um efeito natural, o que não fazia parecer que eu exagerei com um batom forte.

Calço meus chinelos de dedo, então desço as escadas, indo para a cozinha.

Ao chegar à porta meus olhos se arregalam ao ver quem estava ali.

— Joshua? 


Notas Finais


Hehehe.

Gente, só quero avisar que aqui vai ter clichê sim por que se não tiver, não é história minha, sorry.
Eu vou tentar não deixar tudo tão meloso ao ponto enjoativo, mas vai chegar umas que vão ser românticas e cutecute (desculpa, mas eu gosto de ficar boiola com os capítulos que eu escrevo;_;).
Mais uma coisa também... Talvez vocês passem um pouco de raiva nessa fic...

Já falei demais, chega! Até o próximo capítulo e obrigada por lerem ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...