História Purple Eyes (Taekook-ABO) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Abo!au, Bangtan Boys (BTS), Jeon Jungkook, Jungkook!ômega, Jungkookbottom!, Kim Taehyung, Taehyung!alfa, Taehyung!top, Taekook, Vkook
Visualizações 520
Palavras 1.268
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 4 - The new house


Fanfic / Fanfiction Purple Eyes (Taekook-ABO) - Capítulo 4 - The new house

Taehyung respirou fundo duas vezes antes de bater na porta escura da casa, a casa tinha um bom estado, era pequena, mas não pareciam estar com problemas em relação a isso 

-pois não?- uma voz feminina foi ouvida, e Jungkook foi abraçado logo em seguida- você já foi liberado? Céus, por que não me ligaram?- a mulher perguntou enquanto se afastava lentamente do abraço- venha, entrem- mandou abrindo mais a porta da casa, e o alfa empurrou a cadeira meio incerto- Soohye!- a omega chamou alto- Jungkook está aqui- em questão de segundos a mulher apareceu, correndo para abraçar o filho- você é o alfa que o marcou, estou certa?- Junghee perguntou cruzando os braços

-mamãe- Jungkook repreendeu, enquanto se soltava só abraço com sua progenitora 

-p.perdão- Taehyung falou abaixando a cabeça, as mais velhas se surpreenderam com aquilo- m.meu lobo tomou o contro.le e eu não consegui fazer na.ada- gaguejou e as ômegas se surpreenderam mais ainda, era um alfa lúpus se desculpando e com medo de duas omegas 

-Tae, a gente já conversou sobre isso- Jungkook falou, usando pela primeira vez o apelido- mamãe, a mesma coisa pra vocês- falou sério e as mais velhas assentiram 

-parece um bom rapaz- Soohye falou após analisar o alfa- mas se você ousar machucar o meu filhote, nós teremos sérios problemas- ameaçou se aproximando do alfa, deixando nítida a diferença de altura, o maior engoliu em seco 

-sim senhora- concordou assentindo com a cabeça, completamente assustado 

-mamãe-Jeon repreendeu a progenitora 

-tudo bem- Junghee concordou com a cabeça- a marca já cicatrizou?- perguntou olhando nos olhos do filho 

Alfa e omega só poderiam se afastar três dias depois que a marca estivesse cicatrizada, o que normalmente demorava um ou dois dias 

-não- o mais novo disse baixo

-tá bem longe, na verdade- Taehyung falou ao se lembrar da marca de seus dentes na pele branquinha enquanto Chaehyun trocava o curativo 

-vocês já decidiram em qual casa vão ficar?- Soohye perguntou mais calma, tinha aprovado o alfa, mas não falaria 

-na dele- Jungkook falou com medo da reação das mães 

-por que?- Junghee perguntou confusa 

-e.eu tenho o meu traba.alho e lá é planejado pa.ra isso, tem tudo o que eu preciso, sabe?- não havia palavras para descrever o quão nervoso o alfa estava 

-entendo sim- Junghee falou, sentindo vontade de rir do desespero do alfa 

-vai pegar algumas roupas?- Soohye perguntou, vendo o filho assentir- não pegue muitas, quero que você volte para cá quando vocês dois poderem se afastar- mandou e viu o ômega assentir 

-tudo bem- Junghee tomou o lugar do alfa, levando a cadeira de rodas até o quarto do pequeno

-estamos no outono e o inverno não deve demorar muito para chegar- a omega falava enquanto pegava uma mala pequena do guarda-roupa- vou colocar roupas quentes, uma blusa ou outra de manga curta- abriu a porta de correr, revelando as roupas do mais novo- dois casacos de neve-colocou na mala- cinco moletons; oito blusas de manga comprida; quatro blusas de lã; três calças de moletom- listava enquanto colocava na mala- quatro calças jeans; duas calças segunda pele e quatro pijamas- olhou para a mala cheia e suspirou- vou pegar umas cuecas- foi colocando nas beiradas da mala- meias e meias de lã- foi ajeitando tudo certinho  para caber na mala, quando notou que estava cheia de mais, a fechou-mais alguma coisa meu filhote?

-falta os sapatos mamãe- Jungkook falou observando a mãe bater em sua própria testa 

-verdade, posso colocar nessa mochila atrás de você?- o ômega assentiu e viu a mulher pegar a mochila- no bolso da frente estão a escova de dentes, a pasta, a escova de cabelo e vários remédios- listou o que conseguiu ver- vou colocar no bolso maior para não misturar- falou consigo mesma- suas timberlands ainda servem?- perguntou mostrando os sapatos caramelo

-uhum- murmurou enquanto assentia com a cabeça 

-timberlands, converse preto, bota preta e a bota branca- ajeitou tudo na mochila, que ficou estufada- vou pegar as duas toucas e luvas, tudo bem?

-por favor- viu a mulher se esticar para alcançar as peças 

-pronto, assim você não vai passar frio- falou analisando tudo- ele é mesmo bom?- perguntou levando a cadeira de rodas até a sala novamente 

-é sim, mamãe- O Jeon falou com um sorrisinho no rosto 

-aqui a mala- Soohye disse arrastando a mala que tinha sido deixada no quarto- não está pesada, você pode levar no colo, querido?- perguntou olhando para o filho

-claro, o Hyung não ia conseguir levar a cadeira e a mala- falou e sorriu 

Ele estava sorrindo tanto 


 


 

-chegamos- Taehyung disse ao terminar de estacionar o carro na garagem do prédio 

-é, você é muito rico- Jungkook murmurou  encolhido no banco da Mercedes branca, vendo que todos os carros na garagem eram nitidamente caros 

-um pouquinho- o alfa falou meio constrangido 

Taehyung saiu do carro e tirou a cadeira do porta malas, a colocando na frente da porta de trás do lado do passageiro. Abriu a porta de Jungkook e esse o ajudou a o pegar no colo, o colocando na cadeira 

Fechou a porta do carro e pegou a mala e a mochila do mais novo do porta-malas, o fechando e trancando o carro. Arrumou a mochila em suas costas e deu a mala para Jungkook, começando a empurrar a cadeira para o elevador. 

Chegando nele o chamou apertando o botão, mas ele já estava lá, adentraram a caixa metálica e o Kim apertou o botão com o número 21, que era o do último andar

Assim que chegaram no andar e saíram do elevador, Jungkook percebeu que só haviam duas portas no corredor, uma com o número 2100 e a outra com 2101

-tem dois apartamentos por andar- Taehyung explicou, pegando um círculo azul que ficava junto da chave do carro, e passou por um sensor na porta, a destrancando- eu vou pedir pra fazerem uma dessa pra você, é a chave de casa- explicou, quando sair sozinho, lembre, é o 21º andar, apartamento 2100. Tudo bem?- o ômega assentiu 

Adentraram o apartamento e o Jeon pode ver o quanto ele era enorme. De um lado havia duas poltronas, um tapete felpudo branco e uma mesinha, acompanhados de uma parede de vidro, dando uma boa visão da cidade de Seul. O chão era de uma madeira escura e fazia um contraste bonito com as pedras claras na lareira do outro lado, junto do sofá branco com uma aparência extremamente confortável. 

Taehyung foi andando, lhe mostrando mais partes da casa. A cozinha era aberta, se ligando com a sala de televisão e a sala de jantar, todos os móveis eram pretos e os eletrodomésticos brancos. A televisão da sala ao lado deveria ter no mínimo umas 75 polegadas, o sofá em um tom escuro de azul e um tapete fofinho branco, alguns livros em uma prateleira ao lado da televisão. A sala de jantar tinha espaço para umas 14 pessoas. Ele continuou andando, chegando a um corredor curto e largo

-a porta do fundo é o meu quarto- o alfa apontou- a do lado é o meu escritório- essas três outras são quartos de hóspedes- apontou- minha família é grande- justificou- eu vou te deixar no mais confortável- murmurou e voltou a andar com o menor, abrindo a porta da ponta, o seu novo quarto por enquanto

Era uma cama baixa chega de travesseiros, a madeira do chão Clara e as paredes brancas, os móveis e as cortinas eram da mesma cor 

Com certeza Jungkook estava mudando drasticamente de estilo de vida 

 


Notas Finais


Taehyung além de neném é rico pra caralho

Me desculpem por qualquer erro

Beijos na bunda

Até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...