1. Spirit Fanfics >
  2. Purple Is The Color Of Hope - ChangKi >
  3. Red

História Purple Is The Color Of Hope - ChangKi - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Olá novamente anjinhos,
Ficou um pouco pequeno, mas espero que gostem!
Boa leitura!
^-^

Capítulo 2 - Red


“Não vou estar em casa hoje a noite.”

Foi a única frase que Ki escrevera para Sehyoon, sem emojis, sem emoção, sem importância. Estava um tanto desanimado quanto a sair, mas não podia recusar dessa vez, o hyung o chamava muitas vezes para vadiar essas que foram recusadas e ao menos uma teria que aceitar. 

Se bem que, acho que o Jooheon tem razão, ando tão ocupado com Yoon quase todas as noites transando que nem me dei conta. Preciso conhecer pessoas novas e fazer ele desapegar um pouco, ele ‘tá grudadinho demais. Porra...

–  Já são oito e meia, Ki. Bora? - com algumas batidinhas na porta, Jooheon avisa o amigo que já era hora de irem embora -

 – Só um minuto, vou finalizar esse documento e... mandar... Ee foi. - finalizou clicando com força no botão de enviar e se levantando enquanto recolhe a pasta e o palitó - Vamos. - passou pela porta enquanto a fechava -

 – Será que hoje o senhor Kihyun executivo não experimenta ser bottom por uma noite? - apertou o botão para chamar o elevador -

 Ki deixara escapar uma breve gargalhada.

 – Jooheon, você viaja demais, cara.

 – Por que não? 

 – Porque eu tenho meus princípios.

 – Que princípios gays na sua instituição fala que dar ‘pra um cara uma noite te faz menos macho? Se liga, tu já é gay e assumido.

 – Eu não disse isso. Só não gosto da ideia de dar meu cuzinho ‘pra um pauzudo que não sabe meter. Se fosse eu dando ‘pra mim mesmo seria perfeito. E outra, eu só sou assumido ‘pros meus amigos, minha família não sabe.

 – Ah qual é, larga de ser convencido você nem deve fuder tão bem assim, gay trancado no armário ‘pra família.

 – Você iria gozar a noite toda com minha foda, pode apostar.

 – Só acredito sentindo seu pauzinho no... - pigarreou em disfarce, o elevador havia aberto e Jimin e Minhyuk estavam observando os dois -

 – Eerr... Vão descer? - perguntou envergonhado o novato de cabelos ruivos -

 – Graças a Deus, Kihyun. Preciso falar com você.

 – Sim vamos descer e você vem me procurar no fim do turno, Minhyuk?

– Por que só agora o incopetente do Jimin me disse que esqueceu de escrever os documentos que eu pedi ‘pra ele além de... - o botão para o subsolo foi apertado freneticamente por Jooheon que revirou os olhos e fez sinal de uma arma atirando em sua cabeça e morrendo, Jimin riu sem deixar escapar som e disfarçou olhando para o lado de Ki, como se pedisse ajuda -

 – Minhyuk, já passou pela sua cabeça que eu estou indo embora e não quero conversar de trabalho agora? ‘Tá envergonhando o Jimin...

 – Ah... Certo. Desculpe. 

 – Desculpado.

 – Vai fazer o que hoje à noite?

 – Vou sair com o Jooheon, por quê? - olhou para o rolex em seu pulso direito, como se pedisse ajuda ao relógio -

 – Por nada... Só queria saber se não gostaria de jantar comigo.

 – Err... Minhyuk, eu ‘tô meio atrasado agora, quem sabe outra hora? - deu um sorriso amarelado e quase saiu correndo quando o elevador abriu as portas, seguido por Jooheon -

 – Puta que pariu que cara chato. - Ki suspirou aliviado por ter saido do elevador -

 – Você viu como o novato ‘tava constrangido? Ele não sabe conversar só reclama e fica estérico.

 – Ele quase que chorou olhando ‘pra mim. Fiquei com dó.

 – Eu não entendo porquê você não rejeita ele de uma vez.

 – Já ouviu ele falando dos ex? Parece um psicopata, tenho medo. Vai que ele coloca um rastreador no meu carro e planeja me matar? - sua fala debochado transpareceu um certo medo, fazendo o amigo rir -

 – Demite ele se isso acontecer.

 – Não posso, o pai dele é suuper amigo do meu e qualquer coisa que acontece nessa empresa o meu pai fica sabendo. Ele me mataria se o Minhyuk saisse.

 – Pau no cú do seu pai, na moral. - dessa vez o moreno soltou uma risada nasalada -

 – Seria engraçado, aposto que só reclamaria também.

 – Caara, sai dessa. Vamos esquecer essa galera chata por um instante e se divertir. - sugeriu para o amigo quase que em uma ordem, abrindo a porta do carro e entrando de uma vez... -

 – Sasa, eu não consigo entender. Ele ‘tava todo carinhoso hoje de manhã e animado e depois simplesmente não está mais livre.

 – Ai Kim Sehyoon, como explicar ‘pra você? Eerr... Ele não vai transar com você hoje, provavelmente com uma putinha qualquer. - concluiu com um tom impaciente como se fosse algo óbvio que o amigo não enxergasse, colocou o sutiã mais confortável e depois jogou a toalha no amigo - Se liga.

 – Mas Sa... Eu gosto tanto do Ki. - levantou-se da cama da amiga para guardar a toalha no gancho do banheiro -

 – Larga de ser iludido, ele não quer algo sério e deixou claro desde o início, por favor, Yoon. - a calcinha de renda preta lhe caía muito bem na camisola semi transparente -

 – O sutiã rosa de florzinha não combina com calcinha de renda preta.

 – Cala a boca. Eu vou ficar vendo filme pornô preciso de algo bonitinho ‘pra me motivar, não vou dar ‘pra Sunjae, não hoje.

 – Desde quando você é bottom?

 – No aniversário dela. Esse não é o ponto, Yoon. Ou você se contenta em ter sexo casual com o Kihyun ou fica sofrendo que nem um viado corno pelos cantos.

 – Que maldade... Eu não sou corno.

 – Exatamente.

 – O quê? - Sa riu do amigo, achava-o tão inocente e não sabia como consolá-lo de fato, para ela as coisas são simples se tem um problema é só resolver e não ficar se martilizando pensando nisso, tudo tem solução para ela -

 – Sehyoon, você quer mesmo ele na sua vida?

 – Quero...

 – Então tenta mudar a mente dele, vai lá, conquista seu macho. 

 – Como eu vou fazer isso?

 – Ah qual é? Se vire eu quero ver meu pornô, sai daqui. - deitou na cama e fez sinal para ele sair do quarto ligando a televisão -


Notas Finais


Eu revisei esse capítulo, mas desculpem eventuais erros.
O que acharam? Me contem nos comentários
Favoritem se gostaram💕
Até a próxima atualização✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...