História Purpose - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Justin Bieber
Visualizações 37
Palavras 1.184
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello babies!Como vocês estão?
Bom...Essa idéia veio repentinamente em minha mente,não conseguir esperar nem um pouco para fazer ela ter vida.
Avisos:

*Plágio é crime,como você sabe.
*Kimberly Benson será interpreta a por Taylor Hill.
*Comentários não obrigatórios,mas me deixam felizes.
*Os personagens não me pertencem, mas suas personalidades sim.
*Esta estória,ao longo do tempo terá conteúdo adulto.
*Não tenho um dia concreto para postar.
*Não sou profissional em escrever capítulos.
*Perdoem os erros ortográficos.

Desculpem o capítulo minúsculo,e boa leitura amorecos.

Capítulo 1 - -Justin Bieber


Fanfic / Fanfiction Purpose - Capítulo 1 - -Justin Bieber

Kimberly  Benson

Flashback on

Eu estava sentada no gélido banco da quadra de basquete,é lá que os testes estavam acontecendo. O teste para participar do ballet da escola,o meu grande sonho por sinal.

Eu era jovem,ingênua,uma menina que gostava de usar cor de rosa e colocar tiaras fofas na cabeça. Mesmo com todo o bullyng que eu sofria,pelos meus óculos fundo de garrafa e os aparelhos em meus dentes,nunca deixava de sonhar. O meu propósito era sonhar.

Sonhar em ser uma grande bailarina,e em finalmente falar com o amor de minha vida. Justin Drew Bieber.

O garoto mais popular e simpático da escola que arrancava os suspiros apaixonados das garotas por onde passava,isto era um fato.

Ele era bom com as pessoas,isso era o que eu mais amava nele.

Às vezes,parece que foi ontem que Justin Bieber estendeu sua mão macia para eu me apoiar,eu lembro que fiquei sentada no chão gélido por longos minutos encarando aqueles olhos caramelados e lindos.

-Pronta para fazer o seu teste senhorita  Benson?-A mulher de cabelos loiros e olhos castanhos estava me olhando seriamente. Eu apenas afirmei um 'sim' com a minha cabeça e a música tocou. O meu cérebro começou a agir na lembrança dos passos que eu mesma criei. A júri sorriu e acompanhou o ritmo da música com sua cabeça.

Eu dançava  no ritmo da música e fazia lindos passos,estava me orgulhando com o resultado que estava tendo.

Quando de repente,senti uma grande dor em minhas pernas,comecei a perder a visão de tudo que estava em minha volta,estava ficando tonta e tudo ocorria lentamente.

A única coisa que eu tinha que fazer agora era fechar os olhos e esperar que algum ser do bem me ajude.

E ele veio até mim em um ato rápido carregando-me em seu colo e me levando em direção a enfermaria,que não era longe por sinal.

-------------------------------------------------------------

-Senhora,o que eu tenho?-Perguntei para a enfermeira com um certo receio.

-Senhorita Kimberly,você fraturou suas pernas. Elas começaram a perder os movimentos,sinto em lhe informar mas você não será capaz de andar.-A ruiva de olhos claros me olhou com um olhar apreensivo

Foi ali que meu mundo desabou,sabe?

Eu ter que andar de cadeiras de rodas porque minhas pernas perderam movimento,é uma vergonha.

Eu desabei em lágrimas e meus pais tentaram me consolar de qualquer forma,o que foi uma missão não cumprida.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Kimberly Benson

Flashback off

-Kim,querida você está pronta?-Meu pai pergunta entrando em meu quarto

-Estou.-Digo olhando-me pelo grande espelho que refletia o meu corpo inteiro.

Eu estava usando uma calça jeans clara uma camisa amarela. Meus cabelos estavam soltos e eu estava apenas usando um gloss labial claro e um rímel que deixou os meus olhos mais chamativos.

Estava bem vestida,já que agora resolvi mudar o visual para parar de sofrer bullyng. Mas nem isso resolveu.

-Você está linda Kimmy.-Minha mãe entrou falando e eu apenas sorri fraco com o seu elogio.

-Está ansiosa para voltar às aulas?-Meu pai perguntou animadamente e eu rolei os olhos.

-O senhor sabe a resposta verdadeira que irei dar,não sabe?

-Qual o seu propósito para este ano,querida?-Minha mãe colocou suas mãos em meu ombro

-Eu não tenho propósito.-Falo com os olhos marejados e saio do meu quarto acompanhada com minha cadeira de rodas.

Eu pude ver o olhar incrédulo de meus pais,eles queriam que eu tivesse um propósito concreto para esse ano. Mas eles vão apenas imaginar isso,assim como eu imagino.

Fico esperando meu pai sair de meu quarto,o que demorou apenas alguns segundos. O mesmo me tirou da cadeira e me carregou até o fim da escada. Minha mãe nos acompanhou trazendo minha cadeira junto à ela.

Meu pai me senta na cadeira e o mesmo solta um suspiro decepcionado com o clima tenso que está tendo entre nós. Isso tudo é por culpa minha!

-Espero que fique bem na aula.-Minha mãe sorri fraco e empurra a cadeira de rodas até o carro,em que o meu pai estava apoiado,apenas me esperando.

-Eu vou ficar bem mãe.-Afirmo e meu pai me assenta no banco de carona,colocando minha cadeira no porta - malas.

-Eu espero mesmo.-Minha mãe fala séria e meu pai agarra sua cintura.

Oh não!Isso é sério?

Ele dá um beijo demorado em minha mãe, a mesma retribui na hora e eu apenas reviro os olhos.

-Desculpa interromper o casal aí mas...Estou atrasada para a aula!-Minto e meu pai corre rapidamente e entra no carro.

-Mais tarde continuamos amor!-O mesmo sussurra para minha mãe,que acaba soltando um risinho.

-Vocês não cansam de ser safados não?-Brinco com meu pai que começa a dirigir.

-Quando você estiver namorando com o Justin,você vai entender.-Meu pai sabe que eu gosto do Justin,assim como minha mãe também sabe do meu grande sonho morto que eu tenho de conquistar ele.

-Justin nunca vai me dá bola.

-Kim,ele é solteiro e ama ajudar as pessoas.Se você tomar coragem de falar com ele com certeza ele não vai negar seu pedido de amizade.-Sorrio com que meu pai diz.Será mesmo que eu teria uma chance com Justin?

-Ah pai,não viaja tá!?Ele é bonito e nunca vai dar bola pra mim.-Falo sem graça e meu pai sorri

-Quem disse que você não é bonita Kimberly?Você é maravilhosa!-Meu pai fala em um humor convidativo e eu rio.

Meu pai fica sério ao perceber que já chegamos na escola.

Meu pai sai do carro e abre a porta do outro lado,tirando - me cuidadosamente do carro e me botando em seu colo.

Olho para as minhas sapatilhas da cor azul - marinho e sorrio. Pelo menos eu tenho pés bonitos.

Sento na minha cadeira de rodas e vou em direção ao meu armário,em busca dos meus livros.

Chego em meu armário e vejo Alexia vindo em minha direção.

-Tem aula de quê hoje amiga?-A loira dos olhos verdes pergunta.

-Tenho aula de química,e você?-A campainha bate e a mesma franze o cenho.

-Ciências.Queria te levar para sala.-Lexi murmura

-Tudo bem,vai se não você se atrasa.-A mesma bufa e vai correndo com seus livros na mão.

Vou com minha cadeira de rodas e vejo pessoas olhando para mim,com um olhar de curiosidade ou de...Inveja?!Não, impossível.

Olho para o lado e dou de cara com o loiro sorrindo para mim e andando lado a lado comigo.

-Desculpa te incomodar Kimberly. É que tenho aula de química e vi você indo sem companhia.-Justin dá um sorriso de lado me deixando sem palavras para dizer.

-Não está incomodando...-Falo simples e o mesmo solta ar que estava preso em seus pulmões.

O mesmo deixa de me seguir e começa a empurrar minha cadeira.

-O que está fazendo?-Falo com a voz fraca.

-Estou te levando para a sala comigo.-Justin sorri de orelha e orelha fazendo - me corar levemente.

-Tá.-Sussurro e o mesmo entra na sala chamando atenção de todos,como sempre.

O mesmo me bota em seu colo e me senta em uma cadeira.

Eu não sento em cadeiras escolares. Apenas acompanhava as aulas com minha cadeira de rodas,eu colocava os cadernos e os livros sob minhas pernas adormecidas,já que não possuía ninguém para me colocar em uma cadeira normal.

Fico nervosa com os olhares curiosos das pessoas que estavam naquela sala.

-Relaxa,eu quero ser seu amigo.-Justin senta ao meu lado e eu arregalo os olhos.

-Mas...Você tem tantos!-Digo nervosa e o mesmo sorri

-Eu sempre quis ser seu amigo,mas parece que você não deixava.-Justin encerra o assunto deixando-me sem palavras.

Justin Bieber sempre quis ser meu amigo?Isso é um sonho?


Notas Finais


Gente,vocês até podem achar que está acontecendo muito rápido mas...Mal vocês sabe que isso demorou pra caraca.
(Oops)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...