História Purpose - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Btskids, Namjin, Sope, Yoonseok
Visualizações 253
Palavras 639
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Een


Jung Hoseok

Encontrar um bom emprego é a tarefa mais complicada do mundo. Eu moro com meu irmão mais novo e nossa omma em uma casa simples no subúrbio da cidade. As condições de educação e saúde do local são péssimas. Meu irmão estuda do outro lado da cidade e eu procuro um emprego nos jornais.

-Nada de novo hyung? -Seokjin é uma bênção, meu irmão possui seus 12 anos, um garoto realmente esperto e tem o sonho de se tornar um chef de cozinha. Eu nunca questionei suas opções de cor sempre rosa porque bem, quem sou eu para falar quando minha orientação sexual não é padrão.

Quando completei meus 14 anos já sentia coisas diferentes por meninos, por um tempo tentei esconder, fingir que não era nada daquilo mas chegou um tempo em que não consegui mais e admiti para mim mesmo e a família quem eu sou, por sorte me aceitaram muito bem, exatamente como sou.

-Não, mas uma hora vai aparecer.

-Olha hyung, aqui na internet tem uma procura por babá. Não faz acepção de sexo então pode ser homem também. A única exigência é que em dois dias da semana possa dormir por lá devido à viagens de trabalho do chefe.

-Deixa eu ver saeng. -Ele me deu o tablet e encarei o anúncio. É localizado em uma área mais nobre. Peguei o número de telefone e liguei. Uma mulher atendeu e marcou a entrevista para o outro dia, não me questionou nem mesmo se eu possuo experiência então supus que não há necessidade. -Amanhã eu irei até lá. Espero que consiga, preciso muito de um bom emprego. Nossa omma não dá conta de tudo sozinha não é mesmo?

-Tem razão hyung. -Fiquei sentado olhando para mais algumas notícias quando Seokjin suspirou. -Hyung... Quando você, começou a gostar de meninos, eles, hm, como foi?

Estranhei a pergunta. Jin nunca havia questionado esse tipo de coisa para mim apesar de eu nunca ter escondido nada dele. Sua sexualidade nunca foi assunto em casa. Jin não parecia ter esse tipo de dúvidas, pelo menos não antes.

-Você está questionando isso por qual motivo irmão? Sabe que pode sempre me contar as coisas. Esse foi um período complicado da minha vida, algo que eu decidi não dividir com ninguém por medo. Esse assunto nunca tinha sido abordado em casa mas agora, você tem total liberdade para falar. Nossa omma me apoiou muito em tudo e eu nunca fiquei desamparado.

-Eu não sei, só tem um menino na minha escola que eu acho fofo. Antigamente pensava que era apenas um elogio, ele é um garoto bonito, mas eu, senti ciúme, queria estar mais perto, não soube lidar bem com isso. As meninas nunca me interessaram. Sempre as achei irritantes, com assuntos muito fúteis.

-E elas são. Acredite se quiser mas não acontece da mesma maneira com todos. Eu já gostei de uma menina, tipo, de verdade, depois me senti diferente. Você não precisa ficar se cobrando uma posição agora meu irmão, ainda é muito novo para ter certeza. Pode ser que seja ou pode ser que tenha gostado apenas desse garoto em específico.

-Será hyung? Você demorou muito para admitir e descobrir?

-Bem, eu acho que demorei sim mas foi mais por medo do que a omma diria. Se eu tivesse sido mais corajoso já teria revelado meus sentimentos muito tempo antes e não sofreria todo esse tempo.

-Tudo bem. Obrigado pela ajuda hyung. Você é demais.

-Não sou nada criança. Sou um cara desempregado e cheio de problemas, apenas me esforço para fazer o melhor que posso e que tenho para oferecer. Foi uma situação um pouco diferente mas não tenhaa medo de que no futuro você vai saber o que realmente é. Eu só tenho como aconselhar e te explicar de coisas que conheço.

-Você é o melhor e por isso esse emprego também já é seu.

Espero que sim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...