História Put You Down Second Season - Capítulo 39


Escrita por:

Visualizações 47
Palavras 1.640
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Saga, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Yeeeeeeey. Espero que gostem desse capítulo amores.
Me desculpem por qualquer erro amores foi escrito pelo celular e algumas coisas passam batido.

Aproveitem a leitura.

Meu insta é @Thejeniferoliveira

Capítulo 39 - Cartas na Mesa.


Fanfic / Fanfiction Put You Down Second Season - Capítulo 39 - Cartas na Mesa.

Mais tarde um pouco...

~Melanie's POV:

Eu tinha saído cedo da cidade nem passei em casa mandei mensagem pro Chaz dizendo que iria atrasar um pouco. Quero ver meus filhos primeiro mais que tudo e ver como a minha mãe está. Eram dez horas ainda e eu não gosto muito de correr a não ser em caso de emergência. Olhei no painel e vi que precisava de gasolina. Parei. Coloquei a bomba pra encher o carro. A estrada estava vazia e o posto mais ainda. Vi uma loja de conveniência dentro do posto e um moleque com pouco ânimo dentro dela. Era verão e fazia calor fui comprar algo pra mordiscar e tomar.

Às vezes é bom ter um tempo pra si, mas minha mente não esquecia o Rick e o que ele fez por mim e o que quase tivemos. Entrei e o sininho na porta soou fazendo o garoto olhar pra mim. Eu estava com uma calça jeans azul justa, camisa regata branca e botas pretas de cano curto o cabelo prendi em um coque despojado. Fui até o refrigerador e peguei uma coca cola. Eu também sou filha de Deus e mereco sair da dieta pra variar enquanto a minha vida emocional está um caos. Peguei alguns doces e fui pra parte dos salgadinhos. Fui pagar já estava com um alcaçus preso nos lábios enquanto o garoto de pouca amizade e simpatia passa as coisas.


-Dez dólares. - Ele ríspido e arrogante.


Peguei o dinheiro e joguei em cima do balcão. Eram vinte dólares.


-Fica com o troco. Vai que melhora o seu humor! - Falei sem querer passar nem um ar de amigável já que a recepção dele não foi muito agradável.


Quando volto passo o cartão pra pagar a gasolina a bomba já tinha desligado sozinha. Quando vejo um pacote no banco do passageiro. Meu coração gela ao perceber que é o mesmo das fotos que recebi ontem. Olhei nos retrovisores pra ver se achava o autor dessa palhaçada não vi ninguém. Olhei em volta e não vi nenhum movimento. Entrei no carro e tranquei as portas e liguei o ar. Com muita dificuldade abri o envelope e sem remetente. Eram fotos de mim dentro da lanchonete. Que porra! E com isso vinha mais um recado maníaco.


"O rapaz não merecia sua ríspidez. Trate melhor as pessoas da próxima vez. O que você faz hoje colhe mais tarde. Que carro incrível você têm. Até a próxima..." 


-AH JURA PORRA?! - Gritei. Meu sangue ferveu com isso. Eu odeio esse tipo de coisa por que me lembra dos joguinhos que o Bieber tinha comigo.


Liguei o carro furiosa. Eu até tinha me esquecido do que se passou ontem mas nem tudo são flores. Gastei dinheiro atoa porque tudo o que comprei serviu pra nada por que perdi até a cede. Eu estava sendo observada depois de anos sem saber o quão desagradável é estar nessa situação. Pensei nas crianças e pensei que pudessem estar em algum tipo risco. Não faço idéia de quem seja o sujeito mas eu vou descobrir. Se não for um tarado ta ótimo hoje em dia tem louco pra tudo.


~Justin's POV:

As crianças já tinham mamado e os coloquei pra dormir com as babás depois do que aconteceu mais cedo achei um pouco seguro. Pensei em quando a Mel descobrir ela vai ficar louca de raiva e claro descontar em mim. Eu estava prestes a falar com o Christian quando escuto barulho de carro.

Pensei que fosse Claire, mas lembrei que ela teria um desfile pra ir hoje. Eu estava no escritório e me direcionei até a porta e vi o carro da Mel. Meu coração bateu de um jeito que pensei que fosse escapar pra fora do peito de felicidade mas de receio também. Ela bate na porta minhas mãos geladas. Respiro fundo e me preparo para as bombardeadas. Que saudades dela.

-Mel... - Ela estava tão linda e gostosa naquela roupa. Eu perdi mesmo. Ela estava diferente. Seu olhar sobre mim estava... Frio e vazio.

-Oi. Posso entrar? - Ela perguntando isso?! Muito estranho.

-É... C- Claro!. - Porra ela ainda me deixa nervoso. Ela entra. - Fiquei sabendo que foi viajar.

-Sim! As crianças? -Falou sem querer prolongar conversa.

-Acabei de colocá-los pra dormir agora. Aceita algo?


~Melanie's POV:

Eu queria muito saber sobre as fotos. Então peguei o envelope.

-Sim... Aceito suas explicações sobre isso aqui. - Entreguei pra ele e parecia surpreso ao ver o envelope.

-Você recebeu também ? - Franzi o cenho.

-Como assim também?

-Eu e Hailey recebemos a mesma coisa hoje. - É certa a minha preocupação.

-Eu recebi um hoje e um ontem enquanto estava em viagem. Abre e olha. Quem for que esteja mandando essas coisas ele está por perto muito perto.

-Acho que você não vai gostar de ver o que mandaram pra mim... - Ele já tinha olhado as fotos que recebi.

-O que?

Ele me entrega e vejo que eram fotos das crianças. Algo bateu fundo em mim e uma raiva incontrolável. Eu quero muito saber quem é a pessoa que está fazendo isso.

-Melanie? - Olho pra ele com os olhos em fúria.

-A gente tem que achar quem está fazendo isso Justin. São nossos filhos aqui... - Fiquei furiosa.

-Melanie eu vou encontrar eu prometo.

-Nós vamos. Eu não vou ficar de braços cruzados mais Justin. Mexeu com eles mexeu comigo. Você não fez nada até agora?

-O que eu poderia fazer Melanie? - Cruzei os braços.

-O que você poderia fazer? Ver se não tem cameras aqui Justin pode ser gente que nos conheça e pra saber onde eu estava e me fotografar estavam me seguindo.

-Melanie eu não acho que seriam burros a ponto de pôr uma câmera aqui.

-Fiquei sabendo que recentemente você deu uma festa aqui... - Ele fica sem jeito. - Olha não vem me dizer que não teria loucos pra isso. Por aqui também ser a casa dos nossos filhos você é bem descuidado Bieber e vamos falar a verdade você tem inimigos por todos os lados.

-Melanie eu sai da Máfia por causa disso...

-Nada justifica! Eles estão pouco se lixando se você saiu ou não. Você ainda ta vivo e isso significa algo pra todos eles.


~Justin's POV:

Nunca vi tanta frieza nos olhos dela. Nem quando estivemos na pior fase da nossa vida. Ela parecia me odiar tanto e isso que acabou de falar soou como ódio pra mim. Ela me odeia e eu acabei com isso e olhando pra ela agora não restou nada do nosso amor dentro dela. Eu o destruí com um só golpe.

-Temos que checar a casa.

-Como pretende fazer?

-Tenho alguns contatos ainda. Pessoas chegadas a mim. Eu irei descobrir Melanie quem é esse desgraçado e acabar com ele por nossos filhos.

-Não fala isso. Não jura sangue em nome dos nossos filhos eu não os quero metidos nisso. Isso é problema dos adultos por isso irei levá-los comigo. Minha mãe irá pra casa de algumas tias minha e eles irão com ela. Uma amiga dela vai vir buscá-los amanhã.

-Mas espera! Essa semana era pra minha com eles.

-Era Bieber. Sua casa não é um lugar seguro mais e nem lá no meu apartamento também. Vai saber quem é essa pessoa e se ela finge ser amiga. Eles vão pelo bem deles.

-E você acha seguro levar as crianças pra longe de quem mais pode protegê-los pra ficar com meras senhoras que não sabem se defender? - Ela queria me matar. Vi em seus belos olhos. Ela chega perto.

-Era pra você cuidar deles. Cuidar da segurança dessa casa Bieber. Era pra VOCÊ prestar mais atenção em quem colocar aqui dentro dessa casa, mas pelo que vi ia transformar isso aqui em uma de suas bagunças nojentas. Então sugiro que não tenha nenhum pitaco a mais pra dar por que suas palavras agora não valem de segurança mais. Mais alguma reclamação? - Fiquei sem palavras. Ela me chamou de péssimo pai.

-Você acha que pode falar de proteção assim Melanie? - Não aguentei ficar calado. - Você ficou fora por quase uma semana vai lá saber onde e com quem e vem com essa porra de que sou péssimo pai? Pra cima de mim?

-Escuta, eu não te devo a mínima satisfação sobre isso... AH espera! Eu fuo viajar pra me cuidar. Cuidar do estrago que você deixou dentro de mim. Fui procurar ajuda por nossos filhos eu não tava fazendo festinha e nem enchendo minha casa de pessoas que falam ser meus amigos. Eu estava com PESSOAS que se importam de verdade comigo... - Ela estava com um olhar sombrio enquanto falava. Enquanto falava ela me encurralava entre ela e o sofá. Como eu pude ficar coagido assim? O que ela tinha? Que ajuda foi essa? - Enquanto você estava dando festas e tentando disfarçar a merda que você deixou e a frustração por ter perdido quem mais se importava com você sem ser do seu vínculo familiar. Não projete sua culpa em quem não tem nada a ver com seus impulsos. Então Bieber qual é a sua desculpa pra sua total falta de noção?

Eu não consegui falar. Ela me encarava de um jeito que jamais fui encarado. Ela falou tudo serenamente mas com muita raiva nas palavras. Eu nunca senti medo nem sabia o que era isso até eu ver a Melanie desse jeito.

-Achei que tivesse algo pra falar! Pega as crianças por favor tenho coisas pra fazer hoje. Mais tarde passo aqui pra resolvermos sobre esse assunto espero ter respostas enquanto isso.

Subi e peguei as crianças e entreguei pra Mel. Eu preciso beber pra tentar digerir isso que acabou de acontecer. Eu a fiz de si a pior versão... É tudo culpa minha


Notas Finais


Foi pequeno mas foi feito com muito carinho!!!
#ME contem o que foi isso entre a Mel e o Justin hein?
Será que tem chances de volta? Será que Jelanie vai voltar a ser real?

ESPERO VCS NO PRÓXIMO CAP. ♡ BEJOOOOOS.
#COMPARTILHEMMUITO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...