História PyD - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Caitlin Beadles, Camila Morrone, Chaz Somers, Chris Beadles, Harry Styles, Pattie
Visualizações 274
Palavras 1.303
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 21 - Maldito


Fanfic / Fanfiction PyD - Capítulo 21 - Maldito

Ooh, porque você merece o melhor

E nada mais do que o melhor

Por isso, vou te dar o melhor que você já teve

Vou fazer amor com você, vou fazer amor com você

(PYD - Justin Bieber)

 

Maya"pode ser..."

 

Justin’’não, claro que não’’falou desesperado

 

Escuto algumas zoadas de carro e deduzo que sejam nossos pais, Justin vai até a janela e assente dizendo que são eles.

 

Maya"vou subir, diz que eu já cheguei"falei subindo as escadas correndo

 

Justin"mas..."

 

Deixei ele falando sozinho na sala, entrei no quarto com meu corpo quase pegando fogo e minhas pernas bambas. Corri para minha cama onde me troquei vestindo meu pijama, arrumei minha cama que estava uma bagunça e me deitei. Peguei meu celular mandando uma mensagem para o Chris dizendo que já estou na fazenda. Fecho meus olhos sorrindo como se estivesse ainda escutando o Justin falar sobre gostar de mim, e não como irmão.

 

(...)

 

Sinto um peso em cima dá minha cama, levo minhas mãos para o meu rosto e tento acordar. Abri meus olhos e vejo todos deitados em sua cama, pego meu celular ligando na lanterna para ver quem está em cima dá minha cama.

 

Justin’’silêncio’’

 

Quase grito ao ver Justin de joelhos em cima dá minha cama, o mesmo se joga em cima de mim selando nossos lábios. Desligo a lanterna do meu celular, sorri ao receber vários beijos em meus lábios e queixo.

 

Justin’’você não sabe como estou aliviado de ter finalmente dito tudo aquilo para você’’cochicha extremamente baixo

 

Maya’’então é verdade, tudo que me disse?’’assentiu

 

Se deita ao meu lado e consigo apenas sentir seus toques, seu cheiro forte fazendo meu pequeno coração bater acelerado.

 

Justin’’eu fui muito moleque em não dizer o que sinto, fazer ciúmes em você, te machuquei varias vezes mostrando meu lado possessivo, sendo que a culpa toda foi minha de você ficar com esses caras’’sussurra perto dos meus lábios

 

Maya’’eu não quero machucar a Caitlin, eu amo muito você, mas eu prefiro organizar nós dois’’

 

Justin’’você quer uma prova que eu sou apaixonado por você?’’

 

Levo minha mão direita ao seu rosto e acaricio sua pele macia, toco seu nariz e logo desço para o seu queixo.

 

Maya’’Caitlin me disse hoje cedo que você estava melhor sem a minha amizade, eu quero uma prova que podemos dar certo sem ter ninguém dando opiniões sobre nosso relacionamento’’

 

Justin’’sem você Maya eu só estava sendo mais um idiota que machuca a garota que ama, eu fumei aquela droga porque eu não queria por alguns minutos ficar pensando em você, mas quando passou eu voltei a pensar em você e disse para mim mesmo que a melhor sensação é pensar em você’’

 

Seus lábios atacam os meus, suas mãos vão para de baixo do meu cobertor e aperta minha cintura.

 

Maya’’a gente tem que dormi, vamos embora cedo amanhã’’

 

Justin’’eu não quero desgrudar do...seus...lábios’’fala pausadamente enquanto beija e chupa meus lábios

 

Maya’’ainda vamos ter muito tempo para isso’’selo nossos lábios em um selinho demorado

 

Sua mão desce para minha bunda onde aperta com força, mordo seu lábio inferior para descontar.

 

Maya’’Justin vai dormi na sua cama’’falo contra seus lábios

 

Justin’’quero dormi aqui, bem agarradinho com você’’sorrio largamente

 

Maya’’alguém pode acorda mais cedo e ver’’beijo seu peito

 

Justin’’eu quero fazer amor com você’’arregalo os olhos assustada

 

Maya’’Justin vai dormi’’

 

Justin"dorme que eu vou ficar aqui, amanhã vou está na minha cama"assenti

 

Fechei meus olhos ouvindo apenas nossas respirações, sinto seus lábios em minha bochecha e acabo sorrindo com seu carinho. 

 

Maya"boa noite"

 

Digo ainda de olhos fechados, o sono vai me pegando devagar e escuto sua voz já bem longe.

 

 

 

No outro dia 

 

Acordo assustada ao ouvir zoada de passos e a voz de Caitlin, me sento na cama a vendo arrumar sua mala. Justin e Chaz ainda dorme em suas camas, e agora vejo Chris entrar no quarto com o rosto inchado de sono.

 

Caitlin"não sei porque o papai nos acordou tão cedo"resmunga enquanto dobra suas roupas 

 

Chris"porque ele trabalha ainda hoje"

 

Caitilin"então porque veio para esse fim de mundo, que saco"fecha sua mala com certa raiva

 

Chris"pergunte isso a ele"

 

Fecho meus olhos por breves minutos ainda sentada, Chris me fala que já vai e apenas concordo com a cabeça. Continuo com os olhos fechados, a paz voltou para eu poder continuar dormindo, mas levo outro susto com alguém pulando em cima de mim.

 

Justin"acorda"

 

Abri meus olhos com raiva, o traste em cima de mim.

 

Maya"que é Justin?"

 

Justin"quero decidir o que temos logo, antes de voltar para casa"cochicha olhando para cama do Chaz

 

Maya"precisamos de tempo, eu quero namorar você, mas eu preciso de certeza"assentiu

 

Justin"então vamos namorar escondido?"engoli em seco

 

Maya"sim"

 

Justin"eu não vou ficar com ninguém como você também não vai"

 

Maya"claro, estamos namorando, mas a única diferença dos outros namoros é que só nós dois sabe"

 

Justin"não quero Harry perto de você, não quero ele nem te olhando de longe"lhe empurro para sair de cima de mim

 

Maya"e serve para você também, e mais, quero minhas fotos apagadas do seu celular agora mesmo"franzi as sobrancelhas sem entender

 

Justin"que fotos?"

 

Maya"minhas fotos nuas que eu te mandava"falo extremamente baixo 

 

Justin"não tenho mais nenhuma foto sua nua não"

 

Abri minha boca e lhe olho incrédula, me levanto dá cama puta dá vida.

 

Maya"você estava me ameaçando com essas fotos"falo já bem alto

 

Justin"era mentira, eu não tenho mais suas fotos"

 

Pego meu travesseiro já tacando em sua cara, chuto suas pernas com força e muita raiva.

 

Maya"MALDITO"

 

Eu sabia que ele não teria coragem de fazer aquilo comigo, mas naquela noite essa notícia me abalou. Agora meu peito respira bem mais aliviado.

 

Chaz"deixa eu dormi"joga seu travesseiro em nossa direção 

 

Justin"já está na hora de acorda, bora filho dá puta"se joga em cima do Chaz 

 

Escuto batidas na porta e grito um entre, meu pai já arrumado e com uma xícara de café na mão.

 

Thomas"se arrume filha, em minutos estamos voltando para casa"assenti

 

Maya"bom dia pai"vou em sua direção e recebo um beijo na testa

 

Meu pai se retira, vou até minha mochila onde pego uma roupa e vou para o banheiro em seguida. Retiro meu pijama do Batman, visto uma calça jeans de lavagem azul, uma blusa preta larga. Lavo meu rosto, escovo os dentes e penteio meu cabelo. Volto para o quarto vendo Justin e Chaz de cueca, fecho meus olhos ao ver essas gazelas.

 

Chaz"até parece que nunca viu um homem lindo que nem eu nu"fala se gabando e fazendo me rir alto

 

Maya"coitado"

 

Sento-me na cama para calçar meu tênis, as gazelas já se veste com calça jeans, reparo no tanquinho do Justin e meu corpo se acende. Eu preciso dele, só de lembrar de seus dedos e sua língua minha vagina pulsa. 

 

Trato de arrumar minhas coisas com pressa, e quando vejo já estou descendo as escadas. Meu pai pega minha mochila para colocar no carro, vejo minha mãe sentada no sofá com cara de tédio.

 

Pattie"agora que voltou amizade com Justin você pode aparecer quando quiser lá em casa"assenti sorrindo

 

Jeremy"sempre bem vinda lá em casa, não sei bem o que rolou entre vocês"

 

Pattie"coisas de adolescentes, e vamos deixar essas brigas com eles"

 

Thomas"e quero me desculpar pelo jeito que cheguei na casa de vocês, eu vi minha filha chorando e não sabia como reagir"fala um pouco envergonhado 

 

Jeremy"tudo bem, eu conheço meu filho e sei que ele aprontou"repousa sua mão no ombro de meu pai

 

Naomi"vamos logo embora, quero minha casa"se levanta do sofá 

 

Thomas"vamos sim"

 

Maya"tchau Pattie e tchau Jeremy"

 

Aceno para o casal e sou puxada pelo braço, vejo que é a mão de minha mãe. Meu pai já guarda as coisas no carro e entramos em seguida, a viagem vai ser rápida, mas vou aproveitar para voltar ao meu sono.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...