1. Spirit Fanfics >
  2. Qualquer Lugar >
  3. .CAPÍTULO 1- always

História Qualquer Lugar - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - .CAPÍTULO 1- always


Fanfic / Fanfiction Qualquer Lugar - Capítulo 1 - .CAPÍTULO 1- always

**************************** 

Aquelas semanas foram realmente boas e assustadoras pois as mensagens só aumentavam dizendo que a minha jornada estava acabando e cada dia me apaixonava por Gustavo. Era um marido perfeito e ciumento também. Teve um jantar de negócios no Rey Café e um de seus clientes deu em cima de mim ele só faltou acabar com a festa então eu acalmei e o arrastei para sua sala e lá transamos. Nossa ele era ótimo e a gente se conversava por bilhetinhos também.

Com a Dulce era um sonho ela era a filha dos meus sonhos nos brincávamos, dava aula no internato, e no sábado eu e as meninas fizemos uma festa de pijama nada temático foi simples do meu jeito a moda antiga e as meninas adoraram. Silvestre e Fran só me agradeceu por eles não terem se fantasiado. Mas era domingo todos viriam parecia que era uma comemoração de dois anos do meu casamento com o Gustavo aquilo me surpreendeu ele insistiu e todos vieram. Até a Cecilia que veio acompanhado de uma senhora que nunca vi na vida. As amiguinhas da Dulce, os pais das meninas em fim a família do Inácio, o casal Gaju, Fátima, estavam todos reunidos eu coloquei um vestido preto formal e desci as escadas coma Dulce eu ajudei a se arrumar. Tivemos ótimos momentos femininos e até mesmo a Estefânia estava com aquela peruca rosa e colorida nem seu bebe escapou. Quando dei por mim já estava no centro da sala com Gustavo.

—Meu amor hoje completamos dois anos de casados.

—Sou ruim em contas.-Menti.-Todos caíram na risada;

—Por isso trouxe as pessoas que mais amamos para a nossa festa. -Sorri e logo almoçamos em paz até que aquela senhora me intrigou e eu a vi ir a cozinha então a segui.- Procurando alguma coisa? - Perguntei.

—Não querida apenas precisava falar com você.

—Não entendi.

—Como anda a sua jornada? - Então caiu a ficha foi ela que me trouxe para cá. -Foi você que me trouxe, mas como é possível? Quem é você afinal?

—Sou sua fada madrinha.- Dulce entrou e sorriu. -Mamãe é a sua fada madrinha. Vamos apresenta-la. Ela me puxou pelas mãos e Dulce anunciou.- A mamãe tem uma fada madrinha entra aqui dona Inês. A mãe do doutorzinho.- Meus olhos se assustam e ela entra séria.

—Que brincadeira é essa Dulce? - Gustavo disse.

—Espera eu posso explicar.- Inês entrou.

—MAMÃE?- André perguntou.

—Tenho algo para contar, eu trouxe a Jasmim pra cá ela é de outra dimensão é uma longa história na verdade eu sou uma fada madrinha e eu precisava achar uma substitua e Jasmin era perfeita eu também pertencia a outro mundo mas daí me encantei por essa história e aqui me resolvi mas tinha que achar uma fada madrinha. Todos caíram na risada quando eu grito.- Parem pessoal é verdade eu não pertenço a esse mundo. Isso quer dizer que a minha jornada acabou?

—Creio que sim você precisava descobrir essa resposta o amor verdadeiro e você o encontrou com o homem dos seus sonhos então se você continuar eu apago a memória de todos e vamos continuar com sua festa ou você volta ao mundo real e terá que ser a fada madrinha por lá. O que decide? - Gustavo se aproximou e me abraçou.- Eu te amo Jasmim não nos abandona.

—E..eu não posso decepcionar as fãs Gucilia mas e a minha felicidade? Eu só posso escolher em ir ou ficar e aí o que eu devo escolher?

Fim?

 

E...E...eu preciso pensar....Sai correndo para o  jardim ,é quando sinto duas mãos sobre meus ombros 

-Meu amor...Virei-me era o Gustavo então ali o abracei em prantos , e aquela senhora que me trouxera se aproximou

-Já tem sua resposta querida ....Ela desapareceu em nossa frente e um forte vento surgiu fechamos os olhos e Gustavo tentara me proteger.Quando dei por mim caímos um sobre o outro.E não me lembrava de mais nada a não ser da minha antiga vida e que minha felicidade era o Gustavo.Ao abrir os olhos ele me encara- Quem é você e o que está fazendo em meu jardim?Então que uma voz surge no meu subconsciente.

-Você precisa viver o começo dessa estória ....Precisa conhecer o Gustavo Lários  para então escolher o certo.O encarei  me levantando.

-E....E...e... Percebo sair da porta Cecília  e Dulce Maria 

-Meu amor o que tá acontecendo? Ela me encara. Ali desmaei  e torceria para tudo isso não passar de um sonho.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...