1. Spirit Fanfics >
  2. Quando Ele Te Empresta O Moletom >
  3. One Shoot

História Quando Ele Te Empresta O Moletom - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olha só quem voltou!!!!!🥳
É isso mesmo gente, eu voltei com um One-Shoot acabado de fazer!!😄
Espero que gostem!!🥺
Boa leitura!!☺

Capítulo 1 - One Shoot


Fanfic / Fanfiction Quando Ele Te Empresta O Moletom - Capítulo 1 - One Shoot

Capítulo Único

[S/n Pov]

       Jeon Jungkook, esse era o nome do típico BadBoy da faculdade, lindo, multimilionário, com estilo, inteligente, mesmo não fazendo nada durante as aulas, herdeiro da empresa SAMSUNG, uma das maiores e mais importantes da Coreia e, obviamente, o rapaz pelo qual todas as raparigas têm uma queda, e eu não estava de fora, se bem que é mais um penhasco, mas tudo bem.

    Como um típico BadBoy riquinho, Jungkook achava- se sempre superior aos outros em qualquer que fosse o assunto e, por isso, não gostava de quem o contradizesse, que era apenas uma pessoa, no caso, eu.
Sim, apesar de gostar dele, as nossas brigas eram constantes, quase como uma espécie de "rotina". Nós eramos os mais inteligentes da nossa sala e o motivo frequente das nossas brigas era exatamente por causa disso: estavamos sempre a discutir sobre quem sabe e quem não sabe, quem está certo e quem não está. E hoje não seria diferente, pelo menos é o que eu acho.

      Eu tinha acabado de chegar à escola e logo avisto as minhas melhoras amigas, Hyuna e Hana, por isso vou até elas.

S/n: Oiee, cheguei.

Hyuna: Oii. Amiga eu tou de rastos. Ontem passei a madrugada toda a estudar para a prova de hoje, aff - disse de modo dramático.

S/n: Bom, se ontem não tivesses ido à festa do Jackson durante toda a tarde isso não teria acontecido. Aliás, como correu ontem? Aconteceu algo de especial?

Hana: Nem vais acreditar - disse rindo juntamente com a Hyuna - Ontem o Taemin meteu os cornos à Mina, aquele pão sem sal. Achei bem feito. Sério devias ter visto a cara de tacho quando ele beijou uma rapariga qualquer à frente dela. Kkk, foi ilário.

Hyuna: Podes crer - confirmou rindo ainda mais juntamente a Hana - Mas não te preocupes, eu gravei tudo. Depois eu mostro- te.

S/n: Tá, tá. Agora eu preciso ir ao cacifo buscar os meus materias.

Hana: Ok, vemo-nos na aula então. Até! - disse acenando juntamente a Hyuna.

S/n: Até! - acenei de volta.

Ok, vocês agora devem estar a se perguntar quem é a Mina e o porquê de nós termos ficado contentes ao saber que ela foi traída bem na frente dos seus olhos. Calma que eu vou explicar. A Mina é a típica riquinha mimada filhinha dos papais. Ela é filha única o que só contribuiu para que recebesse toda a atenção por parte dos seus pais e da sua família e bom, como podem ver, o resultado não foi dos melhores. Nós andamos juntas desde a primária e nessa altura o passatempo preferido dela era infernizar a minha vida. Com o tempo ela foi "acalmando" pois estava demasiado preocupada com quem iria pegar a seguir. Sim, para além de tudo aquilo que eu já disse, ela também gostava de por os cornos a todos os rapazes da faculdade. Todas as semanas era um peguete diferente. Bom, agora a questão: e eles mesmo sabendo ainda aceitavam? Óbvio, era quase como um troféu ter os cornos metidos pela Mina, afinal, quem iria perder a oportunidade de "namorar" a rapariga dita como "a mais linda da faculdade"? Pois é, ninguém. Quer dizer, havia uma pessoa: Jungkook. Sim, ela ainda não tinha ficado com o BadBoy, aquele que ela mais queria por motivos óbvios e, na minha sincera opinião, não iria ficar tão cedo, pois notavasse de longe que ele não tinha um pingo de interesse nela, o que era ótimo, para mim (rsrsrs).
Depois disto tudo, ficar a saber que quem ficou com os cornos desta vez foi ela, acho que até me deu mais vontade de ir para as aulas.

[Quebra de Tempo]

    Arrhh, a escola quando quer pode ser bastante exaustiva, ainda mais quando se tem uma pessoa sempre no teu pé, bulgo o teu crush. Sim, hoje, mais uma vez, não foi diferente. Sério, às vezes penso que aquele rapaz veio ao mundo para me infernizar, porque não é possível!!
Neste momento, estou a sair da sala e ele vem logo atrás de mim.

Jk: Então S/n, como te sentes sabendo que eu tirei mais pontos do que tu na prova? Acabada, eu imagino. Mas não te preocupes, o kookie está aqui para te mimar - disse todo convencido.

S/n: Kookie? - perguntei rindo e não ligando pro resto que ele havia dito - Desde quando é que alguém trata o BadBoy por Kookie? - continuei rindo.

Jk: Pois, exatamente, ninguém. Tu vais ser a primeira my love.

My Love. Eu não sei o que aconteceu, mas a maneira como ele disse fez todo o meu corpo arrepiar- se. Talvez porque eu queria que aquelas palavras vindas dele fossem verdadeiras... FOCO S/N!!!

S/n: Bom, em primeiro lugar, eu não sou o teu amor (bem que eu queria), em segundo, eu não te vou chamar de Kookie coisa alguma porque nós não temos essa intimidade (bem que eu queria, de novo) e nem motivo para tal, então podes ir esquecendo e em terceiro lugar, mas não menos importante, não, eu não estou acabada por teres tido mais pontos do que eu na prova. Eu não me dou muito bem com esta matéria de qualquer forma e, se bem me lembro, na semana passada quem teve mais pontos nas duas provas que recebemos fui eu então, não, eu estou tudo menos acabada.

Eu não sei qual foi o motivo, mas assim que eu acabei de falar, eu vi-o a dar um meio sorrisinho de canto. Talvez tivesse achado piada a alguma coisa que eu disse ou talvez fosse estúpido mesmo, não saberemos. Só sei que eu preciso sair dali, então é isso que eu vou fazer.

S/n: Bom agora se me dás licença, eu preciso ir guardar o meu material - avisei logo virando-me de costas sem esperar uma responta vinda dele.

Jk: S/N CUIDADO!!! - gritou, mas já foi tarde demais. Quando reparei, já tinha toda a minha camisola manchada de sumo de uva.

Xx: AII MEU DEUS!! - um rapaz exclamou - Me desculpa moça, não te tinha visto e sem querer esbarrei em ti e derramei o meu sumo todo. Aii, eu sou tão desastrado! Me desculpa mesmo - ele pediu. Parecia bastante desesperado, talvez fosse um aluno novo.

S/n: Não, tudo bem. Acidentes acontecem - tentei tranquilizá-lo - Não te preocupes, é só uma camisola, não é assim tão importante - dei um meio sorrisinho falso, pois aquela não era só uma camisola, era uma das minhas preferidas.

O rapaz acenou freneticamente com a cabeça concordando e foi se afastando.

S/n: Aish, e agora? - perguntei para mim mesma - Eu não tenho nada para trocar. Tinha que acontecer logo hoje, aff - revirei os olhos.

Jk: Aqui - diz e se aproxima. Vejo- o a tirar o seu típico moletom preto e a estendê- lo na minha direção.

Jk: Veste.

S/n: Ah...a. Não é preciso. Eu tenho uma suplente no meu cacifo, só preciso ir buscá- la - digo tentando parecer calma, o que não estava a funcionar muito bem.

Jk: Não adianta inventares desculpas, eu ouvi-te a falar e sei que não tens nada para trocar. Aqui, veste - diz e entrega-me o seu moletom.

S/n: M-ma-s-

Jk: Sem mas - interrompe-me - Anda logo e veste antes que fiques doente, hoje está frio.

S/n: Tudo bem - aceitei meio relutante pegando o moletom da sua mão e indo em direção ao banheiro.

Uau, era incrível o quão bem me ficava aquele moletom, mesmo sendo enorme para mim. Eu nunca fui muito de usar roupas lagras, mas aquela... Meu deus, se pudesse usaria todos os dias, principalmente se em todos eles ela tivesse o cheiro de Jungkook. Oh céus, aquele cheiro...

Depois de me encarar no espelho durante uns 5 minutos apreciando a beleza que era aquele pedaço de tecido preto, eu saí e encontrei o dono da peça que eu vestia no outro lado do corredor encostado na parede a olhar em direção do local ao qual eu tinha acabado de sair. Será que...

Jk: Estava à tua espera - disse - E... Uau. Eu acho que fica- te melhor a ti do que a mim. Sério, estás linda - afirmou com aquele sorriso sincero de coelhinho que eu amava.

S/n: Err... Obrigada - agradeci meio sem jeito e coçando a nuca - Eu depois entrego- te. Talvez amanhã já consiga.

Jk: Não é preciso gatinha - respondeu fazendo- me corar por causa do apelido usado - Quero que fiques com ele. Fica- te muito bem e assim já ficas com uma lembrança do teu Kookie - continuou fazendo- me rir. Outra vez não.

S/n: Eu já disse que não te vou-

Jk: Shhh - interropeu- me colocando um dedo na minha boca. Ele foi aproximando- se da minha orelha e sossurou - Não discutas my love, apenas aceita e desfruta do teu presente. Ok, aquilo definitivamente me arreipou dos pés à cabeça. A voz rouca no meu ouvido... nossa.

Ele foi se afastando com um sorrisinho sacana depois de dar um selinho no canto do meus lábios. Ok, agora eu enlouqueci de vez, só pode. Eu não soube como reagir, apenas fiquei ali, com os olhos arregalados, estática, no meio do corredor, com mil e um pensamentos a passarem- me pela cabeça, mas o principal era: o que raio acabou de acontecer???????


Notas Finais


Eai, gostaram??😬
Eu espero do fundo do coração que sim!!🥺💜
Desculpem este (LONGO) sumiço, mas agora vou TENTAR ser mais ativa (Não posso prometer nada porque a escola não perdoa)
Mas é isso, comentem bastante e favoritem para eu ficar contente, sim??😥
Até à próxima!!!😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...