1. Spirit Fanfics >
  2. Quando meu tempo voltou a ter sentido(Gu family book) >
  3. Capítulo 1 - JoseonX Coreia do Sul

História Quando meu tempo voltou a ter sentido(Gu family book) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Hey gente eu vou colocar um fragmento das músicas selecionadas para cada capítulo,no momento em que elas começarem.
Vou colocar o artista e a música entre □ respectivamente e as letras vão tá em negrito,okay?

Vamo nessa!

Capítulo 2 - Capítulo 1 - JoseonX Coreia do Sul


Fanfic / Fanfiction Quando meu tempo voltou a ter sentido(Gu family book) - Capítulo 2 - Capítulo 1 - JoseonX Coreia do Sul

 🅚🅐🅝🅖 🅒🅗🅘

Acredite!
  Uma pessoa não deveria viver a quantidade de tempo vivida por mim,claro ,se esta "benção" não detiver por trás uma motivação muito forte,de preferência uma-melhor um conjunto- que superar qualquer adiversidade ,pois se você for como eu e teressa "vantagem" pode estar certo(a) :você meu amigo(a) verá de tudo! Um nível surreal de experiências capazes de fazer sua mente  dissociar do própio corpo ,também iludir-se pensando que não está acontecendo,que você não é protagonista,mas infelizmente está infelizmente é.

Por causa do exesso de informações a mente ,no minimo, tentará vomitar isso,buscando algum tipo de paz interior temporária.
Sem solução.

É preciso aguentar o indesejado

Foi mal pela negatividade. há dias em que gosto de punir minha própia imortalidade no sentido literal da palavra.
Seria pior se eu não decidisse chegar até aqui

Aí sim  uma nuvem de arrependimentos me circundaria

Agradeço ao olhar  meu interno e perceber uma ausência de arrependimento em relação a  escolha feita

Na época simplifiquei demais o objetivo,era jovem,era ingênuo

Eu quero cumprir nossa promessa de quatro séculos atrás,e ainda continuar a aprender mais algumas lições!

Aqui estamos nós,na  Joseon do Século XXI,ou melhor dizendo,na Coréia do Sul  em 2020,vivendo na capital frenética de Seul.

Joseon agora era tema de novelas dramáticas,um periodo enriquecedor de culturas e costumes ultrapassados para os enredos.

O novo mundo é uma loucura!

Mais parece que em algum momento da história eu viajei para um universo paralelo ao meu.
Foi uma mudança gradativa ao mesmo tempo fico em choque na hora de descrever!

Seul é um show de luzes incandescentes por onde passasse, músicas críticas,abrangentes e principalmente contagiantes.Já aviso!
Cuidado quando ouví-las sem dúvida você pode sair dançando em ocasiões bem constrangedoras.

Nossa cultura teve cada vez mais integração  da de diversos povos estrangeiros,a barreira entre oriente e ocidente caem a medida que as tecnologias são aprimoradas.

Tecnologia!Sim!É assunto interessante
Elas nos deram novas visões em relação a tudo!Tudo mesmo!

Nos comunicamos com tanta velocidade e facilidade e ainda conversar com as pessoas em tempo real sem estar na presença das mesmas!É incrivel! Graças a internet,novos horizontes vinheram!Nela  você encontra o que for de seu agrado.O que quiser!É meio assustador.


E a nossa internet é considerada a mais rápida do mundo!Alguém precisa dizer esse fato.

A maneira de se vestir obviamente mudou drasticamente e com esse novo contexto as diferenças entre homens e mulheres foram sendo apagadas.

Com isso eu compreendi que temos mais semelhanças do que diferenças,e pensando mais profundamente observei como a sociedade exercia um papel intenso ditando a forma de liberdade que deveriamos nos colocar,incluindo na hierarquia  social,não que nenhuma das ideologias passadas não tenham deixado de existir,mas eu me orgulho ao ver que novas gerações caminham para realidades menos crueis e desiguais.

Enfim

🅁🄰🄸🄳🄴🄽🅇-🅈🄾🅄🅁🅂

O estado de estar parado no tempo realmente fez sentido, especialmente porque fitei o rosto dela. Bem que te avisei Yeo Wool.

1 sᴇɢᴜɴᴅᴏ 2 ᴍɪɴᴜᴛᴏs 3 ᴅɪᴀs ᴇᴜ ϙᴜᴇʀᴏ ᴄʜᴇɢᴀʀ ᴀ ϙᴜᴀᴛʀᴏ ᴍᴇsᴇs ᴏᴜ ᴄɪɴᴄᴏ ᴀɴᴏs
ᴘᴀʀᴀ sᴇᴍᴘʀᴇ
ᴘᴀʀᴀ sᴇᴍᴘʀᴇ ᴇ sᴇᴍᴘʀᴇ

Eu te reconheceria primeiro.

ᴅᴇ ᴜᴍ sᴏɴᴏ ᴅᴏᴄᴇ
ɴᴜɴᴄᴀ ᴀᴄᴏʀᴅᴇ
ᴏ ᴄᴏʀᴀᴄ̧ᴀ̃ᴏ ᴇsᴄᴏɴᴅɪᴅᴏ ᴘᴏʀ ᴅᴇɴᴛʀᴏ
ᴘᴏʀ ғᴀᴠᴏʀ, ᴅɪɢᴀ-ᴍᴇ ᴘᴀʀᴀ ᴛɪʀᴀ́-ʟᴏ ɴᴀϙᴜᴇʟᴇ ᴅɪᴀ

Debaixo de um  pessegueiro a noite com o luar preenchendo o cêu noturno como naquela vez.

ᴄᴏᴍᴏ ᴅᴇᴠᴏ ᴄᴏᴍᴇᴄ̧ᴀʀ ᴀ ғᴀʟᴀʀ
ᴄᴏᴍɪɢᴏ ᴇᴍ sᴇᴜs ᴏʟʜᴏs ᴘʀᴏғᴜɴᴅᴏs
sᴜssᴜʀʀᴇ sᴇᴍ ᴘᴀʀᴀʀ sᴇᴍ ᴘᴀʟᴀᴠʀᴀs

Um calor terno irradiou pela superficie do meu corpo,meu coração disparou alucinado no peito,meu cêrebro tentava processar já os meus movimentos foram completamente congelados assim que encontrei seu olhar  ou sera que era o fato de ela ter uma arma apontada na minha direção?
Incrêdulo pisquei compassadamente por pelo menos três vezes para garantir que não estava paranóico.

ᴜᴍᴀ ʜɪsᴛᴏ́ʀɪᴀ ϙᴜᴇ ᴇᴜ ɴᴀ̃ᴏ ᴘᴜᴅᴇ ᴇsᴘᴀʟʜᴀʀ ᴘᴇʟᴀ ᴍɪɴʜᴀ ʙᴏᴄᴀ

O amor diminuira tanto,além disso eu estava esquecendo de como sentí-lo,era o que eu pensava.

ʏᴇᴀʜ ʏᴇᴀʜ
ᴠᴏᴄᴇ̂ ᴇ ᴇᴜ ᴇɴᴄᴀʀᴀɴᴅᴏ sᴇᴍ ᴊᴇɪᴛᴏ
ᴇsᴛᴇ ᴍᴏᴍᴇɴᴛᴏ ᴇsᴛʀᴀɴʜᴏ, ᴍᴀs ғᴀᴍɪʟɪᴀʀ
ᴠᴀᴍᴏs ᴛᴇʀ ᴜᴍᴀ ɴᴏɪᴛᴇ ϙᴜᴇ ɴᴜɴᴄᴀ ᴀᴄᴀʙᴀ sɪᴍ

Porém avistando-a yma explosão arrasou e varreu para longe a descrença,mesmo assim eu teria que reaprender setenta porcento novamente.

ᴅᴇɪxᴇ-ᴍᴇ ᴅɪᴢᴇʀ, ᴏʜ, ᴏʜ, ᴏʟʜᴀʀ ϙᴜᴇ ᴄᴏɴᴛᴇ́ᴍ ᴠᴏᴄᴇ̂ (ᴍᴇ ᴀᴍᴇ, ɴᴀ̃ᴏ ᴍᴇ ᴍᴀᴄʜᴜϙᴜᴇ)
ᴏʜ, ᴍᴇsᴍᴏ ϙᴜᴇ ᴇᴜ ғᴇᴄʜᴇ ᴍᴇᴜs ᴏʟʜᴏs, sɪᴍ (ᴀᴘᴇɴᴀs ᴍᴇ ʙᴇɪᴊᴇ, ɴᴀ̃ᴏ ᴍᴇ ϙᴜᴇɪᴍᴇ)

O local de nossa conversa não poderia ser mais romântico. As pessoas normalmente iam em cafés,restaurantes e parques de diversão,cadê a  criatividade?Quem aguenta  clichês?
Escolher a delegacia, olha e uma jogada de mestre,a ideia nunca passaria pela minha cabeça.
Pressionei os lábios em um sorriso que nem de longe representava amistosidade era mais do tipo :O que estou fazendo aqui?Isso é um mal entendido!Eu vou ser preso?Que horas...?O horário! Eu vou me atrasei!Aish!TAE SAO VAI COMER MEU C...oração!

Enquanto saltitava de pensamento em pensamento
Os policiais pegavam os dados pessoais e documentos dos envolvidos na briga.
Minha atenção se dispersava na dimensão da sala,entretanto não permaneci fotografando a estrutura e a organização monotona.
Tediante.

O
Revezei o olhar entre a reencarnação da mulher que outrora fora  instrutora de Yeo Wool no passado em uma espécie de treinamento para ser uma boa esposa,o que na real era mais um plano do mestre Dam de se livrar de mim e manter a salvo do destino cruel que esperava sua filha.
Na minha direita observava pelo canto do olho os resmungos irritados de Bong Chool com seus companheiros ,por fim o fico automaticamente fixou-se em Yeo Woo,aqui chamada de Han Yeo Wool como mostrado por ela em sua idêntificação antes de levar todos para a delegacia
Reparava raramente na minha presença,pois estava mais concentrada em coletar meus dados pessoais para o boletim de ocorrência.
Usei da oportunidade de distraçâo para analisar a atual aparência dela
A Yeo Wool do meu tempo podia se notar principalmente a coloração dos cabelos castanhos avermelhados amarrados em um rabo de cavalo e uma franja que despencava sobre um dos olhos.
Confesso achei seu visual atual bastante atraente,a cor vermelha junto de seus tons sempre foram meu ponto fraco.
Similaridade e individualidade entre ambas
Aparentava ser mais madura fisicamente
Talvez tivesse entre os 25 e 28 anos não mais e nem menos que essa faica-étaria deduzi
Não conseguia parar de admirá-la,porém se eu permanecesse hipnotizado uma hora ou outra ela me daria um tapa
Fui despertado dos devaneios com a pronunciação revoltada de Bong Chool
Mais para rir do que levar a sério.

-Isso é culpa sua seu desgragaçado!

-Quem você chamou de desgraçado hein?Bong Chool?-Chamá-lo pelo nome de sua primeira versão foi mais um jeito  de provocá-lo,não era tanto pelo costume.

-Meu nome não é Bong Chool!Você-é louco?-esmurrou a mesa quase se levantando,porém,a ação foi impedida pelos policiais,pedindo para ter calma.

-Baixa essa voz com ele,ouviu?-Intrometeu-se a Instrutora.

-Não se meta!Ainda tem que pagar a divida de seu irmão.-Censurou Bong Chool tornando a virar-se,quase atingindo a postura ideal permitida pela cadeira cinza monótona-Não tinha nada a ver com esse cara por que o idiota resolveu se meter?
O pensamento dele acabou sooando alto em um nivel proposital me levando a respoder de imediato.

-Ya Bong Chool!Imagine a situação;três homens importunando uma mulher,eu não ia ficar só olhando e não intervir.

-Por que fala tão informalmente comigo?Somos amigos por acaso?

Jura que essa era sua preocupação?

-Você também!Aish,isso não é importante agora.

-Chega!-Cortou Yeo Wool matendo o equilibrio na voz-Se acalmem,por favor.

Internamente eu gargalhava daquela situação trazia a tona a lembrança dos velhos tempos,todavia era a hora errada para ser saudozista.
Precisava sair o mais depressa dali
Quanto a Yeo Wool eu claramente a veria mais vezes,saber de sua nova a vida já incentivava intensamente a esperança do meu intimo anteriormente ofuscada pela dúvida.

(...)

Jin Wook me puxou assim que eu adentrei o hotel depois de ter ligado para o mesmo na vinda.Os porteiros ambriram-na para mim em seguida fazendo uma reverência deseajeitada em troca eu os agradeci pelo favor enquanto era puxado por Jin Wook para o único  corredor onde a o explendor da festa corporativa não alcançava

-Onde esteva Kang Chi?-Jin Wook questionou procurando controlar uma agitação de quem encobriu por horas uma traição contra o própio rei.
.-E por que sua roupa tá tão deserramuda?Se meteu numa briga?-fuzilou-me com o olhar até achar evidências para a teoria,que nem era tão teoria assim

-Foi por um bom motivo.-argumentei mais sereno e pelas partes surpreendentemente boas que ocorrera comigo hoje, tudo porque eu me meti numa briga.

-Claro!-comentou prolongando a primeira sílaba em tom iřnico- Sempre tem um bom motivo.

Assim como Tae Sao,Jin Wook agia com uma tamanha maturidade tão distânte de sua idade que vez ou outra me perguntava quem era o mais velho entre nós.
Na minha opinião Jin Wook  superava Tae Sao no quesito perfeccionismo e organização fruto de uma sociedade mais competitiva,o contexto provalvelmente exaltava esse lado da personalidade dele.Entretanto o Park atual mudava completamente durante a noite mais especificamente em baladasoi quando tomava um porre que adorava ,enquanto gostava de controle também adorava perdê-lo perto de quem confiava.Jin Wook vivia como agente duplo para quem o mesmo não tinha a confiaça de revelar a idêntidade por inteiro.Mesmo sendo um de seus amigos mais próximos não me surpeenderia caso descobrisse realidades ocultas a respeito daquele garoto certinho,ele raramente foi transparente,não era de seu fetil desde a adolescência se portava de tal forma,o que me preocupa de verdade.

-O que acha?

A expressão vivida de insatisfação contornava cada movimento da face de Park o trazendo para mais perto de mim para arrumar o que tivesse salvação no blazer
Eu não via nada demais, contudo só houve sossêgo quando ele mesmo deu seu jeito

-Vamos.-gesticulou com a mão para que eu acompanhasse.

Por enquanto tudo corria bem.
Estava me dando bem no meio de tanta gente
Agindo naturalmente sem medo,ganhei uma confiança adicional para cumprimentar e ter conversas curtas.

Consegui ir um pouco além do que minha sanidade permitia.
As músicas do ambiente tranquilas com uma vibe animadora de certa forma começa a soar angustiante até insoportável no meus ouvidos.
A ligação entre corpo e alma era conectados por linhas finissimas,deixavam de fazer parte um do outro.
O espaço como personagem modificava-se.
Alertas descontrolados atacavam a mim sem descanso trazendo a tona minha eminente perda de controle.
Então com a consciência sólida existente me preparei para fugir antes de ser notado.
Por sorte o caminho que levava em direção ao meu escritório particular estava livre,assim que a presença de pessoas tornou-se mínima,utilizei de minha velocidade para finalmente entrar no cômodo e me trancar lá dentro pela quantidade de minutos(pois era uma crise passageira,não levava mais que quarenta minutos para reorganizar minha cabeça)necessário.
Preferi deixar a luz desligada,já que não faria diferença nenhuma.
Encostando na parede fui escorregando até estar sentado no chão e ir soltando o sentimento entalado na garganta,reabri os olhos e vi a sala com uma nitidez incomparável.
O biró de madeira escura a um braço de distancia e a cadeira encostada a ele como havia colocado na última vez que estive aqui,na minha esquerda as poltronas negras quase coladas ,mais a frente o vaso branco repleto de desenhos espirais abrigando um arco-íris de flores recém formadas,cansava de tanta artificialidade no em entorno,senti que precisavamos da presença essêncial da natureza.
Minhas garras sairam do esconderijo involuntariamente,estava simplesmente ali
Medo do medo
Qual era o perigo?
Não gavia razão para me transformar e estar atento a ameaças logicamente.
Mas meus instintos não mostravam interesse em entender sobre o perigo,apenas respeitavam o protocolo de proteção
Fugir ou lutar.




Notas Finais


Vocês perceberam que os personagens na treta deles kk usaram muito o AISH, pra quem não sabe é uma expressão parecida com o nosso DROGA. Você fala AISH quando se decepciona ou se irrita com algo,entendem?

Gente o barraco na delegacia é o auge do auge.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...