1. Spirit Fanfics >
  2. Quando te conheci >
  3. Flagrante

História Quando te conheci - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Flagrante


Izumi


Escutei batidas na porta e levantei pra abrir mas ela se escancarou. 

Naruto: Izumi-chan! 

Izumi: Naruto você tem educação? 

Naruto: Vamos passear pelo pátio? 

Izumi: Tudo bem. - Peguei meu celular e tranquei a porta do quarto. 

Naruto: Fiquei surpreso quando você veio pra cá. - Entrelacei nossos braços e deitei a cabeça no seu ombro. 

Izumi: Bom, acho que eu estava sendo um peso pro papai. 

Naruto: Dúvido muito, não existe pai melhor que ele. - Sorri. 

Izumi: Pensei que você me odiasse. 

Naruto: Porque? - Me olhou com olhos arregalados. 

Izumi: Eu tirei o papai de você, não é? - Ele sorriu e negou com a cabeça. 

Naruto: Izumi-chan isso não é verdade. Você não tirou ele de mim, papai continuou sendo presente mesmo depois de ter ido embora. 

Izumi: Mas...

Naruto: Izumi-chan, chega. - Passou a mão no topo da minha cabeça. - Vamos até a cantina comer alguma coisa?

Izumi: Vamos sim. - Chegamos na cantina e tinham algumas pessoas nela. 

Naruto: Tem lámen especial hoje! - Pegou minha mão e saiu correndo. 

Izumi: Naruto calma! 

Naruto: Vem Izumi-chan. 

Izumi: Você tá me arrastando! - Chegamos na fila e ele pegou um pra mim e um pra ele junto com suco de laranja. - Você é doido. - Chutei sua canela.

Naruto: Ai! - Olhou ao redor. - Eu precisava desse lámen antes que acabasse. Vem vamos na mesa com o pessoal. - Dei de ombros e o segui até uma mesa ao lado da janela, nela haviam quatro pessoas. - Ei pessoal essa é a izumi. - Falou sorridente demais. Olhei pras pessoas e meus olhos como imã encontram com os dele. 

???: Oi. - Uma morena de olhos extremamente claros falou cabisbaixa. 

Naruto: Essa é a Hinata. 

???: Prazer, Sakura. - Uma garota de cabelos rosas e olhos verdes me estendeu a mão que eu apertei. 

Naruto: Aquele emburrado ali é o Sasuke teme. - Olhei pro garoto e ele era a cópia perfeita do Itachi, mas com cabelos curtos e rosto mais delicado. - E aquele é o irmão dele Itachi. 

Izumi: Naruto eu quero comer, não ficar me apresentando. 

Naruto: Você é rude izumi-chan. 

Izumi: Só com você. - Fiquei parada olhando pra ele. - Puxa essa cadeira logo Naruto! - Ele puxou a cadeira pra eu sentar. - Obrigada, você é muito gentil. 

Sasuke: Você é pior que a Sakura. - Olhei pra ele.

Izumi: Digamos que eu tenho um controle sobre o Naruto que ninguém mais tem. 

Hinata: A-ah. - Ela levantou e saiu correndo. 

Sakura: Hina! - Me olhou de forma reprovadora.

Izumi: Porque ela me olhou assim? - Pensei alto. 

Naruto: Assim como? - Enfiou metade de um ovo cozido na boca. 

Izumi: Me fuzilou com o olhar. 

Sasuke: Você fez a Hinata sair correndo. 

Izumi: E o que eu fiz pra ela sair correndo? 

Sasuke: Você é próxima demais do Naruto. 

Izumi: Mas como eu não seria? - Baguncei seus cabelos e sorri. - Eu o amo. - itachi levantou abruptamente.

Itachi: Tô indo Sasuke. 

Sasuke: Tá. - Ele nem me olhou e saiu. - Vocês são namorados? - Me engasguei com o suco que eu havia dado um gole. 

Naruto: NÃO MORRA IZUMI-CHAN! - Bateu nas minhas costas quase amassando meus pulmões. 

Izumi: Naruto é meu irmão. - Sasuke balançou a cabeça em sinal positivo. 

Sasuke: Entendo. Você é a Namikaze. - Sorri. 

Izumi: A própria. Agora se vocês não se importam, eu vou dar uma volta pelo pátio.

Sasuke: Aproveita e vai olhar a cerejeira. 

Izumi: Obrigada pelo concelho. 


O sol estava se pondo e as nuvens estavam todas alaranjadas. Distraída olhando pro céu tropecei com tudo e acabei caindo de quatro. 

Itachi: Você tem mania de tropeçar nas pessoas porra!? - Falou totalmente rude o que me assustou, mas também me irritou.

Izumi: E você não tem uma cama no seu quarto que tá sempre deitado no chão?! - Levantei e o encarei com os olhos semi cerrados. 

Itachi: Não é da sua conta. 

Izumi: Que bom. - Senti uma ardência nos joelhos e os olhei vendo que estavam ralados e com gotículas de sangue. 

Itachi: Se machucou? - Seu tom ainda era rude mas agora mais calmo. 

Izumi: Não é da sua conta. - Mostrei o dedo do meio pra ele e sai pisando duro e irritada. 

Idiota! Em um dia ele é dócil e gentil e no outro é como um cavalo dando coices. Não sei lidar com pessoas bipolares. 

Escutei um choramingo e olhei ao redor e vi a garota que saiu correndo e me aproximei. 

Izumi: Oi? - Ela me olhou assustada e secou as lágrimas. - Você tá bem? - Sentei ao seu lado no tronco da árvore. 

Hinata: S-sim obrigada. 

Izumi: Porque você tá chorando? - Passei a mão no seu rosto o que a surpreendeu. 

Hinata: Eu gosto de um menino a vida inteira, mas ele nunca percebeu e agora está comprometido. 

Izumi: E porque você nunca falou dos seus sentimentos pra ele?

Hinata: Porque eu não tenho coragem. 

Izumi: O pior que pode te acontecer é ele não sentir o mesmo. 

Hinata: Eu sei e é disso que tenho medo. 

Izumi: Você devia confessar seus sentimentos e ver o que acontece. Mas você disse que ele tá namorando...

Hinata: Eu descobri hoje. 

Izumi: Então é recente quem sabe vocês conversam. 

Hinata: Eles parecem ter um relacionamento de longa data. 

Izumi: Entendi. Posso perguntar quem é o garoto? 

Hinata: É o Naruto. - Meu queixo caiu e eu comecei a rir. 

Izumi: Você gosta do idiota do meu irmão? - Seus olhos se arregalaram. - Naruto não tem namorada. 

Hinata: I-irmão?

Izumi: Você não achou que eu era a namorada dele né? - Ele olhou pras suas mãos no colo. - Ah, meu Deus! Você estava chorando por nada. 

Hinata: Verdade. 

Izumi: Você devia ter perguntado diretamente pra ele sobre isso, ao invés de ficar sofrendo. - Levantei e passei a mão no topo da sua cabeça. - Se você não falar que gosta dele ele nunca vai perceber, conheço meu irmão. - 

Sai de baixo da árvore e me deparei com o Itachi. Passei por ele indiferente mas ele segurou meu braço e eu puxei meu braço dele. 

Izumi: Não encosta em mim. - Falei ríspida. 

Itachi: Quero pedir desculpas. 

Izumi: Eu não vou te desculpar agora vê se me erra. - Voltei a caminhar. 

Itachi: Espera. - Parei e olhei novamente pra ele. - Eu... Porque você fingiu que não me reconheceu? - Engoli em seco e olhei pro chão. 

Izumi: Porque... Bom a Keiko gosta de você. 

Itachi: Isso é motivo pra você ser indiferente em relação a mim? 

Izumi: Não. - Olhei pra ele novamente. - Mas porque você tá se importando tanto? 

Itachi: Eu não sei. - Ele deu alguns passos e parou na minha frente e colocou a mão no meu rosto, me fazendo fechar os olhos e deitar a cabeça na sua palma. Ela era tão quente e reconfortante. 

Izumi: Porque você tá me tocando? 

Itachi: Porque eu quero.

Izumi: Você só faz o que quer? - Coloquei a mão abaixo da dele. 

Itachi: Basicamente isso. - Seu polegar acariciou minha bochecha. 

Izumi: Entendi. - Ele me puxou lentamente pra ele e eu senti meu coração acelerar e minhas bochechas esquentarem. 

Itachi: Você tá corada. - Ele sorriu. - Você fica mais linda ainda corada. - Desviei os olhos envergonhada. Senti seu braço passar ao redor da minha cintura e deixei nossos corpos se colarem. A mão que estava no meu rosto desceu pra minha nuca. 

Izumi: É melhor a gente... - Seus lábios roçaram nos meus me fazendo fechar os olhos e suspirar. Ele roçou seu nariz no meu de forma carinhosa o que fez meu coração bater mais rápido ainda. 

Keiko: Izumi. - Abri os olhos e o empurrei. - O que você tá fazendo? 

Izumi: Keiko. - Ela me olhou extremamente magoada e saiu correndo. - Merda! - Fiz menção de ir atrás dela mas senti a mão do Itachi no meu braço me segurando. - Me solta.

Itachi: Se você ir atrás dela agora, vocês vão brigar mais ainda. 

Izumi: Eu não devia...

Itachi: Não devia o que?

Izumi: Ter deixado acontecer! - Me soltei dele e voltei pro meu quarto. Acho que minha amizade foi arruinada. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...