1. Spirit Fanfics >
  2. Quando te conheci >
  3. Você é grosseiro

História Quando te conheci - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Você é grosseiro


Izumi


Uma semana depois


Keiko me ignora como se eu não existisse. Machuca, mas eu acho que eu a machuquei mais. 

Escutei o barulho de alguém se sentando ao meu lado e vi o Itachi. 

Izumi: Oi. 

Itachi: Para de ficar se remoendo. 

Izumi: A Keiko nem olha na minha cara. 

Itachi: Que azar o dela, tá perdendo de ver um rostinho lindo. - Dei um meio sorriso e revirei os olhos. Senti que havia alguém me olhando então olhei ao redor me deparando com a Keiko olhando na nossa direção.

Izumi: Keiko. - Levantei mas ele segurou minha mão. - O que você tá fazendo?

Itachi: Não vai atrás dela, ela só vai falar coisas pra te magoar. 

Izumi: Mas...

Itachi: Escuta o que eu tô dizendo. - Sentei novamente onde eu estava e me encolhi sentindo as lágrimas arderem nos olhos. 

Izumi: Ela, era a única amiga que eu tinha. - Olhei pra ele. - Se você não tivesse se aproximado. Nós ainda estaríamos bem e... - Solucei e sequei as lágrimas. - E eu não estaria sozinha. - Muito rápido senti sua mão na minha nuca e sua boca grudada na minha. Entre abri os lábios e sua língua roçou na minha. Abracei seu pescoço chegando mais perto e ficamos fazendo movimentos sutis e leves em um beijo lento e profundo. Ele me deu um selinho ao se afastar depois beijou minha testa. 

Itachi: Eu não vou deixar você sozinha. 

Izumi: Você me beijou. - Coloquei o dedo indicador nos lábios. 

Itachi: Beijei. - Seu braço passou ao redor dos meus ombros. - E beijo novamente se duvidar. - Sorri e o puxei pra mim. 

Izumi: Meu Deus qual meu problema? A cinco minutos atrás eu estava chorando por que a Keiko não é mais minha amiga e então eu beijo o garoto que e ela gosta. Eu sou hipócrita. 

Itachi: O sentimento é mútuo. - Ele abraçou minha cintura com força e nos beijamos novamente, ambos com desejo um do outro. 

???: Atrapalho alguma coisa? - Itachi me soltou lentamente. 

Izumi: Diretora. 

???: Sabem que é contra a regra o que estão fazendo. Vão pra um quarto e usem preservativo. - Falou isso e se retirou. 

Izumi: Ela... - Itachi me abraçou pelas costas e beijou atrás da minha cabeça. 

Itachi: Ela é doida. - Me virei pra ele e sorri.

Izumi: E então? Você quer ir pro quarto beijar mais um pouquinho? - Dei um meio sorriso. 

Itachi: Não. - Meu sorriso se desfez e eu me afastei surpresa. 

Izumi: Ah... - Olhei pro chão envergonhada. 

Itachi: Porque eu tenho um lugar melhor. - Segurou minha mão e me guiou até uma parte isolada da escola onde haviam grandes árvores, nas quais podíamos nos esconder. 

Izumi: Você trás muitas garotas aqui? 

Itachi: Sim é um bom lugar pra uma rapidinha. - Ele fez menção de me beijar mas eu o afastei. 

Izumi: Ah, que bom. - Comecei a sair do meio das árvores. 

Itachi: Você perguntou e eu respondi. 

Izumi: Que idiota. 

Itachi: Vem cá minha linda. - Segurou meu braço me fazendo parar. 

Izumi: Me incomoda que você queira que eu seja só mais uma. 

Itachi: Quem disse?

Izumi: Sua atitude idiota. - Revirei os olhos. 

Itachi: Beleza, então fica longe. - Ele simplesmente se virou e me deu as costas. 


Três dias depois


Hoje é sábado, automaticamente o dia em que os pais podem visitar os filhos. 

Já estava pronta com uma vestido tomara que caia, com um colete jeans rasgado. O vestido era comprido e eu usei um cinto pra assinaturar melhor o corpo e usava um coturno preto. 

Sai do quarto e caminhei na direção do estacionamento e sentei em um degrau abaixo de uma cerejeira. 

Itachi: Quer sair hoje? 

Izumi: Meu pai vem me ver. 

Itachi: E daí? Perguntei se você quer sair. 

Izumi: E como eu disse, meu pai vem me ver. Quem sabe mais tarde. 

Itachi: Não, então deixa. 

Izumi: Ah, então vai pro inferno! - Levantei em um rompante

Itachi: Vai você. 

Izumi: Você é grosso! 

Itachi: Como você adivinhou se nunca viu? - Mostrei o dedo do meio pra ele. 

Izumi: Não fala mais comigo. 

Itachi: Vai ser um prazer. 

Izumi: Meu Deus! O que caralhos a Keiko viu em você? Você é ridículo. RIDÍCULO!!! - Sai pisando duro até esbarrar em alguém e sentir uma mão na minha cintura me segurando. Minha boca se abriu de surpresa. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...