1. Spirit Fanfics >
  2. Quando te conheci >
  3. Arrogante

História Quando te conheci - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Arrogante


Izumi


???: Você tá machucada? - Me segurando tinha um cara, com cabelos escuros compridos, maiores que os do Itachi. Seus olhos eram azuis meio perolados e seu rosto era quadrado e claro. 

Izumi: E-eu tô bem. 

???: Aliás eu sou Neji. 

Izumi: I-izumi. - Ele deu um meio sorriso e se afastou. 

Neji: É nova? 

Izumi: Sou sim, e desastrada. 

Neji: Algum defeito você devia ter. - Nós rimos. 

Itachi: Você se machucou izumi? - Neji me soltou e eu olhei pra ele com uma cara pasma. 

Izumi: Estou ótima. - Fechei a cara. 

Itachi: Ah. 

Neji: Tá esperando alguém? 

Izumi: Meu pai. 

Neji: Que é? 

Izumi: Você é familiar... Você tem algum irmão?

Neji: Duas irmãs. 

Izumi: Hinata! - Ele sorriu. 

Neji: Minha irmã.

Izumi: Ah, vocês são gêmeos? 

Neji: Sim. 

Izumi: Pode não parecer, mas eu sou irmã do loiro idiota. Conhece? 

Neji: Naruto. 

Itachi: Seu pai chegou. - Olhei pra ele novamente. 

Izumi: O que você tá fazendo aqui? 

Itachi: O mesmo que você, nada. 

Izumi: Então vai fazer nada, longe de mim. - Ele me olhou com raiva e se retirou. 

Neji: Podemos conversar, mais depois. 

Izumi: Claro! Nos vemos por aí. - Ele me deu um beijo na bochecha e saiu. 

Meu pai caminhava na minha direção com um sorriso malicioso nos lábios. 

Minato: Meu bem, quem era aquele? 

Izumi: Ele me salvou de cair um tombo. 

Minato: Minha menininha, desastrada. 

Izumi: Pai! - O abracei com força. - Eu tô com muitas saudades. 

Minato: Eu também meu amor. Me conta como estão as coisas. - Ele me deu a mão. - Pra onde você quer ir?

Izumi: Não vai ver o Naruto? 

Minato: Vamos sim. Mas primeiro minha garotinha. 

Izumi: Pai, falando assim parece que você tem preferência. 

Minato: Nunca. Amo vocês igualmente. 

Izumi: Quero comer. 

Minato: Então vamos ao refeitório. - Meu pai me abraçou e eu deitei a cabeça no seu ombro. - Tá tudo bem, mesmo?

Izumi: A Keiko não fala mais comigo. - Então comecei a chorar imediatamente. 

Minato: Minha filhotinha. - Ele me abraçou e beijou minha testa. 

Izumi: A Keiko me ignora totalmente e tem um cara que...

Minato: O que foi, filha? 

Izumi: Ele é extremamente arrogante comigo, sem motivo. - Comecei a soluçar enquanto sentia meu pai fazer cafuné em mim. - E eu sinto sua falta, pai. Todos os dias. 

Minato: Filha, você pode voltar comigo hoje mesmo. - Me abraçou mais forte. - E quem é o maldito que é arrogante com você? 

Itachi: Sou eu. - O olhei boquiaberta. Ele me olhou de forma arrependida. 

Minato: Devia ser mais delicado com a minha princesa. 

Itachi: Eu sei, sinto muito. Izumi eu posso falar com você? - Me afastei do meu pai e o segui a uma distância adequada pra que meu pai não escutasse. Sequei os rastros das lágrimas e cruzei os braços olhando pro chão. 

Izumi: O que você quer? 

Itachi: Pedir desculpas. Eu não queria te fazer chorar. Também não queria arruinar sua amizade com a Keiko. 

Izumi: Tudo bem. 

Itachi: Mais tarde então? - Olhei pra ele curiosa. 

Izumi: O que? 

Itachi: Quer sair comigo mais tarde? Depois de ficar com seu pai. 

Izumi: Você vai ser arrogante comigo, novamente? 

Itachi: Prometo que não. - Ele se aproximou e colocou a mão no meu rosto me puxando pra mais perto. Nossas respirações se misturaram e eu mordi meu lábio inferior. Fechei os olhos e senti seus lábios macios contra os meus. Suspirei e me precionei mais contra ele. - Melhor você ir. - Sussurrou. Abri os olhos e senti minhas bochechas arderem.

Izumi: Aí caramba! Eu te beijei na frente do meu pai! - Me afastei e olhei pro meu pai que estava distraído mexendo no celular. 

Itachi: Mais tarde. - Então ele saiu. 

Me aproximei do meu pai e senti minhas bochechas arderem mais ainda. 

Izumi: Pai...

Minato: Então você chora e depois beija o garoto? 

Izumi: Ele que me beijou. 

Minato: Uhum. 

Izumi: Pai. 

Minato: Vamos encontar seu irmão. - Ele segurou minha mão e nós fomos pro refeitório. 

Naruto: PAI! - Me assutei e olhei pra trás. 

Minato: Filho. - Eles se abraçaram. 

Kushina: Naruto seu pirralho! Você escuta, bem, eu... - Ela corou ao olhar pro meu pai. - Oi Minato. - Olhou pro chão e depois olhou pra mim e deu um meio sorriso. - Oi izumi, como você está? 

Izumi: Oi. 

Naruto: Ei vamos todos sair juntos hoje?! - Meu pai sorriu.

Kushina: Claro! Seria ótimo.

Izumi: Dispenso. - Olhei pro meu pai e vi seu sorriso se desfazer. Ele estava animado e eu me senti culpada. 

Minato: Então, filha o que vamos fazer? 

Izumi: Ah... - Olhei pro Naruto que tentava sorrir mesmo parecendo decepcionado.

Kushina: Bom, então Naruto vamos no cinema? 

Izumi: O que nós faríamos? 

Naruto: Poderíamos ir ao mini parque do shopping! 

Izumi: Tanto faz. - Meu pai sorriu e eu sorri de volta. 

O que a gente não faz por amor? 






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...