1. Spirit Fanfics >
  2. Quando Você Voltou - Fillie >
  3. Capítulo 09

História Quando Você Voltou - Fillie - Capítulo 10


Escrita por:


Capítulo 10 - Capítulo 09


Millie voltou para a sala com a cara fechada. Parou em frente a mesa de centro, cruzou os braços e encarou os amigos.

— O que foi? — Sadie perguntou, preocupada.

— Graças a vocês, o Tye foi embora.

— Ah, fala sério! — Gaten reclamou, rolando os olhos. — O cara não aguenta uma brincadeirinha.

— Não foi só uma brincadeirinha, Gaten! — Millie retrucou, aumentando o tom. — Vocês tinham que falar coisas que sabiam que eu e Finn já tínhamos feito, não é?

— Não foi por mal, Mill. — Caleb se pronunciou.

— Me deixaram numa situação completamente desconfortável!

— Nós não podemos fazer nada se seu namorado não aguenta ouvir sobre seu passado. — Finn retrucou.

— Não começa, Finn! — Sadie defendeu a amiga.

— Ele não é obrigado a ouvir sobre a vida sexual da namorada com o ex, gente! — Millie respondeu. — Se coloquem no lugar dele, fala sério!

— Tudo bem, você está certa. — Noah concordou com a amiga. — A gente vacilou, desculpa.

— Mas você tem que entender, Mill, é tão natural você e Finn que a gente nem se ligou. — Gaten disse.

— Já foi natural, do verbo não é mais, vocês precisam aceitar isso! — A morena falou mais alto. — Não se esqueçam que deixou de ser natural no momento em que ele desapareceu. — Ela completou, encarando o ex-namorado e saindo da sala logo em seguida.

Os amigos se entreolharam, sem jeito e Finn contraiu os lábios e soltou um longo suspiro, antes de sair e ir atrás de Millie.

(...)

— Até quando você vai jogar na minha cara que eu evaporei da sua vida?

— Bom, deixa eu ver… — Ela fingiu pensar. — Até o meu ódio passar!

— Hoje mais cedo nós conversamos, eu te pedi perdão, você aceitou, por que ficar voltando toda vez nesse assunto? Você gosta de me torturar, de me ver mal? Porque é assim que eu me sinto toda vez que você fala disso!

A morena encarou o rapaz, que saía da cor avermelhada e voltava ao seu tom de pele normal. 

— Tudo bem… — Millie admitiu, em um suspiro. — Você está certo, me desculpe. Eu estava com raiva e ainda é muito difícil para mim esquecer tudo…

— Mills… — O moreno falou com a voz serena, quase em um sussurro, enquanto se aproximava da menina.

— É… É melhor eu subir. — Millie falou, sentindo seu coração disparar com a proximidade de Finn. — Vou me deitar. — Ela completou, antes de virar as costas e sair em direção ao quarto.

(...)

— Sadie, o Tye ficou mesmo bolado com a brincadeira? — Mack perguntou, se aproximando da amiga depois de algum tempo.

— Pelo que eu entendi, não foi a brincadeira em si e sim saber sobre algumas intimidades da Millie com o Finn. — A ruiva respondeu simplesmente. — Ele ficou com ciúmes, na verdade. 

— Bom, por um lado eu entendo ele… — A morena falou, pensativa. — Deve ser difícil mesmo pra ele Finn ter voltado e trazido com ele todas essas memórias. — Ela continuou. — Mas, será que Millie quer voltar com o Finn?

— Pelo que eu saiba, não. — Ela continuou, olhando desconfiada para a amiga. — Por que está me perguntando isso?

— Jesus, por nada. — Mackenzie disse na defensiva. — Não precisa me encarar com seu olhar mortal, eu só perguntei por curiosidade.

— Você sabe que a história da Mill com o Finn é inacabada, mas por enquanto acho que as coisas vão continuar como estão.

— Isso se o Tye aguentar, né. — A morena completou.

— Isso é, porque o Finn não facilita, você vê o jeito que ele vive encarando a Millie?

— Sim, eu vejo. — Mack respondeu, soltando um longo suspiro em desânimo.

(...)

Já era de madrugada e Gaten e Caleb jogavam videogame, enquanto Sadie ajudava Noah a arrumar a cozinha.

— Noah, posso te perguntar uma coisa? — A ruiva perguntou, enquanto secava os copos. 

— Manda.

— É verdade que você nunca se apaixonou?

— Sim, é verdade… — Ele respondeu sincero, soltando uma risada.

— Que loucura, isso.

— Eu já gostei de uma menina uma vez e nós até quase namoramos, não sei se você lembra, no primeiro ano, com a Maisie. — Sadie balançou a cabeça em afirmação, recordando-se. — Então, mas não era paixão, e muito menos amor, eu sei que não era. — Ele revelou para a amiga. —  Você já se apaixonou, né?

— Sim, só uma vez… — Ela revelou, sentindo o coração apertar. — Pelo Caleb.

— E vocês estão bem? — Ele começou, preocupado. — Digo, sei que terminaram, mas estão de boa?

— Mais ou menos, ele não aceitou muito bem o fim do relacionamento e não está falando comigo, mas eu sei que era o melhor pra nós dois.

— Quem sabe vocês não voltam em algum momento. — Noah disse, positivo.

— Eu também penso assim, quem sabe. — Ela concordou, soltando um sorriso para o amigo. — Mas agora o melhor é seguirmos nossas vidas separados e avaliarmos algumas coisas, pensarmos no que queremos de verdade. — Ela continuou. — Sabe, nós sempre fomos muito amigos e do nada começamos a namorar, não sei se erramos nisso.

— Não sabe se erraram em que sentido?

— Se não confundimos nossa amizade… — Ela revelou, tristonha. — Eu estava me sentindo tão sozinha ultimamente, tão deixada de lado e eu acho que foi aí que me toquei de que talvez estivéssemos nos enganando, como casal.

— Olha, eu acho que você agiu certo, já que não estava sendo bom pra você. — O rapaz falou, segurando afetuosamente em um dos braços da ruiva. — Então usa esse tempo para avaliar tudo isso e saber o que vocês têm de verdade, Caleb vai entender tudo uma hora e vocês vão voltar a se falar, você vai ver.

— Eu espero que sim. — Ela falou esperançosa, soltando um sorriso fraco. — Obrigada, Noah, você sempre foi um ótimo amigo. — Sadie agradeceu, abraçando docemente o moreno, que estranhamente sentiu uma palpitação ao sentir o perfume de Sadie penetrar em suas narinas. — Eu vou dormir, estou caindo de sono. — Ela falou em meio a um bocejo. — Boa noite.

— Boa noite, Sadie. — Ele respondeu, soltando um sorriso acanhado.

(...)

O dia amanheceu e a única que havia acordado cedo fora Millie. A morena não havia conseguido dormir direito, depois da discussão com Tye. Foi até a cozinha, pegou uma torrada e logo depois foi embora, caminhando de volta para casa.

Ao chegar em sua casa, tirou seus sapatos e pendurou seu casaco no cabide, se surpreendendo ao olhar para o sofá da sala e encontrar o namorado.

 — Tye, o que faz aqui? — Ela perguntou confusa. — Não são nem oito horas da manhã.

— Seu pai me deixou entrar. — Ele começou, levantando-se e indo em direção a ela. — Eu não consegui dormir, fiquei pensando no que aconteceu ontem a noite, nas coisas que eu disse… — O moreno falou, soltando um longo suspiro. — Me perdoe, Mill, eu fui um idiota, fiquei consumido pelo ciúme e…

— Tudo bem, deixa isso pra lá. — A menina o interrompeu, segurando docemente em seu rosto.

— Eu agi como um adolescente imaturo, não devia ter ido embora daquele jeito.

— Realmente, você ter ido embora daquela forma não foi nada maduro. — Ela concordou, soltando uma risada. — Já passou, está tudo bem. — Completou, abraçando o moreno fortemente.

— É que eu sinto que aquele cara ainda não te esqueceu e tenho medo… — Ele respirou fundo antes de completar. — Tenho medo de você também não ter esquecido ele. — Ele pausou e Millie sentiu seu coração disparar imediatamente. — Eu preciso perguntar… Você já o esqueceu?

A morena ouviu aquela pergunta e imediatamente sentiu o peito apertar. Seus olhos se encheram d'água e ela respirou fundo, antes de responder. 

— Sim, eu não sinto mais nada por Finn. — Millie falou, sentindo um nó gigante se formar em sua garganta.

Ela sabia que estava mentindo, não havia esquecido Finn, ainda sentia algo por ele, algo tão forte, que ela não conseguia mais ignorar. Mentia por medo, medo de encarar todas as mágoas e consequências que viriam ao admitir que ainda era apaixonada por Finn. Na verdade, que nunca deixou de ser apaixonada por ele.

— Eu acredito em você. — O moreno falou, abraçando a namorada novamente. — Vamos para o seu quarto? — Ele perguntou, em meio a um bocejo. — Eu preciso tirar um cochilo.

— Ah, eu também! — Ela concordou, dando um falso sorriso e tentando segurar as lágrimas, enquanto os dois subiam as escadas, rumo ao quarto de Millie.


Notas Finais


Olha quem voltoooooou! Foi rapidinho, né? Mas é que não me aguentei de ansiedadeeee, queria que vocês lessem logo hahahh...
A história tá começando a se desenrolar, o que vocês acham que está por vir? Deixei algumas coisas no ar, vamos ver o que vocês vão falar heheheh
Ah, obrigada pelo carinho e por todos os comentários!! Espero voltar em breve ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...