1. Spirit Fanfics >
  2. Quanto custa sua dor? >
  3. Eu não vou embora

História Quanto custa sua dor? - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem :3

Capítulo 7 - Eu não vou embora


Fanfic / Fanfiction Quanto custa sua dor? - Capítulo 7 - Eu não vou embora



Eu não sabia o motivo daquele beijo, e se fosse ele também não saberia, era tantos sentimentos que ele estava sentindo que era difícil saber o que fez com que ele me beijasse, mas eu não me importava com isso agora, tinha coisas mais importantes pra me preucupar.

Lynn - Ei...porque fez isso? Porque me beijou? (Tentei parecer o mais calma possível, não queria que ele sentisse que eu estava o pressionando)

Castiel - Eu não...não sei por que...eu me sinto bem com você (Oky ele estava confuso, e quem não estaria no lugar dele?) Olha, eu gosto de você mas...eu não posso ariscar

Lynn - Não pode arriscar por quê? Não confia em mim?

Castiel - Olha...eu confio mas...eu não quero confiar...perdi uma parte de mim quando minha mãe morreu, e com o tempo, confiei em outra pessoa, que dizia que me amava, e quando ela foi embora, levou minha outra metade também 

Lynn - Ela? Ela quem? Debrah? Por que ela meche tanto com você assim?

Castiel - Lynn, vai embora, agora (Parabéns Lynn,você fez merda, que novidade hein?)

Lynn - Olha eu...eu não quis...me desculpa

Castiel - Te desculpo se ir embora

Lynn - Ok...

Castiel - Espera, eu te levo

Lynn - Tah, obrigada...

Desde aquela hora não trocamos mais nenhuma palavra, ele foi pro quarto se arrumar para ir pra escola, eu fiquei na sala vendo os retratos da mãe dela, ela era realmente muito bonita. Pouco tempo depois ouvi os passos do Castiel descendo as escadas

Lynn - Não vai de uniforme?

Castiel - Não, isso é idiota

Lynn - Ok então senhor "Não uso uniformes"

Castiel - Calada senhora dos "porquês"

Castiel - Vamos?

Lynn - Claro "senhor não uso uniformes"

Então, não é que seja recomendando mostrar pra um maluco paranóico onde fica sua casa ainda mais quando você esta indefesa na garupa da moto dele, mas eu não tive muita opção, e ele e muito insistente

Castiel - Caralho! Essa é sua casa? Puta que pariu, por que não me falou? Eu dava pra você na hora (Ele disse rindo, não que eu achasse muita graça, mas ele era um retardado mesmo)

Lynn - É, entra bobo

Ele ficou olhando em volta igual uma criança num parque de diversões, mas a gente estava meia hora atrasados, e isso não ia pegar bem pra ninguém 

Lynn - Oky, espera aqui que eu vou me trocar, não quebra nada, ou eu pago com a sua vida

Castiel - Ah claro riquinha, teria coragem de pegar em uma faca?"Aih que nojinho"(Ah meu deus, posso dar um tapa na cara dele?)

Lynn - Vá à merda (Mostrei o dedo do meio pra ele, e ele riu bastante até)

Subi pra me trocar logo, o uniforme feminino da escola eram a blusa de uniforme e saia, então era bem facil de me vestir mesmo, prendi o meu cabelo em um rabo de cavalo e vesti as meias, dei uma olhada em mim

Lynn - Humm, nada mal

Castiel - Tá linda

Lynn - CASTIEL?!? SEU FILHO DA PUTA!!! DESDE QUANDO TÁ AI? EU VOU TE MATAR SEU....

Castiel - Ei ei, calma, foi você que deixou a porta aberta safadinha

Lynn - NÃO FOI DE PROPÓSITO, É COSTUME

Castiel - Costume sei...( Eu ia matar aquele desgraçado)

Lynn - Tá aqui ainda porque? Sai logo daquii!

Castiel - Tá, tá, mas só pra constar, seu corpo é lindo

Lynn - CALA A BOCA E VAZA LOGO DAQUI

Fechei a borta e bati ela com força, com tanta força que a maldita maçaneta quebrou do lado de dentro

Castiel - Opaa,quebrou algo ai, não? 

Lynn - Eu sei, abre logo a porra da porta

Castiel - Espera ai senhorita, e quais são as palavras mágicas? 

Lynn - ABRE LOGO OU EU TE MATO, ESSA É A PALAVRA MÁGICA (Eu poderia mesmo mata-lo pela raiva que eu estava sentindo)

Castiel - Oky, oky, não precisa sujar suas mãozinhas de rica (Ele abriu a porta, melhor assim)

Lynn - Vamos (Liguei a tela do celular olhando as horas, PUTA QUE PARIU, JÁ SÃO NOVE HORAS) Castiel, agente ta muito atrasado

Castiel - Nossa,a gente tem que sair daqui agora, vamos, não dá tempo pro café 

Estávamos definitivamente atrasados, e isso não ia pegar nada bem

Lynn - Olha, eu vou entrar, daqui 5 minutos você entra oky?

Castiel - Oky

Entrei na sala e obviamente todos os olhares focaram em mim 

Prof.Faraize - Está atrasada senhorita

Lynn - Me descupe (Fui logo pro meu lugar, não queria chamar mais atenção ainda)

Castiel - Bom dia...

Prof.Faraize - Bom dia...o senhor está...atrasado 

Lynn - (O que que ele esta fazendo? Eu disse 5 minutos...,esperei ele se sentar, e o bom era que ele se sentava na fila ao meu lado) Eu disse 5 minutos, não 2, não sabe contar?

Castiel - Fazer o quê né

Lynn - Meu deus, eu mereço...










Notas Finais


Até a próxima :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...