História Quase Sem Querer - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Jinbam, Markson, Yugnior
Visualizações 23
Palavras 1.507
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Magia, Mistério, Poesias, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Galera voltei, lembra dos 2 avisos pois é...notas finais viu?, hoje o nosso P.O.V é yugyeom, aleluia!!

Boa leitura e desculpem qualquer erro ortografico

Capítulo 7 - Jinyoung e suas injustiças


Yugyeom

Chegando em casa, eu pensei que todos tiveram um dia entediante como o meu foi, mas todos falaram coisas meios que positivas. Jb disse que seu dia foi normal, como qualquer outro, na qual ele certamente ficou encarando o céu como ele sempre faz. Jinyoung disse que seu dia começou entediante, mais aí passou pra um nível normal e finalmente chegou no nível de felicidade, ele disse que encontrou um rapaz que o deixou bastante feliz, ele deu conselhos pro tal rapaz e isso o deixou alegre pelo simples fato do rapaz ter o escutado. Mark disse que seu dia foi divertido que fez 2 amigos no seu primeiro dia, todos ficamos admirados porque afinal…é o Mark, quem faz amizade com o Mark no primeiro dia de aula?, em todos esses anos isso nunca aconteceu.

A única coisa que mudou um pouco esse meu dia entediante, foi um convite pra uma festa de alguns meus, eles disseram que a festa ia ser animada e que só iria ser mesmo uma festa com a minha presença. Eu disse que faria o possível pra está lá, porque a festa ia acontecer a noite e eu e os meninos (Jinyoung, jb e Mark) vamos caçar hoje. Sei que as chances de Jinyoung me deixar ir são mínimas então…tentarei dá o meu jeito.

Já estava meio que tarde, eu jb e Mark estavamos reclamando da sede, que cada vez mais atacava com mais força. Os meninos pediram pra que eu fosse falar com Jinyoung

-porque eu?- algumas vezes nós temos muito medo de Jinyoung, MUITO MEDO MESMO.

- como assim porque você?, o Jinyoung sempre faz tudo que você quer- jb…sempre sendo dramático …e mentiroso, ninguém faz o que eu quero imagina Jinyoung

- nada haver!, ele é mal comigo, chega a quase me bater, vocês viram naquele dia que eu fiz só uma brincadeirinha de bosta com ele, ele ficou bastante furioso comigo?

- ele não ficou tão furioso com você!- parece que jb tem amnésia

- não!?…ele me socou… na cara, não devia doer tanto, mas ele é um vamipiro, uma porra de um vamipiro!…doeu pra cacete

-mas, nós vampiros não sentimos dor- Mark finalmente fala algo

- doeu…nos meus sentimentos, no coração, tá?

-tá bem- ele concorda mais com uma cara de discordância

- mesmo assim, você vai falar com ele, ele parece gostar mais de você do que de mim e de Mark- paro pra pensar da onde que jb tirou essa história

- ….Vamos fazer uma aposta?

-não sou muito fã em apostar, mas eu posso sugerir o a prenda que o perdedor vai pagar?- Mark sugerir uma prenda?, vai ser o quê?, quem aguenta comer um pacote de jujuba inteiro?

- não Mark, você deve ser muito bonzinho nesse quesito de prenda- achei melhor dizer a verdade pra ele

- você tá maluco né yugyeom?, você não tem noção do quanto o Mark é mal quando ele quer ser- jb fala defendendo como sempre o Mark

-tem certeza que ele consegue?- pergunto pra jb, que concorda com a cabeça- tá bem!…então Mark qual é a sua idéia pra prenda?

-simples…o perdedor terá que dá um beijao de cinema na pessoa que o vencedor escolher

pela a cara do jb, ele gostou da idéia, acho que eu também gostei um pouco.

-ok, por mim beleza, pra você tá ok também Kim?

-comigo não há problemas, eu consigo tudo o que eu quero- jb revira os olho com o meu comentário

-então vai lá machão- encaramos o Mark depois do que ele disse- que foi?

-nada…só, o que foi isso?- jb faz a pergunta que estava na minha mente

- isso o quê?- o Mark pergunta como se ele não tivesse dito nada demais, e talvez não foi mas…é o Mark né?, ele nunca falou gíria ou qualquer outra coisa

- nada eu vou lá. É bom que eu peço outra outra coisa a ele- me levanto do sofá onde estávamos

-que outra coisa?- jb me pergunta enquanto eu vou subindo as escadas em direção ao escritório de jinyoung

-pra que você quer sabe?-pergunto de uma forma meio ignorante

-só por curiosidade…- jaebum sempre foi bastante curioso

-deixa de ser curioso jb, se o yugyeom quiser falar ele fala pra gente o que é. Já ouviu falar naquela expressão que a curiosidade matou o gato

-querido, eu posso ser bastante gato, mas pra eu morrer vai ser necessário algo melhor e maior do que uma simples curiosidade.

- mesmo assim eu não vou dizer o que é

-ah!…yugyeom seu homossexual

-jb…seu bissexual.

-boa sorte!- o Mark grita….O MARK GRITOU?

-vai precisar!- jb completa o grito

Estou em frente ao escritório de jinyoung, espero que ele seja um ser bastante bacana e me libere pra eu ir pra essa festa no colégio. Faz tempo que eu não saio pra canto nenhum, estou cansado de só sair pra caçar e ir pra escola, nunca mais saí pra canto nenhum…pra me divertir com os meus amigos da escola. E outra, eu acho que o jinyoung devia mesmo me deixar ir, o pessoal nem deve achar mais que eu sou um garoto normal que sai pra dá uma volta com os amigos. Eu desde de muito tempo moro sozinho aqui nessa mansão, na qual todo mundo acha que eu divido com o meu tio responsável. Ninguém sabe que os meninos moram comigo há anos, pra os humanos, os meninos vieram pra cá em busca de melhorar os estudos e se recuperar da perda dos nossos pais.…achei melhor explicar

Bato na porta de seu escritório e escuto o meio alto "entre". Entro no escritório e fecho a porta atrás de mim. Jinyoung estava lendo um livro usando seus óculos de grau, na qual quando ele me vê retira de sua face, ele diz que se acha feio com o tal objeto, mas sabe ele que ele fica adorável com o óculos.

- o que houve yugyeom algum problema?- ele pergunta, me tirando da visão que ainda estava na minha mente, dele de óculos

-na verdade tem sim, um problema…- me sento na cadeia à sua frente- e um pedido- digo fazendo uma cara de coitado

- mais problemas…- isso me deixou meio pra baixo, porque é só o jinyoung pra resolver o problema de todos nós, e vou dizer a verdade, nós as vezes fazemos o jinyoung sentir muito dor de cabeça e preocupação, fico triste por isso ficar tudo em suas costas

- bem, o problema, não é nada demais então não se preocupa, é que os meninos…nós queremos muito ir logo caçar, a sede tá matando a gente

- olha eu sei - ele esfregar os dois dedos de cada mão em cada lado de suas têmporas- vamos fazer o seguinte- ele respira fundo- a gente vai caçar assim que eu terminar de ler esse livro aqui

-porque esse livro é tão importante?

-você sabe que eu ainda quero muito encontrar meus pais, ou melhor….Já que ele morreram, ao menos saber quem eles eram, e esse livro é um diário de um homem bastante próximo do meu pai. Meu plano é ver se tem algo que ele fala dos meus pais aqui

- e como você vai saber que ele está falando dos seus pais?

-estou confiando na minha intuição. Bom, se não tiver mais nada, eu tenho que terminar aqui…

- ah!sim, tem mais uma coisa, eu vou sair mais tarde

-você o quê?

- vou sair mais tarde. Vou depois da caçada e…vou voltar cedo, eu prometo

-tá!…mais, quem deixou você ir?

-…como assim?

-você acabou de dizer “eu vou” , mas quem deixou você ir?- eu sabia que ele ia fazer alguma confusão

- Jin, olha…

-…olha você- ele me interrompe -você acha que só porque me chamou de ‘Jin’ e não de ‘jinyoung’ como é o meu nome, que eu vou deixar você ir?

-qual é jinyoung!?- levanto da cadeira de um forma brusca, ele faz o mesmo só que de uma maneira mais lenta e mais fria

-isso é jeito de falar com seu alfa?- ele pergunta mal movendo os lábios

- me desculpe, mas eu quero realmente ir

-querer não é poder- é impossível falar com ele

- eu fiz tudo o que você queria jinyoung, por todo esses anos, e eu tô te pedindo só uma coisa em troca…me deixa ir

-não- ele fala normalmente

- porque não?, qual o seu problema afinal!?

-o meu problema é que eu tô lidando com um vampiro de 119 anos , que parece ser um adolescente de 15 anos

-jinyoung, porque você não me deixa ir!?- eu quase gritei

-porque eu já disse QUE NÃO!- eu quase gritei, mas ele gritou, e eu me assustei um pouco com isso- vai agora lá pra baixo, e espera junto com os outros meninos, eu terminar de ler essa merda de diário, pra depois irmos caçar e voltamos pra mansão

-mas jinyoung eu…

-isso foi uma ordem!- ele me interrompe novamente- vai e obedeça seu alfa

- é assim que…

- eu vou ter que falar novamente?…yugyeom?

-não

Vou andando pra sair de seu escritório, fecho a porta, a qual eu queria ter fechado com força; mais isso ia gerar outros gritos e broncas de jinyoung.

Ele não pode ser tão injusto assim, pode?


Notas Finais


Primeiro aviso- farei um vídeo crack e postarei na nossa conta no YouTube
Segundo aviso- criarei uma conta no Twitter, muitas pessoas estavam pedindo então aí está.

Beijos no coração, obrigado por lerem

♡dêem chances a novas fics♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...