História Quase te perdi ( Sasusaku) - Capítulo 37


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Fugaku Uchiha, Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha
Tags Sasusaku
Visualizações 433
Palavras 1.297
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


meus queridos me perdoem pela demora, a fic está acabando . faltam apenas mais dois cap. espero que apreciem o cap de hoje

Capítulo 37 - VERDADE?????????


Fanfic / Fanfiction Quase te perdi ( Sasusaku) - Capítulo 37 - VERDADE?????????

P.o.v Itachi

 

Hoje estou levando a Sakura para se encontrar com o meu tio Madara. Sinceramente não sei se o que estou fazendo é o melhor para ela, apesar de saber que não temos qualquer chance de ficarmos juntos ainda a amo, e se algo acontecer com ela jamais irei me perdoar. Apesar de tudo ela é a pessoa mais importante pra mim, por ela eu daria minha própria vida.

Assim que ela chegar eu a levarei até ele, só espero que não seja nenhuma armadilha daquele velho sádico. Segundo a Sakura, ela estava com o Sasuke, o que é estranho já que o mesmo deveria estar em outra cidade agora.  Ouço o som do seu carro chegando e parando. Vou até a porta e a aguardo. Assim que ela desce do carro sinto o meu coração acelerar, ela está tão linda, a mesma usa um vestido na metade da coxa preto, delineando bem o seu corpo. 

- Oi Itachi, como você está? - diz ela chegando perto de mim  e me dando um beijo na bochecha . Sinto meu rosto corar apenas com esse gesto.

- Oi minha cereja, estou bem. - digo e a abraço para que ela não consiga ver o meu rosto.

- E como está o seu namoro?- diz ela se afastando de mim.

- Vai bem, ela está viajando. Foi visitar os pais dela que moram na cidade vizinha. 

- Ah sim, quando ela voltar vou convidá-los para almoçarem comigo. O que você acha?

- Claro, vamos marcar sim. - será que ela não percebe o quanto eu a amo? será que nunca passou por sua cabeça que o que eu sentia por ela jamais acabou e nem acabará? Ah. Sakura. se soubesse o quanto te amo. - Então, vamos falar com o velhote?

- Vamos sim, quero saber o que ele tem para me dizer.

Seguro em sua mão e a guio até o quarto onde ele está. Paramos em frente a porta e antes de abri-la a pergunto:

  -Tem certeza que está pronta cereja? - pergunto acariciando o seu rosto.

- Tenho sim, quero acabar com isso de uma vez. - diz ela e me olha com aqueles olhos que eu amo tanto.

- Então vamos, mais quero que saiba que qualquer coisa eu estarei aqui do seu lado para tudo o que precisar.

- Eu sei e te agradeço por isso. - diz me abraçando e me dando um selinho.

 Abri a porta do quarto e lá estava ele, olhando pela janela. Assim que percebe que entramos ele se vira e nos observa, assim que seus olhos pousam em Sakura percebo que seus olhos se arregalam um pouco mais ele consegue disfarçar antes que a mesma perceba.

Ele vem em nossa direção e a abraça, sinto que a mesma fica tensa e não retribui o abraço. Ele ao perceber isso se afasta.

- Então você é a minha futura nora? - diz sorrindo para a mesma.

- Não sei, sou?

- Claro que sim, ouvi muito sobre você.

- O Sasuke falou sobre mim? - ela perguntou e vi o mesmo olhar estranho para a mesma.

- Sasuke? Você o conhece? - pergunta o mesmo e estranho sua pergunta.

- Claro, eu ia me casar com ele. - nesse momento meu tio que tinha virado as costas para nós se virou abruptamente ficando de frente para ela.

- Tem certeza? 

- Sim tio, ela tem certeza. Mais o que o senhor tem? Foi o senhor mesmo quem o buscou no hospital quando ele recebeu alta.

= Do que está falando Itachi? Eu não vejo o Sasuke há mais de 10 anos. Eu realmente busquei alguém n hospital, mais não foi o Sasuke. Eu busquei o Daisuke.

- Mais ni hospital nos falaram que quem esteve internado foi o Sasuke tio. - o mesmo se vira pra mim e me olha com os olhos totalmente arregalados.

- Do que está falando? Há mais ou menos 2 anos o Daisuke me ligou dizendo que tinha conhecido o amor de sua vida, ele estava muito feliz. Porem quando o mesmo procurou o pai da menina foi informado que a mesma estava para se casar. Quando ele me ligou estava desesperado e chorando, ele disse que a tinha perdido sem nem ao menos ter tido a chance de se aproximar. O aconselhei a procurar novamente o pai da garota e conversar com o meso, explicar o que estava acontecendo. Ele o fez, pelo que me disse o pai dela concordou que ele se aproximasse de sua filha, porém a mesma achou que ele era o seu outro pretendente, que a mesma tinha conhecido em um jantar. Ele deixou que a mesma achasse que ele fosse o Sasuke , decidiu que contaria a verdade quando percebesse que a mesma sentisse algo por ele. Então chegou o dia em que ela iria escolher o seu futuro esposo, ele tinha vindo me visitar e estava muito feliz. Sentia que ela o amava e naquela noite iria contar a ela a verdade. Porém algumas horas depois recebi uma ligação informando que ele tinha sofrido um acidente e que estava em coma. Assim que soube viajei imediatamente, ele é meu filho e eu o amo. Assim que cheguei fui informado que o seu carro tinha despencado de uma ribanceira e que tinha quebrado varias ossos e duas costelas. Fui para o hotel e me hospedei, mais não saia do hospital, não o deixava um minuto sequer. Após 3 semanas ele finalmente acordou e me contou o que havia acontecido antes do acidente. 

- E o que ele contou para o senhor? - perguntou a Sakura, a mesma encontrava-se pálida como uma folha de papel.

- O que ele me disse foi que assim que chegou na festa várias pessoas começaram a apontar para ele e cochichar um com o outro,assim que ele chegou no pai da garota e ele o esmurrou e começou a xingá-lo, dizendo que tinha confiado no mesmo e que ele havia magoado a sua princesa, o mesmo tentou se explicar mais o homem não deixou, ele saiu a procura da menina para tentar explicar algo que ele sequer sabia o que era, a única coisa que ele sabia era que não poderia perdê-la, não por uma coisa que ele não fez. Assim que a viu a mesma estava em cima de um palco, quando ele tentou se aproximar a mesma informou que tinha feito sua escolha, e que o escolhido havia sido Sasori Akasuna. Depois disso ele pegou seu carro e saiu correndo feito um louco, foi quando sofreu o acidente.

- Meu Deus. Mais porque ele não veio falar comigo?

- Isso você terá que perguntar diretamente para ele.

- E como faço para achá-lo?

- Você pode encontrá-lo nesse endereço. E boa sorte para você.

- E porque vou precisar de sorte? - ela perguntou assustada.

- Simples, porque ele não quer mais vê-la. Não depois de tudo que passou por sua causa.- disse se virando de novo para a janela.

 Olho para a Sakura e vejo suas mãos tremendo, segurando o papel com o endereço. 

- E então?o que vai fazer? - pergunto, e a vejo levantar seus olhos para mim.

- Eu não sei Itachi. - fala e começa a chorar.

- Shiiiii, calma eu estarei com você. Se realmente o ama, o procure. Tente consertar as coisas com ele.

- E se ele não me quiser mais? - diz a mesma me abraçando.

- Se ele não quiser pelo menos você tentou. Ele te ama cereja, olha tudo o que ele fez só para estar com você.

- Você tem razão. Pode ir comigo?

- Claro, estarei sempre com você meu anjo. - digo e a vejo sorrir.

 

 


Notas Finais


até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...