História Quase um Incesto - Lee Jeno (NCT) - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, Chenle, D.O, Doyoung, Haechan, Hansol, Jaehyun, Jaemin, Jennie, Jeno, Jimin, Jisung, Johnny, Jungkook, Jungwoo, Kai, Kun, Lisa, Lu Han, Lucas, Mark, RenJun, Sehun, Suga, Suho, Taeil, Taeyong, Ten, V, Winwin, Xiumin, Yuta
Tags Chenle, Doyoung, Exo, Haechan, Jaehyun, Jaemin, Jeno, Jisung, Johnny, Jungwoo, Kpop, Kun, Lucas, Mark, Nct, Nct 127, Nct Dream, Nct U, Renjun, Taeil, Taeyong, Ten, Winwin, Yuta
Visualizações 347
Palavras 1.365
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Hentai
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem:3

Capítulo 28 - Capítulo 28


Fanfic / Fanfiction Quase um Incesto - Lee Jeno (NCT) - Capítulo 28 - Capítulo 28

Acordo sentindo beijos em minha bochecha e quando abro meus olhos vejo Jeno sorrindo, fecho meus olhos e me aconchego mais entre seus braços. 

 

- Vai faltar hoje? 

 

- Eu to com sono. - disse manhosa.

 

- Mas a gente tem que ir bebê. - bufei e me ajeitei para levantar mas Jeno me segurou.

 

- Meu beijo. - Dei um selinho demorado no maior e logo depois levantei. 

 

 

Tomei meu banho em seu banheiro e fui me arrumar. Após colocar meu uniforme escuto batidas na porta, caminho até a mesma e quando abro vejo HyeYeon parada de braços cruzados.

 

 

- Cadê meu Jeno? - após ouvir aquilo surgiu uma grande vontade de afundar a cara dessa menina no asfalto. 

 

- O Jeno tá tomando banho. - dei um sorriso falso.

 

- Quando ele sair pede para ele passar no meu quarto. 

 

- Só isso? - falei seria.

 

- Não, vamos aproveitar que estamos aqui para esclarecer umas coisas. Não quero ver você muito próxima do Jeno, ele é meu e eu que mereço toda a atenção dele não você! Não me importo se você perdeu o pai e é a meia irmãzinha dele, só saía de perto dele!

 

- E oque acontece se eu não sair? - arqueei uma sobrancelha.

 

- Você irá sofrer na minha mão! - soltei uma risada debochada.

 

- Vai se ferrar vai. - fechei a porta mas HyeYeon coloca seu pé me impedindo.

 

- Eu to falando sério. 

 

- Não ligo. - fechei a porta de vez.

 

 

Suspirei fundo e voltei a arrumar meu material, Jeno sai do banheiro já com seu uniforme e com seus cabelos molhados o deixando maravilhosamente sexy, me aproximei e passei meus braços por seu pescoço o encarando.

 

 

- Te amo muito. - selei nossos lábios e o mesmo pegou em minha cintura nos aproximando.

 

- Te amo mais. - me olhou nos olhos, olho para o relógio e vejo que estávamos atrasados. 

 

- Melhor irmos. 

 

 

Peguei minha bolsa e e fui em direção a porta, Jeno pega suas coisas e vem em minha direção, saio do quarto e Jeno fecha a porta. Descemos e vimos minha mãe, Taeyeon e HyeYeon tomando café, como estávamos atrasados só demos um bom dia para elas. Antes que eu pudesse sair olhei para trás novamente e vi HyeYeon me olhando com um olhar mortal, para provocá-lá peguei na mão de Jeno e fechei a porta. Estávamos andando sozinhos até seis seres lindíssimos chegaram.

 

 

- NONA! - Jisung corre em minha direção me abraçando fazendo Jeno sair de perto.

 

- Oi Dongsaeng. - Chenle disse sorrindo fofo.

 

- Oi Chen. 

 

- Vocês não sabem quem está lá. - Jeno falou desanimado.

 

- Quem? - Mark perguntou sério.

 

- HyeYeon.

 

- E, se ferrou. - Haechan falou logo depois rindo junto de Mark.

 

- Vocês a conhecem? - perguntei.

 

- Infelizmente, essa menina vive enchendo nosso saco. - Jaemin falou suspirando.

 

- Tadinhos. - Ri. 

 

- Que estranho, ela não implicou com você ainda S/n? 

 

- Sim, falou para mim nunca mais ficar perto do Jeno se não eu iria sofrer. Coitada. - Ri fazendo todos rirem menos Jeno.

 

- Porque você não me falou? - Jeno perguntou preocupado.

 

- Depois falamos disso. - falei baixo fazendo o maior assenti.

 

 

Chegamos na escola e fomos cada um para sua sala, mas quando estava a caminho da minha sou puxada por alguém e quando me viro vejo Jeno, fomos para o pátio.

 

 

- Podemos falar agora? - disse se sentando.

 

- Ah claro. 

 

- Oque mais HyeYeon falou?

 

- Só isso, mas eu to nem aí pra ela, se ela tiver achando ruim que eu to próxima de você ela que aguente porque vou ficar cada vez mais mais próxima. 

 

- Calma respira. - Riu. - Não liga pra ela, essa menina é doida.

 

- Eu sei. - Me sentei em seu colo. - Não sei se vou aguentar até semana que vem. 

 

- Vai sim. - Sorriu.

 

- Melhor a gente ir. 

 

Nos levantamos e fomos para nossas salas. Me sento em meu lugar e Jisung e Chenle se aproximam e ficam me encarando.

 

 

- Ué, oque foi?

 

- Tá estranha. - Jisung disse me olhando desconfiado.

 

- Eu to normal ué. 

 

- Quem é o garoto? - Chenle perguntou me fazendo olhar confusa para os dois.

 

- Que garoto?

 

- Que você tá apaixonada. - quase engasguei quando Jisung me falou isso.

 

- N-não sei do que v-vocês estão falando. - Jisung riu.

 

- Que bonitinha tá gaguejando. 

 

Pode falar S/n, somos seus amigos. - Mordi meu lábio e quando iria abrir a boca para falar nossa professora entra, os meninos vão para seus lugares.

 

Suspiro aliviada, oque eu irei dizer a eles? Certamente eu to muito ferrada. 

 

 

[...]

 

Finalmente estou em casa. Subo para o quarto de Jeno, entro e vou procurar uma roupa mais confortável, coloco um short de dormir branco e uma regata também branca. Me sento na cama e percebo que Jeno não havia subido ainda, desço para a sala e vejo ele conversando com sua tia Taeyeon, ela estava arrumada. Quando ela percebe que eu estou a olhando aceno para ela que faz a mesma coisa, subo novamente para cima, a caminho do quarto vejo HyeYeon na porta de meu quarto.

 

- Minha mãe saiu. - falou me olhando.

 

- Legal. - disse sem interesse algum.

 

- Porque não chama suas amigas para ficar aqui com você e me deixa sozinha com o Jeno? 

 

- Porque eu não quero. - Entrei no quarto e quando iria fechar a porta Jeno impede logo depois sorrindo.

 

 

Entramos e por precaução tranquei a porta. Eu e Jeno ficamos ali fazendo altos nada até que ele decide me provocar passando a mão em minha coxa e apertando. Olho para ele que estava com uma expressão normal enquanto olhava para a tv de seu quarto. Me sento em seu colo e tento ser fofa.

 

 

- Faz carinho em mim? 

 

Jeno riu e logo deslizou sua mão por meu cabelo, parou de mexer em meu cabelo e segurou em minha cintura aproximando nossos corpos. 

 

 

- Eu amo cada parte do seu corpo. - Falou rouco em meu ouvido. 

 

Mordi meu lábio inferior, o olhei e sem demora alguma beijei seus lábios. O beijo foi calma e delicado até eu me aproximar e sentir seu membro ereto, paro o beijo e o olho com uma expressão inocente.

 

 

- Tem algo me incomodando Oppa. - disse com um tom de voz muito inocente.

 

Jeno me olhou mordendo seu lábio então me deitou na cama beijando meu pescoço, o maior roçava seu membro em minha intimidade me fazendo gemer baixo, eu precisava dele dentro de mim, estava muito necessitada.

 

 

- J-jeno por favor.... - gemi.

 

- Hoje vou fazer algo diferente. 

 

 

O mesmo desceu na altura de minha cintura e tirou meu short junto de minha calcinha, fecho os olhos e logo depois sinto sua língua em meu clitóris, solto um gemido alto. Jeno passava sua língua por toda a minha intimidade me fazendo gemer alto. Algum tempo depois meu ápice chegou. Jeno sobe e me beija, enquanto nos beijamos o mesmo me estocou com seu membro, gemi alto então ele continuou a me beijar para abafar nossos gemidos. 

 

 

- Jeno? Está tudo bem aí? - escutamos a voz de HyeYeon. 

 

Tampei minha boca e o olhei.

 

 

- S-sim. - Jeno falou tentando não gemer.

 

- Ok então.

 

Depois que HyeYeon saiu chegamos em nosso ápice juntos e novamente senti seu líquido quente dentro de mim,  Jeno se deitou do meu lado.

 

- Quase fomos pegos. - falei baixo tentando regular minha respiração.

 

- Verdade.

 

Nos vestimos e eu tive que tomar aquele remédio de novo. Me sentei na cama e respirei fundo olhando para Jeno que estava na minha frente. 

 

 

- Te amo. - o maior me olhou sorrindo e venho em minha direção se abaixando em minha frente.

 

- Eu amo muito mais. - me deu um selinho.

 

 

Ficamos o final da tarde todinha fazendo carinho um no outro. Eu amo ficar com ele, me sinto segura mas tenho medo de alguém descobrir sobre nós. Não quero me separar dele. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...