História Quatro Paredes (2jae) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 331
Palavras 900
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Página do Jaebum (1)


Oi meu nome é Jaebum e esse é meio

 

que meu diário, vou começar a escrever nele para ver se isso me ajuda. Estou no terceiro ano do ensino médio e esse foi meu primeiro dia de aula. Eu torcia para eu e o Youngjae cairmos na mesma sala, e quem seria Youngjae? Ele é o menino mais inteligente da sala, ele é um ano mais novo que eu, com certeza, porque eu repeti o 2° colegial. Bem, eu não sou muito bom nas matérias, mas eu juro que me esforço quando quero.

 

E por que eu iria querer que Choi Youngjae caísse na minha sala? Eu na verdade... gosto dele, nunca tive coragem de contar, ele parece tão de boa com seu livro... e aquele cabelo no meio dos olhos... e aquele sorriso que ele dava cada vez que ficava lendo seu livro que não parecia ter fim. Que seja, eu queria me aproximar dele esse ano, para... não sei, expressar meu amor por ele? Eu sou um pouco idiota quando se trata de amor, eu fico realmente nervoso.

 

Continuando o primeiro dia de aula aqui antes que eu escreva o diário todo sobre Youngjae. Ele caiu na minha sala, foi tão bom vê-lo depois das férias, e eu estava mais ansioso que minha mãe em dia de Black Friday, porque meu deus, essa mulher não pode ver alguma coisa com promoção que ela já sai fazendo cartão da loja. A gente tinha todas as aulas juntos, e eu fiz questão de sentar perto dele, até tentei puxar assunto, mas sabe quando as borboletas do seu estômago não param quietas? Exato, eu não conseguia falar. Muitos me acham o valentão ou algo assim, mas perto do Youngjae eu viro um algodão doce colorido.

 

Fiquei todas as aulas sem conseguir falar nada, eu apenas olhava pra ele, e ele às vezes sorria para mim. Meu deus eu fico todo bobo com esse sorriso. Meu melhor amigo, Jackson, reparou que eu o olhava e disse:

 

- Não quer disfarçar mais Jaebum?

 

- Disfarçar o quê?

 

- Vai se fingir de viado desentendido agora?

 

- Puta merda Jackson, eu só não te pego na paulada agora porque esse ano quero ser um bom aluno

 

- BELA PIADA * diz rindo alto *

 

- Jackson e Jaebum parece que a piada está boa aí não é mesmo? Não querem dividir com a sala?

 

- Nada professora, é que eu disse que eu queria ser um aluno exemplar esse ano

 

* a sala toda começa a rir de mim *

 

- Qual é pessoal, por que eu não poderia ser um bom aluno?

 

- Sabe Jaebum, eu acredito em você - Disse Youngjae.

 

SIM O YOUNGJAE DISSE ISSO DE MIM!

 

- Ah que bom que pensa isso Youngjae, eu já ia sortear as duplas de todas as aulas de química, e acho que você e o Jaebum dariam uma ótima dupla.

 

- E-eu? Eu Jaebum?

 

-Ah Jaebum vamos, eu sei que pareço estranho mas não sou tão ruim assim.

 

E esse foi meu primeiro diálogo com o Youngjae. Poderia ser melhor? Eu tenho certeza que sim, mas vou fazer com ele em toda aula de química pelo resto do ano. Acho que ganhei o dia, ou melhor dizendo, o ano. Parece meio ruim mas esse foi meu primeiro dia de aula.

 

Assim que eu voltei pra casa eu me fui para cozinha falar com minha mãe, ela é realmente a pessoa mais fiel que conheço, melhor que certas pessoas chamamdas meu pai.

 

- Oi mãe!

 

- Oi filho, você já chegou da escola é? * ela fala largando as panelas e me dando atenção *

 

- Sim mãe e você não vai acreditar no que aconteceu

 

- Ai não vai me dizer que você caiu na sala do Youngjae

 

- Ué como você sabe? * eu falei todo curioso *

 

- Eu não sabia, mas agora que eu sei, você tá feliz né?

 

- DEMAIS

 

- Que bom, eu fico tão feliz, eu shippo tanto vocês

 

- Mãe onde você aprendeu isso?

 

- Isso o quê?

 

- Shippo

 

- Eu sou da malandragem meu brother

 

- Chega, vou pro meu quarto

 

- Ei volta aqui!

 

- Ai o que foi mãe? * imediatamente ela me puxou pelo braço e falou em meu ouvido *

 

- Olha, seu pai já está meio desconfiado que você é gay, e se ele descobrir, você vai se ferrar nas mãos dele, por favor fiiho tome cuidado * ela disse enquanto acariciava meu rosto *

 

- Relaxa mãe, vocês são separados, eu só fico com ele nos finais de semana, ele não tem que querer impor quem eu sou. Te amo e não se preocupe okay? * eu dou um beijo na testa dela e subo as escadas *

 

- Te amo muito filho

 

Ela disse isso tão baixo que acho que ela pensou que eu não escutei, mas na verdade escutei sim. Realmente eu amo minha mãe, ela me apoia em tudo mesmo, e como ela disse, ela me shippa muito com o Youngjae. Ao contrário do meu pai que só faz merda.

 

Quando subi para meu quarto deitei na minha cama e peguei meu celular, eu vi que tinha mensagem de um número desconhecido.

 

[ Chat on ]

 

@333cyj333: Oi ^ ^

 

@prdsdef: oi, quem é?

 

@333cyj333: É seu colega de classe, o Youngjae!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

~ continua ~


Notas Finais


oioi essa é minha primeira fanfic que estou postando, me falem se estão gostando por favor, é muito importante pra mim. Obrigada ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...