1. Spirit Fanfics >
  2. Quedinha JohnTen - Oneshot >
  3. Bônus Johnten

História Quedinha JohnTen - Oneshot - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Sim você não leu errado

E eu ainda ia dividir Kakakak

Mas n queria fazer vcs esperarem mais

Espero que gostem

E Sim eu comecei a escrever em maio akkakshdjfjf

Capítulo 3 - Bônus Johnten


Fanfic / Fanfiction Quedinha JohnTen - Oneshot - Capítulo 3 - Bônus Johnten

Estava chegando na cafeteria quando avistei Johnny. Trajava uma blusa social branca com uma calça jeans preta. Eu não estava diferente, se não formos contar com a diferença de tamanho.

Me aproximei do mais alto sorrindo largo.

- Oi Ten! - Saudou me puxando para um abraço.

- Foi por isso que me ligou ontem! - Soltou uma risada alta. - Queria vestir roupa de casal. Seu besta! Por que não me disse? - Perguntei me distanciando.

- Queria que fosse uma surpresa. - Pegou minha mão e começamos a andar.

Ontem a noite Johnny me ligou, me pediu para vestir uma blusa branca e uma calça preta, mesmo curioso, não questionei.

- Pra onde vamos? - Perguntei, olhando nossas mãos entrelaçada.

Tudo o que está acontecendo agora, seria muito estranho a algumas semanas atrás.

O dia do nosso primeiro encontro....

Depois de descobrir que teria um encontro com Johnny, surtei ao chegar em casa. Quem diria que o homem em quem me via apaixonado, se interessava por mim também.

- Se você não parar de gritar, eu vou bater nessa sua cara Tailândia! - Bravejou Taeyong, me olhando feio.

- A mas e se eu falar alguma coisa errada pra ele? Você sabe que meu coreano é mediano, e que recebo muita reclamação por isso! - Choraminguei, me jogando na cama macia do meu querido quarto.

- Avisa pra ele ué. - Disse, sooando óbvio - Diz que se falar algo errado é porque é tailandês, resolvido o seu problema. - Fingiu jogar o cabelo pro lado, me encarando com um sorriso besta.

- Idiota.... - Murmurei, recebendo uma almofada na cara como resposta.

Taeyong me consolava enquanto combinava possíveis roupas que eu deveria usar amanhã. E claro que ao ver as roupas exageradas que ele escolheu, fiz uma nota mental pra não deixar ele comprar mais roupa pra mim.

- Johnny vai adorar se você usar uma dessas gargantilhas! - Afirmou, empolgado.

- E como você sabe disso? - Questionei pegando o objeto de suas mãos.

- Quem não adora ver você usando isso? - Questionou de forma retórica. - Ele vai cair de amores quando ver você com isso! - Completou, pegando a gargantilha de minhas mãos.

Meu estilo se consistia em roupas largas e confortáveis. Já pro TaeTae ali roupas beem chamativas, e claro, atraentes. E mesmo com gostos diferentes eu ainda deixo esse doido comprar minhas coisas.

- Olha eu já vou indo dormir, amanhã vê se veste uma dessas roupas que eu escolhi, ele provavelmente vai amar! - Me lançou um olhar de águia saindo do quarto, logo depois de me depositar um beijo na testa.

Agora estava sozinho, com os pensamentos a mil, coisa que me resultou em uma bela noite de insônia. E mais uma vez Johnny não me deixou dormir.

O despertador tocou às 8 AM, mas apenas fui me levantar às 10:34 graças a noite mal dormida que tive. Pra minha sorte Taeyong havia feito o café antes de ir para o trabalho. Então comi contente sua deliciosa comida e lavei a louça que ele tinha deixado.

Corri pro banheiro o mais rápido que pude ao ver a hora.

- Onze horaaas?!? - Gritei, assustado.

Tomei um banho rápido, e coloquei a roupa que mais se encaixava em mim, ignorando totalmente os conjuntos que Taeyong organizou na noite anterior.

"Ele vai me matar? Sim, mas nada que uma dose de Jaehyun não resolva."

Pensei enquanto passava perfume.

Vendo que já era 11:45 e não queria chegar atrasado no meu primeiro encontro, se é que podemos chamar isso de encontro, saí de casa mais cedo, e fui a cafeteria.

Ao adentrar as portas daquele estabelecimento, não vi Johnny, então me sentei em uma cadeira afastada esperando o americano pacientemente. (Não lembro se disse se ele era coreano alguma hora pq eu n reviso nada, sorykakskdj)

Às 12 horas resolvi perguntar para algum funcionário sobre o mais alto, e a resposta que ouvi me deixou apreensivo.

- Ele saiu daqui faz uma hora. - Avisou uma mulher de cabelos rosa.

- Oh.... sabe se ele vai voltar? - Questionei baixo, tentando disfarçar a voz embargada.

- Acho que não, ele pediu para sair mais cedo, e depois saiu correndo, como se aquilo dependesse da vida dele. - Ela sorriu, passando um pano em uma mesa.

- C-Certo obrigado.... - Agradeci, me curvando e saindo da cafeteria.

"Ele furou comigo..."

"Sabia que não deveria ter criado tanta esperança..."

Lágrimas caiam incessantemente, enquanto procurava o número de Taeyong, com essa decepção eu só precisava do meu amigo.

- O que foi? - Perguntou.

- E-Ele não apareceu... - Respondi com dificuldade.

- Como!? Me espera aí que eu já vou! - Finalizou desligando.

Suspirei cansado, apenas me conformando com o meu azar.

- Ten! Finalmente. - Uma voz grossa bem conhecida pela minha pessoa, soou nos meus ouvidos.

Ignorei seu chamado, e continuei encarando a rua.

- Me desculpa, eu só tive que resolver uma coisa. Vim o mais rápido que pude! Eunmi me disse que você perguntou por mim, então dedusi que não estava longe. Que bom que te achei! - Confessou ofegante, me abraçando por trás, depositando um beijo na minha cabeleira castanha.

- Então v-você não me deu um bolo? - Perguntei, me virando para o encarar com meus olhinhos brilhantes.

- Oown, você estava chorando? - Sorriu, passando os polegares pelos meus olhinhos inchados.

- Não não, é que choveu aqui, aí molhou meu rosto todinho. - Brinquei, o abraçando de volta.

Ficamos nos encarando por alguns segundos apenas aproveitando a companhia um do outro, até ele resolver me soltar e segurar minha mão.

- Acho que é melhor irmos pro restaurante logo... Não corri 4 quadras pra gente acabar perdendo a reserva. - Pediu, me conduzindo pelas ruas.

- Você saiu mais cedo só pra fazer um reserva? - Indaguei.

- Sim! - Afirmou.

- Por que não fez pelo celular?

- O aplicativo deles está com defeito, então eu tive que sair uma hora mais cedo pra poder chegar lá antes de abrir. - Explicou, entrelaçando nossos dedos.

- SOLTA MEU AMIGO SEU IDIOTA!! - Ouvi Taeyong gritar atrás de mim.

Acho que essa reserva vai ter que esperar...


Notas Finais


Siiim eu fiizzz finalmenteeeee

Desculpa mesmo a demora

Eu n revisei q nem os outroskksks

Tentei deixar bem grande, mas non deu;-;

Espero que tenham gostado! Obrigada a todos que comentaram e favoritaram também. (Acho que essa palavra n existe....)

Beijos!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...