1. Spirit Fanfics >
  2. Queen College >
  3. Good Kittie, One More Kittie

História Queen College - Capítulo 50


Escrita por:


Notas do Autor


Oi people td bem?
Hj vms conhecer mais um gatinho :)
E no outro cap ngm respondeu a minha pergunta, ns se n viram ou se so ignoraram, mas pergunto denovo.
Querem um AU Professor-Aluno? Como ja disse teria apenas uns 5 caps e ambos seriam +18, passaria-se na universidade.
Comentem.

Capítulo 50 - Good Kittie, One More Kittie


⬆️Ler Notas Iniciais⬆️

Pov Autora

Freddie colocou-se de quatro na cama. Jim passou os dedos pela calcinha e puxou ligeiramente para baixo, apenas agora ele percebeu que a Cauda era na verdade um dildo.

Jim:Então gatinho... o que queres primeiro?

Freddie fez o possivel para imitar um miado carente e uns olhos inocentes

Jim:Eu acho que o meu gatinho quer leite? Estou certo?

Freddie gatinhou até Jim e lambeu a parte da frente das suas calças. Jim abriu o ziper das calças e retirou-as com os boxers. Freddie pegou no pau de Jim e lambeu a cabeça animadamente. Ele engoliu Jim até metade e chupou levemente. Jim controlou-se para não pegar nos cabelos de Freddie e foder a sua boca. Freddie engoliu o penis do seu marido até ao fim e engasgou-se. Jim sentiu-se mais perto do climax e puxou Freddie para um beijo. Freddie imitou um miado ofendido, ele ainda nem tinha provado o leite e Jim já o estava a puxar para cima.

Jim:Calma gatinho.-Jim puxou a coleira e leu o que estava escrito-Propriedade de Jim Hutton? Isso mesmo gatinho, és só meu...-disse puxando-o pela cintura e apertando a sua bunda.

Freddie afastou-se de Jim e colocou-se de 4 à sua frente, a tentar provocá-lo. Ele recebeu uma mordida no seu pescoço e um tapa na bunda.

Jim:Vamos continuar, gatinho?

Freddie miou desesperado e assentiu. Jim estava relutante em tirar a calcinha de Freddie, ele estava tão bonito que era quase um crime retirá-la. Quase. Ele retirou-a por fim e retirou a cauda de Freddie.

Freddie continuou a miar desesperadamente

Jim:O gatinho está no cio? Acho melhor tratar-mos disto.

Jim não perdeu tempo com provocações, entrou dentro de Freddie sem demora e suspirou ao instalar-se dentro dele.

Freddie gemeu profundamente, depois de tanta provocação era bom ter finalmente o pau grande do seu marido a esmagar a sua próstata. Jim estocou com força dentro de Freddie, o que o fez gemer e choramingar.

Jim agarrou Freddie pelo cabelo e continuou a estocar profunda mas lentamente. Freddie queria implorar, mas como era suposto fazer isso apenas a miar? Ele soltou um miado necessitado, e Jim embora o tivesse percebido apenas ignorou e continuou com o ritmo torturosamente lento. Freddie estava tentado a implorar com palavras mas sabia que não podia fazer isso. Ele cravou as unhas das mãos e dos pés no lençol e empurrou os quadris para trás. A respiração de Jim engatou e ele cravou as unhas nos quadris de Freddie 

Jim:Impaciente, meu gatinho?

Freddie olhou como se estivesse arrependido, mas ambos sabiam que não estava. Jim empurrou com força em Freddie e fê-lo gemer alto. Ele tentou transformar o gemido num miado mas falhamente. Jim empurrou com força dentro de Freddie até ambos estarem perto. Freddie sentiu que podia chorar quando Jim saiu de dentro dele.

Freddie olhou para ele com olhos carentes.

Jim:De joelhos à minha frente.

Freddie colocou-se como Jim queria e observou atentamente enquanto Jim se masturbava como se fosse um gatinho confuso. Quando ele se apercebeu que Jim ia gozar ele fechou os olhos e abriu a boca, deitando a lingua para fora. Jim gozou pela cara de Freddie.

Freddie abriu os olhos animado, com gozo a descer pela cara e no queixo. Ele lambeu-se como se fosse um gatinho e Jim sorriu com aquilo. Jim vestiu os boxers denovo e sentou-se à frente de Freddie. Freddie esperava que Jim o ajudasse a acabar mas ele apenas o encarou. Ele inclinou a cabeça ligeiramente para o lado e miou como se estivesse a pedir. 

Jim:Ainda não estás satisfeito, gatinho?

Freddie miou e tentou colocar o seu pau na mão de Jim. Jim cedeu e agarrou o pau de Freddie. Este choramingou quando Jim começou a acariciá-lo. Freddie gozou na mão de Jim, o seu gozo foi por toda a camisa e um pouco do queixo de Jim. Freddie pegou na cara de Jim com a mão e lambeu o seu gozo da cara do marido 

Jim:Arruinaste a minha camisa, gatinho.

Freddie ronronou e esfregou-se em Jim como um gato real.

Freddie:Gostaste da surpresa, Daddy?

Jim:Adorei, gatinho.

Freddie preparava-se para tirar as orelhas falsas e a coleira quando Jim o parou.

Jim:Não tires, são adoráveis. Ou pelo menos eram, antes de fazermos sexo com elas.

Freddie sorriu e deu outro beijo em Jim. 

Jim tirou a camisa e eles deitaram-se juntos, nem se deram ao trabalho de guardar a cauda. Eles adormeceram.

No dia seguinte

Jim acordou com Freddie ainda no seu peito adormecido. Ele sorriu e acordou-o com umas festinhas.

Jim:Bom dia, gatinho

Freddie:Bom dia, gatão.-disse subindo em cima de Jim e dando-lhe um beijo no nariz.

Jim sorriu e beijou-o.

Jim:Tiraste as orelhas e a coleira?

Freddie:Mais ou menos...

Jim:Onde é que as puseste?

Freddie sorriu e puxou a coleira no pescoço de Jim.

Freddie:Adivinha.

Jim levantou-se e olhou-se ao espelho, ele tinha as orelhas e a coleira postas.

Freddie apareceu à porta do banheiro ainda despido.

Freddie:Estás super querido. Se não estivesse tão arrasado da noite anterior já te estava a comer, gatão-disse a dar uma piscada provocativa

Jim sorriu e retirou as orelhas e a coleira

Jim:Acho que isto vai para a nossa caixa de brinquedinhos, não?

Freddie apenas sorriu enquanto Jim puxava uma caixa de debaixo da cama e colocava lá as orelhas, a coleira e a cauda-dildo.

Eles tomaram banho juntos e desceram as escadas.

Rami e Sami já estavam na sala ainda despenteados e com os pijamas. Era fim de semana, não tinham nada que fazer. 

Eles sentaram-se no sofá junto com os seus filhos.

Freddie:Já estão levantados?

Sami:Sim, papai.

Jim:Porque é que se levantaram tão cedo?

Rami:Não conseguíamos dormir.

Jim:Não têm trabalhos de casa para fazer?

Sami e Rami entreolharam-se mas não responderam.

Freddie:Meninos, sim ou não?

Rami:Não?

Jim:A verdade por favor.

Sami:Ok.... sim temos...

Freddie:Vão fazê-los.

Os gêmeos levantaram-se a resmungar e foram para o seu quarto.

Freddie:O que é que queres fazer hoje, querido?

Jim:Podíamos chamar o Joe, o Ben e o Gwil para virem cá depois de eles acabarem os trabalhos.

Freddie:Ou podíamos levá-los ao parque infantil para se divertirem.

Jim:Boa ideia, gatinho.

Freddie ronronou e abraçou-se a Jim.

Mais tarde

Já estavam todos no parque infantil, eles deixaram Rami e Sami a "tomar" conta dos outros. Eles sabiam que nenhum ia fazer nada, mas assim podiam relaxar um pouco.

Eles sentaram-se num banco lá no parque e Freddie deitou-se no ombro de Jim.

Jim passou o braço à volta de Freddie e ele sorriu.

Passado um tempo Sami apareceu com alguma coisa atrás das costas.

Sami:Papai..?

Jim:Sim, filho?

Sami tirou uma gatinha de trás das costas.

Sami:Podemos ficar com ela????

Era uma gatinha castanha clara com umas risquinhas escuras.

Freddie rapidamente se apaixonou pela gatinha. Jim não foi diferente, ele se apaixonou pela gatinha tão rápido como Freddie mas depois a realidade bateu à porta. Eles já tinham dois gatos e se esta gata não estivesse esterelizada iam aparecer imensas ninhadas de gatinhos bebés, e Freddie nem os iria querer dar e ia ser muito gato em casa.

Freddie:Onde é que o encontraste?

Sami:Estava sozinho no parque, assustado...

Jim:Hm... não sei Sami... já temos o Goliath e o Romeo...

Sami:Por favor........-implorou a fazer beicinho

Jim retorceu um pouco o nariz mas Freddie cedeu.

Freddie:Tudo bem... podemos ficar com ele...

Sami saiu a correr com a gata nos braços.

Jim:Podemos?

Freddie:Vá, mal não vai fazer...

Jim:...até já tens nome para ela não é?

Freddie:Dorothy.-disse a sorrir

Jim:Depois vamos levar os meninos a casa e vamos ao veterinário esterelizala. Não quero ninhadas de gatinhos aos pulos pela casa. Gatinho a pular chega-me o que eu já tenho.-disse fazendo uma festa no queixo de Freddie 

Freddie:Cavalgar, queres dizer-corrigiu com um sorriso 

Jim sorriu de volta e beijou-o

No final do dia

Jim e Freddie tinham acabado de chegar do veterinario. Tinham deixado a gata com os outros e foram para a cama.

Eles deitaram-se um ao lado do outro e abraçaram-se.

Freddie:Amor?

Jim:Sim querido.

Freddie:Amanhã vou pintar um quadro para vender em leilão, consegues ocupar os gêmeos furacão durante umas horas?

Jim:Claro amor-disse a sorrir

Freddie abraçou-se mais forte a Jim e beijou o seu queixo.

Freddie:Amo-te.

Jim:Eu também gatinho.


Notas Finais


Então people acabou
Se n leram as notas iniciais vao ler
Comentem sobre isso
Comentem e favoritem se gostaram
Piece People ✌🔥❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...