1. Spirit Fanfics >
  2. Queen Of New Orleans >
  3. Curtindo

História Queen Of New Orleans - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


desculpem a demora, espero que gostem e comentem pra mim saber se esta do agrado de vocês. S2

Capítulo 6 - Curtindo


Povo autora

Alessandra se despediu de James e Klaus e logo entrou no voo com seus tios, com o coração na mão, mas feliz por ter conseguido se despedir de James e do seu Nik sem perceber um sorrio são dos seus lábios ao pensa no beijo que o Klaus a deu antes de entra no avião, ainda podia sentir o toque de seus lábios sobre os dela e isso fazia com que seu sorriso aumentasse cada vez mais, não via a hora de vê-lo de novo assim Alessandra entro e se sentou no seu assento com seus tios ao lado e logo depois dormiu voo inteiro.

HORAS DEPOIS

- Alessandra, chegamos (Clara).

A tia de Alessandra a chacoalhou levemente a acordando do seu sono, Alessandra abriu seus olhos piscando repetitivamente se acostumando com a claridade do avião.

- Que horas são? (Alessandra)

Perguntou Alessandra se Levantando e pegando sua bolsa que estava em baixo do banco da frente.

- não sabemos o fuso horário daqui e diferente (Edward)

- eu tinha esquecido como aqui e calor (Clara)

- realmente, mamãe disse que eu nasci aqui e depois fomos embora para Beacon Hills e onde eles começaram o império deles (Alessandra).

- realmente, seus pais conquistaram com muito esforço o reino que e hoje, não foi fácil conseguiu ter a paz entre os lobos e as bruxas e alguns vampiros (Clara).

- Me lembro como se fosse ontem seu pai ajudando o povo depois da explosão que aqueles vampiros fizeram. (Edward)

- foi até que um tempo bom não foi querido? (Clara)

Disse dando aquele sorriso apaixonado para seu marido.

- Foi sim, tirando esse acontecido foi expendido dois anos depois nos casamos (Edward)

Retribuiu Edward o olhar apaixonado e carinhoso, naquele momento Alessandra se perguntou se ela e Klaus eram assim, mas logo balançando a cabeça, e se achando tola ela e Klaus a haviam se beijando somente duas vezes e ela já estava imaginando várias abobrinhas.

- vou alugar um carro esperem aqui (Edward)

Disse Edward tirando Alessandra dos seus pensamentos, e logo em seguida dando um selinho em sua tia Clara e saindo, sua tia vira em sua direção e diz.

- Conte tudo (Clara)

Alessandra faz cara de confusa, olhando em direção a sua tia.

- o que? (Alessandra)

Sua tia revirou os olhos, e a puxou para sentar em uns banco que tinha ao lado delas.

- O Klaus (Clara)

Falando de uma forma óbvia, fazendo a Alessandra dar uma pequena risada da carinha que sua tia fez.

- Ah. Não tenho muita que conta tia (Alessandra)

- como não? E aquele beijo de vocês no aeroporto (Clara)

- ah tia, só teve aqueles que você viu, e confuso pra mim (Alessandra)

- Meu bem, Ele parece tá bem apaixonado por você (Clara).

- como sabe disso? Ele falou algo? (Alessandra)

Perguntou Alessandra com um olhar curioso

- Não e preciso, isso está bem nítido, basta olha para e vê a forma que te olha os olhos dele brilham (Clara).

- você acha? (Alessandra)

Perguntou com um sorriso bobo no rosto

- Eu não acho, tenho certeza (Clara).

Logo Edward apareceu com uma chave do carro Audi A3 vermelho, e logo pegamos nossas malas e seguimos em direção ao carro.

QUEBRA DE TEMPO

Chegamos à casa de minha vó aonde iríamos fica.

-Alessandra quanto tempo meu bem (Aline)

- Vó (Alessandra)

Aline abraça sua netinha que a tantos anos não via, uma abraço cheio de saudades, a última vez que a viu a Alessandra era apenas uma menininha de 6 anos.

- Oh meu anjo você está tão grandinha, veja Selena como minha netinha cresceu (Aline).

Aline chamou sua filha de coração Selena para ver sua netinha, apesar de ter se passado anos nada avia mudado na aparecia da avó de Alessandra, ela continuava jovem tanto como sua e de seu pai um segredinho que mais a frente será revelada.

- estou a ver mãe, Alessandra se tornou uma linda mulher (Selena).

Responde Selena depois de abraça Edward e Clara e em seguida indo em direção a sua sobrinha Alessandra.

- Vocês continuam a mesma que eu lembro, jovens e lindas (Alessandra).

Alessandra disse feliz em rever suas queridas avó e sua tia.

- ora deixe disso meu bem (Selena)

- venham vamos entrando, o chauffeur já vem busca as coisas de vocês e levarem ao quarto, estão com fome mandei prepara uma comida especialmente para vocês (Aline). 

Disse Aline chamando todos para entrarem após entrarem na casa ela pediu a todos para se sentarem no sofá.

- como se foi de viagem? (Selena)

- foi ótima (Edward)

- e minha filha? Faz tanto que não vejo a minha menina (Aline)

- ela está muito bem vó, está resolvendo uns assuntos do reino (Alessandra).

- mãe, vamos os deixa descansarem, A viagem com certeza foi cansativa, agora são meio dia, uma hora vamos almoçar desçam para comerem aposto que estão famintos em um voo tão longo, não preciso nem pergunta pra saber que a comida do avião e horrível (Selena).

- tem razão querida, estava com tantas saudades deles que acabei esquecendo, subam e tome um banho, o Alfredo vai mostra o lugar onde fica o quarto de vocês (Aline).

Disse sua vó chamando logo em seguida o Alfredo e pedindo para indica o local que iriam fica logo em seguida todos subiram a escada que dava no segundo andar.

Logo tomaram um banho de ajeitaram e desceram para almoçar.

Na mesa de jantar:

- Me conte tudo meu bem, como anda a ingrata de sua mãe que nunca mais veio me ver (Aline).

- avó ela está bem, está resolvendo uns assuntos do reino junto com o Papai (Alessandra).

- deve ser algo sério, já que você veio pra cá (Selena).

- Digamos que sim, e uma matilha de lobos muito grande e forte que andaram rondando e dando dores de cabeça (Edward).

- Alice desconfia tenha alguma bruxa por trás deles, por que não e possível tamanha força daqueles lobos, não que eles não sejam fortes, mais e que a força e anormal (Clara)

Alessandra olhou para sua tia com uma feição neutra, mas por dentro estava morrendo de preocupação, ela sabia que eram fortes do não imaginava ser tanto.

- será que não são híbridos (Selena)

Perguntou com a feição preocupada.

- acreditamos que não, convivemos com um durante um tempo Emmett conversou com ele sobre isso, sobre essas suspeitas e tudo indica que não (Edward).

- Conviveram com um? O único que ouvi falar uma vez foi Niklaus Mikaelson (Selena)

Disse com uma expressão confusa.

- e ele mesmo minha filha, sua irmã ligou me contando sobre os acontecimentos e disse sobre ele, no começo fiquei preocupada mas de acordo com ela, ele se comportou muito bem e todos se deram bem com ele, principalmente Alessandra ( Aline)

Respondeu a avó de Alessandra, com um sorriso discreto fazendo Alessandra corar levemente as bochechas.

- por que ficou preocupada vovó (Alessandra)

Perguntou Alessandra dando uma garfada em seu estrogonofe de camarão, que a propósito está uma delícia.

- Querida.. Digamos que o histórico dele não e muito bom. (Aline)

Respondeu sua avó, com uma expressão preocupada, e procurando palavras certas para dizer a sua sobrinha sobre o temido hibrido mesmo não estando presente e a acompanhando a presença do hibrido no castelo, sabia que não era o momento certo para saber sobre o outro lado obscuro do mesmo, apesar de saber o que vai acontecer às visões começaram mês passado, via sofrimento, mas também via que sua netinha seria extremamente feliz, essa profecia passava de geração a geração em sua família de sua bisavó para sua avó e para sua mãe e assim por diante.. Por um tempo caiu no esquecimento e ate mesmo fico conhecida como apenas um mito, ate que sua sobrinha nasceu e assim que colocou os olhos nela soube imediatamente que era a ela, a escolhida da profecia, seu coração apertava ao saber que não podia mudar o que já estava escrito a muito da mesma nascer.

- No começo ficamos com receio de algo acontecer, mas Alice sempre foi do tipo dá uma chance até que a pessoa de motivos. (Edward).

- Fora que Emmett e ele se deram muito bem, parecia que se conheciam há tanto tempo (Clara).

- Isso e verdade e com a Alice também, pra ser sincero ele se deu bem com todos e não parecia em nada com o que dizia dele (Edward).

Depois do que o Edward disse, mudaram de assunto e começaram a fala coisas banais como a escola, faculdade entre outras coisas.

Quebra de tempo

Alessandra estava em seu quarto na mansão de sua avó já tinha arrumado metade de suas coisas e agora estava na sacada que tinha no quarto com visão linda do céu estrelado, até que a mesma escuta seu telefone toca. Ela olha o visor e vê que o seu Nik, logo atendendo.

Ligação on

- Nik (Alessandra)

Atendeu Alessandra com a voz de quem estava sorrindo.

- Me desculpe à demora, vi sua mensagem agora pouco, mal cheguei e Nova Orleans e já tive muitos assuntos a resolver (Klaus).

- Algo grave? (Alessandra)

Perguntou preocupada.

- Nada com o que deva se preocupar, me diga como foi de viagem e como você está? (Klaus)

Perguntou Klaus com um tom de quem estava curioso

- foi tudo bem, tudo tranquilo e por aí? (Alessandra)

- Bem, sabe Alessandra eu estou em um dos meus lugares favoritos no mundo, cercado por comida, música, arte, cultura. E tudo que eu consigo pensa é o quanto eu quero te mostra tudo isso. Não vejo a hora de tudo se resolver e enfim trazer você pra cá (Klaus)

Disse Klaus com um tom alegra e animação na voz, à sensação que ele estava sentindo naquele momento, era indescritível ele não sabia dizer, o que era uma loucura para ele, mas era uma loucura muito boa e ele queria cada vez mais disso a sensação gostosa que ele tinha somente ao fala com a Alessandra era incrível e apesar de ter se passado um dia distante dela ele já sentia uma falta muito grande dela como se fosse meses ou até mesmo anos, ele nunca tinha sentido aquilo com alguém em toda sua existência, ele se sentia como um adolescente com os hormônios a flor da pele.

- Nik - Suspiro/ sorriso - eu mal posso esperar pra isso acontecer, o jeito que você falou dela agora, parece realmente ser incrível (Alessandra).

Klaus sorriu ao ouvir sua resposta, amos compartilhava a mesma sensação só de ouvir a voz um do outro.

- Você não sabe como fico feliz em ouvir isso, e saber que você ainda não mudou de ideia (Klaus).

- e porque eu mudaria? (Alessandra)

Questionou curiosa

- As coisas comigo são meio complicadas Little Ale (Klaus)

Alessandra ressonou fazendo assim Klaus ouvir do outro lado da linha

- Vá descansa Little Ale, amanhã conversaremos mais (Klaus).

- tudo bem Nik, até amanhã meu loirinho (Alessandra).

Fim da ligação

Responde dando outro ressono e logo desligaram a ligação Alessandra seguiu em direção a sua cama e dormiu.

Do outro lado da linha Klaus sorriu com o que a Ale tinha lhe chamado "loirinho" ele balançou a cabeça e focou no que estava acontecendo no agora na sua cidade.

Do outro lado do mundo estava Alessandra  o dia no Brasil começa a amanhecer e o sol começou a dar as caras fazendo Alessandra desperta e vendo que se esqueceu de fecha a sacada e o sol vieram em cheio nos seus olhos a fazendo pisca várias vezes até se acostuma com a claridade.

Assim que se levantou se arrumou desceu e encontro seu tio Edward lá em baixo.

- Bom dia, sobrinha do titio (Edward).

Alessandra sorriu indo em direção ao seu tio e o abraçando.

- Bom dia tio (Alessandra)

-Já fui à faculdade daqui e fiz seu cadastro em medicina certo? (Edward)

- Sim, você lembrou, mas tios não iremos pra casa logo? (Alessandra)

- Vamos meu bem, mas estamos sem data então enquanto isso você vai estudando (Edward).

Alessandra somente concordou com a cabeça.

-Tio você podia continua o nosso treinamento não acha? Já que teremos tempo (Alessandra)

- tem razão, troque de roupa e vamos treinar (Edward).

- está bem só vou tomar café, cadê o resto do pessoal? (Alessandra)

- saíram pra compra  umas coisas pra casa (Edward)

Alessandra concordou com a cabeça  e logo seguiu em direção à cozinha e sendo servida pelos serviçais.

Daquele dia em diante Alessandra e seu tio Edward recomeçaram seus treinos que eles tinham antes do pequeno Joseph falecer, a diferença e que naquela época seu tio pegava mais leve, pois ela ainda era humana, coisa que hoje ela não era mais, então ela apanhou muito antes de começar a ter evolução na luta Edward.

Meses depois

Alessandra conversa com sua família por telefone todo dia já com o Klaus se falavam sempre que conseguiam e passavam horas na linha conversando sobre vários assuntos, Alessandra já podia ter voltado para Beacon Hills, porém preferiu ficar e termina sua faculdade já que a mesma fez uma prova e viram que a mesma tem um K.I elevado então a colocando a mesma nos dois últimos anos da medicina, sendo assim ela ficaria dois anos no Rio de Janeiro para se forma e enfim ir para Beacon Hills, Nesse estante Alessandra fala com seus pais.

Ligação on

(Emmett- E Alice - A Alessandra - Ale)

- Como vão as coisas meu bebê? (A)

- Mãe não me chame assim já sou adulta, está tudo indo bem, estou com saudades de vocês quando viram aqui? (Ale)

- Meu anjo sabe que e complicado, não dá pra ir e larga o reino sozinho, inclusive eu e sua conversamos e achamos melhor fazermos um baile para sua formatura aqui em Beacon Hills (E).

- Você sempre será meu bebê filha você sabe disso, e eu concordo com seu pai, sempre que saímos daqui são seus tios que tomam conta, e agora que eles estão ai não sera possível sair daqui. (A).

Alessandra sorriu adorava saber disso, embora não assumisse em voz alta.

- Tá bom mãe, só não fale isso em público, esta bem papai, assim que concluir minha faculdade aqui voltou para Beacon Hills e comemoramos juntos como uma família (Ale).

- Filha precisamos ir, apesar de estamos em paz agora o reino ainda tem muitos problemas para resolver (A)

- Amamos você meu anjo, qualquer coisa é só ligar (E).

- Tudo bem, eu também amo vocês (Ale).

Fimdaligação

Alessandra suspeitou olhando o aparelho sentia saudades de sua mãe e seu pai entre outras pessoas, fazia uns dias que não falava com o sei irmão James e isso a preocupada desde quando saiu de lá ela percebeu que James estava escondendo algo da mesma e a mesma desconfiava que fosse esse o motivo dele ter a evitado, mas depois ligaria para ele, agora ela iria sair com suas amigas a Manu e a Lili a qual se conheceram na faculdade e a ligação foi imediata, foi como se elas de conhecesse a anos compartilhavam tudo segredos os planos inclusive ambas as amigas  sabiam do Klaus e já Shippavam eles e ambas viam o jeito que ela falava dele e era bem nítido que ela amava ele e parecia que era recíproco pelas coisas que ela dizia que falava a ela, Alessandra estava se arrumando e elas iam ao baile da gaiola do Rio de Janeiro fazia sucesso, apesar de ser um lugar simples ele não se importavam elas dançavam e se divertia a noite quase toda.

- Miga chegamos (Lívia)

- Cadê você piranha? (Manu)

- Estou aqui no quarto (Alessandra)

Logo as meninas apareceram no quarto de Alessandra.

- Você tá muito linda amiga (Lívia)

- olha quem fala vocês estão um arraso (Alessandra)

Respondeu abraçando as meninas e logo elas saíram com o carro que Alessandra ganhou de seu tio uma BMW X6, ao chegarem lá estava lotada de gente e assim que chegou começo a toca Bola Rebola - da Anitta com o j Balbino com participação do Zaac já chegaram se divertindo e assim foi a noite toda, foram   até o chão aproveitaram bastante a folga da faculdade. Beberam muito dançaram bastante e logo depois foram pra casa da avó de Alessandra iria dormi lá, Alessandra viu a hora e já era 4 da madrugada.

- Meu Deus  já são 4 horas da manhã (Alessandra)

- Passou tão rápido (Manu)

- aí deveríamos sair assim, mais vezes (Lili).

- concordo fazia tempo que não nos divertiam assim (Manu)

- eu sei meninas, mas com a faculdade fica bem difícil (Alessandra).

- vamos dormi que amanhã eu tenho treino (Alessandra)

- será que seu tio gato me treinaria? (Manu)

- Provavelmente sim amiga, mas tio Edward e bem rígido já vou logo falando (Alessandra).

Responde Lívia que tinha começado a treina juntos recentemente.

- não sei, por que você precisa de treino sendo que tem seus poderes amiga (Manu       ).

- Amiga não e por que sou bruxa que não significa que eu não tenha que saber lutar (Lili)

- Lili tem razão Manu, pode  haver alguma vez dela fica sem eles, como ela se defenderia de não souber lutar (Alessandra).

- E verdade amiga você tem razão (Manu)

- Vamos dormi meninas estou cansada (Lili)

Todas concordaram logo em seguida indo tomar um banho e logo todas estava dormindo na cama de Alessandra.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...