História Quem ama um louco, fica louco também?? - Capítulo 11


Escrita por: e Biancamello9090

Postado
Categorias Batman
Personagens Coringa (Jack Napier), Personagens Originais
Tags Arthur Fleck, Coringa
Visualizações 30
Palavras 881
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Maldita Indecisão!!


Fanfic / Fanfiction Quem ama um louco, fica louco também?? - Capítulo 11 - Maldita Indecisão!!

7 de  dezembro. 

Gotham city. 


Ela realmente não vai voltar, nunca mais, acho melhor assim. 

Minha vida desmoronou em cima de mim, descobri que sou adotado, que fui espancado quando criança e aquela louca que se dizia minha mãe, nunca fez nada para impedir, então a matei a alguns dias atrás, agora estou liberto dessa prisão infernal do qual era minha vida, só vou me aprontar para ir até o show do Murray. 

Já não tenho nada para perder, meu mundo está destruído. 

Ouvi alguém bater a porta.

Será que meu amiguinho tinha dito algo a polícia?? — pensei ao colocar novamente a tesoura em meu bolso, da última vez até que foi engraçado ver todo aquele sangue. 

Olhei no olho mágico e fiquei extremamente surpreso, abri de uma vez a porta, vendo aquela ruiva novamente em minha porta me dava certa alívio e por outro lado não. 

Ela olhava-me com seu olhar terrivelmente inocente, aquilo me tirava do sério. 

Vai para onde assim??  — perguntou quebrando o clima tenso entre nós. 

Me apresentar no show do Murray... Entra!! — disse ao sair do meio, nunca me virando de costas, para ela não ver a tesoura.

 Nossa sério??  Que legal..... — disse ao olhar o apartamento com atenção— onde está a senhora Fleck, ela não irá ver a sua apresentação?? 

A olhei nos olhos, abaixei minha cabeça e disse baixinho. 

Ela morreu.... A dois dias atrás.... — disse agora a fitando novamente, vi o brilho nos olhos azuis diminuírem drasticamente. 

Eu.... Meus pêsames Arthur... — disse ao passar a mão em seus braços, acho que de nervosismo talvez. 

Pensei que você não virei mais me ver depois aquilo... — disse sentando no sofá, enquanto ela estava no outro. 

Ela sorriu fraco, só então percebi que tinha marcas nos braços de Virna. 

Eu, eu ia vim, só que aconteceram alguns problemas comigo, nada muito sério... — disse ao sorrir, porém fez exatamente como eu, ela forçou, forçou um sorriso falso. 

Hum.... E essas marcas no seu braço??  Também não e sério?? — quando fiz a pergunta, a vi ficar sem jeito, olhando para os cantos, ela se levantou e disse. 

Arthur, por um acaso você encontrou algum livro, bom e como um caderno e.... — não continou a frase, eu levantei e fui até a mesa, onde estava seu diário, o pegando ea mostrando. 

Você quer dizer, o seu diário?? — perguntei a vendo me olhar incrédula. 

Você leu?? — ela não estava acreditando. 

Li.... Você sofreu bastante na sua vida não e??  Incrível isso, eu pensei que só os pobres sofriam... — disse ao colocar o diário perto da dona, que rapidamente pegou o diário em suas mãos com força. 

Você não tinha o direito de fazer isso.... Era a minha vida— disse ao fazer menção de ir para a porta, porém eu fui mais rápido, ficando na saída, impedindo sua passagem. 

E você??  Se meteu na minha vida, me prometeu ajuda, e só bagunçou a porra da minha vida, você acha justo?? — perguntei a olhando de perto. 

Eu tentei te ajudar.... — disse agora com os olhos marejados, era incrível como era delicada em todos os aspectos. 

Mais não conseguiu... Sabe você me deve, porque prometeu, e mesmo assim não cumpriu!! — disse ao lembrar que li em seu diário, que uma promessa para ela, era como a coisa mais sagrada do mundo para ela. 

Vi seus olhos claros focando-se em mim, a vi se aproximar perigosamente. 

E oque você quer que eu faça?? — perguntou com seus lindos olhos marejados. 

Seja minha, junte o útil ao agradável— disse ao sorrir com vontade— hoje e seu aniversário de 18 anos certo?? Lembra-se foi que escreveu ai?? — disse apontando para o diário. 

Que eu queria perder a virgindade ao completar 18 anos.... Porque queria ser uma mulher completa.... — Disse baixinho, mais para ela mesma do que para mim. 

Então oque acha?? — perguntei já a encarando de perto, certo eu queria muito transar com ela, mais não queria forçá-la na força física, mais ninguém falou nada de forçá-la mentalmente rsrsrs. 

Ela apenas ficou me olhando, queria muito ter a habilidade de ler mentes. 


××××××××××××××🤡×××××××××××××××


Não acredito que Arthur está me propondo algo assim, nunca imaginei que ele fosse assim.

Ele finalmente saiu do caminho, deixando a saída livre. 

Pode ir se quiser, só faça um favor para você e outras pessoas, não prometa oque não pude comprir!! — disse ele com indiferença na voz, aquilo me machucou, muito mesmo.

Arthur, me responda uma pergunta.... — disse o olhando com atenção. 

Diga!! — respondeu me dando permissão para continuar. 

Se.... Se eu me entregar a você. Você irá somente me usar, e depois descarta?. — pronto, joguei as cartas na mesa, sim eu queria muito me entregar a ele, só tinha medo de ser usada. 

Porque acha isso?? Eu nunca faria isso, você e Legal, e me faz sorrir!! — disse ao passar a ponta de seus dedos em minha bochecha. — você e perfeita... 

 Eu nunca fui aceita pela minha família, nunca ninguém me quis, ou fez questão de ter minha companhia, ele por mais que pareça egoísta, faz questão de me ter por perto, ele e meio desengonçado mais e uma pessoa incrível comigo. 

Então minha resposta e..... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...