História Quem disse que sou santa? - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Sasusaku
Visualizações 445
Palavras 2.995
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Doce Haruno.


 

Sasuke

 

_ Itachi você não está indo construir barracos na Etiópia. - rosno puxando o para dentro da sala.

 

Ele já está com sua mochila pronto para sair livre e leve e solto ao redor do mundo, mas não agora.

 

Naruto está internado e não posso perder mais uma cabeça nesse momento, não que Naruto fosse uma cabeça muito necessária, mas ele servia para tapar alguns buracos em determinadas reuniões que não considerava tão importante.

 

_Ah qual é Sasuke. Eu estou indo ajudar a comunidade a ter uma vida melhor. - ele rebate tentando fugir, mas eu o empurro para mesa e entrego lhe algumas pastas esperando que ele me ajude, mas em vez disso ele começa a flertar com minha secretaria.

 

_E ai Konan que ir para a Etiópia comigo? - reviro os olhos quando a vejo corar se encolhendo atrás da mesa.

 

Caramba meu irmão é tão imbecil que certamente não sabe o significado da palavra assédio sexual.

 

_ Não obrigada senhor Uchiha Itachi, mas obrigada pelo convite. - ela responde com as bochechas vermelhas.

 

E claro que eu já notei essa química que rola entre os dois há um tempo, mas Itachi e boco demais para admitir que está caído por uma garota e Konan é tímida demais para paquerar Itachi.

 

E claro que eu agradeço mentalmente por ela ter um pouco de semancol e nao sair se atracando com meu irmão em algum canto da empresa.

 

Já basta Naruto se atracando com cada funcionaria nas escadas e na sala dos arquivos, ele acha que eu não sei, mas tenho câmeras por todo prédio e sei onde e com quem e o que cada funcionário anda fazendo.

 

_Trabalho. - encaro Itachi que solta um suspiro olhando algo em seu celular.

 

Respiro e aperto minhas têmporas esperando que Itachi me ajude, mas ele somente joga as pastas sobre a mesa e sorri olhando para minha agenda sobre a mesa.

 

_ Você está indo em todos esses eventos? - ele me mostra a minha agenda totalmente tomada na parte da noite com jantares bingos e eventos beneficentes o que me deixa irritado.

 

Grito por Konan que enfia o rosto através da porta com os ombros encolhidos.

 

_Senhor Uchiha? - oh merda como ela coloca meu nome em eventos nos quais não poderei ir.

 

_ Konan posso saber porque meu nome estão listados em todos esses eventos nos quais não posso comparecer? - ela morde o lábio inferior e depois revira os olhos e pelo olhar posso dizer que ela não sabe o que responder.

 

_Preciso que retire meus nomes. - e lá está mais um olhar que ela me dá somente quando algo está errado.

 

_Senhor eu não posso retirar o seu nome. Eu já confirmei.- ela responde baixinho.

 

Maravilha como sempre Konan confirmou me em todos os eventos sem me perguntar antes, porque é tão difícil encontrar alguém competente para minimizar ao máximo as minhas dores de cabeça.

 

_ Bom estou indo até sexta eu volto. Tem o baile de máscaras e isso eu não perco mesmo. Doido para pegar umas mascaradas.- Itachi grita já se lançando para fora acenando tchau.

 

Maravilha acabo de ficar sem uma alma amiga para me ajudar a sobreviver a esta semana sem o imbecil do meu socio.

 

Mas o estado de Naruto e deprimente. A cara dele está parecendo uma melancia e suas bolas estão tão inchadas que parecem duas bolas de Tênis.

 

Deus eu não quero nem me lembrar que dói na alma.

 

_Senhor precisa de mais alguma coisa? - ela pergunta se escondendo atrás da porta.

 

Oh me poupe não sou um bicho papão, tudo bem que sou grosso e exigente, mas isso é porque alguém nesta empresa tem que trabalhar já que os demais sócios não fazem nada além de paquerar esposas de investidores e viajar para os confins do mundo.

 

_ Não Konan pode ir. - suspiro jogando minha gravata sobre a mesa pronto para encarar mais um dia de trabalho que não vai acabar antes das duas da manhã.

 

Mas eu não tenho tempo para reclamar então começo a trabalhar e deixo de lado a minha irritação e minha vontade de ver senhorita Haruno um pouco de lado.

 

Se é que isso é possível.

 

Ela tem estado em cada sonho meu. Acordo a cada noite abraçado ao meu travesseiro sussurrando Sakura e com o meu pau mais imponente do que uma fodida estaca de ferro.

 

Essa mulher está dominando cada célula do meu corpo e isso me assusta profundamente.

 

Sorrio quando abro a página pessoal do senhor ministro. Há centenas de fotos dele e sua família, a maioria são deles com sua esposa e filha em eventos beneficentes, mas ela é linda e cada uma das fotos e como se ela tivesse nascido para ser fotografada.

 

Ela está sempre sorrindo o sorriso mais doce e puro deixando todos ao redor encantados com tamanha doçura.

 

Fecho a pagina e tento focar minha mente no trabalho, mas quem disse que consigo?

 

Eu passo as horas seguintes com a mente em Haruno Sakura . Um pensamento mais erótico do que o outro.

 

Isso me torna um perseguidor em potencial?

 

Eu acho que não ou talvez sim.

 

A semana passa rápido e nenhum sinal do imbecil do meu irmão. Naruto continua com as bolas de molho.

 

Toda manhã passo para dar uma olhada nele e hoje ele me parece menos inchado.

 

_Merda vou perder o baile de mascaras. - ele choraminga assistindo as fofocas no E Tonight e pelo olhar ele está devastado com o fato dele estar fora da noite mais esperada do ano.

 

_ Cara bebe e fode por mim. - ele aperta meu braço com um olhar de Poodle abandonado, mas eu o ignoro afinal eu não bebo e muito menos fodo em nome de outra pessoa.

 

Se eu for beber e porque preciso relaxar e se eu vou foder e porque meu corpo necessita disso.

 

_ Bem se divirta e se ver Hinatinha diga a ela tudo que aconteceu. Explique para ela que eu não estou lhe comendo por favor. - dou lhe um soco no peito e saio afinal ele já está suficientemente inchado.

 

Após mais um dia cansativo no trabalho eu corro para casa para me arrumar para o baile, esta noite eu vou vê lá e tentar esclarecer todo mau entendido que se sucedeu em todos os nossos encontros.

 

Não posso permitir que Haruno Sakura continue achando que eu jogo em outro time. Eu preciso mostrar a ela que sou o seu rei Arthur e tenho uma fodida Excalibur entre as pernas, ops melhor não.

 

Guinevere traiu Arthur com Lancelot e eu não quero ser corno.

 

Puxo o smoking Balmain que deixei separado na parte da manhã e visto me rapidamente, borrifo meu perfume preferido e deixo os cabelos desleixados já que estarei com a máscara que cobre a maior parte do meu rosto e decido correr porque já passa das 21 e no convite estava marcado às 20:00.

 

O caminho até o salão e caótico e congestionado.

 

Pelo jeito toda High Society de Manhattan está neste quarteirão, jogo as chaves do meu carro nas mãos do manobrista que abre um sorriso quando olha para a minha Bugatti.

 

_ Cuide bem dele. - ele acena a cabeça com força reverenciando o meu carro antes de manobra lo para o estacionamento subterrâneo do prédio.

 

Puxo o convite do bolso e entrego para a recepcionista que sorri de forma sexy.

 

_Por aqui senhor Uchiha. - ela diz me levando em direção a imensa porta.

 

Ajeito a máscara em meu rosto e estudo o salão do topo da escada.

 

_Hey. - Neji acena ao lado de Sai assim que me avista na entrada suntuosa do imenso salão.

 

Eu tenho que admitir a senhora Haruno sabe como chamar a atenção de toda high society de Manhattan, tenho certeza que centenas de pessoas se digladiaram para obter um convite porque eu mesmo recebi vários pedidos ao longo da semana por conta da influência da minha família.

 

Mas não uso do meu sobrenome para conseguir favores.

 

_E ai pessoal. - olho ao redor e farejo como um fodido cão de caça.

 

Meus olhos afiados a procura da única pessoa que me interessa e em poucos minutos eu a avisto sobre o mezanino sozinha observando o imenso salão.

 

Meus pulmões se comprimem e mau consigo respirar.

 

A visão que tenho daqui e de tirar o fôlego, olho ao redor e observo se mais alguém está observando a e caso encontre alguém vou rasgar lhe a jugular.

 

Ela é linda. Exuberante em seu todo.

 

O vestido cai como uma cascata por cada centímetro do seu corpo curvilíneo e como estar assistindo as ondas do mar cobrir a areia branca a cada balançar.

 

A máscara prateada adornada em cristais e pérolas cobre todo seu rosto me dando apenas o vislumbre de seus lindos olhos e seus lábios rosados que eu desejo tanto beijar.

 

_ Rapazes até mais tarde. - digo e saio antes que eles me perguntem algo.

 

Não perco um minuto se quer e vou em busca do que vim pegar esta noite.

 

_Eu quero isso. - sussurro em sua orelha trazendo seu corpo ao meu.

 

Deus esse vestido e sexy na medida certa.

 

Tudo nela é tão sexy, mas ela consegue estar sensual sem ser vulgar, eu quero toca lá, mas não posso assusta lá então me controlo.

 

Ela é doce demais para as coisas que anseio fazer com ela.

 

Pura.

 

Inocente.

 

_O senhor quer o que? - ela pergunta me encarando com seus lindos olhos.

 

_ Isso. - deslizo meus dedos por suas costas nuas e ela fecha os olhos saboreando o meu toque.

 

Merda ela está me deixando duro.

 

Sinto meu pau inchar dentro de minha calça pronto para reverenciá lá, mas me controlo.

 

_As minhas costas senhor Uchiha? - ela pergunta com um pequeno sorriso nos lábios e até isso é capaz de me deixar com tesão.

 

E eu que achei que não existia uma mulher capaz de me levar ao paraíso neste mundo.

 

_ Também. - sussurro em sua orelha deslizando meus dedos em seus cabelos.

 

_ Humm.. O que mais? - ela pergunta me encarando de forma inquietante.

 

Eu me seguro e digo para mim mesmo para ir com calma. Mantenho minhas garras bem guardadas e tento focar minha mente em algo menos sujo.

 

Mas minha mente é suja demais e a visão desse anjo rosa ajoelhada levando meu pau em sua boca e tudo que vem em minha mente.

 

Haruno Sakura e doce demais. Inocente e pura demais para a minha mente suja e pervertida.

 

_ Seu sorriso. - ela cora graciosamente mordendo o lábio inferior com um sorriso tímido.

 

Meu coração dispara e eu quero arrancar lhe o vestido e fode lá contra a parede até que ela grite meu nome para que todos no salão possa escutar seus gritos e gemidos.

 

_E.. O senhor gosta de mulheres doces? - ela levanta os olhos e me observa cautelosa esperando pela resposta.

 

E como se essa pergunta fosse a que vale um milhão de dólares então eu penso bem antes de responder.

 

Se eu disser não ela foge e isso está fora de questão.

 

Se eu disser sim eu vou ter que esconder o homem que sou por baixo dessa aparência impecável de cavalheiro.

 

_Então senhor Uchiha.. - ela me pressiona.

 

_Eu amo as doces e inocentes. - respondo tentando manter minhas mãos sob controle.

 

Mas o que eu quero mesmo é rasgar este vestido e correr minhas mãos por cada centímetro de seu corpo nu.

 

Seu corpo fica tenso em meus braços o que me deixa um pouco receoso.

 

Será que esta é a resposta errada?

 

_Bom.. Porque eu sou tudo isso. - fecho os olhos e suspiro aliviado.

 

Se eu tivesse dito não ela teria corrido.

 

_Ja teve um namorado senhorita Haruno? - ela se afasta e cora um pouco tentando respirar.

 

E claro que pelo olhar que ela me lança ela nunca teve um namorado antes.

 

Tão inocente.

 

_Eu não.. Nunca namorei. - ela diz quase que em um sussurro.

 

Ela é uma jóia rara nos tempos de hoje.

 

Haruno Sakura foi feita unicamente para ser minha.

 

_ Venha quero te levar para ver algo. - ela sorri quando a pego em meus braços e a rodo no ar fugindo com ela para a porta.

 

Ela pisca e de repente sinto seu corpo ficar tenso.

 

_ Meus seguranças. - ela sussurra baixinho quando estamos diante das imensas portas de cedro.

 

_ Eles vão me ver.. E. - eu sei que alguém como ela nunca está livre de seguranças.

 

O pai dela e o ministro e todos que estão ao redor do presidente tem a segurança redobrada inclusive seus parentes sejam os próximos até os mais distantes.

 

_Hey. - chamo um garçom que está passando ao nosso lado.

 

_Sim senhor. - ele diz oferecendo bebidas.

 

_ Sabe se tem alguma entrada ou saída que não seja esta? - ele sorri nos levando para cozinha no andar de baixo do salão.

 

Passamos pela cozinha e por um corredor estreito e escuro até chegarmos em uma porta que dá acesso a um pequeno beco ao lado do salão de eventos.

 

_ Obrigado. - enfio uma nota de cem em seu bolso e sequestro minha princesa que sorri com nossa fuga.

 

É tão lindo o brilho em seus olhos.

 

_ Isso foi divertido. - ela diz baixinho enquanto dou uma pequena espiada para ver se há algum sinal dos seus seguranças.

 

O tumulto e a multidão em frente ao salão e tão grande que consigo fazer a fuga com ela em meus braços sem que ninguém perceba, chego até o manobrista e peço para que ele me leve até o carro e ele me faz este favor.

 

_ Onde está me levando senhor Uchiha? - oh meu amor não faça perguntas deste tipo a um homem louco de amor.

 

_Para o paraíso. - ela me encara e aninha o rosto em meu ombro quando troco de marcha saindo em disparada.

 

Nunca fui do tipo que age por impulso.

 

Sempre fui comedido e controlador, mas com senhorita Haruno esse meu lado fica nas sombras.

 

Quando estaciono o carro ao lado da praia ela corre com os braços abertos deixando os sapatos pelo meio do caminho e eu corro para tentar impedi lá de entrar na água gelada, mas ela o faz e grita assim que a água cobre todo seu corpo.

 

_ Droga. Está um gelo. - eu rio quando a vejo sair correndo para fora encolhida com os braços ao redor do seu pequeno e belíssimo corpo.

 

Merda como vou me controlar com Haruno Sakura molhada desse jeito?

 

Abro meus braços e ela corre para dentro deles sem receio algum e ela cabe perfeitamente neles.

 

_ Deixe me esquenta lá minha linda. - ela se aperta contra meu peito com os dentes batendo.

 

_Eu estou congelando senhor Uchiha. - eu a aperto um pouco mais enrolando meu casaco ao redor do seu corpo.

 

Suspiro quando ela se afasta um pouco já sentindo falta do seu corpo colado ao meu.

 

Levo até onde o carro está estacionado e agora com a luz da rua nos iluminando posso ver que ela veste nada além do vestido.

 

Seus mamilos são rosados e sua fendinha toda depilada, ela me flagra olhando para seus lindos seios  e cora tentando se esconder dentro do casaco.

 

_ Pare de olhar senhor Uchiha. São propriedade privada.- ela murmura cutucando meu peito.

 

Oh com certeza são propriedades de Uchiha Sasuke doce Haruno.

 

_Eu não estava olhando. - rebato rapidamente, mas ela ri cutucando meu peito abrindo o casaco e claro meus olhos olham fixamente para seus seios novamente e ela ri ainda mais me dando um tapa no braço.

 

_Sei.. Só irei deixar porque sei que o senhor é doce e não faria nada comigo que eu não queira. - sinto nessa frase um pouco de ironia o que me deixa confuso.

 

_E o que exatamente eu não faria? - pergunto.

 

Ela me encara, mas não responde.

 

Ela apenas levanta a cabeça e olha para o céu estrelado sobre nós e diz baixinho.

 

_ Você é um cavalheiro e talvez mereça alguém melhor. - e isso me deixa ainda mais perdido.

 

_Melhor? Como? - pergunto.

 

Preciso da resposta para o que ela está tentando me dizer.

 

Ela me parece um pouco surpresa com a minha pergunta, talvez perdida.

 

_Eu.. Acho que não sou o tipo de garota que procura senhor Uchiha. - ela sussurra levantando seu olhar para me encarar.

 

Eu não me importo com o que ela acaba de me dizer eu me aproximo dela e a puxo pela cintura fazendo a fitar no fundo dos meus olhos.

 

_Eu digo que você é a garota dos meus sonhos senhorita Haruno. - ela se encolhe e posso ver que ela está lutando com algo em seu interior.

 

Eu nunca fui do tipo dizer coisas bobas e românticas, mas ela me faz querer ser assim.

 

Ser um Uchiha que desconheço.

 

_Eu quero você. - as palavras escapam de meus lábios.

 

_ Tem.. Tem certeza? - ela pergunta suas bochechas ruborizadas e suas mãos trêmulas em minhas costas.

 

_Sim. Nunca tive tanta certeza de algo senhorita Haruno. Quero cada parte de você. - ela se aninha contra meu peito e essa sensação me leva às nuvens.

 

_E eu a sua senhor Uchiha. - ela enrola seus dedos ao redor do meu pescoço e eu curto esse momento a dois que nenhum dinheiro no mundo e capaz de pagar.

 

É isso que eu quero.

 

Ter a doce Haruno Sakura em meus braços, mesmo que isso me force a abrir mão  do meu gosto um tanto peculiar em relação ao sexo.

 

Como vou amarrar e chicotear a doce e inocente Haruno Sakura?

 

Não.. Isso estão fora de questão.

 

Talvez um papai e mamãe suave.

 

E isso.

 

Sexo doce e suave com minha doce Haruno.


 


Notas Finais


Oi pessoal desculpa pela demora, mas aqui esta o capitulo.

Espero que tenham gostado.

Beijos e comentem.

Ate o proximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...