História Quem disse que sou santa? - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Sasusaku
Visualizações 1.020
Palavras 3.692
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Minha Xana não e ralada.


 

Sakura.

 

_ Pare de rir Ino. - grito sentindo a frustração tomar conta de mim.

 

Ela está a mais de meia hora rolando em minha cama gargalhando tudo por conta da noite de ontem.

 

Eu me arrependo profundamente de ter contado sobre a noite com Uchiha Sasuke para Ino e as meninas que não param de gargalhar às minhas custas.

 

_ Você mentiu Saky. Porra você vendeu lebre por coelho. Bem na verdade você vendeu uma vagaba como sendo virgem o que é pior. - Ino bate as mãos na cama e continua a gargalhar.

 

Eu sei que menti.

 

Droga, mas estou apaixonada por Uchiha Sasuke e sei muito bem que homens como ele sonham com garotas puras e doces e isso é tudo o que não sou, mas para manter Uchiha interessado eu sou capaz de tudo.

 

_Hey gente será que essa cirurgia íntima funciona mesmo? Será que doutor Brady e capaz de me tornar virgem novamente? - olho para as diversas matérias sobre cirurgia íntima nos sites especializados em cirurgias e escuto mais uma chuva de gargalhada recair sobre minha cabeça.

 

_ Deus pare Saky. Assim você nos mata de rir. Então você ainda disse que nunca namorou? Deus Saky ele deve estar achando que você é pura como um anjo. Sua xoxota e mais ralada que a minha. - reviro os olhos e jogo todas as almofadas que Ino derrubou no chão em direção a sua cara.

 

Eu posso ser vagaba, mas não tenho xereca ralada não. Eu cuido bem dos meus patrimônios sexuais.

 

_ Vá se fuder Ino. - grito alto puxando meus cabelos.

 

_Ah qual é Saky. Você é uma pervinha. Ama apanhar no bumbum. Adora todas as coisas bizarras como prendedores de mamilos e mordaças. Como você pretende dizer isso para seu futuro marido? - pois e isso é algo que estou pensando desde que Uchiha me deixou em casa.

 

Ele foi tão doce o tempo todo, mesmo em sua casa ele preparou me um banho quente com sais em sua própria banheira e depois enxugou meus cabelos com um secador e me fez vestir seu moletom quentinho.

 

Preparou me ainda um chocolate quente e um sanduíche de queijo derretido na chapa.

 

E mesmo quando eu estava somente de toalha ele não tentou me tocar o que foi frustrante.

 

Isso o torna um monge certo?

 

Quem resiste a Haruno Sakura enrolada em uma toalha?

 

Bem Uchiha Sasuke sim.

 

_ Ele é diferente de todos os homens que conheci Ino. Eu não posso perde lo. Quando estou com ele minha mente fica branca e minha respiração engata. Meu coração parece que vai saltar do meu corpo. - as três olham para mim e soltam um suspiro.

 

Oh merda isso não é bom.

 

Nada bom.

 

_ Deus Saky você não está apaixonada. Você está amando o que é pior. - Ten diz mordendo um donut enquanto folheia mais uma revista de noivas.

 

_Sim muito pior. - Hina diz abraçando uma almofada.

 

Pelo menos alguém está sonhando com o príncipe encantado. Contei lhe sobre o mal entendido entre Naruto e Sasuke e ela respirou aliviada com a notícia e claro que ela está com o coração na mão porque agora ela sabe o motivo dele não ter comparecido na festa de ontem.

 

Até combinamos de ir visitá lo no hospital amanhã cedinho para ver suas bolas inchadas.

 

_O que eu faço? - pergunto atônita com mais esta descoberta.

 

Eu estou amando um homem que acredita que sou santa.

 

Oh merda como vou dizer a Uchiha Sasuke que eu fodi com quase metade da Ivy League nos meus quatro anos na faculdade.

 

_Contar a verdade? - Hina sugere, mas isso está fora de questão.

 

Como vou chegar e dizer.

 

Oi senhor Uchiha eu não sou nada do que o senhor está pensando, eu sou uma vagaba que ama ser amarrada e estapeada no bumbum durante o sexo.

 

Não isso é como dizer adeus a Uchiha Sasuke.

 

_ Não. Sem chance. Vamos me ajudem com outras opções. Ele gosta das santas e eu vou dizer a ele que sou uma devassa e como ir fazer um gol contra sua louca. - Ino ri e pela risada é algo que não vou gostar então a ignoro e espero por Ten que está distraída demais em suas revistas para me dar atenção.

 

Me jogo na cama enfiando meu rosto no travesseiro e tento pensar em algo, mas nada vem a minha mente.

 

_ Seu celular. - Hina joga o para mim e vejo no visor um número não identificado.

 

Shika sempre me diz para não atender chamadas não identificadas assim como Kisame e Kabuto, mas como não sou obediente eu deslizo meu dedo pelo visor e aceito a chamada.

 

_ Olá. - e nesse momento eu penso que deveria ter sido uma menina obediente e não ter aceitado a ligação.

 

_Oi.. - digo com uma voz doce e nesse momento todas as três estão sobre mim tentando entender a mudança brusca no tom de minha voz.

 

Ah qual é gente. Estou atuando a nivel Oscar.

 

_ Estava pensando aqui se minha linda senhorita dormiu com os anjos? - oh deus ele é doce demais para a depravada Haruno.

 

_E.. Eu sonhei com você. - sussurro baixinho enrolando uma mexa do cabelo em meu dedo e até isso é coisa que eu Haruno jamais faria.

 

Agir como uma menina apaixonada nunca esteve em meus planos.

 

_Sim? Me conte sobre esse sonho. Eu estava montado em um cavalo branco? - oh não querido você estava nu balançando o pau na minha cara mandando me chupa lo com força.

 

Mas é claro que eu não digo isso eu apenas dou uma doce risadinha o que faz Ino revirar os olhos.

 

Ah loira vê se me erra. Pelo menos não fodi Kiba para causar ciuminho bobo no deus Poseidon.

 

_Ah.. Estávamos na praia, mas era de manhã. E assistiamos o nascer do sol. - deus o que estou fazendo?

 

Mais mentiras.

 

Eu nunca sonho com praia. Minto eu sonho sim e na maioria das vezes eu estou nua montando um surfista ou um salva vidas e gritando mergulha o linguição.

 

_ Humm gosto disso. Podemos combinar de fazer isso um dia desses. Posso levar uma cesta com nosso café da manhã e um cobertor quentinho para nos manter aquecidos. - aperto os olhos e tento conter a minha mente suja que já imagina a cena de Uchiha fazendo empanado de Haruninho na areia.

 

Eu até deixo ele grelhar a linguiça na minha grelha.

 

Concentre se Haruno me repreendo mentalmente, mas a imagem de deus Hades nu e mais forte que eu.

 

_Eu.. Eu adoraria. - digo baixinho tentando me afastar dos olhos das meninas que me lançam olhares repreendedores.

 

Ah vá se fuder quem nunca mentiu que atire a primeira pedra.

 

_Eu falei com seu pai hoje e estou indo jantar aí esta noite. - engulo um caroço no fundo da garganta já querendo saber o tipo de conversa que é ele e meu pai tiveram.

 

Oh merda.

 

A porta se abre e vejo uma Shizune sorridente dar passagem a alguns moços que carregam flores e bichos de pelúcias de todos os tipos e tamanhos.

 

Hina e a primeira a correr em direção a um imenso urso panda que tem o tamanho da minha cama, ela se lança nele derrubando o no chão e ela gargalha puxando as caixas de bombons de um dos homens.

 

Oh deus são os meus chocolates preferidos. Os belgas luxuosos que amo derretido sobre o meu brioche e antes que vocês pensem merda já vou avisando que estou falando do pão mesmo.

 

_O que está acontecendo aí princesa? Escuto gritos e risadas. - oh deus eu nunca recebi tantas flores e presentes em toda minha vida.

 

_Eh.. Uma entrega. - digo baixinho olhando para o buquê sobre a mesa.

 

Não é um buquê de rosas, mas um lindo arranjo de Miosotis.

 

_ Sabe o significado das Miosotis? - ele pergunta e só então me dou conta do cartão nele.

 

Deus.. São dele.

 

_ Não me esqueças. - ele diz e eu derreto um pouco mais com todo esse romantismo.

 

_Oh.. Mesmo que quisesse eu não poderia esquecer me do senhor. - respondo baixinho deslizando os dedos pelas pétalas pequenas.

 

_Bom.. Porque eu farei com que a senhorita se lembre de mim a cada instante do dia. - Ino se aninha em meu ombro assim como Ten para poder escutar a conversa.

 

Essas intrometidas.

 

_O que quer dizer com isso senhor Uchiha? - ele apenas ri e não me dá mais nenhuma pista.

 

Além de lindo e perfeito esse homem e misterioso o que o torna ainda mais atraente.

 

Ele sabe como brincar com a minha imaginação que é bastante fértil por sinal.

 

_Eu preciso trabalhar senhorita Haruno. Mas é ótimo começar o dia após escutar a voz doce de um anjo. - fico embaraçada quando vejo Ino e Ten apertarem os lábios tentando manter as risadas que estão prontas para explodirem ao redor do meu quarto.

 

_ Digo o mesmo senhor Uchiha. Um bom dia de trabalho. - os cantos dos olhos de Hina se enrugam me encarando e pelo suspiro posso dizer que ela também não apoia as minhas mentirinhas.

 

_Nos veremos mais tarde. Pense em mim. - ele sussurra e mesmo através do celular posso sentir o calor em cada uma de suas palavras e meu corpo vibra em êxtase.

 

_Com certeza. - respondo e ele espera que eu desligue então eu o faço escutando cada respirar que me deixa atordoada antes de fazê lo.

 

_ Uau. - Ten grita apontando para as centenas de flores que enfeitam todo o meu quarto.

 

_ Uau mesmo. Isso é tão romântico. Acho que vou me fazer de virgem também. - Ino provoca me dando um cutucão no braço e agora me sinto péssima.

 

Deus eu estou mentindo para esse homem que é tão doce e romântico.

 

Ele pintou uma Haruno Sakura que não existe em sua mente e agora eu nem sei como é o que fazer.

 

_ Ele está vindo jantar esta noite. - digo roendo as unhas vendo o olhar em pânico se instalar nos olhares da minhas amigas.

 

_ Oh deus ele está vindo pedir permissão para namorar com você. - Hina diz e eu caio sentada no chão.

 

Oh merda.

 

_ Não. - grito.

 

_Sim. - elas gritam.

 

_ Não. - grito ainda mais alto.

 

Eu preciso convencer me que isso é apenas um pesadelo.

 

_Sim. - elas gritam ainda mais alto.

 

Ino corre em direção ao meu closet juntamente a Ten e começam a trazer vestidos e mais vestidos de dentro dele.

 

_ Você precisa estar linda e angelical. Já que ele acha que você e santa. - Ino diz com a voz cheia de sarcasmo.

 

Ah essa vadia sabe como me apunhalar no peito quando deseja.

 

_Branco ou rosa bebê. - Ino diz puxando um lindo Dior rodado que me deixa com ar de princesa.

 

_ Não o azul e lindo. - Hina pega um Saab que me deixa com um ar angelical.

 

_Ah qual e gente rosa e a cor da pureza e inocência. - Ten rebate rapidamente puxando um lindo Celine rosa da coleção primavera que com certeza me deixaria com ar de princesa virgem.

 

Eu não posso me vestir de santa ou anjo e muito menos de virgem.

 

_ Gente. - grito arrancando a caixa de bombons da mão de Hina e agora estou comendo igual uma porca porque eu não faço ideia de como vou contar a senhor Uchiha que de santa e inocente eu não tenho nada.

 

_ Ele vai descobrir que não sou tão pura no instante que enfiar o linguição. - grito enfiando meu rosto no travesseiro.

 

_Ah querida até lá você vai estar casada com ele. Ai amiga não aceitamos devoluções. - Ino diz puxando um par de sapatos adornado em cristais da Jimmy Choo.

 

_E se ele quiser me provar antes? Tipo fazer o teste do vou comer antes de levar. - Ten revira os olhos balançando a cabeça incrédula com o que acabo de dizer.

 

Oh merda eu Haruno Sakura acabo de me comparar a um brioche de padaria.

 

_ Bem. Se ele te provar antes ele está fodido. Porque ai sim amiga ele não te devolve mais. Homens gostam das mulheres safadas. E tenho que Uchiha e como todo homem. Ama um sexo gostoso. - Ino cantarola alto de dentro do meu closet.

 

Ela enfia a cabeça para fora e começa a me mostrar várias lingeries como se eu fosse foder com Uchiha dentro da minha casa com meus pais ao redor.

 

Se Uchiha tentar algo comigo em minha casa certamente ele vai sair com duas bolas furadas.

 

Desço da cama e começo a andar de um lado para o outro pensando em como colocar os pingos no i.

 

Eu não posso levar essa mentira adiante afinal Uchiha não deve ser tão inexperiente a ponto de não saber a diferença de uma xoxota virgem e uma xoxota ralada.

 

Ops ralada não. Uma xoxota experiente.

 

_ Esquece apenas goze miguis. Você viu o homem que você tem em suas mãos? Estamos falando de Uchiha Sasuke. Ele foi considerado pela GQ magazine como o homem que toda mulher sonha em ter em seus braços. - bem eu sonho em ter Sasuke em outro lugar se é que vocês me entendem.

 

_Oh sim e a Forbes o citou como um dos mais aclamados Ceo com menos de trinta. - oh merda se elas estão tentando me acalmar não está funcionando.

 

Ok eu posso fazer isso. Afinal eu sou Haruno Sakura.

 

Uchiha Sasuke além de lindo inteligente tem uma benga tamanho família e romântico e um verdadeiro cavalheiro.

 

E eu Haruno Sakura sou uma devassa que ama esse jogo de Dom e Sub.

 

Será que Uchiha Sasuke gostaria de colocar uma coleira em meu pescoço porque eu adoraria ficar de quatro para sentir seu imenso pau deslizar em um vai vem alucinante em minha cavidade muito explorada.

 

_ Acorda Saky. - Hina balança a mão diante do meu rosto me tirando de meus devaneios e eu aperto os olhos com força.

 

_ Me ensinem a fazer sexo suave. - peço para Ten e para Ino já que Hina e inexperiente.

 

Ten levanta as mãos no ar completamente rendida.

 

_ Me tira dessa amiga. Eu gosto de sexo animal. Selvagem duro e sujo. - oh eu também amo sexo selvagem duro e sujo, mas com Sasuke vou ter que ser virginal.

 

_ Ino? - ela ri jogando uma calcinha de couro vermelha na cama.

 

_Ah qual é Saky você acha que já fiz papai e mamãe suave? Eu tenho cara de santa? Eu amo miar como uma cadela no cio. - cadela late e gato que mia.

 

E claro que não digo nada afinal Ino e minha amiga apesar de suas burrices e loucuras.

 

_ Miguis onde você compra essas coisas? - Ino balança meu sutiã de tiras no ar fazendo Hina revirar os olhos.

 

_ Deus o que é isso? - Hina pergunta puxando o sutiã da mão de Ino.

 

Oxi um sutiã BDSM..

 

_Um sutiã. - respondo na maior normalidade mesmo sabendo que isso não se parece em nada com sutiã.

 

_ Porque ele é todo aberto na frente? - oxi para o meu macho chupar meus mamilos enquanto estou amarrada.

 

_Ai Hina melhor você não saber. E coisa pervinha demais para sua mente puritana. Saky e devassa a um nível master.  - Ino puxa o sutiã da mão de Hina me entregando um conjunto de lingerie de renda branca.

 

Puritano demais para o meu gosto.

 

_Se você quer Uchiha amiga vai ter que jogar esse jogo no qual você se meteu já que ele gosta das doces e inocentes. Pobre homem. - pobre nada o homem e dono de uma das maiores fortunas do mundo.

 

Eu posso ser doce e inocente como um anjo.

 

E claro que eu passo a hora seguinte assistindo os vídeos de  uma blogueira no Youtube que ensina como seduzir homens que gostam das doces e inocentes.

 

As meninas já partiram para meu alívio eu já não aguentava mais Ino zombando da minha cara, e claro que eu me meti nessa enrascada sozinha e agora para sair só com muita doçura e inocência.

 

Eu já até cacei o tal médico que faz cirurgias íntimas.

 

Mandei lhe perguntas sobre a tal cirurgia íntima e até o momento não obtive respostas, mas caso Sasuke desconfie da minha inocência eu me faço de ofendida e choro.

 

Papai sempre cai na minha quando choro.

 

Eu sou uma boa atriz.

 

_Shizune. - grito histérica com meus cabelos enrolados na toalha.

 

Estou a mais de vinte minutos fuçando meu closet e não acho meus scarpins branco que comprei em minha última viagem a Madrid.

 

Papai acha que eu fui a Madrid participar de um evento beneficente, mas eu estava em Ibiza tomando todas ao lado de minha amiga Temari e Ino.

 

Por sinal sinto falta de Tema, espero que ela consiga sair do castigo logo. Titio pegou pesado demais mandando Temari passar um mês todo em um templo budista.

 

Rezo todos os dias para que quando ela esteja de volta ela não esteja careca e meditando Humm a cada segundo do dia.

 

_O que foi senhorita? - Shizune enfia o rosto pela porta observando a zona em meu closet.

 

_ Jesus menina. O que andou fazendo nele? - oh eu andei fuçando o de cabeça para baixo já que não acho meus scarpins branco da Gucci.

 

_ Não acho meu sapato que trouxe de Madrid. - ela balança a cabeça e começa a procurar dentro das caixas empilhadas no armário de sapatos.

 

Após um minuto os meus sapatos estão em minhas mãos.

 

Shizune é mágica.

 

_Oh obrigada Shizune. O que seria de mim sem você. - ela ri me puxando para a penteadeira começando a secar meus cabelos.

 

_Preciso que você chame alguém para cuidar de meus cabelos e maquiagem. Papai está recebendo uma visita. - ela levanta a sobrancelha e franze a testa suspeitando de algo.

 

E como sempre ela está certa.

 

_Menina. O que está aprontando desta vez? - eu nunca apronto.

 

Eu sou uma santa há.

 

_ Nada. - respondo puxando meu vestido do cabide.

 

Pelo olhar que Shizune me dá ela aprova meu vestido, isso quer dizer que é perfeito para o jantar de hoje.

 

Shizune assim como meus pais acreditam na minha inocência e doçura.

 

_Lindo querida. Vou chamar os meninos para ajuda lá com o cabelo e a maquiagem. - ela diz antes de sair.

 

E claro que passo as horas seguintes sendo paparicada pelos meninos que cuidam de meus cabelos e minha maquiagem.

 

_ Sutil do jeito que me pediu gata. Nada carregado. Somente um delineador para realçar seus lindos olhos. Um blush rosado e um batom nude nos lábios. - pisco e estou a cara da realeza.

 

Sutil e doce.

 

Desço as escadas e encontro papai sentado em sua poltrona lendo alguma coisa relacionado ao seu trabalho enquanto mamãe corre de um lado para o outro organizando o jantar.

 

_Oi papai. - ele sorri me chamando para seus braços e eu vou.

 

Me aninho em seu peito e fico ali escutando o me contar sobre suas novas ideias para melhorar as condições de vida dos menos favorecidos.

 

E eu o amo por isso.

 

Papai pode ser tudo, mas ele tem um coração enorme e suas convicções são bastante honradas.

 

_Senhor.. Senhorita..- Yamato nos chama.

 

_ Humm temos uma entrega do senhor Uchiha. - ele diz e isso chama minha atenção.

 

Corro para a porta e me deparo com uma Aston Martin One branca com uma imensa fita rosa sobre o capô dele.

 

_ Uau. E para mim? - pergunto puxando o cartão colado sobre a fita, e sim é um presente para mim.

 

_ Uau mesmo. O senhor Uchiha está sendo muito generoso. O que está acontecendo que eu não sei. - Papai faz uma careta puxando o cartão de minha mão.

 

E eu rezo para que Sasuke que não tenha escrito nada demais nele.

 

_ Hum.. Quer dizer que vocês tiveram uma noite agradável ontem? - papai cerra os dentes estreitando o olhar para Kisame e Kabuto que se encolhem sem saber o que dizer.

 

Oh droga.

 

_ Nada demais papai. Apenas dançamos e conversamos sobre os vários projetos que sua empresa apoia. - digo tentando controlar a irritação de papai.

 

Mas ele não está caindo nessa.

 

_Sakura você sabe o porquê dele estar vindo jantar? - ele pergunta, e claro que eu não sei.

 

Balanço a cabeça em negação juntando as mãos para fazer uma prece.

 

_Senhor Uchiha compareceu ao meu gabinete hoje e me pediu para ter uma conversa a seu respeito. - engulo um caroço que não quer descer de jeito nenhum.

 

_Oh sim? O que será? - me faço de inocente.

 

_Sakura quando um homem como ele pede para ter uma conversa sobre sua filha e porque certamente ele está vindo pedir me algo. - oh merda.

 

Ele me puxa para seus braços e me olha esperando que eu diga algo então eu penso bem nas palavras e digo.

 

_Eu estou gostando dele papai. - e espero pela bronca que não vem.

 

Papai apenas sorri me puxando para dentro da casa.

 

_Mebuki o melhor champanhe para esta noite. Acho que teremos o que comemorar nesse jantar. - me encolho e penso se isso realmente está acontecendo.

 

E se Uchiha só está vindo falar com papai sobre sua campanha ou sobre sua empresa?

 

Oh merda.

 

Estou criando expectativas demais.

 

Além de mentirosa agora eu ando montada em um pônei rosa, mas o que eu quero mesmo é fazer o doce e romântico Uchiha Sasuke me amarrar no teto e me algemar em sua cama.

 

Me dê forças para controlar a minha princesa guerreira Xana que está pegando fogo.

 

Hum será que príncipes sabem como foder duro ou será que euzinha vou ter que lhe ensinar tudinho.

 

Mas tudo bem a doce santa Sakura tem paciência e tempo de sobra príncipe Uchiha.


 

E vamos para o segundo round.


Notas Finais


Oi pessoal mais um capitulo.

Espero que tenham gostado quando tiver tempo eu volto a postar.

Beijos e comentem.

Ate o proximo pessoal.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...