História Quem é você - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias A Ilha Misteriosa
Tags Mistério, Suspense
Visualizações 0
Palavras 607
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Mistério, Policial, Suspense

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Quem é você!?


Lá estava eu, sentado numa cadeira gélida, num quarto sombrio, ou melhor, uma sala, bem pequena, por sinal. Cruzei os meus braços, para tentar controlar a minha respiração. Expirava e inspirava, olhando para cima e para baixo. Droga de mesa na minha frente, a vontade era de chutar aquilo e gritar de raiva e tristeza.. Esses eram os meu sentimentos naquele momento, fora o medo e pavor, pois não sabia o que estava havendo, de fato. De repente, escuto um barulho de uma maçaneta abrindo, atrás de mim. Olhei de vagar e logo percebi 4 homens entrando. Três estava trajados com roupa de policial e um estava com terno, acredito que seja o delegado. O outro? Parecia está na mesma, que eu.

- Senhor Douglas!! Prazer!!! Chamo-me Carlos, o delegado e precisamos fazer algumas perguntas.

Nesta hora, meu coração gelou de medo, pois não sabia o que estava havendo.

- Senhor delegado, isso é um equívoco, uma calúnia contra a minha pessoa, sou um trabalhador de bem.... Antes de eu terminar o outro, que parecia está na mesma, diz:

- Eu também sou do bem, nunca fiz nada a ninguém. Isso é um absurdo. Vou denunciar vocês, isso é calúnia.

-Senhores, calma!! Diz o delegado. Trouxemos vocês aqui, porque precisamos fazer saber da verdade.

- Que verdade? Diz Douglas

- Um avião foi explodido em São Paulo. Um ato de terrorismo, matando 238 pessoas.

-Sim, e o que eu tenho haver com isso? Diz o outro suspeito, Pedro.

Neste momento, fez-se um silêncio na sala, escutava-se, até mesmo, a respiração de pavor e medo dos envolvidos. Silêncio este quebrado pela continuação da fala do delegado

- Sabemos que vocês iam pegar este avião e não sabemos o porque, mas acabaram cancelando a viagem...

Neste momento, Douglas interrompe com uma risada sarcástica e diz: -Espera, quer dizer que vocês estão achando que eu explodir o avião, só porque eu cancelei a minha passagem? Meu Deus, não estou acreditando nisso. Só cancelei porque recebi uma ligação e fui reempregado na minha empresa. Estava indo ao Rio para justamente ver outro emprego. Podem checar as ligações e nas duas empresas, eles vão confirmar..Sou um trabalhador, e não merecia estar passando por isso. Neste momento, Pedro começa a falar. - Vocês são loucos e corruptos, esse Brasil está perdido mesmo. Sou um pai de família, precisei cancelar porque a minha filha precisou ser internada as pressas, foi descoberto um câncer terminal nela.... Pedro não consegue terminar e começa a chorar.

-Calma, senhores!! Vocês estão aqui porque estão sendo suspeitos. Foram vistos os dois, em momentos diferentes, entrando em direção a um departamento do aeroporto. Sabemos que algum de vocês conseguiu, com ajuda de alguém, implantar uma bomba nesse avião. Mas isso vemos depois, pois o foco agora é descobrir quem está falando a verdade. Infelizmente, a camera não conseguiu pegar o que vocês fizeram após a entrada neste departamento.

- Só podia ser o Brasil, mesmo. Douglas começa a chorar de nervoso. Eu não tenho coragem de matar uma formiga, como irei matar 238 pessoas. Vou processar todos vocês... Justiça da corrupção. Sabe o que eu fui fazer lá? Estava procurando um banheiro, nunca tinha andado de avião na vida, nunca tinha ido num europorto, só estava perdido.

Nesta hora, Douglas torna a chorar.

-E o senhor, Pedro... O que estava fazendo lá? Se vocês forem ver as câmeras, estava procurando uma bola de um menininho que ele jogou para aquele lados.

- E por que demorou de sair? Diz o delegado

- Estava procurando, né!? Nas cameras vcs podem me ver eu voltando com a bola.

- Sim, a gente viu

- Senhor Douglas....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...