História Quem me quer morta ? - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 1
Palavras 1.368
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Policial, Romance e Novela, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu acho que só os fantasmas estão lendo, buaaaaaaa

Capítulo 4 - Chuva maldita


Eu estava nervosa, minha cabeça girava não acredito no que está escrito em negrito recitei as palavras mentalmente.

"Feliz aniversário, mas cuidado com o bolo ele está envenenado"

O que isso significa? Alguém está brincando comigo? Meus amigos, não sei eles não são do tipo de pessoa que fariam isso. Eu olhei o bilhete e no final estava escrito: "Ass: xxface" que tipo de nome e esse alguma imitacão de xxtentacion?  Deve ser uma brincadeira não sei.

Meu consciente disse que eu deveria perguntar aos meus amigos, porém aquela sensação de mais cedo estava dizendo pra eu permanecer em silêncio não sei o que fazer, então observei a carta e descobri um pen-drive no fundo. Talvez eu deva olha o conteúdo dele antes de fazer perguntas.

Eu estava tão pensativa que esqueci de voltar a aula de matemática, droga eu demorei muito o professor deve está uma fera comigo, bom e melhor eu não voltar, eu não gosto mesmo da sua aula.

Caminhei em direção a biblioteca, porém não iria para entrada principal a câmeras lá e o registro de acesso, iriam saber quem sou eu, é pq eu estou tão cautelosa? não sei talvez meu espirito queira descobrir esse mistério.

Eu entrei na salinha dos fundos dos funcionários, como eu entrei? Digamos que eu consegui a chave de um jeito bem engraçado, o pai de Julia e bibliotecário  então quando eu fui para casa dela várias e várias vezes descobri que ele tilha duas chaves reservas, bom agora é só uma.

Eu gosto daqui pq e silêncioso ninguém vem aqui e apenas uma sala para guarda coisas da biblioteca que ninguém quer mais, como esse computador aqui.

Eu liguei ele,  fez um barulho enorme mas ninguém iria vir aqui mesmo, e então inserir o pen drive e a imagem me deixou chocada. 

Era um vídeo curto gore, um casal amarrado gritando enquanto um cara mascarado esfaqueava eles, a expressão de dor e desespero da mulher e as lágrimas no homem me deixavam agoniada, então quando os gritos terminaram,  o assassino se aproximou da câmera e bateu palmas. 

Me lembrei na hora que era para meu aniversário, o que porque?

Estava apavorada quando a porta atraz de mim bateu porém não era batidas fortes, eram fracas e repetitivas, como se fosse apenas para mim perceber sua presença, tirei o pen drive e arrumei minhas coisas apressadamente, o barulho tinha parado e uma carta tinha descido debaixo da porta.

Eu deveria pegar? Personagens curiosos em filmes de terror morrem então o que eu faço, já sei olhei para o lado e tinha uma vassoura perfeito, peguei ela é puxei a carta, dessa vez ela estava rasgada na parte de cima de modo que pareça umá espécie de bolsa de papel e dentro dela tinha um dedo isso mesmo um dedo e atraz da carta estava escrito.

""Você gostou do vídeo? Como sei que você é bem lesinha tenho certeza que não percebeu que são seus vizinhos.

Realmente eu não me lembrei, meus antigos vizinhos eu já tinha me mudado a 12 anos aquela família era os Gutanos, gente do bem, nos domingos na época que eu tinha um pai a gente comia churrascos.

Como ele sabe disso? Eu não contei isso nem para meus amigos...

A porta estava se abrindo,  eu não tinha outras opções de me esconder, gritar não seria uma boa idéia, ninguém iria me ouvir a sala e a prova de sons todo esses livros e bolo e uma placa anti gritos.

Pensei claramente e me lembrei da janela, corri em direção a ela, a poeira e a ferrugem atrapalhava abri ela, então eu puxei com mais força, e ao mesmo tempo que abri ela a porta se abriu 

Eu não pensei direito e só pulei, o problema é que estávamos no 3 andar.

Se eu não morrer para o cara eu morro na queda perfeito.

Eu estava no para peito pequeno o suficiente para uma menina baixinha de 1,71 ficar mesmo assim ele estava se aproximando e se eu não fosse para outro lugar ele iria me esfaquear, sou um alvo fácil aqui.

Eu decidi me levantar e andar mais um pouco para o lado, se distanciando da janela, enquanto fazia isso eu senti uma mao passar pelas minhas costas droga, ainda bem que tenho cabelo curto e não dá pra a puxar tão fácil.

Pq ele não me esfaqueou, ou me  empurrou quando teve a chance pensei me afastando mais da janela, parecia que ele estava fazendo carinho nas minhas costas, que amador da minha parte, sobreviver por pena incrível.

Porém acho que ele fez isso apenas por que sabia que eu iria morrer pois ele fechou a janela. E eu escutei um barulho de cadeado, não contei? A janela era de ferro fudeu e para meu azar já iria tocar o sinal se as pessoas descobrissem que estou aqui, iria ser no minimo suspensa e pior estou com duas provas do crime. Jesus não tem como piorar não? 

Me enganei, começou a chover pingo por pingo deixava tudo mais escorregadio não dava para ver nada, será que eu deveria ficar aqui e chorar ? Não dá escorregadio demais a qualquer hora será meu fim patético.

Eu queria chorar, mas uma coisa meu deu animo e motivação, queria descobrir quem é o assassino o xxface apesar do nome me fazer rir ele não estava para piadas, porque digo que é um homem ? Não sei deve ser pq no vídeo ele se desvia protegendo sua virilha com as mãos quando a mulher era morta o marido estava tentando protege lá , isso só homem faz.

Chega de pensar, hora de bolar um plano, mas antes caiu um raio a cerca de 15 metros de mim numa árvore, malditas são  essas árvores, essas árvores!

De repente tive um plano se eu fosse até o final do para-peito e pulasse bem alto conseguiria cair na árvore, se eu não conseguisse seria uma queda para a morte.

Bati na minha cara para criar coragem e fui até o final engatinhado para não cair, a névoa e os trovões e raíos devem está rindo da minha cara cheguei no fim e falei:

"FELIZ ANIVERSÁRIO LARA, E HORA DE PULAR" 

Eu pulei e por milagre consegui 

Quebrar os galhos, pra falar a verdade eu calculei o pulo em galhos mais fracos deve ser a névoa que não me permite enxerga direito, meu corpo estava dolorido eu tinha pulado e arrebentado no minimo 4 galhos até a árvore me sustentar.

Porém escutei novos estralos a árvore iria ceder de novo, observei outro galho no lado, e pulei para ele, infelizmente meio tarde meu corpo já estava caindo e só conseguir me segurar pelas mãos, pendurada  a metros do chão, com raios caindo perto de mim perfeito.

Eu achava que iria cair porém eu consegui pular para outro galho que estava debaixo, eu cair estilo esmaga bolas masculinas, apesar de não ser umhomem minha virilha doeu e como doeu.

Bom eu estava mais pertô do chão mas alguma coisa me prendeu mais a atenção, uma foto caiu lá de cima, ele ainda estava lá me observando, magnífico viu todas as minhas quedas e frustrações, espera pq estou preocupada com isso?

Eu não liguei para a dor e apenas olhei para o tronco me segurei que nem uma preguiça e fui descendo me ralei, me ralei é olhei para o  chão e pulei, a dor não importava minha curiosidade era mais rápida eu peguei a foto e ela era uma foto minha dormindo no meu quarto e atrás estava escrito:

"Você fica linda dormindo, infelizmente eu estou te vigiando a 3 dias e não observei nada de interessante" PS: Coloque gelo em sua virilha, ela vai ficar roxa.

Era incrível como apesar de tudo que eu estava passando meu interior borbulhou de ansiedade, uma vontade imensa de descobrir quem, quem era ele.

Olhei para cima não havia ninguém na janela, e a chuva parou como se tivesse voltado tudo a ser como antes, eu guardei tudo na minha bolsa, o dedo o pen drive, as cartas e a foto.

Preciso pensar, preciso pensar de preferência longe da minha casa e de bolos...

 

 


Notas Finais


Garota você deveria chamar a polícia, porém você se tornaria a principal suspeita já que você pegou no dedo é tem aquelas cartas, bom você pode ficar calada e tentar descobrir sozinha acho que é o que você quer fazer não é mesmo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...