História Quem são nossos pais ? - Capítulo 62


Escrita por:

Postado
Categorias 101 Dálmatas, A Bela Adormecida, A Bela e a Fera, Aladdin, Booboo Stewart, Branca de Neve, Cameron Boyce, China Anne McClain, Cinderela, Descendentes, Dove Cameron, Frozen - Uma Aventura Congelante, Hércules, Malévola (Maleficent), Mitchell Hope, Mulan, Peter Pan, Sarah Jeffery, Sofia Carson, Thomas Doherty
Personagens Aladdin, Ally, Anna, Bela (Belle), Booboo Stewart, Branca de Neve, Cameron Boyce, Capitão Gancho, Carlos de Vil, Chad, China Anne McClain, Cinderela, CJ, Cruella De Vil, Diaval, Dizzy, Doug, Dove Cameron, Dude, Elsa, Evie, Fa Mulan, Fada Madrinha, Fauna, Fera, Flora, Freddie, Gaston, Gênio, Gil, Hades, Hans, Harry Gancho, Hércules, Jafar, Jane, Jay, Kristoff, Li Shang, Lonnie, Madrasta, Mal, Malévola, Marshmallow, Mégara "Meg", Mitchell Hope, Olaf, Personagens Originais, Peter Pan, Primavera, Princesa Audrey, Princesa Aurora, Princesa Jasmine, Príncipe, Príncipe Ben, Príncipe Encantado, Príncipe Felipe, Ruby, Sarah Jeffery, Shan Yu, Sofia Carson, Sven, Thomas Doherty, Uma, Zevon
Tags Audrey, Aurora, Bela, Ben, Carlos, Cruella, Descendants, Descendentes, Evie, Fada Madrinha, fera, Jafar, Jane, Jay, Lonnie, Maben, Mal, Malandben, Malben, Malévola, Mulan, Rainha Má
Visualizações 42
Palavras 2.741
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente, mais um capítulo saindo direto do forno pra vcs, espero que gostem

Boa leitura 😘

Capítulo 62 - Somos mais do que amigos, somos irmãos


Fanfic / Fanfiction Quem são nossos pais ? - Capítulo 62 - Somos mais do que amigos, somos irmãos

Era 3:00 da manhã, Mal não conseguia mais dormir, ela estava tendo pesadelos com sua mãe. Nesse pesadelos Malévola ficava à insultando e chamando de fraca, inútil, imprestável, que não era digna de ser filha dela essas coisas que ela vivia falando pra ela. Era esses tipos de coisa que sua mãe falava que fazia os ataques de raiva de Mal ficar mais constantes, Mal odiava quando sua mãe ficava falando essas coisas e as vezes ficava com raiva e descontava nos outros. Esses pesadelos estavam começando a deixar Mal irritada. A garota cansou de tentar dormir, sempre que ela dormia ela tinha os mesmos pesadelos então a garota saiu do quarto e desceu até o primeiro andar, ela foi até a cozinha e encontrou Carlos


Teve pesadelos com sua mãe tbm? - Perguntou Carlos sentado no balcão da cozinha


Carlos parecia estar como sono, mas tbm esta cansado de tentar dormir e ter os mesmos pesadelos. Seu cabelo branco estava todo bagunçado, ele estava sem camisa. Pq diabos todos os garotos tem costume de dormir sem camisa? Mas isso tbm não importava nesse momento. Será que era pura coincidência Mal e Carlos terem pesadelos com suas mães na mesma noite? Bom, normalmente eles tinham pesadelos com elas nos mesmos dias quase sempre, era como se eles estivessem interligados


Sim, como sempre - Respondeu Mal. - Oq sua mãe falava nos seus pesadelos dessa vez?


As mesmas coisas de sempre, que eu só sirvo pra fazer invenções idiotas. Que sou um completo inútil. Que nem as tarefas mais simples eu consigo fazer. E que sou completamente um erro - Respondeu Carlos Carlos deixando as lágrimas caírem


Ei, ei não precisa chorar. Vc sabe que nada disso é verdade - Disse Mal enxugando as lágrimas de Carlos


Será mesmo? Pode ser verdade, eu só sirvo pra fazer invenções bobas e sou sim um erro, todos dizem isso - Disse Carlos, a cada palavra que ele dizia caia uma lágrima de seus olhos


Presta atenção suas invenções não são bobas, lembra que foi sua máquina que fez a gente achar o Tridente? - Disse Mal. - E vc não é um completo inútil, vc é muito útil. E vc não consegue fazer as tarefas mais simples, vc consegue fazer as mais difíceis que nem mesmo a pessoa mais inteligente do mundo consegue fazer - Disse ela sorrindo. - E vc não é e nunca será um erro Carlos. Ela só fala essas coisas pq sabe que vc é totalmente o contrário disso e daí ela quer ficar te rebaixando, mas vc não pode deixar isso acontecer. Vc não é nada disso que ela fala - Ela colocou a mão no ombro de Carlos, o mesmo foi parando de chorar aos poucos


Obrigado Mal - Disse Carlos sorrindo. - Vc nunca falou assim comigo - Disse ele passando a mão nos olhos, ainda restavam algumas lágrimas neles. - Que bom que a gente voltou a conversa, vc é a única que me entende. Mas então, oq sua mãe falava pra vc no seu pasadelo? - Ele perguntou


Mal suspirou. - As mesmas coisas de sempre, Que eu não sou digna de ter a marca de dragão no meu braço. Que não sou digna de ser a filha dela. Que sou uma fraca como meu pai. E que sou uma imprestável, que só sirvo pra me meter em brigas pra descontar nos outros a raiva que eu sinto dela pq eu não consigo descontar nela mesma - Mal não era de chorar por isso estava segurando para não deixar as lágrimas caírem


Ei vc sabe que isso tbm não é vdd né? - Perguntou Carlos olhando pra ela


Sei lá, meio que é vdd. As vezes eu só me meto em brigas pra descontar a raiva que eu sinto dela pq eu não tenho coragem de descontar nela, e se eu guardo pra mim meu humor ficar uma merda então as vezes eu acabo descontando nos outros como eu fiz com vc, Evie e Jay hj mais cedo - Disse Mal, ela não estava mais conseguindo olhar pro rosto de Carlos por isso estava olhando pro chão


Para de falar assim, claro que vc é digna de ter essa marca de dragão no seu braço, vc ganhou ela pq mereceu - Disse Carlos, e Mal volta a olhar pra ele. - E vc não é mesmo digna de ser filha dela, ela que não é digna de ter uma filha incrível como vc. Presta atenção vc não é fraca, vc é a pessoa mais forte que eu conheço, sempre mantendo a pose de durona nos momentos que ninguém tem mais chão, mas vc sempre está aí firme e forte pra batalhar, lutar e dar a volta por cima. E vc não é e nunca vai ser uma imprestável, e tbm se meter em brigas é seu hobby não é por causa dela que vc faz isso, é pq vc mesma gosta e se sente bem fazendo isso - Disse ele sorrindo. - Ela só fala estas bobagens pra tentar te desvalorizar e fazer vc mesma pensar que é essas coisas horríveis quando vc não é. Não caía na lábia dela. - Sem querer Mal deixa uma única lágrima cair. -  da próxima vez que ela te falar essas coisas não fique quieta só ouvindo, faça oq vc sempre fez na escola. Responda, não ature nada calada, não é pq ela é sua mãe que vc vai deixar ela falar essas coisas e afinal, somos vilões e vilões não tem educação então... - Ele terminou a frase rindo fazendo Mal rir tbm


Obrigada Los, vc sempre é um dos que mais me ajuda pra mim não fazer as loucuras que eu sempre faço - Disse Mal


De nada M. Vc sabe que pode contar comigo tudo que precisar eu vou estar aqui - Disse Carlos, em seguida ele abraça a Mal


Vc tbm sabe que pode contar comigo pra tudo que precisar - Disse Mal retribuindo o abraço


Vc não sabe o quão bom é ter uma pessoa que realmente entende oq eu passo - Disse Carlos


Digo o mesmo - Respondeu Mal


Pq será que parece que nossas mães nos odeiam tanto? - Perguntou Carlos sentando novamente no balcão. - Na primeira semana que a gente reencontrou elas, elas eram totalmente diferentes. Eram legais, carinhosas, se importavam com a gente. Agora é como se fossemos os capangas delas


Deve ser pq elas são vilãs, vilãs não tem sentimentos. Então provavelmente os primeiros dias que as reencontramos elas podiam querer mostrar que não era m como as pessoas daqui falavam - Disse Mal. - E depois que conseguiram passar essa impressão, elas tiram a máscara e começaram a nos tratar como se fossemos capangas delas


Antes que Carlos respondesse Evie aparece lá na cozinha. A filha da Rainha Má acordando cedo? Isso é novo


Mds vcs dois já estão acordados - Disse Evie bocejando


Olha quem diz, vc nunca foi de acordar cedo - Zombou Mal


Vdd - Disse Carlos tentando dar a impressão de que não estava chorando agora de pouco


Carlos é impressão minha ou parece que vc tava chorando? - Perguntou Evie


Que eu? Chorando? Não... - Disse Carlos. - É que entrou um cisco no meu olho


Não é oq parece - Disse Evie. - Enfim, oq vcs dois fazem acordados tão cedo? Justo vc Mal que sempre acorda tarde


Insônia - Mal e Carlos disseram em uníssono


Vcs com insônia? Essa é nova - Zombou Evie


É - Disse Mal. - Enfim, tô indo pro meu quarto, qualquer coisa já sabem aonde me encontrar - Disse ela subindo a escada e indo até seu quarto. Evie e Carlos tbm vão pros seus quartos


Mal entra no quarto e percebe que ele ainda está dormindo, ela evita fazer barulho para não acordá-lo. Ela pega uma outra roupa que estava na sua bolsa, ela sempre leva roupa reserva. Depois de pegar a outra roupa ela entra no banheiro que tinha no quarto



{...}


Depois de tomar um banho quente, se secar e se vestir com suas roupas íntimas, calça roxa com pequenos toques de preto, uma blusa lilás, com toques de verde e bordados pretos e por cima sua típica jaqueta roxa, com detalhes rosas e verdes, ela saí do banheiro. Ela se senta na beira da cama de casal, coloca sua bota pretas

Ela estava começando a colocar suas luvas pretas sem dedos, até que Ben acorda e à vê sentada na beira da cama. Ele à puxa pela cintura fazendo a mesma cair em cima dele


Bom dia, flor do dia - Disse Ben sorrindo, o mesmo pega e beija Mal


Olha só quem tá romântico hj - Mal disse sorrindo ao terminar o beijo. - E bom dia - Disse ela se sentando novamente na beira da cama


Que horas são? - Ben perguntou bocejando


3:30 da manhã - Disse Mal colocando sua luvas


Que? E vc tá acordada a essa hora - Disse Ben. - Vc sempre foi de dormir até tarde, vc tá doente é? - Ele Zombou


Mds vc já é a segunda pessoa que me fala isso hj - Disse Mal dando risos fracos. - Eu só não consigo mais dormir mesmo - Ela pega o livro de feitiços que estava na sua bolsa. - Se precisar de mim, eu vou estar lá embaixo treinando alguns feitiços - Ela diz, e saí do quarto. Ela desce as escadas e vai até a cozinha e se senta na mesa



{...}


Mal fica um tempo lá treinando feitiços, até que depois de um tempo todos acordam. Eles se arrumam e descem lá embaixo


Oxe vc já está... - Jay ia dizendo mais Mal o interrompeu


Nem termina a frase, já me falaram isso duas vezes hj e isso literalmente já tá me dando nos nervos - Mal disse sem tirar o olhar do livro de feitiços


Tá bom, nervosinha - Jay disse rindo


Falou a princesinha temperamental - Disse Olaf, fazendo todos rirem


Acho que vou ter que desenhar pra esse boneco pra ele entender que eu sou homem! - Disse Jay. - Parece que ele não tem cérebro


Mas eu não tenho cérebro, nem ossos - Disse Olaf


Já era oq de esperar né, vc é um boneco de neve - Disse Carlos


Vdd - Concordou Ben. - Mas enfim, melhor a gente já ir indo, quanto mais cedo sairmos daqui, mais cedo chegamos em Arendelle


Vdd, e quanto mais cedo chegarmos lá mais rápido vamos saber no que ela quer sua ajuda - Disse Evie


Eu acho que sei no que ela quer a ajuda dele. Mas não vou falar nada se não ela me mata - Disse Erling


Vdd, então já vamos indo - Disse Arkin


Os adolescentes pegam suas mochilas e bolsas e saíem da casa. Arkin passa no pequeno celeiro aonde Stan estava e chama a rena, a rena vai até ele e ele monta nela



{...}


Os adolescentes andam por muito tempo até que finalmente chegam em Arendelle. Erling e Arkin levam Mal, Evie, Jay e Carlos até o castelo de Arendelle que é a casa deles e de seus pais


Eles param na frente do enorme portão do castelo de Arendelle. Os guardas que estavam nas pequenas torres olham pra baixo e vem Erling, Arkin e os outros


ABRAM O PORTÃO, O PRINCIPE ERLING CHEGOU! - Gritou um guarda e em poucos segundos o portão é aberto


Vamos - Disse Erling


Eu não vou não. Vou esperar vcs aqui fora - Disse Mal


Ah? Pq? - Perguntou Ben


Não sei se vc sabe, mas eu nunca me dei bem com a Elsa. Ela é literalmente muito chata, então melhor eu ficar aqui fora - Disse Mal


É, acho que eu vou ficar aqui fora tbm - Evie, Jay e Carlos disseram em uníssono


Então tá. É rápido eu já volto tá - Disse Ben


Vamos Benjamin - Disse Erling


Vamos - Respondeu Ben


Ben, Erling, Arkin e Stan entram no castelo, Olaf ia entrando mas ele volta rapidinho pra trás


Ei garoto de cabelo branco vê se não fica dando em cima das três princesas aí hein - Disse Olaf


Mds - Carlos disse rindo


Ah, e cuidado com essa princesa aí - Olaf sussurou apontando pro Jay. - Ela é muito temperamental, toma cuidado com ela - Diz o boneco de neve, em seguida ele passa pelo portão e entra no castelo


Ao entrar no castelo de Arendelle Ben percebe que lá era muito mais muito frio, como Elsa e sua família conseguiam viver naquele castelo praticamente congelado? Óbvio né, já tinham acostumado com o gelo essa era a única resposta

O castelo era praticamente feito de gelo, as paredes estavam repletas de gelo, no teto tinha cristais de gelos pendurados, nas janelas tinha flocos de gelos. Alí literalmente era um lugar pra quem adorava o inverno


Erling leva Ben até a sala onde sua mãe estava, ela passa praticamente o dia todo nessa sala. Enquanto Erling e Ben foram até Elsa, Arkin foi com Stan até o pequeno celeiro que ficava ao lado do castelo, esse celeiro era feito especialmente para Stan e Sven. Sven e a rena de Kristoff. Arkin puxou o pai, o garoto tem uma grande paixão por renas assim como o pai. É igual o ditado "Uma maçã nunca cai longe da árvore"


Erling e Ben param na frente da porta da sala de Elsa, Erling bate na porta e escuta a voz da sua mãe permitindo a entrada. Ele abre a porta e ele e Ben entram na sala de Elsa


Mãe, o príncipe Benjamin chegou - Disse Erling


Rainha Elsa... - Disse Ben fazendo uma pequena reverência


Vc não precisa fazer reverência meu rapaz - Disse Elsa que estava sentada em seu trono, havia mais dois tronos ao lado do dela. Um que era o maior trono que ficava ao lado esquerdo, provavelmente era o trono do rei e ao lado direito ficava um trono um pouco menor que era o trono do príncipe, o trono de Erling. O filho de Elsa se dirigiu até seu trono e sentou no mesmo. - Que bom que vc finalmente chegou, eu preciso muito da sua ajuda


Pra que vc precisa da minha ajuda Rainha? - Perguntou Ben. - A senhora parecia preocupada quando me ligou


Pois eu estava mesmo e ainda estou - Respondeu Elsa. - Benjamin vc conhece o meu marido


Sim o rei Jack, Jack Frost. Oq tem ele? - Perguntou Ben


Ele saiu a três dias resolver uns assuntos, já era pra ele ter voltado mas até agora não voltou - Disse Elsa se levantando do seu trono. - Eu mandei todas as minhas tropas, eles o procuraram por Arendelle inteira mas não o acharam. Eu preciso da sua ajuda pra encontrar ele


Eu nunca fui bom em encontrar coisas ou pessoas - Disse Ben. - Mas as pessoas que vieram comigo são muito boa nisso


Então chame ela aqui por favor - Disse Elsa


Claro, claro Rainha Elsa. Eu vou chamar ela rapidinho já voltou - Disse Ben, ele saiu da sala rapidamente pra ir chamar a Mal


Assim que Ben saiu da sala do trono onde Elsa estava Anna e Kristoff entraram lá, parecia que eles tbm queria pedir um favor pro Ben

Ben sai do castelo e vai até aonde a Mal, Evie, Jay e Carlos ficaram


Mal, Elsa quer falar com vc - Disse Ben um pouco ofegante pq ele correu até ali


Comigo? Sério? Só pode ser brincadeira - Disse Mal


Mas é sério, ela pediu minha ajuda pra achar o marido dela que está desaparecido daí eu disse que tinha uma pessoa que podia ajudar melhor nisso e ela mandou eu vir chamar essa pessoa e essa pessoa é vc - Respondeu Ben


Maravilha vc já me meteu nessa história - Resmungou Mal


Sim, agora vem - Disse Ben. - Vcs três tbm


Pq temos que ir junto? - Perguntou Jay


Pq como a Mal disse ela e a Elsa se odeiam, então vai que elas comecem a brigar lá. Eu não consigo segurar a Mal sozinho - Disse Ben e Mal dá risada


Faz sentido - Evie e Carlos falaram e uníssono


Já que já entenderam vamos - Disse Ben fazendo os quatro filhos de vilões entrarem no castelo


Ben leva Mal, Evie, Jay e Carlos até a sala do trono onde Elsa estava

Ele bate na porta da sala e em seguida entra. Lá dentro dava pra ver Elsa sentada em seu trono, Erling e Arkin do outro lado da sala jogando e no outro lado da sala Anna e Kristoff. Elsa ao ver que Ben voltou ela se levanta do seu trono


Esses são os seus amigos? - Perguntou Elsa


Sim eles mesmo - Confirmou Ben


Eles vão poder me ajudar? - Perguntou Elsa


Bom, isso vc tem que ver com ela. não comigo - Respondeu Ben apontando pra Mal


Notas Finais


https://chat.whatsapp.com/LZFW1K9ufY2L0NfnzzGVUL

Grupo de atuação Descendentes, acho que vcs vão amar✌️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...