História Quem sou eu? - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Astoria Greengrass, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Draco Malfoy, Harry Potter, Hermione Granger, Narcissa Black Malfoy, Pansy Parkinson, Rodolfo Lestrange, Ronald Weasley
Tags Draco Malfoy, Dramione, Harry Potter, Hermione Granger, Hinny, Irmã De Harry Potter, Romance
Visualizações 57
Palavras 1.260
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Ficção Adolescente, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá!
Minha curiosidade e ansiedade não aguentam para postar semana que vem.^_^.

Capítulo 2 - Capítulo II - Potter Lestrange.


Eu estava me afogando em lágrimas na sala de Dumbledore, com Malfoy me olhando, um risinho frouxo em seus lábios.

- Acho melhor deixá-los sozinhos... – diz Dumbledore ponderando a opção

- Não, espere, tenho algumas perguntas-digo com a voz embargada e fina pelo choro- com quanto tempo fui levada para casa dos Lestrange?

- Você tinha 1 ano e 4 meses, saiu de lá com 10 anos e 3 meses , passou pelo orfanato até os 10 anos e 7 meses...

- Quan... Quando eu nasci ? -caio no choro desesperado novamente a dor me domina, minha vida foi uma farsa . Sinto uma mão fria em minhas costas , Malfoy estava de pé com seu melhor olhar de pena para mim .- Não quero sua pena !- eu digo com o pouco de voz que me restou.

- Não tem minha pena – Ele diz se abaixando para passar as mão em meus cabelos , e eu escondo minha cabeça em seu peito .

Ele me consola naquela espécie de abraço.

- 31 de julho de 1981

Me cérebro não raciocinava direito, mas eu me lembrava daquela data em algum lugar, e ainda com a cabeça enfiada no peito de Malfoy, eu pergunto com a voz abafada:

- Quem s-s-sa...- Malfoy nos separa , me olha e faz sinal para eu respirar, acompanho sua respiração, fecho os olhos e tento perguntar- Quem sa-sa – repito fundo novamente- sabe?

Dumbledore respira fundo e diz:

- Todos a sua volta Hermione.

Me enterro novamente no peito de Malfoy e solto um grunhido de desaprovação. Todos , absolutamente todos mentiram para mim, meu peito se abriu de maneira assustadoramente dolorosa . Ron,Gina,Tia Molly, Tio Arthur ,Luna ,Nev, As gêmeas Patil , meus “pais” , mas principalmente o Harry, aquele mentiroso desgracado , ele era quase meu irmão!

- Quem são meus pais então? -solto de uma vez sem gaguejar, afinal não pode ficar pior que já é...

-Seus país ? Oh sim, ele são Lily Potter e James Potter -Respiro muito rápido para ser saudável, isso significa que... Quem...- e seu irmão é Harry Potter.

- A quanto tempo eles sabem?-malfoy pergunta me olhando nos olhos , sabendo que eu queria perguntar mas não tinha condições.

- Há 3 anos , Harry sabe desde o 1° ano.

Meu coração já descompassado falha, e aí vem a dor física, parecia que um caminhão junto de uma manada de elefantes haviam passado em cima de mim , desço da cadeira e me ajoelho no chão, fechando os olhos e tapando- os com a mão. Me concentro na minha dor , minhas mãos foram abaixadas pelo dono de olhos cinza gelo , que estranhamente parecia refletir meu estado em seus olhos . Ele se ajoelhou e me abraçou, passando a mão em meus cabelos e estranhamente 10% do meu coração se refaz.

-Darei um tempo a vocês – Dumbledore sussurra e sai da sala , me deixando com Malfoy.

Eu estava desolada , apenas queria que tudo fosse um sonho . A minha vida foi uma mentira, a uma hora atrás , eu era Hermione Granger, uma Granger bruxa com amigos verdadeiros, e agora nem meu nome eu sei mais ... Fui traída pelos meu amigos “ verdadeiros” e quem está me abraçando enquanto meu emocional vira água é Draco Malfoy. Nem me olhar no espelho posso mais ... Verei o corpo de uma falecida! Quem sou eu?

- Mérope Potter, Violetta Lestrange ou Hermione Granger, você escolhe , ninguém é alguém o suficiente para te dizer quem você é ! – ele diz lendo meus pensamentos e a ficha cai .

-Mérope ?- as lágrimas que haviam parado no abraço, voltam a correr- é lindo.

- A transfiguração se dissolverá 1h e 30min após você souber da história toda.

- Ok- digo distraída com um pensamento- você já sabia Malfoy?

- Sei da sua existência desde que pisou seus pezinhos gordos na casa de minha tia. E falando nisso, me desculpe por esses seis anos , isso foi uma forma de te deixar com raiva de mim, assim me acovardava e não ir matar as saudades de minha priminha. – Ele diz emocionado .

- Como soube que era eu ? Com corpo , voz e nome de Hermione?

- Seu cheiro, sua teimosia e sua personalidade.

Ainda ajoelhado ele me abraça e derrama lágrimas que caem em meu ombro .

- Eu te amo tanto Lêtta ! Passamos pouco tempo juntos ... Mas eu aprendi a te amar . Minha irmãzinha, lembro até hoje da tia Bella me apresentando minha nova irmã.

Ele diz com a voz embargada me abraçando mais apertado ainda e involuntariamente sorri . Minha mente começou a funcionar e gritei:

- ERA VOCÊ?

- Eu ? Eu o que?- ele diz confuso .

- O meu melhor amigo! O garoto do parquinho! Ele me chamava de Lêtta e ...- cheiro o peito dele- Tem seu cheiro.

- Você se lembrou!! – só faltou saltitar , mas depois a feição voltas ser seria – a história não é exatamente como Dumbledore contou .Todos sabiam da tua existência, mas, apenas eu e mamãe sabiamos dos Potter – Ele diz o nome com desprezo -foi dito que você foi adotada num orfanato bruxo. E a culpa por você ter ido embora foi minha , você estava triste por ser uma Potter e não Lestrange e eu gritei que você era uma Lestrange Sim , e assim o lorde , que estava no corpo de um Avery ficou sabendo, te mandou para Andrômeda.- o coitado Chorava desolado , me levantei com as pernas bambas e tentei dizer

- A culpa não foi sua, qualquer cri... AAAAAAAAAAAHHHHH!

Grito e desabo no chão. Um flash de memória se inicia:

Flashback on :

- VEM LÊTTAAAA!- um Draco pequenino grita e pega minha mão para descermos a escada da mansão Malfoy, no fim da escada se encontra Narcisa Malfoy e Bellatrix Lestrange, e essa última me olhava com um amor , um orgulho, que nunca haviam me olhado na vida .

- Pera aí Draco, vou ao banheiro.- subi a escada novamente e entro na primeira porta a direita , quando entro, a primeira coisa que eu vejo é um espelhos : cabelos ruivos como o nascer do Sol, olhos verdes esmeralda, formato do rosto , nariz, boca ,orelhas, dentes... Tudo diferente,a cópia perfeita de Lily Potter.

Flashback off

- Eu era ou , sei lá, sou a cópia perfeita dela – digo olhando para o chão triste.

- Aparência importa tanto assim ?- Eu não digo nada , apenas levanto e eu ofereço minha mão para ele levantar , ele aceita.

Assim com os dois de pé eu o ataco apertado, esse arfa , soltando todo ar do pulmão.

- Eu lembrei um pedaço...- Digo molhando as vestes do sonserino , as lágrimas dele também molharam meus ombros. Eu me separo dele e sento novamente, encarando as cinzas da Fênix de Dumbledore.

- Aonde eu pertenço? Nem mãe mais eu tenho...

- Nunca diga isso! – ele me repreende inflexível- Porque aí você se engana , Tia Bella sempre foi e sempre será sua mãe . Todos os eventos dos Granger ela foi disfarçada de um parente , no caso , Lídia.

Eu arregalo os olhos , Tia Lídia! A minha madrinha, e seu filho , Taylor, era pelo que essa pessoa a minha frente falou, Draco.

Um tapa da cara , um lindo tapa na cara foi ver que as pessoas que dediquei a vida a odiar , eram as que mais me amavam.


Notas Finais


Espero que tenham gostado...
Por favor comentem críticas e sugestões...
Muito obrigada por lerem!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...