História Quem tem pena de um Fantasma ? - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Jikook, Namjin
Visualizações 3
Palavras 1.309
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, LGBT, Mistério, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem bolinhos ♡



Boa leitura ☆

Capítulo 1 - I


Fanfic / Fanfiction Quem tem pena de um Fantasma ? - Capítulo 1 - I

Quando o diplomata americano Sr. Kim Namjoon comprou a reserva de caça de Amityville, todos lhe disseram que ele estava fazendo uma grande loucura, já que não havia dúvidas de que aquele lugar era assombrado. O próprio dono da reserva, um homem cheio de escrúpulos, tinha se achado no dever de mencionar o fato ao Sr. Kim, na hora de discutirem a transação.

- Nós mesmos já não tínhamos mais interesse em viver lá  -Disse o dono da reserva- Depois que minha tia-avó, a viúva Duquesa de Bolton, teve um ataque de pânico, do qual nunca se recuperou completamente, quando as duas mãos de um esqueleto pousaram sobre os seus ombros enquanto ela se arrumava para o jantar. Sinto-me inclinado a lhe dizer Sr. Kim, que o fantasma tem sido visto por vários parentes meus ainda vivos, bem como pelo pároco, Reverendo Augustus Dampier, membro do King's College, de Cambridge. Depois do infeliz incidente com a duquesa, nenhum de nossos jovens empregados quis continuar conosco, e, à noite, Lady Amityville dormia muito pouco, por causa dos barulhos misteriosos que vinham do corredor e da biblioteca.

- Senhor - Respondeu Sr. Kim - venho de um país moderno onde temos tudo o que o dinheiro pode comprar; e com todos os nossos jovens e entusiasmados  contemporâneos revolucionando o velho mundo e amealhando seus melhores atores e primadonas, imagino que se houvesse um fantasma na Europa, em pouco tempo ele seria levado para algum de nossos museus públicos ou para ser exibido nas ruas!

- Acho que o fantasma existe, embora ele possa ter resistido ás propostas de seus ousados empresários. Há  três séculos ele é bem conhecido, na verdade desde 1584, e sempre aparece ás vésperas da morte de algum membro da nossa família.

- Bom, o médico da família faz a mesma coisa senhor, mas fantasmas não existem. Senhor, e não acho que as leis da natureza abram uma exceção para a aristocracia inglesa.

- Vocês, na América, com certeza têm os pés no chão, se não se incomoda com a presença de um fantasma na casa, tudo bem. Apenas lembre-se de que eu avisei.

Passadas algumas semanas, a compra foi concluída, e no final da estação o diplomata e sua família foram para Amityville, Sr. Kim Seokjin -que é casado com Sr. Kim namjoon- tinha sido uma reconhecida beldade em Nova York, era agora um homem de meia-idade muito atraente, com belos olhos e um perfil magnífico. Muitos americanos, ao deixar o seu país, adotam uma aparência doentia crônica, imaginando ser esta uma forma de refinamento europeu, mas Sr. Seokjin nunca incorrera nesse erro. Tinha uma constituição magnífica e uma carga realmente maravilhosa de vitalidade Animal. Na verdade, sob muitos aspectos, era bem inglesa, e um excelente exemplo do fato de que, sem dúvida, temos atualmente tudo em comum com a América, exceto, é lógico, a língua.

Seu filho mais velho, batizado de Min Yoongi pelos pais em um impulso  de patriotismo - O que o filho nunca deixaria de lamentar - era um jovem de cabelos escuros, muito bonito, apto a ingressar na diplomacia americana por ter vencido os alemães no Newport Casino por três temporadas seguidas e por ser famoso, até mesmo em Londres, como um excelente dançarino. Suas únicas fraquezas eram as gardênias e a aristocracia; fora isso, era extremamente sensato.

Park Jimin é um garotinho de 19 anos, flexível e delicado como uma corça, com admirável independência em seus lindos olhos castanhos escuros. 

Depois de Jimin, vinham os gêmeos, normalmente chamados de "Pimentinhas" por estarem sempre aprontando uma. Como a reserva de caça de Amityville ficava a sete milhas de Ascot, a estação de trem mais próxima Sr.Namjoon telegrafou para que uma carruagem fosse buscá-los, e partiram com grande animação. Era uma deliciosa tarde de Julho, e o ar estava leve com o perfume dos pinheiros. De tempos em tempos, eles ouviam o arrulhar doce de um pombo ou viam, escondido em meio aos fetos farfalhantes, o peito lustroso de um faisão. Pequenos esquilos espiavam das faias conforme passavam, e os coelhos corriam lépidos pelo mato e por cima dos outeiros cobertos de musgo, com seus rabos brancos espetados no ar.

No entanto, conforme entraram na Alameda da reserva de caça de Amityville, o céu começou subitamente a se cobrir de nuvens, uma calma intrigante pareceu envolver a atmosfera, um grande bando de gralhas passou silenciosamente por cima deles e, antes que tivessem chegado à casa, algumas grossas gotas de chuva já tinham começado a cair.

Uma mulher idosa esperava-os no alto da escada, irrepreensível em um vestido de seda preta, touca e avental brancos. Era Sra. Umney, a governanta, a quem o Sr. Seokjin tinha consentido que continuasse em seu antigo cargo, por um pedido fervoroso enquanto apeavam, Sra. Umney lhes fez uma leve referência e disse de uma maneira estranha e antiquada:

- Dou-lhes as boas vindas à reserva de caça de Amityville.

Seguindo-a por um belo vestíbulo tudor, foram até a biblioteca, um cômodo comprido, de teto baixo, revestido de Carvalho escuro, no fim do qual havia uma grande janela com vitrais, lá, um chá fora preparado para eles, e depois de tirarem seus agasalhos, sentaram-se e começaram a olhar em torno, enquanto Sra. Umney os servia.

De súbito, Sr.Seokjin se deparou com uma mancha vermelho-escuro no chão, bem junto à lareira, e completamente alheia ao que aquilo realmente significava, disse a Sra. Umney:

- Acredito que alguma coisa foi derramada naquele canto 

-Sim -Respondeu Sra. Umney em voz baixa- naquele canto foi derramado sangue.

- Que horror ! -Gritou Sr.Jin- não gosto nem um pouco de manchas de sangue em uma sala. Precisa ser removida imediatamente! 

A velha senhora sorriu e respondeu na mesma voz baixa e misteriosa

 - É o Sangue de Lady Eleanore de Amityville, assasinada naquele exato lugar por seu próprio marido, Sir Simon de Amityvile, em 1575. Sir Simon sobreviveu sem ela por nove anos e desapareceu repentinamente sob circunstâncias muito misteriosas. Seu corpo nunca foi encontrado, mas seu espírito culpado ainda assombra a reserva. A mancha de sangue tem sido muito admirada por turistas e outros visitantes, e não pode ser removida.

- Tudo isso é uma bobagem ! - Exclamou Yoongi- O super-removedor de manchas limparão aquilo num segundo. - E antes que a aterrorizada governanta pudesse intervir, ele tinha se posto de joelhos e esfregava o chão com um pequeno bastão parecido com um cosmético negro. Em alguns minutos, não havia sinal de mancha de sangue.

- Eu sabia que o removedor resolveria o problema ! -Exclamou em triunfo olhando em torno, para sua boquiaberta família.

Mas ele mal acabou de dizer essas palavras e um terrível relâmpago pago iluminou o cômodo sombrio, um apavorante estrondo de trovão fez com que todos dessem um pulo e a Sra. Umney desmaiou.

Que clima monstruoso! - Disse o diplomata americano calmamente enquanto acendia um comprido charuto- Imagino que o velho país esteja tão povoado que eles já não possuem um tempo decente que dê para todos. Sempre fui da opinião de que a emigração é a única saída para a Inglaterra.

-Nam, querido - Exclamou Sr.Seokjin- O que podemos fazer com uma mulher que desmaia?

- Desconte dela como perdas e danos, assim ela não voltará a desmaiar.

Em poucos minutos, a Sra.Umney de fato, recobrou a consciência. No entanto, não havia a menor dúvida de que estivesse muito nervosa, e alertou duramente Sr.Nam para que se mantivesse atento, porque a casa passaria por situações perturbadoras.

- Tenho visto coisas com meus próprios olhos senhor, que fariam arrepiar o cabelo de qualquer cristão e passo noites seguidas sem fechar os olhos por causa de coisas terríveis que acontecem aqui.

Contudo...Sr.Nam e seu esposo asseguraram calorosamente à honesta criatura que não tinham medo de fantasmas. Depois de invocar as bênçãos da providência para seus novos patrões e de ter estabelecido um acordo para um aumento de salário, a velha governanta retirou-se para o seu quarto, com um andar inseguro.


Continua.....♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...