História Querer você - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 71
Palavras 687
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Baseada em alguém de quem gosto muito e em uma cena discutida em uma de nossas conversas. Espero que gostem! <3

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Querer você - Capítulo 1 - Capítulo Único

O céu começava a ganhar tons alaranjados, aquela tarde incrível ao lado da garota, pela qual era apaixonada, estava chegando ao fim e o céu dizia-lhe isso, era hora de partir. Claramente Gabi não queria ir embora, sequer estava entre seus desejos partir, mas era preciso, Luna tinha que se aprontar para a faculdade e ela tinha aula de teatro em poucos minutos, não tinham mais tempo para ficar namorando e se paquerando durante longas conversas sobre o nada.

Demoraram a se despedir, mesmo que morassem perto uma da outra detestavam ter que se despedir, Gabi nunca gostou de despedidas, muito menos de ter que despedir de Luna, era uma morena tão linda, queria poder ficar mais em sua companhia, faziam bem uma a outra e gostavam uma da outra, as coisas fluíam bem entre elas.

...

A chuva noturna chegava, lenta e calma, atingindo tudo e todos a sua frente, inclusive Gabi, que estava atirando pedrinhas na janela do quarto de Luna após receber uma mensagem da mesma pedindo para que fosse encontra-la.

Estava ficando ligeiramente molhada esperando por Luna do lado de fora da casa, tudo que pensava era se a garota tinha dormido ou esquecido da vida durante o banho, talvez não devesse ter ido sem avisar que horas iria, pensava consigo quando ouviu o barulho da chave na porta e a figura da morena tomava toda a sua atenção naquele instante, era tão bela, como conseguia ser tão linda mesmo com aquela cara de quem havia acabado de acordar, pensou enquanto se aproximava da garota, que ria de sua condição e pedia para esperar por ela na sala enquanto pegava uma toalha.

...

Após secar-se e tomar um banho quente, a pedido de Luna, colocou as roupas que ela havia emprestado. Luna era maior que Gabi, que era bem baixinha e a blusa que a morena emprestou ficou como uma camisola assim que a colocou, mas não se importou, gostava de roupas largas e compridas, era confortável.

Aproximou-se da garota, que estava sentada no colchão que havia jogado no chão para ambas verem algum filme e sentou-se ao seu lado. Para sua surpresa, Luna a puxou para seus braços, não era algo que tinha o costume de fazer enquanto viam filmes, mas não a contestou, apenas se aconchegou nos braços da maior e ali ficou, sentindo o calor do corpo dela invadir o seu e a esquentar, deitando o rosto no ombro dela e deixando aquele momento de ternura preencher sua alma e acalmar seu coração.

...

O clima entre elas não poderia estar melhor. Chovia do lado de fora e o som dos pingos na rua era como a melodia perfeita, o filme estava chegando ao final e ainda estavam abraçadas, sentindo uma a outra, os dedos entrelaçados e a mão livre da maior acariciando os cachos vermelhos da garota em seus braços.

Luna segurou o queixo de Gabi e a fez olhar para si, encarando seus olhos escuros e lábios rosados tão próximos dos seus. Não sabia para onde olhar, tudo naquele pequeno ser a sua frente a encantava e sabia ser um sentimento recíproco. Percebeu um pequeno sorriso surgir no lábio da ruiva a sua frente e como de costume, sempre que sorria seus olhos fechavam levemente, achava aquilo simplesmente lindo demais para não ser admirado e sentia o coração se alegrar com aquela cena tão doce.

Gabi ergueu um pouco seu pequeno corpo, diminuindo ainda mais a distância entre ambas ao aproximar ainda mais seus rostos. Guiou a destra aos cachos escuros que caiam sobre o sidecut da garota e os massageou com a ponta dos dedos, seguindo suas carícias para aquele rosto tão perfeito e lindo, onde um pequeno sorriso se formou. Foi o suficiente para não se conter mais, tomou aqueles lábios perfeitamente desenhados com os seus e iniciou um beijo calmo.

Sentiu ali todo o caos exterior esvair-se de sua mente, a alma se acalmando e o coração se enchendo de uma calma e doce alegria e tudo aquilo era recíproco. O mundo se desligou e só restavam as duas e era apenas daquilo que precisavam.


Notas Finais


Estou voltando aos poucos, espero que tenham gostado da história. Até a próxima!
Beijinhos sabor sapo de chocolate <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...