História Querido demônio - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


A história estava indo a um rumo que não estava planejado, decidi reescrever e mudar algumas coisas, mas quem já estava acompanhando, fiquem calmos pq estou melhorando os capítulos para poder ir ao rumo que eu quero desde o começo.
Boa leitura ❤

Capítulo 2 - Capítulo 2 - encontros desejados e indesejados


*Sakura*

Me arrumei e fui me deitar

*Sonho*

Eu estava num quarto japonês, mas estava tudo escuro, tinha uma sombra vindo em minha direção.

???: Espero que você goste desse colar meu amor.

Assim que eu me virei no espelho, eu era outra pessoa, mas era igualzinha a mim


*Fim do sonho*

Acordei eram 7:40h, estava atrasada para trabalhar na cafeteria e daqui alguns dias preciso pagar o aluguel, me arrumei correndo e fui trabalhar, meu telefone estava com algumas mensagens,  mas não vai dar tempo de responder. Na cafeteria, TODAS as meninas estavam loucas por um homem de cabelos compridos sentado na frente da cafeteria olhado o cardápio, parece que eu vi esse homem em algum lugar... .

Ino: Testa, atende aquela delícia de homem pra mim? Preciso ajeitar a cozinha

Sakura: tenho escolha? 

Ino: Não 

Sakura: Aff( respondi indo até o ".GRANDE HOMEM")

chegando na mesa do homem nem olhei pra cara dele

Sakura: Bom dia, já escolheu o seu pedido? ( disse olhando para o caderno)

Madara: Eu queria um café expresso e que também você tivesse me respondido

Sakura: Um café expresso e...respondido? 

Quando eu olhei, era o madara, o homem que me salvou ontem a noite duas vezes

Sakura: Gomen, acordei atrasada e não olhei o telefone

Madara: Que horas acaba o seu horário?

Sakura: Acaba 13h, mas eu ainda vou fazer outras coisas a tarde 

Madara: Vai fazer alguma coisa a noite?

Sakura : Acho q na-

Madara: te espero 19h na frente da sua casa

Sakura: m-mas

Madara :combinado

Sakura: af, vou pegar o seu café. 

*madara*

Não quero fazer oq fiz com a sayuri, dessa vez eu quero começar devagar com a sakura

??: parece que alguém reencontrou o meu amor

Madara: indra... o que você está fazendo aqui?(disse serrando os punhos)

Indra: Vim ver o meu amor e sse era verdade que salvou ela

Madara: Vejo que já sou notícia naquele local

Indra: enfim, se me der licença, vou conhecer a minha Sakura novamente 

Acabei deixando a raiva me controlar e segurei o indra

Madara: Não encosta um dedo nela

Indra se soltou e virou para madara

Indra: Eu não vou tocar nela, só se ela quiser( disse indo a direção para rua), Guarde seu ódio quando ver ela nos meus braços, igual a sayuri. A propósito, controle mais a sua raiva(disse apontando para o proprio olho que ficou vermelho)

Eu tive que ter calma, vim ver a Sakura e não matar mais de mil pessoas por causa da raiva

Sakura: Foi mal a demora, a máquina deu problema 

Madara: Relaxa, as vezes acontece( eu vou matar aquele filha da puta do indra), mas relaxa, vou tomar o cafe e vou trabalhar

Sakura: Ok

*Sakura*

Madara tomou o café e foi embora, logo depois acabou o meu turno e estava indo as lojas comprar algumas roupas, quando cheguei na loja acabei esbarrando em alguem

Sakura: Gomen, estava distraída 

??: tudo bem, eu estava perdido e vim pedir informações

Sakura: eu posso ajudar 

Indra: Eu preciso comprar algumas roupas, mas não sei onde tem as melhores

Sakura: Vejo que você não é daqui

Indra: Eu moro em Los Angeles (menti )

Sakura: Vem, eu te ajudo, eu também preciso comprar algumas coisas, a propósito meu nome é Sakura 

???: Eu sou indra

Eu e indra andamos o shopping todo, ele tinha dificuldade no começo para falar com as atendentes, mas a gente acabou se divertindo. Ja eram 18h, ja tinha comprado um vestido coladinho e algumas blusas

Sakura: foi muito bom passar a tarde com você indra, mas agora eu preciso ir pra casa (disse pedindo um uber)

Indra: será que você poderia passar o seu número? Combinar de voce ser a minha guia no shopping

Sakura: Sem problemas 

Eu e indra ficamos conversando até o uber chegar

Cheguei em casa e me arrumei correndo e coloquei um vestido preto  (link nas notas finais). Ja estava terminando de me arrumar, quando eu escuto buzinas, era o madara, desci correndo e entrei, madara estava usando um terno simples, mas muito bonito.

Madara: vamos(disse dando partida no carro )

*Quebra de tempo*

Chegamos um restaurante CHIQUE, meu deus,  como eu vou pagar ? Isso vale a minha casa e mais um pouco. Sentamos e começamos a conversar

Madara: Por que você canta naquela lugar? 

Sakura: É único lugar que me paga muito bem e eu faço o que gosto 

Madara: aquela é a primeira vez que fazem aquilo com você?

Sakura: Não é primeira vez, mas sempre dava um jeito de eles não me verem, mas naquele dia não teve jeito 

Madara e eu ficamos conversando, ele insistiu em pagar, eu nem fiz muito esforço kkkkkk. Chegamos na minha casa e fomos para sala, madara me agarrou, mas quando ia me beijar

Madara:  Sakura, eu preciso ir embora

Sakura: tá tudo bem madara?

Madara: sim, mas se eu continuar, não vou parar (disse sorrindo malicioso), até amanhã (disse dando um selinho na testa ) 

Sakura: Até amanhã madara

Madara saiu e fui correndo para o meu quarto, como os olhos dele ficaram vermelhos na hora que viu o indra ? Sera que ele é um demonio? Não Sakura, acho que nesse ponto iria ser muita loucura, mas e aquela força toda? Pegou os caras mais fortes daquela areia e botou pra correr em menos de 30 segundos ?

Comecei a pesquisar até achar uma biblioteca aqui perto do bairro, diz que tem livros sobre lendas e sobre ancestrais, deixei anotado o endereço e fui dormir 

Sakura: Amanhã é dia 








Notas Finais


Roupa da Sakura https://pin.it/3vgfxpytwz3ywu
(Capítulo reescrito)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...