História Querido Diário - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Enzo, Jenna Sommers, Jeremy Gilbert, Katherine Pierce, Klaus Mikaelson, Lexi Branson, Matt Donovan, Stefan Salvatore
Visualizações 25
Palavras 1.387
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo fresquinho para vocês, espero que gostem.

Capítulo 16 - Deixar o Destino se Cumprir


Fanfic / Fanfiction Querido Diário - Capítulo 16 - Deixar o Destino se Cumprir

Parece que todos sempre conseguem o que querem, bom deixa eu esclarecer, estou eu aqui para mais um final de semana entre amigos no lago. Não era bem isso que eu gostaria de estar fazendo mas quando se tem amigos como Caroline, Bonnie e Stefan é quase impossível recusar algum convite.

Enfim, chegamos a casa dos Salvatore, iríamos almoçar todos juntos, como sempre. A casa permanecia do mesmo jeito que eu me lembrava, tudo impecável, a declaração rústica e imponente, mostrando o quão influente eram.

Caroline: Que bom que chegou, achei que tivesse desistido de vir.

Elena: Para de drama Caroline, marcamos ao meio-dia e são exatamente meio-dia.

Caroline: Ah Elena, você sabe que eu odeio espero, e você é a Bonnie sempre fazem isso, falando em Bonnie até agora ela ainda não chegou. Mas vem vamos entrar. Jenna seja bem vinda, Ah e você Rick, nós trocou pelos Gilbert, isso seria uma traição, se Elena não fosse minha melhor amiga.

Rick: Prazer em te ver também Care.

Aos poucos o pessoal foi chegando, mas não passou em minha cabeça que Caroline houvesse convidado todos os Mikaelson, só percebi quando Klaus chegou dizendo que os outros iriam se atrasar um pouco.

Nesse momento me encontro com Damon.

Elena: Oi!

Damon: Oi! Como é que você está?

Elena: Bem, e você?

Nossa conversa é interrompida quando Caroline se joga no colo de Damon e o beija.

Eu me levanto da mesa com a desculpa vde que vou buscar algo, e vou em direção a cozinha, quando vejo a cara de decepção de Klaus ao ver Caroline e Damon juntos.

Não acredito que Caroline fez essa cena para causar ciúmes em Klaus. Não, não, não, para Elena, você deve está criando ilusões em sua cabeça para aliviar o peso em sua consciência (minha consciência gritava para mim). 

Então escuto Caroline dizer:

Caroline: Ai que dia dramático.

Damon: É mesmo.

Jeremy e Anna chegam e Caroline dispara:

Caroline: Nossa não imaginei que o namoro de vocês era pra valer, eu super aprovo.

Jeremy: Obrigada Caroline, apesar de você não precisar aprovar nada.

Caroline: Nossa Jer, foi só um comentário, pois estou feliz por você.

Damon: Olha, vou pegar alguma coisa para beber, alguém quer? 

Caroline: Eu quero um Martine.

Damon chega na cozinha e me assusta.

Damon: Elena, desculpa por aquilo, eu só estava pensando....

Mais uma vez somos interrompidos, dessa vez pela chegada de Enzo.

Enzo: Boa tarde pessoal!

Damon: Boa tarde!

Elena: Boa tarde!

Depois de cumprimentá-lo, nós saímos em direções opostas.

Encontrei com Bonnie na entrada e fomos juntas em direção ao jardim, aonde seria servido o almoço.

Caroline: Até que enfim em Bonnie, achei que não viria mais. Que bom que chegaram, vamos almoçar.

O almoço estava agradável, estavamos conversando e rindo de coisas do passado, quando chegaram, Elijah, Rebecca, Kol, Harley, Tayler, Davina.

Caroline explode em raiva, olha para Harley e diz:

Caroline: Quem te convidou?

Klaus: Eu, algum problema love (diz Klaus)

Caroline: O almoço era entre amigos, e nós só nós vimos naquele fim de semana.

Klaus: O último fim de semana formou casais, então acredito que uma amizade também pode ser formada, logo acredito que a convivência seja o melhor jeito para fortalecer vínculos de amizade.

Caroline: Tudo bem, não vamos deixar que isso estrague nosso dia.

Elijah vem até mim e me beija no canto dos lábios, fico surpresa, mas como havíamos combinado de fazer com que todos acreditem que estamos juntos, assim ó fiz, e sentei a seu lado durante o almoço.

O resto do almoço foi tranquilo, apesar de ter que aguentar olhares raivosos de Damon e Harley sobre Elijah e eu.

Terminamos de almoçar, arrumamos a cozinha, pois dispensamos os funcionários, para ficamos mais a vontade. 

Resolvo fazer uma caminhada, quando estou retornando, vejo Damon sozinho na varanda, vou até ele na espectativa de conseguirmos conversar.

Elena: Era sua mãe ao telefone?

Damon: Sim, era ela.

Elena: Ela ainda está doente?

Damon: Ela já melhorou bastante. Está toda animada com o casamento.

Elena: Claro, porque não estaria?

Damon: Quando eu era criança e a depressão dela foi ficando mais séria e meu pai não estava por perto, eu fazia de tudo para alegra-la. A pior parte para mim era achar que se eu não conseguisse alegra-la, ela iria embora.

Elena: É uma boa razão para se ter medo.

Caroline: Damon, Damon, as provas do convite do nosso casamento chegaram, vem ver.

Damon: É uma pena que a gente não consiga conversar.

Ele diz isso e sai, me deixando sozinha.

Ele nunca vai deixar Caroline para ficar comigo, tenho que deixar de ser boba.

Vou em direção ao lago na intenção de tomar um pouco de sol, quando vejo Damon e Caroline passeando como um casal apaixonado. Mesmo estando um pouco distante consigo ouvir a conversa dos dois.

Damon: Alguma coisa me diz que você não está brincando.

 Caroline: E não estou.

Damon sorri sem vontade, e Caroline percebe.

Caroline: Que risada mais falsa. O que deu em você ultimamente?

Damon: Desculpa, é que eu estou meio tenso.

Caroline: Tenso, é... Eu te amo meu bem, mesmo quando está tenso.

Então Caroline vai para a beira do lago e joga água em Damon, e os dois começam a brincar. Essa cena me incomoda tanto (sei que não tenho direito de me sentir assim, mas me sinto) que vou embora, sem deixar que os dois me vejam.

A noite chega, e vamos para o vilarejo em um barzinho, para nós divertir um pouco.

Klaus e Caroline entraram em uma batalha para provocar um ao outro, é isso acabou que me provocou também, pois Caroline ficava se esfregando em Damon, porém com olhar sobre Klaus. Nessa hora Elijah me tira para dançar, e a dança era bastante sensual, quando ele me gira, em seguida me beija, quebro o beijo e vejo Harley e Damon nada contentes, então me viro para Elijah e o chamo para sairmos dali.

Vamos para minha casa, e lá decidimos assistir a um filme é tomar um pouco de vinho, eu escolho o filme é Elijah o vinho.

Elena: O que acha de orgulho e preconceito?

Elijah: Acho uma boa pedida.

Elena: Então vai ser esse, e você já escolheu o vinho?

Elijah: Sim, Casillero dele Diablo Chardonnay, você gosta?

Elena: Sim, gosto muito.

Depois de tudo escolhido, iniciamos o filme, trocamos algumas carícias e beijos, e me rendia sedução de Elijah. Adormecemos na sala mesmo.

Quando despertei pela manhã, havia uma linda bandeja de café da manhã ao meu lado, e um belo sorriso no rosto de Elijah a me cumprimentar.

Elena: Bom dia! Isso tudo é para mim, não precisa.

Elijah: É para nós. E não foi trabalho nenhum, só ajudei Jenna e Rick a preparar o café. Aliás, eles pediram para avisar bque já foram, pois Alarick tinha clientes para atender cedo.

Elena:  Mas eu vim com eles, como vou fazer agora.

Elijah: Eu levo você, me comprometi com Jenna a fazer isso.

Elena: Obrigada! Então vamos tomar nosso café.

Terminamos o café e fomos nos arrumar para voltarmos a nossa rotina, durante todo o trajeto fomos conversando, Elijah me contou como se apaixonou por Harley e eu como me apaixonei e perdi o Damon. Nem notei o tempo passar, logo estávamos em Mistic Falls.

Elena: Elijah como sempre foi um prazer, e muito obrigada.

Elijah: O prazer foi todo meu. E se no futuro nada der certo para nós, já descobrimos que a gente pode dar certo.

Elena: Você não existe. Rsrs... Mas vou considerar, quem sabe. Tchau...

Depois de me despedir, fui direto para o trabalho.

Ao entrar em minha sala Caroline estava a minha espera.

Elena: Care, aconteceu alguma coisa? O que você está fazendo aqui?

Caroline: COMO ASSIM O QUE EU ESTOU FAZENDO AQUI ELENA? 

Elena: Para com isso Caroline, o escritório inteiro vai te ouvir.

Caroline: Você sumiu com Elijah, me conta, o que aconteceu?

Elena: Não tem nada para contar, estava chato no bar, fomos para casa, assistimos a um filme, pegamos no sono, e foi isso.

Caroline: Só você Elena, estava com um gato daquele e não faz nada, para com isso, se continuar assim vai morrer solteira. Mas vamos deixar isso para depois, temos a prova final do meu vestido amanhã, você vai né?

Elena: Sim Care, eu estarei lá.

Caroline: Então tá, beijos, nós falamos mais tarde.

Quando Caroline saiu tive uma vontade enorme de chorar, mas não o fiz. Peguei meu diário e escrevi poucas linhas, mas me aliviaram.

Querido diário!

Amar machuca, mas também traz felicidade.

Amós meus amigos, e quero a felicidade de todos, sempre deixando a minha para depois.

Quero pensar um pouco mais em mim, mas não quero magoar ninguém.

Vou deixar que o destino se cumprir, sei que não será fácil, mas acredito que essa seja a melhor solução.

Elena Gilbert



Notas Finais


Pessoal espero estar agradando. A história tem uma base central, mas estou me esforçando ao máximo para colocar enrredo próprio.
Me digam o que estão achando.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...