História Querido diário... - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 4
Palavras 762
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, FemmeSlash, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


to com sono e escrevi com pressa, perdoem os erros e tal

Capítulo 31 - 08-08-18


Fiz 1 mês de namoro hoje, um livro que eu tava esperando chegar chegou ontem e tinha todos os motivos pra estar feliz....

Acordei 8:30 como de costume e minha irmã estava no quarto - o que é estranho porque agora ela tá na faculdade e estudando de manhã - e ficou reclamando do barulho do despertador.

Fui tomar café da manhã mas não tinha nada de bom então só tomei um Yakult e voltei pro quarto.

Hoje tinha consulta no dentista, mas ia demorar porque ainda tava cedo, então peguei meu celular e fui procurar slides da aula de história - tinha prova de geografia mas eu confundi as matérias e quase peguei história pra estudar.

Passei a manhã no quarto, conversei com minha irmã, organizei umas fotos que estavam espalhadas pelo meu celular, conversei com umas amigas e com a Thay, tudo enquanto esperava dar o horário do dentista.

Meus pais - que estavam fora de casa até o momento - chegaram em casa, mas depois disso me esqueci de quase tudo.

No dia anterior mandei uma mensagem pra minha mãe falando que vou experimentar o vegetarianismo por um mês, e como meu pai que tem feito o almoço ultimamente, era pra ela avisar ele. Tive que lembrar ela enquanto ela fazia o almoço porque ela já estava esquecendo, aí ela fez uma parte separada sem carne pra mim e fez couve pra "substituir".

Meu pai me levou pro dentista de carro e minha mãe foi junto porque a escola do meu irmão é no caminho, aí ela só ia até lá com a gente e voltar a pé com meu irmão. Cheguei no dentista, fiz a manutenção e fui embora.

Quando cheguei em casa almocei e fui pra escola - também conhecida como lugar mais tóxico frequentado pelo ser humano - ... Cheguei lá e entrei ne, aí cumprimentei o povo, deixei minha mochila na sala e fui procurar meus amigos das outras salas, mas não tinha ninguém nas salas e eu tava com preguiça de procurar então voltei pra minha sala e fiquei por lá conversando com minhas amigas.

O professor do primeiro horário chegou, e era o horário de prova, mas aí ele disse que a prova passou pra sábado - bem no dia do evento de capopi TT.TT - mas era de manhã então tava numa boa. A aula seguiu normal, a professora de português passou uma atividade fácil porque a gente ia ter prova de matemática no horário seguinte então ela deixou que restassem alguns neurônios pra prova. Eu, que dormi bem e cedo - sem ironia - estava com um sono da 10 graça e não estava raciocinando direito, tanto que estava a seguinte questão: Qual a sua nacionalidade?

e eu não soube responder e precisei colar do coleguinha da frente...

Com raciocínio assim, e uma prova chegando em minutos, o primeiro pensamento que vem é "Fudeu".

Mas pra relaxar, o recreio veio antes e eu pude parar de pensar nisso.

Mentira.

Fui perguntar o que caiu na prova pro pessoal das outras turmas só pra saber o nível de dificuldade e tava até fácil.

O coleguinha da frente tem namorada na outra sala e ela passou uma das questões pra ele, e ele passou pra mim, mas nenhum dos dois tava sabendo calcular, aí eu que nem tava raciocinando descobri como resolvia - eu sou um gênio, dá licença - e a gente ja pegou a lógica pra resolver na prova (e deu certo).

Só lembro agora que a segunda questão da prova gastou todos os meus neurônios restantes mas pelo menos fiz ela por último. A prova vale 8 pontos, mas to na fé/esperança de ter tirado 9 de tão certo que tava.

Depois da aula fiquei esperando o escolar chegar enquanto conversava com meu bf. Quando o escolar sentou eu fiquei no cantinho quietinha pra ninguém me incomodar - queria pelo menos estar ouvindo musica mas não tenho fone de ouvido.

Quando cheguei em casa a churrasqueira tava do lado de fora - só eu não comer carne que eles ficam me tentando, odeio isso - ... mais tarde meu pai fez carne e pão de alho, mas só comi o pão de alho.

Quando fui pro quarto minha irmã tava indo dormir, mas depois minha mãe entrou no quarto e ligou o computador e começou a discutir alguma coisa com minha irmã, ai minha irmã ficou irritada e ela também, ai uma começou a brigar com a outra e depois elas ja estavam brigando com todo mundo e agora vai todo mundo dormir irritado menos meu pai pq ele tava vendo jogo e nem fez parte.

Até logo


Notas Finais


foi meio grande, nem esperava...
até o proximo e desculpa pela demora
ta faltando uns detalhes mas td bem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...