História Querido diário. ... - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Linkin Park, Tarja Turunen, The Rasmus
Personagens Aki Hakala, Brad Delson, Chester Bennington, Dave Farrell, Eero Heinonen, Joe Hahn, Lauri Ylönen, Mike Shinoda, Pauli Rantasalmi, Personagens Originais, Rob Bourdon, Tarja Turunen
Tags Aki Hakala, Bennoda, Chester Bennington, Eero Heinonen, Lauki, Lauri Ylonen, Linkin Park, Mike Shinoda, The Rasmus
Visualizações 10
Palavras 1.913
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Querido diario.... hora de acabar com tudo isso...

Capítulo 25 - O amor é para todos.


Fanfic / Fanfiction Querido diário. ... - Capítulo 25 - O amor é para todos.


Quando acordei Jason dormia profundamente. Resolvi voltar pro quarto de Aki. Não queria uma cena desagradável com Chester ou proprio Aki. Aproveitei e tomei um banho.  Bateu uma fome e desci pra comer.  

Já estava na cozinha quando alguém toca a campainha.  Quando abri, Talinda entra feito um carro desgovernado

-Cadê ele? 

-Quem? - eu pergunto assustado. 

-Lauri? Quem está aqui com você?

-Mike!

-Mike? Ótimo! Onde fica o quarto do Eero?

-Quarto do Eero? Talinda, Eero ja não morava mais aqui.

-Mas o apto onde ele morava esta vazio. Então sei que mandaram tudo pra cá. 

-O que? -Eu digo assustado.

-Quem esta aqui com você ?

-Mike...-Eu repito .

Ela olha pra cima , e sai andando subindo as escadas. 

-Talinda onde vai?-Eu sigo atrás dela

-Qual desses é o quarto dele?

-Talinda . Porque quer saber ?

-Olha aqui. Aquela coisa que Mike tem esta fazendo a cabeça de Chester contra mim. Esta dizendo que roubei a Clínica e tinha um caso com Eero.

-Caso com Eero?? 

-Claro que é mentira.  Acha que eu iria ter um caso com filho de Chester?

-Talvez! - eu digo olhando.

-Lauri...cuidado com Jason. Não sabe das coisas que ja foi capaz de fazer.

Ela anda mais um pouco. Até que ela acha a porta do quarto de Eero.

-Tem a chave? - ela me olha. 

-Não.  

-Lauri ...preciso abrir essa porta.

-Só se me disser uma coisa...

Ela olha pra mim e levanta a sobrancelha. 

-O que você disse?

-Me  diz Talinda, você tem algo haver com a morte de Sara?

-O que? ? Lauri, do que esta...espera, o que é isso no seu pescoço? 

Eu pego e lembro que Jason me mordia durante o sexo.

-Transou com Mike?

Eu não respondi.

-Não. ..foi com Jason! Lauri você cedeu.

-Talinda...

-Não o conhece. Lauri ele matou o irmão por não aceitar que perdeu Chester pra Mike.

-Co.. como sabe?

-Eu trabalho na clínica desde que namorava Chester ..eu recebi Mike morto com um tiro na testa. Mas Jason acabou assumindo a personalidade dele .

-Mentira. 

-Lauri. Ele matou o filho que ele mesmo criou. Ele agredia todos que trabalhavam aqui.

Eu fiquei confuso.

-Quem sabe....Não foi ele quem tentou te matar...e acabou matando a Sara.

Eu comecei a tremer. 

-Não. ..

-Ele matou Eero e sei disso. Lauri ...ele não é o Mike.

Jason aparece atras dela agarra pelo pescoço. 

-Ainda bem que você sabe.-Ele começa a enforca-la.

-JASON!- eu grito

-Sai daqui !! -Talinda diz .

-Solta ela Jason! 

-Sabe, eu realmente  me arrependo de não ter te matado quando foi dizer a Chester que o amor dele estava morto. 

-Você é um frustrado, Jason. Chester so te aguenta porque você acabou com esse distúrbio ... mas sabe que ele não transa com você sem pensar em Mike. - Ela fala

-Cala boca!!- Ele diz enforcando com mais força. 

-Lauri!! Sai daqui!!- ela diz

Eu vejo ela desfalecer nos braços dele. 

Jason a joga no chão.  E fica me encarando. 

-Jason...Você. ..

-Matei...como matei meu irmaozinho intrometido. E o filho de Chester idiota e agora?

-Jason?

-Acha que eu me apaixonei por um fedelho frouxo como você?

-Matou minha filha??- eu disse me afastando dele.

-Eu apenas ajudei o Eero. Eu vi quando ele ligou pra algum amigo pra te dar um susto.   Eu só me livrei do amigo e fiz mais além do que planejaram. 

-Tentou me matar? Matou minha filha??

-Sinto muito bb!-Ele faz beicinho debochado. 

-Matou Eero...

-Na verdade tentei criar uma personalidade melhor que essa sua ae. Mas você é tão fresco.

-Queria me  incriminar?

-Mas Claro!! Mas o filho da Delson me viu. E até agora admiro ele não ter dito no tribunal. 

-Ele sabia que eu ia ser preso.-Digo chorando

-Eu queria ter você ao meu lado. Mas , apesar de gostoso,  você ainda é problema.

Eu corro pelas escadas com ele atras de mim, vou pra cozinha mas quando tento pegar uma das facas no faqueiro , ele me derruba. 

-Olha o garoto corajoso!- Ele  diz pisando na minha costa.

-Jason....Você não ama ninguém?

-Amo sim...amo Chester.

-Mas ele não te ama. -Eu digo 

-Eu sei. Ele ama meu irmão.  E quando estou aqui, ele procurava os empregados . E eu...botavam todos pra correr.

-Ele sequer te deseja .-Eu falo sentindo a pressão na costa.

-Cale sua  boca. Você insistiu.  Porque? Porque me ama.

De repente...ele cai no chão e eu olho espantado. Quando viro , Jimmy está com um dos bancos da cozinha na mão. .

-Jimmy?- ele me ajuda a levantar. 

-Lauri eu vi a porta aberta e entrei.

-Ótimo. ..os dois viadinhos agora ..-Diz Jason

-Jimmy sai...chama ajuda!!- Eu digo

-Não . Ele vai te matar , vem comigo .

Ele me puxa mas Jason me agarra pela perna eu caio no chão de novo.

-Vem cá moleque!

-Solta ele!-Grita Jimmy.

-Vai Jimmy ... corre!- ele sai dali.

Jason me deu dois socos.

-Eu vou quebrar tua cara!

-Jason....eu não te amo...eu amo Mike...mas transei com você pensando em Mike.

-Cala boca sua puta !- ele ia me dar outro soco. Quando ouvimos um barulho.

-Solta ele!-Era o policial Delson com a doutora , Jimmy, Chester e Aki.

-Chester? 

-Solta ele , Jason !-Diz Chester.

-Ele começou. 

Outros policiais apareceram , ele renderam Jason, e o algemaram.

Jimmy ajudou a me levantar.

-Chester...se me prender ..vai prender Mike também. 

-Cale a boca, prefiro visitar Mike na prisão. 

Eles o sentaram no chão. Trouxeram Talinda.

-Ela está morta?

-Não - disse o policial.  -Esta só desmaiada.


-Chester... Jimmy chamou vocês? 

-Não , digamos que.... Jason e Talinda são bem previsíveis. 

Ele olha pra mim meio triste.

Aki vem e me abraça . 

-Lauri...Você esta bem?

-Estou...Aki...ainda me desculpe!

-Não fala nada , Lauri. Não fala nada.


Passou os dias. Aki e Chester descobriram que Eero gostava de  Talinda mas ela o rejeitava.  Entao ela  viu Eero pagar um amigo pra roubar e dirigir a caminhonete que matou Sara. Ela se aproveitou dizendo que ia ficar com ele mas que  tinha que pegar o dinheiro de Chester e fugirem.


-Quer dizer que Jason também soube disso?- pergunto eu a Jimmy.

-Sim...papai disse que Jason ouviu a mesma conversa. E foi falar com Talinda , ela disse que Chester nunca iria contra o filho .

-Por isso ele matou o Eero?

-Olha Lauri, eu ja ouvir muitas histórias.  Inclusive que Eero era filho biológico do tio Chester. 

-Serio?

-Sim. Ouvi mamãe dizer a papai que tio Chester engravidou a mae de Eero, mas ela fugiu por medo do Jason , abandonando Eero na casa.

-Eita...e Aki.

-Não sei. Mas soube que ele é adotado mesmo.

-Nossa.

-Quando Eero morreu , descobriam as digitais do Jason na arma, mas precisávamos de uma confissão.  Papai deixou escutas na sua cela, mas Jason nunca foi te visitar. Depois resolvemos que iriam botar na casa. Quando papai disse que tio Mike entrou na sala no tribunal.  Soubemos que era Jason. Dai mamãe deu a ideia de botar a escuta na sua tornozeleira. Quando ouviram tudo, eu estava chegando na casa , foi quando eu bati nele com banco.

-Foi corajoso de novo. Obrigado! -Ele ri .

-E agora? O que será do tio Chester?

-Não sei. Ainda não voltaram da audiência. 

-Lauri...vai casar com Aki?

-Sim. Ele já preparou muita coisa, mas ainda espera por causa de Mike. Dependendo do resultado da audiência. 

-Que bom Lauri. Mas e seus pais?

-Eu agora falo com minha irmã pela Internet.  Contei tudo, mas disse que vou ficar.

-Por causa de Aki?

-Também Jimmy. Mas é por causa de ...

-Eu sei...É melhor deixar quieto não é? 

-Sim é melhor. -Eu digo sorrindo.


Aki e Chester chegam acompanhado da Dheia. 

-Entao? -Eu pergunto. 

-Pai Mike recebeu pena que foi a sua. Prisão domiciliar e tratamento psiquiátrico rigoroso. 

-Oh meu Deus!-Eu digo

-Porém. ..-Disse Dheia.  -Mike contou como foi e você foi inocentado. Brad virá depois  tirar sua tornozeleira.

Eu olho pra Chester , seu olhar triste me encara.  Depois ele sobe as escadas e ae fecha no quarto.

-Ah me sinto culpado sabe.-Eu digo.

-Não sinta. Descobrimos que foi Jason quem pegou a caminhonete e causou o acidente que matou Sara. 

-Como ele soube tantas coisas de Jason?-Eu pergunto

-Simples.-Disse Dheia. - Eu tenho o recurso do diario esqueceu? Mike e Jason se comunicavam atraves dele. Foi preciso somente ler.

-Nossa ...ainda bem que eu escondi o meu.  -Eu digo rindo.

-Relaxa Lauri...sua vida é um livro aberto. -Diz Jimmy

O policial Delson veio tirar a tornozeleira. Ele a colocou em Mike que veio pra casa , agora em prisão domiciliar.  Na madrugada levanto pra ir a cozinha , vejo a luz acesa. E veio logo Jason em minha mente.

Fui devagar e vejo Chester com uma xícara na mão. 

-Café? - ele pergunta. 

-Não.  Vou tomar agua.-Eu digo.

Ele me olha.  Eu fico meio sem jeito.

-Quando será o casamento? -Ele diz

-Daqui a um mês.  Aki quer fazer a cerimônia aqui na casa mesmo, por causa de Mike. 

-Que bom. Aki sempre foi um bom garoto.

-Sinto pelo Eero.

-Eu também. ..mas... somos culpados pelos nossos erros Lauri. Cometi uns e paguei por eles. Eero, Mike, Jason...Você.  São erros que cometi e estou pagando por eles.

-Mas Mike está com você. 

-Sim, pelo menos do jeito que foi por vinte anos. Mas sempre me pergunto se ele seria assim mesmo.

-Ame o como sempre faz. Isso que sustentou seu casamento. 

-Então aprenda , pra sustentar o seu.-Ele diz .

-Chester , sabeo que Talinda veio fazer aqui?

-Jason blefou falando que tinha provas contra ela. Fez eu usar o nome do Eero. Ela veio atras das provas, mas ela não existem. 

-Jason? Porque fez o que ele disse?

-Por 20 anos eu convivo com ele , pelas boas lembranças que tenho de Mike. Mas as vezes Jason tem boas ideias. Crueis, mas são boas ideias. Ele sabia que Talinda viria aqui. Ele queria matar ela de qualquer jeito.- Ele diz saindo da cozinha. -Boa noite , meu filho!

-Boa noite , pai!-Eu digo

Eu ouço subir as escadas . E o barulho da prota se fechando. 


Meu casamento foi simples. Aki fez a surpresa de trazer meus pais da Finlândia pra me ver casar. Eu fiquei extremamente feliz.

Mike assistiu o casamento. Jason não aparecia muito. Quando acontecia ele era trancado no quarto de hóspedes.  Mas ficou raro . Brian era quem o tratava, dizia que em toda sua vida nunca tinha visto tal caso. Dheia ajudava , como sempre. 

Talinda foi presa por estelionato, ela falsificava recibos de convênios pra receber comissão.  E extraviava recibos dos materias para que viessem oa piores pra clinica e, fazendo Chester perder dinheiro.

-Ela e Eero?-Pergunto a Aki

-Os dois acredita , amor? Papai era roubado pelo próprio filho. E biológico.

Eu e Aki assumimos a Clinica. Dheia continuava trabalhando lá. Jimmy também.  Começando como aprendiz. Moravamos perto  deles . Chester parou de trabalhar pra cuidar de Mike. Eu sempre achei lindo a dedicação dele. Sempre eu ia visitar eles. 

-Mike?

-Sim querido ...sou eu! 

Ah eu corria e o abraçava.  Ele beijava minha testa. Ficávamos conversando por horas. 

Bom tínhamos nossa vida. Depois de uns anos, Aki e eu adotamos um bebê lindo, Oliver.  Chester o mimava como todo avô.  Éramos felizes do nosso jeito.


Querido diário...parece que tudo acabou bem pra todos. ...


XXXXXX


Na fria madrugada.  Uma figura sai da casa de  Aki e Lauri. Vestida de um sobretudo de couro preto, botas, cabelo enfeitados de penas pretas. Ia pela surdina,  entrando em silêncio no pequeno portão da casa de Chester. Indo pelos fundos ele sobe por uma escada improvisada durante o dia e entra por uma varanda que da acesso ao quarto de hóspedes. 

Ao entrar é recebido por Jason , seminu, deitado na cama.

-Ora ...Então você veio?

A figura adentra tirando o sobretudo  de couro  e as botas.

-Achou que eu não viria pra te satisfazer , Jason? E a mim também. 

-Claro que sabia que viria, Amanda. Você não aguenta ficar longe das gozadas que te dou. 

Eles riem e se jogam na cama.

Amanda e Jason , em mais uma noite de sexo forte .


FIM.





Notas Finais


Diário fechado.

Obrigada por lerem até aqui...bjos a todos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...