1. Spirit Fanfics >
  2. Querido Diário >
  3. Piloto.

História Querido Diário - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Epa, olha eu aqui de novo, nem acabei Circus Game e meu fogo no rabo já bateu pra postar maisKKKKKK

Gente, eu tive essa idéia agorinha mesmo e to achando ela muitooo boa Hehehehe. Ela veio de um medo meu, que é perder meu diário, ja que eu levo ela pr todo canto, incluindo colégio.

Nem era essa a fic na lista, era pra sair uma Xicheng, mas eu to muito boiolinha por essa. Então Yizhan vem primeiro KKKKKKK

APROVEITEM E DEEM MUITO AMOR PRA ESSA BEBÊ.

Capítulo 1 - Piloto.


Ser uma pessoa de poucas palavras tornava a vida de Wang Yibo um pouco mais complicada. Veja bem, quando não se fala muito, quando se é pouco sociável, você não faz muitos amigos, ou gosta de estar entre muitas multidões, mas isso não chegava a ser um probelma real na opinião do jovem de cabelos levemente azulados. O real problema era não saber expressar com palavras o passava em sua gélida alma.

Era realmente uma falta social sua, com direito a psicólogos, mas não tinha muito que fazer, essa era a natureza do Wang. Contudo, eu não preciso dizer que, não expressar suas emoções de alguma forma podem trazer problemas, no caso de nosso protagonista, crises fortes de ansiedade. Justamente por isso, seu psicólogo o disse para começar um diário, pois, se não podia falar, que escrevesse, desenhasse, rabiscasse, que liberartasse as palavras do seu âmago de alguma outra forma.

E olhem só, funcionou! Yibo escrevia diários desde os 13 anos, tambem utilizando a dança como expressão e, aquilo diminuiu seu estresse de uma forma bem considerável, além de o ajudar a pensar. Aos 23 anos, cursando faculdade de educação física e tendo alguns poucos amigos reais, ele ainda mantem a mesma regra de levar seu caderno de capa vermelha com um feixo de metal para todos os lugares em que ele vai. Nunca se sabe quando vai precisar desabafar, sendo assim, que suas páginas estivessem sempre perto para escutar suas palavras. No entanto, em uma quinta feira do mês de setembro, aquilo mudou, sua regra foi violentamente interrompida. Motivo? Seu diário sumil!


O dia amanheceu levemente nublado, trazendo ao campus de sua faculdade um ar agradável para permanecer na cama, mesmo que tivessem aulas pra assistir ou namorados para paparicar. Eram jovens entre 18 e 28 anos, afinal.

Já que a casa de seus pais ficava a mais de meia hora de moto da faculdade, Yibo preferia dormir no alojamento da mesma, evitando o trânsito com pessoas atrasadas para seus trabalhos, ou levando criancinhas sonolentas ao colégio, ou seja, dormia mais um pouco e não se estressava por estar com pessoas mal humoradas, perfeito.

Naquele dia, tudo parecia culminar pra que o azulado não saisse da cama! Acordou 10 minutos atrasado, bateu o dedão indo ao banheiro de seu alojamento, escorregou dentro do box de vidro, bateu o dedinho na quina saindo no banheiro e por último, passou longos minutos procurado um caderno de anotações que jurava ter posto na mochila na noite anterior, mas o maldito sumiu como água que evapora. Quando enfim saiu de casa, 15 minutos atrasado, sem comer e já mal humorado, Wang não tinha ideia que aquela mare de azar, apenas começava. 

Atravessou o pátio externo correndo o mais rápido que pode, pondo a prova todos os exercícios que fazia, afinal, não tinha aquele tanquinho pra se lavar roupa! Corria quase sem olhar pra frente.

BAM!

É óbvio que ele se chocou contra alguém, afinal, isso é uma comédia romântica. O esbarrão fora tão intenso para ambas as partes que os dois cairam a alguns centímetros de distância do outro, tendo a bunda quicando no chão pelo impacto. Livros e folhas de papel estavam voando pelo ar, e quando o Wang subiu a face carrancuda para pedir desculpas, ele o viu.

Xiao Zhan era veterano do curso de designer, era sempre gentil e meigo com todos, mostrando seu sorriso de coelho para quem quiser se apaixonar por ele. O moreno de 25 anos, com corpo esguio e curvilíneo e talvez 2 centímetros mais alto que si, era dono do pobre coração de Wang Yibo, mas o mais velho não sabia disso. Como ia saber? Mal se falavam. Zhan era rodeado de pessoas por seus encantos e, mesmo que Yibo fosse realmente muito bonito, era tímido demais pra ficar ali, sorrindo polidamente.

- Zhan-Ge! M-me desculpa, eu estava com pressa. - Yibo disse indo rapidamente ao outro homem jogado no chão, que procurava seus óculos caídos pelo impacto. - Você se machucou?

- Bo-Di?- Xiao ao ter a visão de volta sorriu tímido e descrente ao outro, sem notar que o Wang sorria junto a si - Não tem problema, os dois estavam distraídos. Didi, você esta bem? - O mais velho pôs as mãos nos ombros do outro, conferindo-o com os olhos, vendo se estava tudo bem, parando ao perceber as madeixas recem pintadas de azul. - Ah, olha seu cabelo! Esta ótimo, combinou muito com você! - Ali estava, o sorriso que Yibo se apaixou quando viu pela primeira vez, um ano e meio atrás. - Didi, você não estava atrasado?

- Ah, sim! - O azulado acordou em um estalo, logo se mexendo para catar as coisas do outro e as suas que cairam de sua mochila aberta. Em questão de nanosegundos, tudo foi recolhido e entregue a quem pertecia, sendo assim, Yibo levantou, estendeu a mão para o mais velho a pegar e o puxou, prestando atenção em como a mão do outro era macia e um tanto quanto menor que sua mão,  com seus longos dedos esguios. - Tenha um bom dia, Zhan-Ge.

- Pra você tambem, Didi. Te vejo no almoço.- Xiao sorriu mais uma vez e arrumou uma única mecha do cabelo azul que estava fora do lugar, deixando o probre leão com borboletas no estômago. 

Não tardou para que Yibo voltasse a correr, enquanto rezava alto para que o professor o deixasse entrar em sala e que o tapado de Wenham tenha guardado seu lugar, ao invés de dormir na aula.



Notas Finais


Errinhos serão corrigidos mais tarde.

Beijitos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...