História Querido inimigo - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bts, Inimigos, Jikook, Jungkook Colunista
Visualizações 15
Palavras 1.587
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello girls ❤❤📍
Perdoem os erros

Capítulo 5 - Gay??!


Fanfic / Fanfiction Querido inimigo - Capítulo 5 - Gay??!

A chuva se intensificou durante a noite mas Jimin ainda estava na sala acordado o relógio já marcava 03:00 da manhã e seu sono não vinha, quando ele resolveu se levantar e ir para o quarto a energia caiu fazendo a casa ficar totalmente escura com luzes apenas das enormes janelas de vidro de seu apartamento, foi quando ele passou pelo quarto de Jungkook, os pelos de seu corpo se levantaram totalmente e pensamentos impuros começaram a vir em sua cabeça, ele move a cabeça para os dois lados tentando afastar qualquer coisa de sua mente, e voltou a caminhar para seu quarto eram apenas 5 ou 6 passos para o quarto mas Jimin andou tão devagar e com passos tão pequenininhos que parecia que seu quarto era longe, no fim do corredor, Jimin entrou em seu quarto quando pensou em voltar e abrir a porta de Kook, mas qual seria a desculpa ? fora que ele iria querer provocar o garoto o que faria ele empatar o jogo de 100 pontos com Kook, NÃO pensou Jimin novamente conversando sozinho e começando a achar que esta louco, Jimin deitou na cama mas não conseguiu pregar o olho por nenhum minuto a casa estava gelada o aquecedor não funcionava devido a falta de energia, foi quando o apartamento da casa deixou de ser silencioso Jimin, estava ouvindo nitidamente o mais novo não teria como negar, Park não estava ouvindo coisas de sua cabeça, Kook estava gemendo.

Os pensamentos de Jimin nunca ficaram tão loucos, ele gosta tanto de mim ele se questionava, os gemidos estavam cada vez mais altos Jimin começou a rir e gargalhar mas não podia esconder também uma certa excitação por aquilo, Park que não perdia uma piada começou a fingir reger os gemidos como se fosse uma orquestra sinfônica tocando,Jimin ria mas em um certo ponto ele não aguentou e começou a pensar em como seria se ele estivesse lá naquele quarto, Jimin já começara a sentir que algo estranho estava acontecendo já havia se passado grandes minutos não era possível que Kook ainda estava naquela situação Jimin já estava aguardando o grande final a meia hora e nada, Jimin também tentava esconder sua excitação naquele momento para não ter nada a esconder, mas nada acontecia parecia que os gemidos estavam ficando mais fortes provocando Jimin. Foi quando ele decidiu ir a porta de Kook, e quando chegou lá ele estava começando a compreender o que estava acontecendo, os gemidos não eram o que ele estava pensando eram gemidos de dor ou de inquietação, Jimin começou a se preocupar ele foi até a cozinha procurando a cópia da chave do quarto, Jimin estava com medo do que haveria no quarto, ele nunca correu tanto em sua vida para abrir uma porta seu desespero estava iminente.Quando ele abriu a porta Kook estava no chão,tentando destrancar a porta desmaiado, os gemidos eram provavelmente um pesadelo, mas Jimin tinha certeza de algo Kook estava no maior frio da casa, Park esquecera quão importante o aquecedor era para aquele quarto ele se sentiu extremamente culpado Kook provavelmente havia pegado uma hipotermia ali no frio, fora que o quarto estava sem cobertores e Kook havia adormecido de cabelo molhado, Jimin levouo garoto para seu próprio quarto no qual nunca tinha sido visitado por ninguém ele colocou-o sob a cama e começou a fazer massagem no corpo adormecido e gelado de Kook, que acabou parando de gritar, Jimin sentou Kook e secou seus cabelos com o cobertor a febre do garoto estava fortíssima o que fez o coração partir, Jimin levaria Kook ao médico assim que os primeiros raios de luz aparecessem , mas o que ele fez no momento em que estava ali foi tentar aquecer Kook de todas as formas ele pegou uma pilha de cobertores e cobriu Kook por completo ficou apenas o nariz para ele respirar, Jimin achou tão engraçado que tirou uma foto de Kook.

Jimin voltou para seu quarto que estava congelando, ele havia dado metade de seus cobertores a Kook ele estava apenas com duas finas, Jimin queria dormir mas o frio estava consumindo, suas pernas estavam congelando aos poucos, Jimin fechou os olhos e tentou esquecer o frio que fazia na casa, até que finalmente ele sentiu um calor como se o cobertor estivesse abraçando suas pernas seu corpo ficou quente derrepente, pensando que havia voltado a energia, ele queria saber se o aquecedor de Kook estava ligado quando ele foi se levantar subitamente, algo o puxou quando ele olhou por dentro de seu cobertor, Jungkook estava abraçando suas pernas. 

Jimin até pensou em falar sobre penalidades para Kook mas ele não conseguiu o garoto estava sobre suas pernas, tudo que ele conseguiu foi subir o corpo de Kook para ainda mais perto do seu, o que trazia uma sensação perfeita 

- Kook.... - Jimin começou a examinar Jung com os olhos cobertos de brilho

- Hum....? - Kook disse olhando para os olhos de Jimin, Jimin sorriu 

- Você esta quente, sua febre deve ter piorado - Jimin disse colocando sua mão na testa de Kook, Kook se moveu até sua cabeça topar na cabeceira e ficou ao lado de Jimin o observando quando ele moveu as pernas de Jimin até elas abraçarem seu corpo, Jimin se sentiu imerso, Kook moveu suas mãos até as costas de Jimin por baixo do enorme blusão acariciando suas costas, Kook não fazia a menor ideia da fera que estava atiçando, Jimin começou a se mover sob Kook fazendo os mebros dos dois toparem e Kook jogar sua cabeça para trás, Jimin sorria, quando começou a beijar o pescoço de Kook até sua lingua chegar na orelha do garoto 

- Eu tenho que te falar algo Kook- Jimin sussurrou a verdade é que...eu não sou gay- Kook saiu da imersão e seu corpo completamente quente se esfriou  - Quando você começou a me investigar meu empresário deu a ideia de eu fingir ser gay, você postar na revista que eu era e eu provar o contrário denunciando você como caluniador - Kook estava confuso e em uma onda completa de tristeza - Eu... Não sei o que deu em você mas você não publicou na revista - Jimin disse ainda com sua boca ao lado do ouvido de Kook fazendo cada palavra arrepia- Lo- Eu não sei se você descobriu ou se você era tão inocente a ponto de não conseguir constranger quem você mais odeia - Kook empurrou Jimin 

- Acha que sou uma piada não é ? - Kook o questionou levantando da cama - HEIN...? ACHA QUE SOU UM FODIDO NÃO É - Jimin levantou e começou a acariciar Jung com intuito de acalma-lo mais o mais novo estava em uma onda imersa de aflição ele então empurrou Jimin com toda sua raiva fazendo o menor cair sob a cama - Vai perder seus 2 pontos seu merda - Aquilo, Kook lembrar do jogo idiota deles doeu mais do que ser jogado na cama Jimin saiu rapidamente daquele humor sensato e ficou puto

- O que você disse - ele derruba Kook sob a cama deitando-o e sobe em cima do corpo do garoto e segura os braços de Kook, fazendo- ficar totalmente sem nenhum movimento possível - Repete se for homem 

- Eu disse que tinha perdido 2 pontos - Kook disse sabendo que haveria consequencias, Jimin começou a tirar a blusa moletom de Kook fazendo o corpo do mesmo enrijecer, ainda estava frio na casa

- 2 PONTOS POR VOCÊ TER VINDO NA MINHA CAMA - JImin dizia terminando de tirar o a blusa do garoto - 2 POR VOCÊ TER ABRAÇADO MINHAS PERNAS- Jimin tirou a calça de Kook enquanto tentava segurar com a outra mão os braços de Jung- 2 POR ME SEDUZIR,SAIBA QUE A CULPA DISSO TUDO É VOCÊ E NÃO EU JUNGKOOK - Jimin disse tirando a ultima peça de roupa de Kook 

- Ji..m..in- Kook sussurrou com seu corpo totalmente arrepiado - Não faz nada por favor - o garoto praticamente implorava a Jimin, mas Jimin queria, queria vingança pelas palavras dolorosas de Kook.

Jimin começou a beijar o corpo do garoto fazendo Kook ficar totalmente ereto,ele beijava e passava a lingua por todos os lugares, a lingua de Jimin passeava desde os mamilos de Kook até a virilha mas aquele lugar em especial, o lugar de Kook que já estava latejando Jimin não tocava, envolta daquela parte sensível de Jungkook estava roxo mas ele queria se aliviar, seu membro já estava tão necessitado que já começara a doer 

- Ahh.... Jimin p...or..favor - as palavras quase não saiam da boca de Kook, ele estava mordendo os lábios tanto que já sairá um tanta de sangue, mas Jimin não estava nenhum pouco comovido, pelo contrário ele estava gostando daquela imagem, Jung Kook já estava sentindo tanta dor, ele ja tentara se aliviar varias vezes mas Jimin o impedia, até que finalmente Jimin se pronunciou 

- Me implore - Kook ficou um pouco confuso, mas os seus gemidos já cobrira todo o quarto ele só queria a boca de Jimin  seu membro- Diga " EU QUERO" - Jungkook sabia que se falasse iria perder 5 dos seus pontos mas seus olhos já estavam cobertos de desejo então ele não dificultou muito 

- E....u ... Quer.o - ele disse quase em um suspiro - mas Jimin não desistia de tortura-lo 

- Quer o que minha princesa - Kook já não aguentava mais as provocações

- Po..r.ra JIMIN, COLOCA sua boca ai logo, por favor!! 



Notas Finais


Um beijãoo kkks
Deixei o melhor pro outro cappp u.u


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...