História Querido Kyungsoo


Escrita por:


Sinopse:
São poucas as pessoas que tiveram a oportunidade de vivenciar um grande amor, e menos ainda as que tiveram a chance de compartilhá-lo. Nas cartas amareladas e em sua máquina de escrever, Kim Jongin conta sobre o herói, e também sobre o clube de teatro. Conta sobre o garoto baixinho que gostava de ler romances policiais na estação de trem. Conta sobre suas manias esquisitas, sobre os beijos com gosto de juventude e seu sorriso de coração.
Conta sobre Do Kyungsoo.

[KAISOO | MISTÉRIO | ANOS 80]
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 56.701
Favoritos 1.972
Comentários 824
Listas de Leitura 853
Palavras 99.545
Terminada Sim
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Hwasa, Kai, Lee Kwang-soo, Suho, Tao, Xiumin, Yoon Bo-mi
Tags Anos 80, Baekyeol, Chanbaek, Kaisoo, Slight!angst, Sookai

Fanfic / Fanfiction Querido Kyungsoo
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Capítulo 1
32
6.117
3.265
 
2.
Capítulo 2
39
3.756
3.013
 
3.
Capítulo 3
32
3.359
3.119
 
4.
Capítulo 4
26
3.030
3.193
 
5.
Capítulo 5
25
2.781
2.637
 
6.
Capítulo 6
31
2.697
3.860
 
7.
Capítulo 7
30
2.496
3.259
 
8.
Capítulo 8
21
2.401
3.880
 
9.
Capítulo 9
25
2.325
3.198
 
10.
Capítulo 10
35
2.317
3.464
 
11.
Capítulo 11
44
2.486
5.262
 
12.
Capítulo 12
53
2.495
4.109
 
13.
Capítulo 13
34
2.257
3.510
 
14.
Capítulo 14
22
2.411
5.010
 
15.
Capítulo 15
33
2.167
3.430
 
16.
Capítulo 16
40
2.142
5.138
 
17.
Capítulo 17
36
2.098
6.037
 
18.
Capítulo 18
37
2.044
5.768
 
19.
Capítulo 19
48
1.904
5.447
 
20.
Capítulo 20
44
1.645
6.589
 
21.
Capítulo 21
28
1.427
4.513
 
22.
Capítulo 22
44
1.272
5.972
 
23.
Capítulo 23 (Final)
65
1.074
5.872

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por Anchovy
Capítulo 23 - Capítulo 23 (Final)
Usuário: Anchovy
Usuário
Mano...
MANO
M A N O DO CÉU
Porque fizestes isso comigo?

Eu estava desde muito tempo deixando essa fanfic de lado e pensando se eu lia ou não. Me arrependo amargamente de não ter lido antes, porque essa história é simplesmente uma das melhores que eu já li. E não só das kaisoo, mas de fanfics no geral.
História fodástica, personagens fodásticos, escrita fodástica, tudo FODIDAMENTE FODASTICO AAAAAAAAAAAA

Casa comigo, eu pago os lanches e sei fazer miojo muito bom
nunca te pedi nada

Eu estou apaixonada por essa fanfic, já vai fazer uma semana que eu li (se não me engano), e não consigo superar essa fanfic. Sabe quando a história é tão boa que você queria uma continuação? Ou um filme? PQP, que filme foda iria ser kkk
EU NÃO CONSIGO SUPERAR

E esse Sehun que eu mal conheço, mas me apaixonei por ele e quis que estivesse vivo e na história, assim como o Jongin e o Kyungsoo? Nossa, eu queria eu mesma ir la e descobrir o que aconteceu.
Tirando que aquele maldito que matou ele... ave, quero nem falar sobre, peguei ranço kkk
Eu fiquei tão apaixonada pelos personagens, que as vezes eu olho foto ou gif deles e fico tipo "cara, ele parece o kyungsoo de querido kyungsoo" "é desse jeito que eu imagino"

Enfim, só queria vim aqui surtar um pouco e falar que você é muito foda e que eu quero ser você quando eu crescer. Você escreve muito bem, todas as histórias são maravilhosas, acho que até se você postar o alfabeto eu vou amar. kkkk
Eu só sei que chorei por dias, eu passei duas madrugadas chorando. Eu chorei pelo Sehun, em todas as vezes que a história era sobre ele e como, mesmo que ele tenha errado, tenha sido injusto a forma como ele se foi e que poderia ter tido uma vida incrível. Eu chorei pelo Kyungsoo e por saber que ele sofria na universidade e pior que durante a história eu sequer pensei nessa possibilidade e BUM... tapa na cara. Chorei pelo Jongin, e por ele ter suportado tanto. E caralho MINSEOK, eu nunca quis tanto que aquelas alucinações do jongin fossem reais e eu chorei tanto, e chorei mais ainda quando ele apareceu no teatro no final! Chorei de felicidade.
Eu chorei por essa fanfic ter acabado, chorei por ter lido uma fanfic incrível, e QUASE chorei escrevendo esse comentário. SDSOKDSOSO

Por acaso eu disse que sei fazer um miojo muito bom e estou disponível? kk parei

Amo suas histórias, obrigada por elas.
espero continuar lendo muito maaaaais.

Abraços ~~
Postado por librioon
Capítulo 23 - Capítulo 23 (Final)
Usuário: librioon
Usuário
Não tenho palavras pra dizer o que Querido Kyungsoo é pra mim.
Me lembro de ler cada capítulo e sentir como se eu estivesse vivendo aquele momento, e eu quis viver, não necessariamente aquele momento mas eu quis viver, ser feliz e poder ver uma constelação nos olhos *daquela* pessoa.
Querido Kyungsoo me fez pensar no que eu poderia estar fazendo pelas pessoas que me cercam, me fez querer me tornar um herói. Eu não quero um papel de protagonista ou uma luz brilhando quando minha hora de "brilhar" chegar, eu só quero poder sentir e poder descrever cada uma das sensações assim como o JongIn podia descrever a beleza de Do Kyungsoo.
Querido Kyungsoo me fez pensar que eu poderia ser um Minseok na vida de alguém e eu espero um dia ser! Mas nunca soltar a mão dessa pessoa, porque eu quero ser real e estar lá mesmo que seja só pra olhar pro teto enquanto toca Sleeping with Sirens ou Day6.
Querido Kyungsoo me fez querer ser alguém importante na vida de alguém e ter alguém importante na minha também pra compartilhar pequenas coisas, e eu encontrei algumas e o sabor da amizade é maravilhoso mas o sabor do amor ainda me é desconhecido. Mesmo que o primeiro passo seja difícil a caminhada é revigorante.
Suas palavras foram de grande importância pra mim por um tempo - ainda são - talvez daqui a uns três anos eu volte aqui e leia essa história de novo e comente como é olhar o mundo de cima do muro com "Heroes" tocando nos fones e com minha capa invisível sobre os ombros e pra lembrar que Oh SeHun é minha inspiração e que meu objetivo é viver e tentar porque ter medo não me faz ser fraca, talvez me encha de coragem e assim eu grite pro mundo o que eu sou e quem eu quero ser. Talvez o mundo esteja diferente e talvez ele me mude mas eu não quero me esquecer dos meus medos, das minhas dores ou de quem me fez sorrir, porque cada pequeno detalhe construiu o palco e nele um dia iremos todos nos apresentar.
Obrigada por me fazer sorrir, por me apresentar o melhor clube de teatro de Busan com os melhores membros e por mostrar que existem muitos heróis sem capas.
Querido Kyungsoo é meu xodó e um pedaço de algo que eu considero muito importante hoje na minha vida.
PS: Sei que algumas coisas não fazem sentindo mas é que minha cabeça funciona de forma toda estranha, coitada.
Postado por bipolar_dolouis
Capítulo 23 - Capítulo 23 (Final)
Usuário: bipolar_dolouis
Usuário
Querida escritora,

Vamos começar não é mesmo? Eu não sei muito bem por onde começar pois as lágrimas já me invadem, sinto como se fosse uma cry baby.
Desde quando eu comecei a ler Querido Kyungsoo não esperava que seria tão gratificante ler uma obra, porque não era uma simples história do meu OTP, mas sim uma tocante história de dois garotos que só queriam se amar, as pessoas do clube de teatro(que me deu vontade de fazer parte de um) e um garoto que tinha uma morte não resolvida. Sem contar o pequeno Taemin que era uma criança tão ingênua, mas tão sofredora que nunca deixou de acreditar que era super herói, que na verdade é o certo. Todos nós somos super heróis mesmo não tendo nenhum tipo de poder, mas somos.


Como você disse a história foi feita para tocar as pessoas e ajudar elas. Olha, você conseguiu isso muito bem, sem dúvidas. Cada palavra, frase ou parágrafo eu me sentia dentro do personagem como se fosse a MINHA HISTÓRIA COM MEU NAMORADO. Sim, minha história, pelo jeito que eles se conheceram e a pequena chance de se falarem mesmo e descobrir que eles eram feitos um para o outro. A cada frase, palavra ou parágrafos que eu desejaria falar para ele. Descobri como demonstrar melhor um amor.

Achei tão tocante o cara esnobe e dono de todo dinheiro aplaudir o próprio filho vendo a vocação dele, o quanto aquilo lhe fazia bem e aquelas pessoas também. O gesto do pai do Jummyeon foi tão lindo, que por um momento o quis abraça-lo.

Eu fiquei tão, mas tão feliz porque todos ficaram juntos(tirando Sehun) é descobrir que o Miseok era real sim, era o Xiumin, deixando claro que eles poderiam construir uma grande amizade. Essa parte com toda certeza foi a mais tocante, que eu não aguentei e comecei a chorar que nem idiota.

Achei tão lindo a forma que às coisas se voltaram para o Sehun, fazendo que às pessoas enxergassem ele de outra forma, a forma que ele realmente deveria ser enxergado.

Eu só tenho que agradecer a você por ter tido a ideia e ter dividido com muitas pessoas, por ter tocado nós, seus leitores. Ter deixado cada lágrima e cada sorriso em nosso lábios. Obrigada por ter feito existir Querido Kyungsoo. Eu só tenho que agradecer e dizer que cinco estrelas são poucas para quem merece o mundo.

E por fim eu me despeço assim dessa história maravilhosa. Espero que essa fanfic vire livro pois merece ser impressa em folhas para que outras pessoas possam ler. E espero que outras fanfic sujam porque não vou cansar de sua escrita e nem dos seus métodos.

Atenciosamente, de sua leitora, Izabele.
Beijos
Postado por Li__chan
Capítulo 23 - Capítulo 23 (Final)
Usuário: Li__chan
Usuário
Olá!
É... Eu não faço ideia de como começar isso aqui.
Desde quando eu comecei a seguir a sua conta, vinha recebendo notificações sobre essa fanfic. Eu não sei o porquê, mas sempre ficava com preguiça de ler. E quando li no título do capítulo que ele era o último, fiquei decidida a ler. E eu me apaixonei logo no primeiro capítulo. Pra ter ideia, li dez em uma madrugada. E a partir de certo ponto da história, eu passei a frequentemente tirar prints de trechos e até mesmo das cartas inteiras, além de chorar várias vezes durante cada capítulo. E eu tô chorando muito agora que acabou. Foi uma história linda, muito linda. Que refletiu muito de mim, me inspirou e me fez pensar sobre tudo.
Uma parte de "Heroes" do David Bowie agora tá escrita na porta do meu guarda-roupa, a mesma parte que o Sehun escreveu com uma caligrafia desleixada naquela mesa do colégio. Que aparentemente não tinha nada de especial, mas é justamente por isso que foi tão importante pra mim. Eu me identifiquei, porque frequentemente deixo pequenas mensagens no colégio. Em post-its, mesas ou papéis colados na parede. E pode não fazer diferença pra muita gente, mas talvez uma letra de música ou uma mensagem dizendo que tudo vai acabar bem seja a única coisa que uma pessoa esteja precisando algum dia.
Acho que no fundo todo mundo sonha em ser um herói, mesmo que seja só por um dia. Mesmo que ache clichê ou estranho pessoas por aí com fantasias esquisitas salvando o mundo. Mas é como foi dito na própria história: Nem todo herói usa uma capa.
Quando eu li essa fanfic, me senti completamente imersa na história. Talvez porque no fundo também esteja tentando ser a heroína de alguém, ou talvez porque esteja precisando de um herói pra me salvar dos apuros nos quais a minha própria mente me colocou. Ou quem sabe os dois.
É, talvez eu precise da mesma coisa que o Jongin. De um amigo "imaginário" que me empreste suas revistas em quadrinhos favoritas ou o ombro quando eu precisar chorar. De um grupo cheio de melhores amigos patetas que topem fazer as maiores loucuras porque, afinal, a vida é muito mais divertida assim. De uma criancinha que me faça sorrir e reviver o meu lado infantil e mais sorridente. De um amor com um sorriso que pra mim vai ser o mais lindo, um amor que me faça ter sentimentos que talvez eu não conheça ainda. E de um herói que seja como uma estrela, estando perto de mim ou não.
Mais uma vez, digo que a história foi muito linda. E me recuso a dizer que o final também foi, porque assim como os próprios personagens, não acredito que essa história tenha final. Acredito que eles ainda estão subindo os degraus da escada da vida, enfrentando todo o cansaço. Que ainda vão viver coisas boas e coisas ruins também, porque assim é a vida.
Eu até poderia dizer que essa fanfic me deu uma lição, mas ela não deu apenas uma. Cada capítulo, casa frase, cada carta, cada descoberta foi uma lição. E foram exploradas tantas coisas no decorrer da história que eu não posso simplesmente listar aqui. Você é um gênio e essa história é uma obra de arte. Eu ainda tô chocada com o fato de você ter escrito algo tão profundo e que cause tantos sentimentos e pensamentos.
Tem tanta coisa que eu ainda queria falar... Mas eu sei que as palavras vão sair todas embaralhadas e sem sentido, então é melhor terminar só dizendo que essa fanfic é e provavelmente sempre vai ser uma das minhas favoritas. E eu sinto que esse comentário ainda é pouco pra expressar, porque essa história foi muito mais que uma distração ou um passa-tempo. Ela realmente fez diferença na minha vida e vai continuar fazendo, porque muitas coisas que aprendi aqui vou levar pro resto da vida e me esforçar pra viver melhor.
Não te conheço. Não sei o seu nome, sua idade ou sua cor favorita, por exemplo. Mas agora, você pode ter certeza que é uma das minhas heroínas.
Postado por undertherain
Capítulo 23 - Capítulo 23 (Final)
Usuário: undertherain
Usuário
Eu comecei a chorar nas notas iniciais.
No meio da carta, tive que parar de ler, sem coragem de continuar. Eu continuei.
No fim da primeira vez deles, eu estava soluçando. Soluçando e engasgando com minhas lágrimas, por mais felizes que elas fossem. É um choro bom.
Continua aqui.
QK me faz ver a vida de um jeito mais leve, bonito, feliz. É como um óculos que me faz ver cores num mundo monocromático — assim como eu falei no grupo. Querido Kyungsoo me ajudou muito, e é muito difícil me despedir disso. Como eu vivo dizendo, essa fanfic me fez pensar melhor nas coisas, me fez querer viver. Eu agradeço muito por ela <3
Eu fiquei feliz de ver Chanbaek juntinho antes da apresentação… O Baekhyun daqui é importante pra mim. Ele me dá esperança, me faz pensar que eu posso ser feliz também — porque muitas coisas da história dele batem com a minha. Mais coisas do que eu gostaria.
O Jongin falando sobre o Sehun mexeu comigo de um jeito sobrenatural; eu gostaria de poder gravar essas palavras na minha memória pra sempre. E todos o vendo como um herói depois… É uma alegria indescritível.
Mal consigo falar sobre ver o pai de Junmyeon orgulhoso. Meu coração se encheu completamente. Eu nem sei descrever a sensação. É uma sensação maravilhosa.
Ver eles, felizes depois da peça… É como um tiro certeiro no meu peito. Como um abraço aconchegante de uma pessoa que perdi para a morte. É como reviver um momento de felicidade.
Ser aplaudido é algo mágico. Eu fico feliz de ter conseguido provar disso uma vez na vida.
Sobre as pessoas novas… É tão bom vê-los ali!
Eu ri vendo os argumentos sobre o Jongin sendo o anfitrião. Ri como uma criança. E quando o Xiumin apareceu… Eu não sei dizer, eu ainda não superei isso. Eu chorei, dei risada e sorri, tudo ao mesmo tempo, numa confusão de emoções.
A cena final foi a cereja no topo do bolo. Foi… Genial. Deu sentido a tudo, do inicio ao fim. Me deixou com o coração leve. É horrível dizer “adeus”. É doloroso pensar que esse é o fim da narrativa, e não da história. O que é bom por um lado, já que posso imaginar o que vem depois do último parágrafo.
Ao longo da fanfic, eu te agradeci tantas vezes. Você me ajudou muitas vezes. Através dos teus personagens, me fez ver a vida por um lado melhor, me fez desistir de dar um fim a ela. Suas palavras tem o poder de alcançar o céu.
Jamais irão existir palavras suficientes para agradecer você por isso.
Nem sei como vou escrever depois disso. Estava contando com essa madrugada pra produzir...