História Querido Lúcifer - (Vkookmin) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (BTS), Hoseok, J-hope, Jikook, Jikook Flex, Jimin, Jimin!bottom, Jimin!top, Jiminflex, Jin, Jungkook, Jungkook!flex, Jungkook!top, Kookmin, Los Angeles, Namjin, Namjoon, Querido Lúcifer, Seokjin, Sope, Suga, Taehyung, Taehyung!bottom, Taehyung!flex, Taehyung!top, Taekook, Vkook, Vkookmin, Vmin, Yoongi
Visualizações 73
Palavras 1.208
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii, vou falar tudo o que preciso nas Notas Finais.
"LEIAM FALAREI SOBRE A FIC"



Peço desculpas se houver algo erro^^



🍃 Boa Leitura 🍃

Capítulo 1 - Anjos, existem Jimin...


Fanfic / Fanfiction Querido Lúcifer - (Vkookmin) - Capítulo 1 - Anjos, existem Jimin...


                              Narrador






Era incrível como a sintonia de um dia ensolarado, jardins floridos, pessoas sorrindo umas para as outras, enquanto pássaros cantantes rodopiava os jardins e as fontes de Seul.

Mas, nada disso se comparava a um dia chuvoso, o céu perfeitamente cinza recheado por nuvens carregadas, enquanto as ruas ficavam silenciosas e as grandes gotas de água caindo sobre si...


         Isso é um dia perfeito para Park...



Jimin havia tirado o dia para se encontrar com um amigo e enquanto o mesmo não chegava, ele ficava observando toda aquela atmosfera ridícula de pura felicidade que todos transmitiam.




Ficou olhando pela vitrine do café a pequena fonte que ficava ali perto.

Apoiando o rosto sobre sua mão, seu fios prateados caiam em contraste com a pele perfeita e alva que possuia, ele sabia que era admirado por muitos e não ligava pra nenhum desse meio.


Delicadamente Jimin pega sua xícara e toma um pouco de seu café gelado que por algum milagre ele havia gostado, estava realmente bom.
Antes de voltar a xícara ao seu lugar, Jimin levou-a aos lábios novamente deixando seus belos fios prateados caírem sobre os olhos, ele realmente havia gostado daquilo.



Quando finalmente deixou o café gelado de lado resolveu descobrir se a torta a sua frente era tão saborosa quanto.

E da mesma forma que o café, Jimin delicadamente corta um pedaço de sua torta e quando aos lábios o pedaço foi levado, seu degustador teve de fechar os olhos para apreciar aquele sabor que não sabia explicar como podia ser tão perfeito, ele nunca havia provado algo do tipo.






_Ah, cara. Se eu não te conhecesse, acreditaria que você era um anjo... pena que seria errado dizer isso.



_ Olá, Hoseok. Guarde seus comentários para si, não tenho o porquê de ficar ouvindo as mesmas besteiras de sempre.
- enquanto apreciava outro pedaço de sua torta de morango, seu amigo assentou-se no lugar que antes estava vazio -



_E se não fosse um comentário besta, anjos existem e você pode ser um deles.
- insistiu - Não entendo como uma pessoa com uma beleza angelical, pode ter a boca suja.



_ Hoseok, desiste. Eu não sou e nunca vou ser um anjo, chega dessas babaquices, anjos não são pecadores e muito menos apreciadores de ....
- se interrompeu, Jimin não gostava de lembrar aquilo era um passado obscuro e passados deveriam ficar para trás, principalmente esse -



_Que foi, ainda se excita por...
- Jimin o olha tão friamente que Hoseok se repreende automaticamente, brincar com o humor de Jimin as vezes era pior do que brincar com o humor de seu primo - Desculpa, eu não queria...




_ Mas fez!






Hoseok calou-se e ficou a observar o amigo, ele não o julgava por ser daquele jeito.
Talvez se houvesse passado pelo o mesmo que ele, com certeza agiria pior.





                         Flashback on




Jimin quando estava completando seu 6 aniversário, viu o padrasto entrar dentro de casa e espancar sua mãe até a morte, o motivo....

O padrasto estava entediado, e afim de fazer algo, matou a própria esposa com as próprias mãos e quando viu o filho daquela mulher no canto chorando lhe bateu a idéia que em sua mente era magnífica.
O pequeno sempre foi muito belo e mesmo sendo um garoto sempre teve belas curvas, curvas essas que agora poderiam ser suas finalmente.

Jimin tentou fugir, mas o padrasto foi mais rápido.

Com as suas mãos grandes e ágeis ele lhe arrancou a roupa e começou a o molestar, tocando por várias vezes em seu membro e enquanto o fazia abaixou suas calças.
O padrasto virou-se para o pequeno e disse que se ele gritasse teria o mesmo destino que a mãe, mas logicamente falando já estava tendo o mesmo destino que ela.

Quando aquele que um dia considerou como pai, se colocou entre suas pernas segurando seus braços, Jimin implorou para que não fizesse aquilo.
Mas, o ser a sua frente não estava aceitando imploras naquele dia, ele apenas disse "calma meu pequeno anjo, não vou te machucar...."

Foi aí que ele se pegou implorando por ajuda de alguém, qualquer um que fosse, Jimin perdeu as forças de seu corpo e fechou os olhos desistindo.
Viu algo turvo aparecer em sua mente dizendo que lhe ajudaria, mas o teria para si.


Ele não sabia o que aquilo significava, mas não pensou duas vezes antes de aceitar.



Não se sabe o que aconteceu, quando havia sido solto das mãos do padrasto...

Jimin rapidamente pegou as roupas que foi jogada ao chão e correu para longe dali, não se importou com os olhares sobre si. Ele só queria se esconder, ficar longe de casa.


Park correu o mais rápido que pode e quando parou, viu-se perdido, talvez estivesse no centro de Seul, mas mesmo assim não conhecia ninguém ali.

Quando saiu desesperado de casa havia dado tempo só de vestir sua bermuda que mais parecia um short, afinal sua mãe era a única que sustentava a "família" então não tinha muito o que vestir, já que sua mãe entregava quase todo o dinheiro para seu marido.

Seul era fria, então Jimin logo tratou de se esconder e vestir o resto de suas vestes que carregava nos braços, ele nunca havia imaginado que algo assim lhe aconteceria.


Quando a adrenalina que a corrida lhe proporcionou acabou-se, sua ficha caiu.


A pessoa que ele mais amava e prezava foi morta na sua frente, o gosto do sangue de sua mãe ainda estava em sua boca.

Como esse sangue foi parar ali?....


Simples.
Aquele ser, havia acariciado de seus lábios até sua bochecha, alegando que tudo ia ficar bem depois que ele conseguisse se enfiar nele.
Ao se lembrar do ocorrido, Jimin não se conteve em se derramar em lágrimas, sem forças para mais nada caiu no chão e ficou em meios aos prantos...



        Até que Hoseok apareceu....





                       Flashback off






_O que foi?
- Jimin indaga ao ver o amigo o olhar estranho -



_Jimin, e se houvesse anjos...
- Ele logo revira os olhos, achava que esse assunto já havia sido encerrado, mas pelo visto estava completamente errado -




_ Hobi, não existe iss.....




_Será mesmo Jimin? Você nunca se perguntou porquê que desde aquele dia, eu não envelheci?
- o interrompeu -
Eu conheço, um alguém que pode fazer você mudar...




_ Lá vamos nós no mesmo assunto...
- Jimin pensou consigo, uma coisa era verdade. Nunca lhe veio a mente isso, porque seu amigo não envelhecia... - Hoseok, não há ninguém que me faça mudar.




_E se eu provar que há? Venha comigo para Los Angeles, e lhe mostrarei...
- insistiu novamente, Jimin revirou os olhos enquanto balançava a cabeça em negação quando viu o amigo sorrir -




_ E quem seria esse alguém?
- por algum motivo, ver Hoseok desmanchando o belo sorriso substituindo por um semblante sério e frio, fez Park querer não ter perguntado. Podia sentir até mesmo a aura do ambiente mais pesada, aquilo lhe arrepiou e embrulhou seu estômago, nada tirava o sorriso de seu amigo até agora..., isso fez um calafrio lhe percorrer por inteiro. Pode-se dizer que estava com um pouco de medo da resposta, mas tentou se conter ao máximo -












_ Lúcifer.














Notas Finais


Oie, olha eu aqui dnv, então eu sei que prometi a vocês a 2 PT de "Apenas Uma Noite" e vou cumprir... só que tenho que criar um conteúdo bom o bastante para entregar a vcs entende?


Querido Lúcifer, foi uma idéia que bateu do nada assim como Apenas Uma Noite, e como podem ver tbm é uma fic de trio. Porém, não será só sobre o trio, terá outras participações e desavenças... mas cabe a vcs decidirem se as querem.
Me digam se irão querer o foco aleatório ou só no Shipp principal...



Queria falar mais, mas não posso pq seria spoiler então.....


Link da minha outra bb:


https://www.spiritfanfiction.com/historia/apenas-uma-noite--one-shot-jikook-yoonkookmin-16656564


Bye bye
Bjs
&
Se gostarem já sabe né?
Compartilhem pfvr ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...