História Querido pai - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Namjoon (RM)
Tags Felizaniversárionamjoon!, Namjoon!centric
Visualizações 31
Palavras 487
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Famí­lia

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, hoje é aniversário de quem mesmo?? DO PRESIDENTE DO BRASIL, XANA! Credo, parei. Do cara mais lindo, cheiroso, inteligente, namorado perfeito, fofo e tesudo da Terra.

Boa leitura 🌙

Capítulo 1 - Querido pai


Querido pai…


Faz um bom tempo que nós não nos falamos, não é? Como você está? Sua nova esposa está bem? Você já tem outro filho? Bom, talvez você não me responda, mas sinto que preciso te informar de algumas coisas.

Chaeyoung tem um novo namorado, ela parece feliz, e isso me deixa feliz, embora eu ache que o senhor não vá gostar muito. Ontem eu vi a mamãe com outro cara, e quando eu perguntei quem era, ela me disse que era apenas um amigo. Mas eu sei que não é apenas um amigo, igual sabia também que sua nova esposa não era uma amiga.

Mike está bem, eu alimento ele todo dia, igual o senhor pediu. Mas ele está bem velhinho, então não acho que alimentá-lo diariamente irá fazê-lo melhorar. Mike está morrendo, e o senhor nem veio visitá-lo. Ele sente sua falta.

Papai, hoje é meu aniversário. O senhor não apareceu de novo, confesso que fiquei mal, mas não é como se fosse algo novo. Você sabe quantos anos estou fazendo? Vinte e cinco, exatamente dez anos desde que você se foi.

Estou fazendo faculdade de arquitetura, e gosto muito, embora o senhor diga que é perda de tempo. Lá eu conheci um garoto, Yoongi, ele é meu melhor amigo. Às vezes ele vem aqui em casa, mamãe adora ele, Chaeyoung também, até o Mike. 

Eu gosto dele.

Mas não é um “gostar” de amigo, eu gosto mesmo dele. Como a mamãe gostava de você; como Chae gosta do namorado; como você gosta da Hyerin, sua esposa; como o Mike gosta da almofada. 

Pai, eu gostaria de namorar com ele, mas não acho que ele queira o mesmo. Por favor, não fique bravo comigo, eu não escolhi isso. Eu não iria escolher algo que o senhor não gosta, porque tudo o que eu mais quero é que o senhor goste e sinta orgulho de mim. Eu queria que o senhor me amasse. 

Não sei se ainda devo chamá-lo de pai, mas você também não disse que iria parar de me chamar de filho. Na verdade, você nunca mais me chamou de nada. E isso me machuca, machuca muito. 

Me machuca todos os anos em que você não apareceu e me disse “parabéns”; me machuca todos os dias em que você não está aqui; me machuca saber que você não estará aqui quando eu me formar; me machuca saber que você não me ama mais; me machuca saber que você só irá se lembrar de mim quando estiver morrendo, porque aí precisará de mim.

Eu não negarei ajuda. Eu vou ficar feliz se um dia você precisar de mim, porque mesmo que você tenha me deixado, você ainda é meu pai.

Então, pai, quando você precisar de mim, eu vou ajudar você. Eu não te abandonarei, como você fez comigo.

Eu sinto sua falta, por favor, venha no meu aniversário ano que vem.


Ass: Kim Namjoon


Notas Finais


Au revoir, HanY's! 🌕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...