1. Spirit Fanfics >
  2. Querido Professor >
  3. Enrascada

História Querido Professor - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Oiie!! Sim, eu decidi postar o capítulo que tenho pronto.. Depois desse vocês terão que esperar um pouquinho para saber o que irá acontecer. Eu ia esperar o capítulo nove estar pronto para soltar esse mas não consigo deixa-los sem uma explicação.
Desculpem por tudo e boa leitura!!

Capítulo 8 - Enrascada


Fanfic / Fanfiction Querido Professor - Capítulo 8 - Enrascada

Não sabia por onde começar, se devia perguntar algo ao mesmo ou permanecia em silêncio esperando ele dizer o que havia acabado de acontecer. Era mais uma aluna?. Suspirava passando uma mão na outra em meu colo pensando besteiras. Fui uma diversão?

  — Senhor Vargas.. — Suspirei de cabeça baixa enquanto o mesmo dirigia.

  — Eu vou te explicar, não se preocupe senhorita. — O mesmo murmura, seu tom parecia nervoso.

Enquanto Leonard dirigia, minha cabeça estava a milhão, não conseguia esquecer da cena do mesmo brigando com aquela mulher, a forma que ela o tratava, o jeito que ele ficou tenso com minha presença. Será que atrapalhei algo?.

  — Olha, eu não sei o que está havendo.. estou tentando falar com você desde que estava na sala, quer estacionar a droga do carro e me dizer o que aconteceu?! Quem era ela? E por que disse pra mim entrar no carro? — Bufo exasperada cruzando os braços. — Qual a parte de que “sou sua aluna” que você não entendeu? se me vissem entrando no carro você seria preso ouviu?! Preso!!

O mesmo balança a cabeça estacionando em um beco e tirando seu cinto.

  — Quer parar de fazer escândalo? Ela não era ninguém e segundo, já te disse que não sabia que era minha aluna e mesmo assim se soubesse eu estaria torcendo pra me beijar. — Ele sorri de canto se virando de frente pra mim.

Escândalo? ele disse que estou fazendo escândalo? Ele não acha que eu mereço de uma porra de uma explicação?

  — Não muda de assunto! Quem era ela León?! — Olhei para o mesmo séria.

Sem perceber acabo chamando ele pelo o nome que só os mais íntimos chamam o mesmo, balancei a cabeça enquanto Leonard erguia sua sobrancelha, com um acompanhamento de um sorriso malicioso.

  — Quem te deu permissão pra me chamar assim? — Ele ironiza. — Castillo, essa mulher é minha ex mulher. — O mesmo balança a cabeça revirando os olhos.

O que me irritava em Leonard, é que o mesmo era calmo, porém tinha um olhar misterioso e sexy, adorava isso. Eu me dei permissão! Foda-se! Queria tanto responder o que veio em meu pensamento mas tudo que queria fazer era mandar ele se foder por te falado da ex mulher dele comigo. Afinal de contas, eu não sabia nem quem eu era, o que nós éramos.

  — Foi sem querer.. — Murmuro. — E daí?.. Deu saudade foi? — Ri baixo provocando o mesmo.

  — Acho bom mocinha.. — Ele sussurra. — Saudade? Você está brincando com fogo Castillo. — O mesmo meu puxa para seu colo me pondo de frente. — Vem cá, ela estava com umas fotos e nessas fotos estava você e eu no estacionamento mais cedo, lembra?.

Por mais que eu queira entender por que não posso chamá-lo apenas de León, Leonard parecia mais sexy então não dei muita atenção pois não era a hora certa de perguntar sobre o assunto. Sentei em seu colo mordendo o lábio, ele era tão másculo, desejava o mesmo, o seu beijo novamente mas sou tirada de meus delírios ao ouvir o mesmo dizer sobre as tais fotos. Entendi o motivo do seu desespero, se essas fotos fossem parar nas mãos erradas, estaria tudo acabado e nunca mais eu o veria novamente.

  — O que? Mas por que ela faria isso? — Apoio as mãos em seus ombros.

Leonard mordeu seu lábio suspirando e segurando em minha cintura.

   — Ela não aceitou o fim do casamento e agora está me perseguindo. Piorou com essas fotos  — Ele suspirou encostando sua cabeça no banco do carro e fechando os olhos.

   — Desculpa perguntar mas..Por que terminaram? algum motivo?  — Mordi meu lábio olhando seu tronco, suspirei e me aproximei beijando o mesmo.  — Vou estar aqui, pra te escutar.  — Sussurrei.

O mesmo apertou minha cintura de leve soltando um sorriso de canto e respirando fundo ainda de olhos fechados.

   — Curiosa..  — Murmura o mesmo.  — Meu relacionamento com Ludmila foi algo totalmente sem sentido, eu estava me sentindo muito sozinho e a conheci em um bar, nos aproximamos, ficamos e depois .. marcamos a data do casamento sem mais nem menos. Eu não queria a magoar mas esse monstro que ela é, é tudo por culpa minha, não era amor e sim carência de minha parte.  — Ele balançou a cabeça suspirando.  — Agora ela está fazendo da minha vida um inferno.

Não acreditei que ele apenas ficou com ela e logo se casaram, foi algo totalmente cruel. Meus pensamentos começam a se enrolar e solto um suspiro me sentindo insegura. Vai ser o mesmo comigo?.

   — Eu sinto muito.. Mas por favor, tente se livrar daquelas fotos  — Murmurei encolhendo os ombros e saindo do seu colo. 

Tinha acabado de prometer que estaria para ele mas depois do que me contou sobre ela, ele praticamente tinha a usado, ela deveria ser assim por estar apaixonada por ele, ter se apegado. Não queria acabar desta maneira.

   — O que está havendo Castillo?  — Leonard ergueu sua sobrancelha me olhando.

Respirei fundo tentando manter a calma e não pensar que aquilo estava acontecendo, que eu estava dentro do carro do meu professor e que sua ex mulher teria provas para me expulsar da faculdade e o mesmo ser demitido e preso. 

  — Não quero ser rude mas.. não existe “nós”, você me colocou em uma enrascada, agora eu corro o risco de ser expulsa. Adeus formatura!

    — Como você pode dizer essas coisas? Eu não quis isso sozinho Castillo, não beijei sozinho ok? e se não quer que exista “nós” não me procure. Falando nisso, por quê me procurou?   — Ele ergueu a sobrancelha me olhando.

O olhar de Leonard parecia estar decepcionado com minha fala, seus olhos triste e sua expressão mais ainda. Me senti culpada, pois ele estava certo, não beijou sozinho e tinha certeza que eu estava querendo mais ele do que ele a mim.

    — Já te respondi, eu queria..   — Sou interrompida pelo o mesmo.

    — Só me disse que queria falar comigo, não deu tempo para me dizer pois logo saímos de lá.   — Seu tom parece chateado.

    — Por favor me leva pra casa, ou pro estacionamento pra poder pegar meu carro

O mesmo suspirou e se calou, dirigindo em direção à minha casa, Leonard ainda parecia chateado com a situação, parecia não saber o que falar, me olhava a cada segundo cabisbaixo. Não é mais o momento de perguntar o que “temos”, falei muita merda dizendo que não existia nada entre “nós”. Suspirei com meus pensamentos distantes me culpando. Ele se ofereceu para levar meu carro até em casa depois que me deixasse na mesma, apenas concordei com a cabeça

Ficamos em silêncio o caminho todo e ao chegar no estacionamento do prédio, vejo o carro de Francesca estacionado e a mesma de braços cruzados na frente do mesmo. Senti meu coração acelerar de nervosismo, olhei para Leonard, que apenas suspirou e abaixou a cabeça. Agora não tem como piorar mais, minha melhor amiga nunca mais vai me olhar na cara.

 


Notas Finais


O que acharam do capítulo? TENSOOOOO NÉ?
Me acompanhem na minha nova conta v-lover: https://instagram.com/_proudvlover_?igshid=bbyrmifqgyy9


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...