1. Spirit Fanfics >
  2. Querido Professor (Yoonmin) >
  3. Capítulo 1

História Querido Professor (Yoonmin) - Capítulo 1


Escrita por: AneLolita

Notas do Autor


Quero agradecer a @Vitoriasifrid77 e ao projeto @BangShippsPjct pela capa e Banner.
Muito obrigada, babys 🥺

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Querido Professor (Yoonmin) - Capítulo 1 - Capítulo 1

Boa tarde, Querido Professor.

Sou seu antigo aluno de Artes Visuais, não sei se irá lembrar.

Pode  estar estranhando eu estar me comunicando com você pela primeira vez em dois anos, mas por favor não se assuste e nem me ache um maluco por isso. 

Não sei se irá acreditar ou não, mas preciso falar com você, se não eu morro por guardar tanta coisa dentro de mim, coisas que você me fez sentir e ainda me faz sentir por tanto tempo de forma tão ardente.

Não poderia imaginar que quando entraria na maior universidade da Coreia, me encantaria pela pessoa mais linda e gentil que poderia existir, cheia de caráter e beleza, capaz de encantar até o mais duro dos corações… E você encantou o meu, que era quebrado, frio, sem sentimentos românticos por alguém.

No entanto, bastou você sorrir largamente para mim, mostrando seus dentes brancos, suas gengivas vermelhinhas, que meu coração pegou fogo, minhas pernas tremeram e minha derme se arrepiou, não me arrependi em nenhum momento de sentir isso.

Nunca contei porque você era casado e não queria invadir sua vida amorosa, seria um problema para você e seu companheiro, mas agora, sabendo que você está solteiro, não pude evitar de tentar me comunicar contigo. 

Por isso estou aqui, escrevendo esse email, para pedir que nos encontremos e me dê a oportunidade de conversarmos pessoalmente.

Estarei te esperando nesse endereço:

Rua ***********

Bairro: ****** 

Número: ***

Ansiosamente e com amor: 

Park Jimin 

***

Jimin respirou fundo, e colocou em Enviar no teclado do computador. Tinha lido e relido tantas vezes que até tinha perdido a conta. 

Nunca pensou que faria isso, se declarar para alguém por email, alguém que... Nunca saiu de sua mente e coração, e agora estava tendo a oportunidade de demonstrar seus sentimentos, por meio de palavras, e esperava do fundo do coração, que elas fossem lidas por ele, Min Yoongi, seu único e verdadeiro amor. 

Quando cursou artes visuais alguns anos atrás, não imaginou que além de se apaixonar cada vez mais pelo curso, se apaixonaria pelo seu professor, um homem meigo, gentil, educado e incrivelmente lindo. 

Se o mesmo não fosse casado na época, teria feito de tudo para  conquistá-lo, para demonstrar seu amor,  sem se importar se ele fosse seu professor. Afinal ambos eram adultos, além de que era amor que sentia, um amor que o fez se sentir vivo novamente e nem se comparava com o anterior, que o fez totalmente infeliz, mas que felizmente, conseguiu se livrar. 

Entretanto, desde que soube que o mesmo se divorciou, quando voltou novamente para Seul, ficou determinado em conquistá-lo. 

Buscou ter algum tipo de contato com ele, e ao ir na antiga faculdade que estudou, descobriu que ele não estava trabalhando mais lá e o único contato que a direção tinha dele era o email que usavam para se comunicarem. Então pediu o endereço de maio dele e decidiu enviar uma mensagem.

Não custava tentar, foi isso que ele pensou quando teve o contato dele em mãos. Jimin nunca desistiu daquilo que  queria, sempre quis ter sua felicidade por inteiro e Yoongi é o que faltava para ela estar completa.

— Jimin?! —  uma voz feminina o chamou e ele tirou as orbes escuras da tela do PC e olhou para a mesma. 

— Acabei de enviar  — pronunciou.

Sua melhor amiga, Alice, que morava consigo, tinha entrado em seu pequeno escritório onde situava-se. A mesma sempre soube sobre seus sentimentos pelo professor e ela nunca o criticou por isso. 

Obviamente, teve um momento que ela quis que ele o esquecesse pensando no bem dele e em sua felicidade. Que Park pudesse encontrar outro alguém, se apaixonar e seguir em frente. No entanto, mesmo que Jimin tenha ficado com outras pessoas sem interesse algum, ele continuou pertencendo ao Min, pois o loiro guardava esperanças em seu coração. 

— Jura! — exclamou se aproximando até onde ele estava sentado e o loiro concordou. — Que maravilha, Jimin. Espero que ele leia. 

— Eu também espero isso, Alice. Não sabe o quanto meu coração está martelando no peito de tão nervoso que estou  —  disse e pôs a mão no peito por cima da camisa cinza, sentindo ele bater incontrolavelmente. 

Alice deu um sorriso doce para o amigo e o abraçou por trás, circundando seu pescoço com os braços finos, juntando suas bochechas.

— Você é um homem incrível, inteligente e principalmente lindo, meu amigo. Aposto que ele vai te dar uma chance para poderem conversar... Nunca é tarde para tentar amar e ser amado... Tomare que fiquem juntos... Estou torcendo por isso. 

— É o que eu mais quero, Alice... O que mais quero… — murmurou por fim.

Jimin queria tanto que seus desejos se realizassem… Se pudesse, se transformaria em uma abelha e voaria até onde Yoongi estivesse só para olhar a reação dele. Mas ao mesmo tempo, seu coração o dizia que ele não se arrependeria de ter mandado a mensagem, e ele não estava errado.

Em seu escritório, Min Yoongi olhava as mensagens do correio eletrônico de alunos da faculdade em que trabalhava, usando seu óculos de grau, mão no queixo, atento à caixa de entrada. Não tinha ido trabalhar neste dia, pois estava de folga, mas como a vida de professor não é fácil, teria que corrigir provas de seus alunos sobre história da arte. Confessava para si mesmo que até queria um descanso e fazer algo novo. 

Há um bom tempo que sua vida era tão monótona, desde quando ainda era casado, um casamento que se tornou frustrado, devido a falta de amor de ambas as partes. Nenhum deles queria continuar o relacionamento, e decidiram então se separar amigavelmente. 

Ainda continuam se falando e tornaram-se amigos. Seu ex-marido já até refez sua vida com alguém ideal para ele, enquanto Yoongi ainda continuava solteiro, mas por escolha própria, pois o mesmo era um homem belo e atraía várias pessoas mais jovens, mesmo com seus 38 anos de idade. 

A única coisa que o fez bem na época, foi alguém que chamou tanto sua atenção, por sua delicadeza, inteligência e beleza. Entretanto, esse ser seguiu seu destino sem mesmo ter entrado em sua vida da forma como queria. Se tivesse se separado antes, quem sabe, poderia ter feito algo diferente há dois anos atrás.

Ele suspirou, ajeitou os óculos mais uma vez naquela tarde, até que uma notificação chamou a sua atenção.

Quando ele viu o nome do email, entrou em choque, seus lábios finos entreabriram-se, sua garganta ficou seca, seu coração disparou e sua respiração ficou ofegante.

Mesmo que tenha sido só um nome tão específico e conhecido, lhe causou tantas emoções incontroláveis ao mesmo tempo. 

Ele ajeitou os óculos. O endereço do email que continha o nome do ser que tanto admirava, do homem que lhe causou tantas emoções a anos atrás e que mesmo que tenha se passado um tempo sem vê-lo, já que o mesmo foi embora de Seul e muito menos sabia que ele tinha voltado, não deixou de sair de seus pensamentos, de seus sonhos, nem seu rosto, nem sua melodiosa voz. 

Park Jimin era inesquecível para si e sempre seria.

Para poder se acalmar, pelo menos um pouco, dos sentimentos intensos que dominavam seu corpo, o professor suspirou e leu que seu ex-aluno escreveu, mas não adiantou, suas emoções aumentavam mais e mais por cada palavra escrita ali.

Como nunca reparei nisso antes? Por qual motivo nunca percebi? Por quê fui tão cego? Ele me amava e eu não sabia... Yoongi refletiu ao mesmo tempo que sentiu seus olhos castanhos arderam pelas lágrimas que queriam sair. 

Não sabia se sentia-se um completo idiota ou ficava extremamente feliz, talvez os dois. 

Poderia ter sido tão diferente se soubesse antes, mas sabia que ambos teriam problemas. Mesmo assim, a sensação de arrependimento por  não ter percebido na época lhe abateu. 

Lendo as últimas palavras escritas, o professor viu um endereço de um local, provavelmente para ambos se encontrarem. E Yoongi não hesitou em mandar uma resposta a Jimin. 

Tirou os óculos, limpou as lágrimas e colocou seus dedos longos no teclado pronto para escrever. Seria breve, sem dizer muita coisa. O que tinha que falar a ele tinha que ser pessoalmente. 

E já estava extremamente ansioso para reencontrá-lo.




Notas Finais


Até o próximo e último capítulo
🤧💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...