História Quero Gritar Que Te Amo - Gastina - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Agustín Bernasconi, Carolina Kopelioff, Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Gaston, Matteo Balsano, Nina, Personagens Originais, Ricardo, Simón
Tags Gastina
Visualizações 281
Palavras 1.072
Terminada Não
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, meus amores! 💕
Boa Leitura! ❤🌻

Capítulo 8 - "Ele Não Queria Demonstrar Que Possuía Um Grão De Ciúme..."


Fanfic / Fanfiction Quero Gritar Que Te Amo - Gastina - Capítulo 8 - "Ele Não Queria Demonstrar Que Possuía Um Grão De Ciúme..."

Narradora

Simón ri e se vira para Gastón, tirando a mão do rosto de Nina.

-Virou "dona de casa", Gastón? - O mexicano zoa Gastón ao ver as sacolas em suas mãos

- Não estou de brincadeira com você, Álvarez! - Ele diz e joga as três sacolas de super mercado em cima da mesa

Nina lamenta se tivesse algum ovo ali.

-Parece que a última vez que discutimos não foi suficiente! - Simón diz provocando Gastón

-Vocês discutiram? - Nina pergunta olhando para Gastón, mas o mesmo só olhava sério para Simón

-Sim! No caso, você estava no assunto, Nina! - Simón afirma abrindo um sorriso sacana

- Eu?

-Vai para meu quarto, Simón! - Gastón diz sério com a voz firme - Vamos conversar lá!

- Por que? - Ele pergunta irritando ainda mais Perida - Ela pode ouvir, não? Eu já tenho a resposta para aquela sua pergunta!

- Agora, Simón! Ou eu e você conversamos em meu quarto, ou você vai embora!

Nina observava os dois aflita. Como o assunto deles tem a ver com ela? E o que Simón fez para deixar o meio irmão tão irritado?

- Vamos para seu quarto então! - Simón diz

Finalmente Gastón dirige o olhar para Nina.

-Fique aqui, não escute atrás da porta! - Gastón a avisa

Os dois sobem as escadas indo até o quarto de Gastón, enquanto Nina vai até o sofá e se senta nele.

Com a cabeça girando e girando. Sem parar por nem um segundo.

O que aconteceu entre os dois?


{...}


- Vamos logo ao ponto, Simón! - Gastón diz entre dentes

Já haviam se passado uma hora desde que os dois adentraram o quarto.

- Você se lembra quando me perguntou se eu estava a fim da Nina?

Ah, como se lembrava!

O loiro se lembrava perfeitamente de quando os dois discutiam gritando e ele lhe perguntou aos gritos o que ele queria com Nina e se queria ficar com ela.

Neste momento Gastón o observava enquanto tentava manter a calma. Não queria gritar de novo ali, não com Nina perto. Ele não queria demonstrar a ela que possuía um grão de ciúmes por ela.

- Eu te digo agora, - O Mexicano continua - Eu estou a fim da sua irmã, eu estou apaixonado pela Nina! - Gastón nega com a cabeça diversas vezes

-Você nunca se apaixona, Simón! Nunca! - Ele afirma tentando não gritar

-Mas..! - O Mexicano tenta mas logo é interrompido

- Você só vai usá-la e depois descartá-la, como faz com todas!

-Talvez! - Ele afirma fazendo com que o sangue de Gastón passe quente pelas veias - Mas isso não me impede de ficar com ela! - Ele passa a mão por uma fina camada de barba em seu queixo - Tão ingênua!

-Você não vai fazer nada com ela! - Gastón afirma - Eu te proibo de sequer chegar perto dela!

- Vamos ver então!

-Chega! - Gastón grita - Você está me desafiando demais, não gosto disso! E você sabe bem! Nunca mais apareça aqui! - Gastón abre a porta e empurra Simón para fora de seu quarto

Gastón passa na frente do mexicano e desce as escadas, Simón vem atrás de mal gosto.

Nina logo se levanta ao ver os dois aparecerem.

-Sai! - Gastón diz e da uma leve empurrada em Simón

- Não encosta em mim! - Simón ruge e da um soco na boca de Gastón

Nina tampa sua boca com as mãos diante a cena.

Gastón devolve com dois socos. Mas Nina rapidamente os separa.

-Vai embora, Simón! - Ela diz

Simón os observa com um olho roxo e sai da casa.

Nina se vira para Gastón e se assusta levemente.

-Sua boca está sangrando! - Ela diz e segura na mão de Gastón o levando até a cozinha - Sente-se aqui! - Ela diz o empurrando para cima de um banco, o mesmo logo se senta e começa a observa-la

A mesma vasculhava um armário próximo ao chão, logo encontrou uma caixinha de primeiros socorros.

Ela vai até Gastón e abre a caixinha, pegando um algodão e álcool.

- Isso vai arder um pouco! - Ela afirma

-Tudo bem, você já está me ajudando, isso é bom!

Enquanto a mesma colocava álcool no algodão, perguntou:

-Por que eu estou no assunto de vocês?

-Na verdade, eu e Simón já não estávamos muito bem, e então ele disse coisas feias sobre você! - Gastón diz mentindo

-Entendi! - Ela diz e se senta muito próximo a ele, logo após colocando o algodão no local do ferimento

Ele se contrai um pouco mas Nina acaricia seus cabelos com a outra mão, para acalma-lo. Nem ela mesma sabe de onde veio essa coragem.

-Droga, por que isso tem que arder tanto?!

- Calma, já estou acabando! - Ela afirma, mas acaba se perdendo nos olhos de seu meio irmão

O mesmo faz o mesmo. Ele coloca a mão na bochecha de Nina, fazendo a mesma soltar o algodão o derrubando no chão. Ele passa a mão pela bochecha de Nina e logo após passa o dedo indicador por seus lábios rosados.

-Chegamos! - A voz de Daniel invade a casa inteira e os dois logo se distanciam

Nina abaixa e pega o algodão, logo o jogando fora.

-Vai contar para eles? - Ela pergunta para Gastón

- Só vou dizer que um idiota me socou!

-Tudo bem!

-Oi, meus amores! - Ana diz dando um beijo na testa de Nina e um na cabeça de Gastón - Hey! O que é isso em seu lábio? - O pai de Gastón fica atento e já observa o ferimento

-Então? - Ele pressiona o filho

- Um idiota me socou! - Gastón diz

- Por favor, não me diga que você..! - Daniel começa mas é interrompido

- Eu o soquei duas vezes!

-Ótimo!

- Já limpou o machucado? - Ana pergunta

-Sim!


{...}


Gastón Perida


São três da manhã, eu já caminhei pela casa e já fui até o jardim, agora estou na sacada de meu quarto, sentado em um balanço com meu cobertor ao meu redor. Faz um bom tempo que estou assim. Sem conseguir dormir.

E o pior de tudo é que meus pensamentos estão na garota que dorme no quarto a frente.

Naquela garota tão impossível. De gênio forte, coração forte, valente, linda e minha meia irmã.

Minha insônia tem nome e sobrenome, e lindos olhos café.

"Tudo se reduz a última pessoa que você pensa a noite. Ali é aonde está seu coração." 


Notas Finais


Oi, meus amorzinhos! ❤❤
Tudo bem? 🌻
Bom dia, boa tarde e boa noite seja lá onde e quando vocês estejam lendo! 💚
Quem vocês acham que vai se apaixonar primeiro? #Nina #Gaston
Obrigada por todas as palavras bonitas que vocês me mandam! 💕💕 Amo muito vocês! ❤❤❤❤💙💙💙💙
Instagram: simplesmentemare
Obrigada por todas as perguntinhas que me fizeram lá nos stories! 💕❤
Abraço a todos! 🎀
Nunca deixem de sorrir!
O sorriso de vocês me salva de qualquer dia ruim! 🌻
~Mare 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...