1. Spirit Fanfics >
  2. Quero te agradecer >
  3. Único

História Quero te agradecer - Capítulo 1


Escrita por: e Aniverse


Notas do Autor


Antes de tudo, joguei apenas o primeiro jogo e vou começar a jogar o segundo já já, então pode ser que eu não tenha retratado os sentimentos dos personagens direito-

Anyway, só quero dizer que a amizade entre a Maya/Alice com o Phoenix/Fênix me deixa muito soft.

Boa leitura :D

Capítulo 1 - Único


— Será que ele vai gostar disso…? 

Maya Fey andava pelo shopping local, em busca de um presente. Desde a morte de sua irmã, Phoenix Wright passou a cuidar dela. Apesar de ter um sentimento de dependência sobre o Phoenix, Maya gostava de sua presença.

Phoenix não era apenas o seu guardião, era seu melhor amigo e companheiro; ela ama conversar com ele e o ajudar nos casos. E, por essa razão, Maya decidiu agradecer por tudo que ele fizera por ela e o que seria melhor do que um presente?

A garota estava completamente perdida. Andava de um lado para o outro no shopping tentando achar algo que combinasse com ele. Foi para todos os lugares possíveis, mas não conseguiu achar nada.

Andou, andou e andou, mas encontrou nada que poderia agradar Phoenix. Frustada, a garota voltou para casa. Deitada em sua cama, Maya encarou o teto. Estava visivelmente nervosa, convidou Phoenix para jantar por justamente querer entregar o presente, mas agora? Ela não tinha nada e estava até mesmo pensando em alguma desculpa para cancelar o jantar.

— Por que não consigo achar nada para ele…? Será que deve ser porque não sou próxima dele…? — Rapidamente, negou sua própria pergunta — Eu sou próxima dele sim! É só que… Nick é tão único que nem sei o que dar… 

A garota olhou para uma foto da irmã que tinha perto de sua cama. Ela pegou o retrato e começou a alisar.

— Mia… O que você faria na minha situação…?

Suspirando, Maya colocou o retrato de volta no local. Não conseguiu pensar em nada, sua mente estava em branco. Algumas lágrimas desceram em seu rosto, sentia como se tivesse falhado. 

Levantando-se, Maya foi se arrumar para o jantar e foi fazer o jantar. Afinal, ela não podia ter o presente, mas ela ainda podia fazer uma comida muito boa para ele.

Assim que chegou na casa de Maya, Phoenix Wright sentiu aquele cheiro extremamente delicioso, só com o cheiro pensava que a comida estava maravilhosa, e ela realmente estava.

Suspirou de tão cheio que estava. A comida da Maya estava muito boa e ele repetiu o prato várias vezes. O advogado respirou bem fundo para tentar relaxar. 

Em todo o jantar, Maya se manteve calada, apenas escutando o que Phoenix dizia. E esse silêncio atraiu a atenção de Phoenix, já que a garota não era assim.

— Maya, o jantar estava delicioso, estou muito cheio! — elogiou.

— Muito obrigada. — Maya deu um sorriso fofo.

— Mas agora, me diga, por que estava calada?

— Que que tem eu ficar calada? Vai me fazer depor e depois vai fazer uma inquisição? — brincou.

— Talvez eu faça.

Maya deu umas risadas.

— Não se preocupe, Nick, estou bem. Eu sempre fui assim!

— Protesto! — Bateu na mesa.

— Nick!?

— Desculpa, força de hábito. — O advogado deu umas risadas. — Continuando, você não é assim, Maya. Você é animada e nada calada.

— Ah… — Ficou cabisbaixa.

— Toquei em alguma ferida?

— N-não é isso… É só que… — Maya suspirou pesadamente, sentia-se culpada — o propósito desse jantar é outro…

— Vai me matar?

— Não…! Eu queria te agradecer por tudo, Nick. — Maya olhou chorona para Phoenix. — Eu queria te dar um presente, mas eu não achei nada para você…

— Ah! É só isso?

— Como assim!?

— M-me desculpa, me expressei mal! Eu quis dizer que você não precisa de um jantar e um presente para me agradecer, Maya.

— Mas quero te dar algo…

— Maya… — pousou sua mão no ombro dela — fico feliz que queira me recompensar por algo que jurei à sua irmã, mas não precisa. Só o fato de que você está feliz e bem já me deixa feliz.

— Sério…?

— Claro!

— … — Maya limpou algumas lágrimas. — Bem… que tal a gente ligar para a delegacia e passar um trote para o Gumshoe? — deu um sorriso maligno.

— Isso é um crime!

— Não é crime se eu ligar para o número dele.

— Faça o que quiser, mas não me envolva nisso.

— Tarde demais, Nick. — Maya mostrou um celular que estava fazendo uma ligação para Dick Gumshoe, era o celular de Phoenix.

— Maya! — gritou.

E, no fim, Maya passou trote para todos os contatos salvos no celular de Phoenix.


Notas Finais


Gostaria de agradecer à @Athena_Titanos por ter feito essa capa LINDA e MARAVILHOSAH.

Queria agradecer também o @akyuu. YUU FINALMENTE TU BETOU UMA FIC MINHA, EU TÔ MUITO FELIZ AAAA. MUITO OBRIGADO, UYY!!

Espero que você, leitor, tenha gostado da fanfic ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...